A Revolução Inglesa

2,885 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,885
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,143
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Revolução Inglesa

  1. 1. História – Segundo AnoA REVOLUÇÃO INGLESA
  2. 2. História – Segundo Ano A monarquia absolutista inglesa: Dinastia Tudor: início com Henrique VII (1485-1509), pacificador da Guerradas Duas Rosas (York X Lancaster) Henrique VIII rompeu com a ICAR Dinastia apoiada pela burguesia e pela gentry (nobreza ruralmais avançada que a tradicional aristocracia feudal) Elisabeth I (1558-1503) consagrou o apogeu do absolutismona Inglaterra
  3. 3. História – Segundo Ano Ações da monarquia inglesa: Centralização do poder político como garantia de ordemsocial Uniformização da moeda, do sistema de medidase das tarifas para facilitar comércio Permissão concedida à atividade de corsários Incentivo à navegação marítima e expansão comercial Igreja Anglicana: mantinha ritos católicos (liturgia,hierarquia...) mas associava conteúdo calvinista Morte de Elisabeth I: fim da dinastia Tudor
  4. 4. História – Segundo Ano Dinastia dos Stuart: Início com Jaime I (primo de Elisabeth erei da Escócia) – 1603-1625 Séc. XVII, dinastia pretendia o exercício doAbsolutismo reconhecido juridicamente Burguesia e Gentry retiram apoio àmonarquia inglesa Tensões no Parlamento Tentativa de reação real: reaproximação com a ICAR eintervenção na Igreja Anglicana reação da burguesia formando o mov. presbiteriano oupuritano (Calvinista) que defendiam igreja separada doEstado
  5. 5. História – Segundo Ano 1628: Petição de Direitos = legislaçãoparlamentar que proibia o rei de criarimpostos, convocar o exercito eordenar prisões sem préviaautorização. Carlos I: fechamento provisório doParlamento (com prisões deadversários) Reconvocação do Parlamento para tratar de revolta naEscócia Reação parlamentar: decreto de lei que impedia o rei dedissolver o Parlamento
  6. 6. História – Segundo Ano O processo revolucionário: 1ª FASE: GUERRA CIVIL (1642-1648) Carlos I: ordem de invasão do Parlamento e prisões delíderes burgueses e da gentry Reação: formação de tropas fiéis ao Parlamento Rei + aristocracia anglicana e católica X Parlamento + burguesia,gentry, camponeses e yeomen (pequenos proprietários rurais) Oliver Cromwell e Thomas Fairfax:líderes do New Model Army, novoexército onde os posto de comandoeram conseguidos por mérito militare não por origem familiar (como erausual no exército inglês) Saldo: vitória dos revoltosos e execução deCarlos I em 1649
  7. 7. História – Segundo Ano 2ª FASE: REPÚBLICA (1649-1659) Regime ditatorial (protetorado) Formação da Comunidade Britânica (1651) = união deInglaterra, Irlanda, Escócia e País de Gales sob um governo Atos de Navegação (1651) = todasmercadorias importadas ouexportadas para Inglaterra deveriamser transportadas em navios ingleses Guerra contra Holanda (1652-1654):reação contra ataques holandeses,prejudicados pelos Atos deNavegação = vitória inglesa garantiu acondição de maior potência europeia Cromwell: Lorde Protetor vitalício(até 1658)
  8. 8. História – Segundo Ano 3ª FASE: RESTAURAÇÃO DOS STUART (1659-1688) Parlamento insatisfeito com o regime de Cromwell: apoioao retorno da monarquia Carlos II (1660-1685): ascensão ao trono e Jaime II:tentativa de restaurar o absolutismo e ampliar influênciada ICAR Conflitos noParlamento:absolutistas Xreformistas/revolucionários
  9. 9. História – Segundo Ano 4ª FASE: REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688-1689) Parlamento: apoio de Guilherme de Orange(príncipe holandês casado com filha deJaime II) Formação da Comunidade Britânica (1651)= união de Inglaterra, Irlanda, Escócia e Paísde Gales  Conflitos: forças de Jaime II Xforças de G. de Orange = RevoluçãoGloriosas sob um governo Vitória de Guilherme de Orange – que tornou-se Guilherme III Bill of Rights (Declaração de Direitos): rei limitado “Superioridade da Lei sobre a vontade do Rei” = fim doabsolutismo  Monarquia Parlamentar = “O rei reina, mas nãogoverna”
  10. 10. História – Segundo Ano Consequências da revolução: liberdade religiosa e tolerância (contrário à tese de Bussuet:“um rei, uma fé, uma lei”) situação inglesa serviu de modelo para ativistas e intelectuaisfora da Inglaterran (ideias revolucionárias e liberais) avanço capitalista através de reformas na economia:agricultura capitalista como novas técnicas para elevarprodutividade, novas relações de trabalho e avanço daprodução  Impulso e bases para o capitalismo industrial

×