Projeto MCE & MCE-A
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Projeto MCE & MCE-A

on

  • 504 views

Projeto de candidatura ao Gabinete Estadual da Ordem DeMolay do Rio Grande do Norte.

Projeto de candidatura ao Gabinete Estadual da Ordem DeMolay do Rio Grande do Norte.
Paulo Rafael Mesquita - MCE
Pedro Bruno Fernandes - MCE-A

Statistics

Views

Total Views
504
Views on SlideShare
504
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Projeto MCE & MCE-A Projeto MCE & MCE-A Document Transcript

  • SUPREMO CONSELHO DA ORDEM DEMOLAY PARA A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL GRANDE CONSELHO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO NORTE – GCE/RN Paulo Rafael Chaves Mesquita Pedro Bruno Fernandes CANDIDATURA Mestre Conselheiro Estadual e Mestre Conselheiro Estadual Adjunto UMARIZAL/RN 2011 1
  • Paulo Rafael Chaves Mesquita Pedro Bruno Fernandes CANDIDATURAMestre Conselheiro Estadual e Mestre Conselheiro Estadual Adjunto Projeto de candidatura aos cargos de Mestre Conselheiro Estadual e Mestre Conselheiro Estadual Adjunto para o Gabinete Estadual 2011-2012 da Ordem DeMolay do Rio Grande do Norte, sob a fiscalização do Grande Conselho Estadual – GCE/RN. UMARIZAL/RN 2
  • 2011 SUMÁRIO1 PREFÁCIO.......................................................................................................................... 042 INTRODUÇÃO................................................................................................................... 053 OS CANDIDATOS............................................................................................................. 064 PROJETOS E METAS....................................................................................................... 085 COMPOSIÇÃO DO GABINETE...................................................................................... 13 5.1 DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL DO RN.............................................. 13 5.2 DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL ADJUNTO DO RN.......................... 14 5.3 DOS SECRETÁRIOS ESTADUAIS DO RN............................................................ 146 CONSIDERAÇÕES FINAIS............................................................................................. 18 3
  • 1 PREFÁCIO DeMolay... DeMolay... DeMolay... Ahh! Para nós isso soa como música. E a músicasempre nos trouxe alegria, de viver, de fazer e de trazer mais alegria. A Ordem DeMolayresume-se a isso. Não que isso seja pouco, pelo contrario. Pois as melhores coisas do mundonão precisam de conceitos complexos, afinal elas são melhores por serem grandes, e sãograndes, pois possuem princípios inabaláveis diante das tempestuosas mazelas que acometema tudo. Nossa maior proposta enquanto candidatos aos cargos de Mestre Conselheiro Estadual eMestre Conselheiro Estadual Adjunto é o de contribuir para a renovação constante dessesprincípios, as nossas virtudes cardeais, que apesar de inabaláveis precisam da fé, pois ela é oque torna o inanimado em animado, o desvirtuado em virtuoso e o abalável em inabalável. E “Nada neste mundo é tão poderoso quanto uma idéia cuja oportunidade chegou”. Jádizia o grande escritor e poeta francês Victor Marie Hugo, acreditamos veemente que essa énossa oportunidade de poder contribuir da melhor maneira possível para o desenvolvimentode uma sociedade mais amável, sem resquícios de mesquinhez e de pessoas sem escrúpulos.Trabalhando sempre com o pensamento de que “Palavras movem pessoas, exemplosarrastam multidões”. Este é o lema de nossa proposta. Devemos acreditar sempre que o bomexemplo é o caminho a se seguir. Que aqueles que foram realmente grandes, seja seu pai, seuIrmão, ou um Tio Maçom, são aqueles nos quais cada um de nós deve se espelhar e ter comoexemplo a seguir. E acima de tudo devemos trabalhar para que sejamos os espelhos dasgerações que estão por vir, afinal, é a mudança interior que traz a verdadeira mudança, paranos transformar e transformar tudo ao nosso redor, como uma pedra bruta que é lapidada namais bela e rígida das pedras, o diamante. 4
  • 2 INTRODUÇÃO A história da Ordem DeMolay no Rio Grande do Norte começou no ano de 1981, com afundação do Capítulo Príncipe do Seridó Nº 004. Com o auxílio do Tio Francisco de AssisSantiago a Ordem DeMolay potiguar cresceu, estando aqui no Rio Grande do Norte, muitosdos capítulos mais antigos do Brasil e alguns inclusive de reconhecimento nacional. Na épocaa Ordem no estado era bastante integrada, a maioria dos DeMolays fundadores participaramda fundação de diversos capítulos pelo nordeste, e alguns chegaram até a visitar vários dosCapítulos do Brasil. Os DeMolays potiguares sempre tiveram uma característica bastanteacolhedora, mostrando uma fraternidade excepcional uns para com os outros, na recepção deDeMolays visitantes e na integração para tomadas de decisões e resoluções de problemas. O Rio Grande do Norte sempre manteve seus Capítulos unidos lutando contra asinjustiças e pelos ideais DeMolays. Nas situações mais adversas, oriundas de problemasinternos ou externos, os Capítulos nunca perderam a oportunidade da reconciliação. Emdesavenças dentro de mesma cidade ou de poucos contra o restante do Brasil, os DeMolays eMaçons cooperadores da Ordem sempre se preocuparam em manter o estado coeso para quejuntos pudéssemos lutar pelos melhores ideais de nossa Ordem. Atualmente podemos dizer que respiramos ares de bonança e prosperidade. Nos últimosanos vimos Capítulos sendo fundados, instalados e alguns voltando a funcionar. Todo esteprocesso ocorrendo com grande cooperação de toda a Ordem DeMolay Potiguar, comparticipação intensa tanto do Grande Conselho Estadual do Rio Grande do Norte – GCE/RNquanto do Gabinete Estadual. Após o reconhecimento internacional da qualidade da OrdemDeMolay brasileira, podemos observar o grande avanço quanto aos trabalhos no estado e aparticipação de diversos DeMolays potiguares no quadro nacional. É chegada hora de darcontinuidade ao trabalho. Além da participação, pro-atividade e capacidade administrativa dosDeMolays, é nosso dever lembrar nossos ideais, o qual nos propomos a defender e praticar emnossas vidas diárias. A Ordem não cria jovens para si, os cria para o mundo, para seremexemplos na sociedade de modo a não proferir palavras vazias. É com o lema Palavras movem pessoas, exemplos arrastam multidões, que devemoscontinuar instruindo nossos irmãos. É com a fé no Pai Celestial e a certeza de um futuromelhor que nossa Ordem instruirá o mundo nas graças da bondade. 5
  • 3 OS CANDIDATOSCandidato ao cargo de Mestre Conselheiro Estadual: Paulo Rafael Chaves Mesquita Paulo Rafael nasceu no dia 09 de junho de 1992 na cidade de Umarizal estado do RioGrande do Norte, filho de Alderi Pinto Mesquita e Francisca Marta Chaves Mesquita. Em 11de novembro de 2006 aos 14 anos de idade, iniciou na Ordem DeMolay no Capitulo Príncipedas Virtudes Nº. 550 da Ordem DeMolay, cidade de Umarizal/RN, através do Maçom EudesFerreira que na época era consultor do Capítulo, alcançando o Grau DeMolay em 10 de marçode 2007. Seu primeiro cargo foi o de 6º preceptor na Gestão 2007.1. Depois disto, ocupou o cargode Escrivão por 1 ano, nas gestões de 2007.2 e 2008.1, período do aniversário de 5 anos doCapítulo, que contou com a participação de todo o estado. No segundo semestre de 2008 foieleito 2º conselheiro e investido na Ordem da Cavalaria, no Priorado Cavaleiros do OestePotiguar nº. 101, em 03 de agosto de 2008. Em 2009 foi eleito 1º Conselheiro e em maio, oMestre Conselheiro Estadual instalado Samuel Lazaro Luz Lemos o nomeou SecretarioEstadual do seu Gabinete. No segundo semestre de 2009 ocupou o cargo de Orador e foi eleito Comandante Pajemno Priorado, participou ainda como 2º Conselheiro Instalador na reabertura do Capítulo Paz eRegeneração Nº. 14, da cidade de Alexandria, no dia 26 de setembro de 2009. Em janeiro de2010 foi empossado Mestre Conselheiro do Capítulo Príncipe das Virtudes, além de ser eleitoComandante Escudeiro do Priorado. Já em maio, no Congresso Potiguar de 2010, na cidadede Caicó o seu Capítulo foi agraciado com o “Certificado Ouro de Referência Estadual”.Naquela ocasião foi nomeado pelo Mestre Conselheiro Estadual instalado Paulo CésarPalhares Lima como Secretário de Ação Social, no qual ajudou a desenvolver alguns projetosem nível estadual. Participou da equipe DeMolay Potiguar, junto aos Irmãos Clark Razec e Oscar Sizenandona disputa nacional de conhecimento gerais da Ordem DeMolay, intitulada a “Guerra dosSábios”, ficando na 2º posição geral. No segundo semestre de 2010 ocupou o cargo de Hospitaleiro e atualmente no ano de2011 participou da organização do 1º Conselho de Aprimoramento de Mestres Conselheirosdo Rio Grande do Norte (CONAMESCO). 6
  • Atualmente, não ocupa nenhum cargo no capítulo, priorado e Gabinete Estadual em razãode sua candidatura ao cargo de Mestre Conselheiro Estadual. Participou de 1 congresso nacional, 5 congressos estaduais (4 no RN e 1 na PB), 4encontro de lideres (3 no RN e 1 na PB), 3 Simpósios Medievais da Ordem da Cavalaria(SMOC) e 1 Encontro Regional da 4º região administrativa (EROD). Visitou 18 capítulos emtrês estados (16 no RN, 1 na PB e 1 no DF) passando por várias cidades. Na sua vida acadêmica, cursa o 5º período de fisioterapia pela Universidade Potiguar,campus Mossoró/RN.Candidato ao cargo de Mestre Conselheiro Estadual Adjunto: Pedro Bruno Fernandes Pedro Bruno Nasceu no dia 24 de maio de 1991 na cidade de Natal, estado do Rio Grandedo Norte, filho de Marcos Antônio de Souza Fernandes e Rejane Maria Bruno Fernandes. Em08 de maio de 2004, aos 12 anos de idade, iniciou na Ordem DeMolay no Capitulo ReisMagos Nº. 15 da cidade de Natal/RN, através do Irmão (Sanguíneo inclusive) Filipe AntônioBruno Fernandes, 2º Conselheiro do Capítulo na época, e pelo avô, o Tio Alci Bruno, naépoca Grão-Mestre da GLERN. Foi elevado ao Grau DeMolay em 12 de março de 2005. Seu primeiro cargo foi o de 3º Preceptor na Gestão 2005.1, depois disso ocupou o cargode 4º Preceptor em 2005.2; em 2006.1 foi empossado como 2º Mordomo, no entanto foinomeado Escrivão no início da gestão, cargo no qual permaneceu durante o período de2006.2. No primeiro semestre de 2007, foi eleito 2º Conselheiro, em 2007.2 foi empossadocomo Mestre Conselheiro. No ano de 2008 se manteve afastado das atividades do capítulo porestar no pré-vestibular, tendo aula nos horários das reuniões ordinárias. No entanto, continuouauxiliando nos trabalhos do Capítulo, sendo responsável, principalmente, pela instrução dosnovos membros e pelo patrimônio do Capítulo. Neste mesmo ano foi investido na Ordem daCavalaria pelo priorado Cavaleiros da Terra de Jerusalém Nº. 120, em 24 de agosto de 2008.Em 2009.1 participou da organização para a instalação do Capítulo José Percy de Amorim eSilva Nº. 742, ao qual se filiou tornando-se o Escrivão fundador, cargo que exerceu ainda noperíodo de 2009.2. Em 2009, no mês de maio, foi nomeado Protocolista do PrioradoCavaleiros da Terra de Jerusalém, permanecendo no cargo até a gestão seguinte, na qual, em2010, foi eleito Ilustre Comendador Cavaleiro. Em seu capítulo, em 2010, foi empossadocomo Tesoureiro, cargo no qual ficou durante todo o ano. No Congresso Estadual do Rio Grande do Norte, na cidade de Caicó, em maio de 2010,foi nomeado como Secretário Estadual do Gabinete Estadual para o período de 2010/2011, no 7
  • qual auxiliou em projetos em trânsito e em auxílio aos capítulos. Em 18 de setembro de 2010foi investido ao Grau do Ébano. E no dia 06 de novembro, na cidade de Areia Branca, emreunião da Corte Chamas de São Tiago foi-lhe concedido à honraria de Chevalier. Emdezembro foi eleito Mestre Conselheiro do Capítulo José Percy de Amorim e Silva Nº. 742.Cargo que exerceu até o fim do mês de Fevereiro, devido à candidatura ao cargo de MestreConselheiro Estadual Adjunto, e tendo participado do I CONAMESCO do Rio Grande doNorte. Participou de 2 congressos estaduais (no RN), 3 encontros de lideres (no RN), 1Simpósio Medieval da Ordem da Cavalaria e 3 Encontros Regionais (2 na 1ª região e 1 na 4ª).Visitou 13 Capítulos no seu estado, passando por várias cidades. Na sua vida acadêmica, cursa o 4º período de Biomedicina pela Universidade Federaldo Rio Grande do Norte.4 PROJETOS E METAS Os projetos e metas propostos objetivam atingir pontos cruciais de nossa organização. Ésabido por todos que a Ordem DeMolay em suma não é apenas feita de reuniões ordinárias ede sua ritualística quinzenal. Sendo assim, é importante termos o discernimento de saber oque realmente é importante, para que se dê a devida importância. Claro que como toda equalquer organização, possuímos nossas bases elementares que são fundamentadas empreceitos bem mais antigos que a própria instituição. No entanto, a inovação é essencial para ofortalecimento das bases. Unindo a inovação à essência, os projetos e metas buscam ainda umequilíbrio entre ambos. Acreditamos que isso só tende a fortalecer mais ainda o ideal, eesperamos sinceramente que nossas ideias sejam motivadas pela força de vontade de todos. SUPORTE: O mundo moderno perece a um número exacerbado de informações, e naOrdem DeMolay isso não fica atrás. Logo, o embasamento organizacional através deinformações buscadas, pesquisas, conteúdos e afins são de suma importância. E nossosCapítulos DeMolays, precisam sobre tudo estarem informados, necessitam de subsídios paraauxiliarem suas atividades, pois a informação ajuda desde a realização de um evento até aintegração dos membros. E, além disso, visando a agilidade e adiantamento de trabalhos eprojetos, além da comunicação que é um ponto bastante importante e que nunca é demaisaperfeiçoa-lo. O Gabinete Estadual 2011/2012 disponibilizará o máximo de informaçõespossíveis para os Capítulos do estado. 8
  • Começando pela agilidade na preparação dos editais dos projetos que veremos mais à frente, aserem divulgados já na 1º semana pós-congresso estadual e também a nomeação dos titularesdas secretárias, com seus deveres e obrigações, as listas de contatos dos Presidentes deConselhos Consultivos, Mestres Conselheiros e Escrivães que atuarão nos períodos de 2011.1,2011.2 e 2012.1, como também dos membros do Gabinete Estadual, Grande e SupremoConselhos. ORGANIZAÇÕES AFILIADAS: A Ordem DeMolay possui várias idéias estruturaisalém do Capítulo DeMolay que é a esfera principal. Temos a Associação Alumni, CorteChevalier, Priorado e Castelo, e cada uma em sua área é uma ferramenta brilhante. Noentanto, os mesmos não conseguem desempenhar com força máxima a idéia para qual vivem.Talvez haja esse desempenho aquém por uma falta de divulgação e esclarecimentos sobre asdiretrizes e ideais de cada segmento. Por exemplo, pouco se sabe sobre a Corte Chamas deSão Tiago, já que mesmo para quem não possui o Grau Honorífico de Chevalier, é importantese informar sobre suas atividades. Quanto aos Priorados, temos quatro em nosso estado etodos estão em funcionamento. A proposta então é manter os esforços que estão sendo feitospara aumentar o número de investiduras, continuar com as isenções das taxas estaduais atéchegarem a firmarem-se cada vez mais. Em relação aos Castelos, entendemos que o trabalhoque já vem sendo desempenhado pelos já existentes está sendo satisfatório, no entanto ainda énecessária maior divulgação da mesma no intuito de estimular a fundação de novos Castelos efornecer as informações essenciais para a instalação e estruturação destes. O Secretário deOrganizações Afiliadas, sobre tudo, trabalhará de forma a divulgar e dar uma maior visão aessas instituições, no entanto todo o Gabinete Estadual está responsável pela divulgação destetrabalho. O objetivo final desta proposta é conseguirmos fazer com que os capítulos além dequalificarem seus membros, através dos órgãos afiliados, e ainda garantirem o futuro dasiniciações através dos Castelos, e o financiamento de alguns projetos, tenham membrosrealmente dedicados futuramente à causa. ALMANAQUE DE PROJETOS POTIGUARES DA ORDEM DEMOLAY: OAlmanaque de Projetos Potiguares na verdade foi criado inicialmente chamando de Livro deBenchmarking, objetivando ser uma poderosa ferramenta administrativa, ajudandoprincipalmente a diretorias jovens, de Capítulos que possuem membros de experiênciarelativamente limitada. Livro este que contém práticas utilizadas pelos capítulos ao longo desuas histórias. As principais ações de cada período administrativo dos Capítulos e como foram 9
  • realizadas. Bastante útil em casos em que os Irmãos se deparem com grandes problemas pararealização de algum evento e fiquem sem alternativas para utilizar. Nestes casos, o livro seráconsultado, e constará o que seus antecessores fizeram em casos do gênero; ou, se desejado, oque os Irmãos de outras localidades fizeram em casos análogos. Evidentemente não se pode praticar o presente baseado apenas no passado, mas olharpara ele sempre norteia nossas ações. Adaptar o que “deu certo” ao que “pode dar certo” é atarefa que cada Capítulo deve ter como palavra de ordem ao utilizar o livro. Afinal, como jáexplanado, cada cidade tem uma realidade diferente, e isso deve ser sempre considerado. A mudança de nomenclatura, trazendo para a nossa língua mãe, denominando agora deAlmanaque de Projetos Potiguares da Ordem DeMolay, se dá principalmente poracreditarmos que a própria mudança de nomenclatura, abranja o entendimento do projeto.Além disso, buscaremos uma intervenção de maior eficácia em todos os Capítulos que tenhamSecretários dentro do Gabinete Estadual. E a cobrança junto com a resposta de se tornar maiore eficaz além de ser um dos itens obrigatórios na disputa pelo Certificado de ReferênciaEstadual (CRE). DIA MUNICIPAL DA ORDEM DEMOLAY: Apesar de já contarmos com os DiasNacional e Estadual da Ordem DeMolay, é bastante interessante que os Capítulos que aindanão conseguiram obter o Dia Municipal em sua cidade, busquem tal objetivo, que trará ummaior reconhecimento e respeito para a Ordem DeMolay em sua cidade ao lado de uma maiordivulgação da mesma. Para tal devemos trabalhar no “Marketing de Massa” (divulgação denossos trabalhos em larga escala), para que essa proposta chegue a um ponto de serirrefutável, pois todos conhecerão nossas práticas e admirarão nossos trabalhos. Isso será útiltambém para sanar a dificuldade que existe em algumas localidades, como por exemplo, àobtenção de membros. Com a Ordem mais divulgada, os forasteiros nos procurarão de fato,almejando ser “nossos amigos e irmãos em nossos trabalhos”. Tudo se dará através desubsídios e do apoio do Gabinete Estadual. A mesma comissão especial citada na parte ondese fala de expansão será designada para uma visita à Câmara Municipal da cidade junto commembros do Capítulo. ENCONTROS REGIONAIS DA ORDEM DEMOLAY: Os ERODs são em suaessência um encontro dos Capítulos de determinada região, visando o aperfeiçoamentoadministrativo, além da padronização das praticas ritualísticas, em um ambiente de troca deexperiências e discussão de problemas que afetam determinados Capítulos e até mesmo a 10
  • própria região. Afinal, somos uma só Ordem e um só estado, porém regionalmente eindividualmente temos problemas diferentes, e isso concerteza diminuirá as barreiras eaumentarão os laços, o evento deve ser realizado pelo Priorado de sua Região, com auxilio doGabinete Estadual, onde o Capitulo que sediará preocupa-se apenas com a estrutura doevento. Buscaremos a oficialização do evento através da criação de seu regulamento e aaprovação Estadual. Além disso, iremos usar os EROD’s como a nossa principal ferramentade trabalho. Ferramenta esta que será essencial de forma a ser a ligação entre alguns de nossosprojetos. CERTIFICADO DE REFERÊNCIA ESTADUAL: Como sabido por todos, oGabinete Estadual há duas Gestões seguidas vem lançando a campanha do CRE que visareconhecer em nível Estadual os Capítulos que mais vêm se destacando. Empreitada esta quevem alcançando resultados no mínimo fascinantes! É notório o quanto alguns CapítulosPotiguares nos últimos anos vêm renovando positivamente sua estrutura administrativavisando tão valoroso mérito. Levando em consideração o supracitado, e analogamente ao jáexposto, temos como meta a 3º edição dessa disputa em nosso Estado, porém com novidadesque só visam o melhoramento dessa competição, no sentido de buscar uma maior participaçãodos Capítulos e reconhecer os bons trabalhos, os diferenciais, seguindo as novidades dentrodo edital. Dentro dos relatórios escolheremos a melhor campanha Social, baseado em critériosdeterminantes, tais como número de pessoas atendidas e mobilizadas, a escolha dos melhoresdias obrigatórios, o prêmio Davi e Jonathas para o Capitulo que mais visitou, e o DeMolaydestaque dentre os relatórios. Criando assim uma mega mobilização e contemplando váriasáreas e aspectos. DIVULGAÇÃO E EXPANSÃO DA ORDEM DEMOLAY (ENDOMARKETING):O GCE-RN realiza um belíssimo trabalho de divulgação da Ordem DeMolay nas LojasMaçônicas do Estado. Entretanto esta proposta tem como objetivo amenizar este árduotrabalho, com uma divulgação virtual da Ordem DeMolay. Esta divulgação seria feita atravésde DVDs explicativos sobre a Ordem DeMolay, que seriam enviados pelos correios paratodas as Lojas Maçônicas do Estado. O material explicativo sobre a Ordem conterá trabalhosrealizados pela Ordem no Rio Grande do Norte, cerimônias especiais que já foram realizadasdentro de algum Capítulo etc. 11
  • Desta forma, conseguiremos fazer uma ampla divulgação da Ordem sem que haja umcusto alto para isso. E para a maior contemplação dessa área de atuação, será criada umacomissão especial sem nenhum outro vínculo administrativo dentro do Gabinete Estadual,exclusivamente para a Divulgação e Expansão da Ordem DeMolay, seja para fundação deCastelo de Escudeiros ou Capítulos DeMolay. A mesma realizaria também apresentações emLojas Maçônicas, sendo responsável por futuras conversações. A comissão será mista,formada por membros do Grande Conselho Estadual, Membros da Associação AlumniPotiguar, Oficiais Executivos das Regiões, DeMolays Ativos e Tios Maçons. Em contrapartida nosso marketing não se resume apenas em externar nossos valores parao mundo, mas sim em explaná-los para nós mesmos. Afinal quem nunca ouviu falar que antesde vender um produto para seus clientes, as empresas precisam convencer seus funcionários acomprá-lo? Na Ordem DeMolay isso não pode ser diferente. “Vender" um produto, uma idéia,um posicionamento de marketing para qualquer membro da Ordem DeMolay passa a ser tãoimportante quanto para forasteiros. Significa tornar todo aliado e responsável pelo sucesso dainstituição igualmente preocupado com o seu desempenho. TORNEIO DE RITUALÍSTICA E CONCURSO DE REDAÇÃO E ORATÓRIA: A Ordem DeMolay se diferencia de outras instituições devido a vários aspectospeculiares, e um desses é a nossa ritualística. Nosso Ritual traz práticas e significados bastanteprofundos. E não é para menos, já que o mesmo foi criado por um profundo conhecedor dosRitos Maçônicos, o nosso tio Frank Arthur Marshal. Nos últimos anos, o Supremo Conselho no intuito de tornar o nosso ritual o mais próximopossível da edição original, realizou algumas traduções onde se podem perceber váriasmudanças. Logo, os Capítulos DeMolay de nosso estado, sentiram a diferença, e alguns aindanão realizam as Cerimônias como descritas no ritual. Talvez por falta de explicações ou atémesmo as errôneas interpretações. Sendo assim, a proposta do Torneio traz à tona o pensamento de que a prática leva àperfeição. Diferentemente de outros torneios, esse não será apenas de caráter teórico, mastrará provas praticas. O 1º Torneio Ritualístico Estadual Frank Arthur Marshall, será aferramenta usada para alcançarmos esse objetivo. Ainda dentro do Torneio, teremos o 1°Concurso de Redação e Oratória. Essas atividades têm como objetivos o incentivo ao desenvolvimento ritualístico dosCapítulos participantes. A busca de uma padronização ritualística em todo o Estado, tendo emvista as divergências ritualísticas entre os Capítulos dentro de nosso mesmo estado. O 12
  • estímulo ao estudo dos rituais do Grau Iniciático e do Grau DeMolay e Cerimônias Especiais,para maior compreensão de nossos ensinamentos, a confraternização entre os Irmãos e Tios eo estímulo ao hábito da escrita, tendo em vista a importância da eloqüência e do uso daspalavras para um jovem DeMolay; e ainda o incentivo pela busca do estudo do mundocontemporâneo e da atualização dos assuntos pertinentes ao cenário que nos rodeia. ACADEMIA DEMOLAY POTIGUAR DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS EARTES: A exemplo de outros estados e do nosso Supremo Conselho, o Gabinete tem comoprojeto o estimulo à arte, porém de uma forma bem mais abrangente, incentivando a criação efundação da Academia DeMolay de Ciências Humanas, Letras e Artes, criando assim a nossagaleria de imortais. Inicialmente a academia ficaria limitada a um número reduzido decadeiras. Estas cadeiras são vitalícias. Isso estimularia a criação de trabalhos, sobre a OrdemDeMolay no Estado e também sobre outros temas. Estimularia a capacidade dos DeMolaysem estudar a sua Ordem e propagar seu conhecimento, reconhecendo aqueles tios que sepreocupam em auxiliar nossa Ordem através de manuais e relatos sobre nossas atividades. Emais ainda, reconheceria o trabalho como profissional de cada um deles, já que a academianão se limita a trabalhos sobre a Ordem DeMolay, mas sim ao DeMolay ou Tio propagadorde conhecimento. Ao contrário das academias já existentes, esta também se dedicaria aoestudo das ciências humanas, e às artes.5 COMPOSIÇÃO DO GABINETE ESTADUAL5.1 DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO NORTE a) Garantir o desenvolvimento da Ordem DeMolay do Estado do rio Grande do Norte; b) Primar por uma Ordem justa e solidária, sempre enfatizando as virtudes do Amor Filial; Reverência pelas Coisas Sagradas; Cortesia; Companheirismo; Fidelidade; Pureza e Patriotismo. c) Incentivar o funcionamento da estrutura administrativa da Ordem no Estado e nos Capítulos, Priorados e Cortes. d) Incentivar a realização de filantropias, campanhas, promoções e confraternizações que engrandeçam a Ordem DeMolay no Rio Grande do Norte.5.2 DO MESTRE CONSELHEIO ESTADUAL ADJUNTO DO RIO GRANDE DO NORTE 13
  • a) Assessorar e ajudar o Mestre Conselheiro Estadual na realização de todos os seus deveres. b) Ter conhecimento de todas as atividades e decisões dos Capítulos, Priorados e Cortes do Estado do Rio Grande do Norte. c) Estar em dia com os calendários e nominatas de cada Capítulo, Priorados, Associação Alumni e Cortes do Estado do Rio Grande do Norte, ao início de uma nova gestão. d) Apresentar um Balancete Financeiro da Gestão no Congresso Estadual. e) Manter um livro-caixa com as movimentações referentes ao Mestre Conselheiro Estadual. f) Substituir, com as mesmas atribuições, o Mestre Conselheiro Estadual nos casos de ausências ou impedimento. g) Elaborar, estabelecer e celebrar convênios ou contatos com quaisquer entidades que signifique movimentação financeira, ad referendum do Grande Conselho Estadual do Rio Grande do Norte, a fim de arrecadar fundos para o programa de viagens e ações do Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte.5.3 DOS SECRETÁRIOS ESTADUAISSão Secretários Estaduais, a saber: 1) Secretário do Gabinete Estadual. 2) Secretário do Gabinete Estadual Adjunto. 3) Secretário Estadual de Ação Social 4) Secretário Estadual de Organizações Afiliadas. 5) Secretário Estadual de Divulgação 6) Secretário Estadual da 1º Região 7) Secretário Estadual da 2º Região 8) Secretário Estadual da 3º Região 9) Secretário Estadual da 4º Região a)As Secretarias Estaduais são responsáveis por auxiliar o Mestre Conselheiro Estadual e Mestre Conselheiro Estadual Adjunto em suas áreas de atuação. b)As Secretarias Estaduais só poderão ser ocupadas por DeMolays ativos. c)O Mestre Conselheiro Estadual pode criar ou extinguir secretarias conforme achar necessário. 14
  • Compete ao Secretário do Gabinete Estadual: a) Secretariar o Mestre Conselheiro Estadual em todas suas atividades sobre a Ordem DeMolay no Rio Grande do Norte. b) Subscrever atas de reuniões administrativas do Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte. c) Arquivar todos os Expedientes recebidos e uma copia dos enviados no arquivo do Gabinete Estadual. d) Auxiliar o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte no contato com os Capítulos, Priorados, e Cortes do Rio Grande do Norte. e) Servir como consultor para problemas referentes a todo o Gabinete Estadual.Compete ao Secretário do Gabinete Estadual Adjunto: a) Assessorar e ajudar o Secretário do Gabinete Estadual na realização de todos os seus deveres. b) Substituir, com as mesmas atribuições, o Secretário do Gabinete Estadual nos casos de ausências ou impedimento. c) Elaborar e manter atualizado o relatório no que tangem as questões financeiras do Gabinete EstadualCompete ao Secretário Estadual de Ação Social: a) Auxiliar o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte assim como os Capítulos, Priorados e Cortes em suas atividades referentes à área de Ação Social da Ordem DeMolay no Rio Grande do Norte; b) Estar atento aos problemas em nossa volta no que diz respeito ao meio social, para que assim possa intervir através de projetos ou criando outras soluções; c) Elaborar planos para a realização de atividades sociais da Ordem DeMolay do Rio Grande do Norte em níveis de Capítulos e Estado. d) Trabalhar junto aos Capítulos, Priorados e Cortes do Rio Grande do Norte na manutenção das atividades sociais. 15
  • e) Enviar relatórios trimestrais de suas atividades para o Grande Conselho Estadual para o Rio Grande do Norte e para o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte acerca dos trabalhos sociais realizados pelos Capítulos, Priorados e Cortes. f) Servir como Consultor para problemas referentes ao tema Social.Compete ao Secretário Estadual de Organizações Afiliadas: a) Auxiliar o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte em suas atividades referentes à sua pauta dos Castelos, Priorados, Associação Alumni e Cortes. b) Convidar os Castelos, Priorados, Associação Alumni e Cortes a se fazerem presentes no Congresso Estadual da Ordem DeMolay no Rio Grande do Norte. c) Desenvolver um estudo sobre os Capítulos que tem condições de serem patrocinadores de um Castelo de Escudeiros como também desenvolver meios de divulgação da instituição. d) Desenvolver e coordenar as áreas de atuação dos Priorados e Cortes no auxilio aos Capítulos e em suas respectivas Regiões no que se refere às atividades estaduais e regionais. e) Organizar, junto com Priorado sede, o Simpósio Medieval da Cavalaria (SMOC) anual, servindo de representação do Gabinete Estadual junto ao Priorado, e convidar os Priorados a se fazerem presentes durante o evento. f) Enviar relatórios trimestrais de suas atividades para o Grande Conselho Estadual para o Rio Grande do Norte e para o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte. g) Servir como consultor de problemas referentes aos Castelos, Priorados e Corte.Compete ao Secretário Estadual de Divulgação: a) Elaborar, receber, aprovar e coordenar, juntamente com o Mestre Conselheiro Estadual, projetos voltados à expansão e divulgação da Ordem DeMolay no Estado do Rio Grande do Norte; b) Auxiliar o Gabinete Estadual, estando sempre apto a produzir cartazes, banners, panfleto, além de qualquer tipo de material gráfico ou áudio-visual que tenha objetivo a divulgação de trabalhos da Ordem DeMolay no Estado. 16
  • c) Responsável pela divulgação dos acontecimentos da Ordem DeMolay no Estado no blog do Gabinete que está localizado no Sitio www.gabinetern.blogspot.com.Compete aos Secretários Regionais: a) Secretariar o Mestre Conselheiro Estadual em todas suas atividades sobre a Ordem DeMolay em sua determinada Região. b) Auxiliar o Mestre Conselheiro Estadual do Rio Grande do Norte no contato com os Capítulos, Priorados e Cortes de sua determinada Região. c) Servir como elo de reforço para o Gabinete Estadual. d) Ser responsável por todas as cobranças de projetos, atividades e relatórios em sua determinada Região. e) Assessora os projetos do Gabinete, em sua determinada Região.6 CONSIDERAÇÕES FINAIS Meus Irmãos, por fim, gostaríamos de externar o quanto estamos felizes por podermosser membros desta instituição juvenil. Esta felicidade é maior do que qualquer cargo quegalguemos durante a caminhada, que apenas começamos. Sabemos ainda o quão está sendodifícil e o quanto difícil ainda se tornará o trabalho, mas é nas dificuldades que crescemos. E hoje estamos aqui, como candidatos aos cargos de Mestre Conselheiro Estadual eMestre Conselheiro Estadual Adjunto. Como citado anteriormente, nossa oportunidadechegou e acreditamos verdadeiramente que podemos sim, contribuir de forma ainda maisefetiva para o engrandecimento de todos. Esperamos sinceramente que alcancemos os nossos objetivos, e quando falo em nosso,refiro-me a todos nós. Despedimos-nos então rogando ao Pai Celestial que abençoe e guie atodos nós nesta árdua caminhada, e que a busca do bem seja sempre o objetivo supremo denossos labores. Uma noite, um velho índio Cherokke falou ao seu neto sobre o combate que acontecedentro das pessoas. 17
  • Ele disse: Há uma batalha entre dois lobos que vivem dentro de todos nós. Um é mau temraiva, inveja, ciúme, tristeza, cobiça, arrogância, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulhofalso, superioridade, ego. O outro é bom e tem alegria, fraternidade, paz, esperança,serenidade, humildade, bondade, benevolência, generosidade, verdade, compaixão e fé. Oneto pensou nessa luta e perguntou ao avô: E qual dos lobos vence? O velho Cherokkerespondeu: "Aquele que você alimenta!”. 18