Centro de Ensino Médio 01 de Sobradinho - DF                                           IDENTIFICAÇÃO POR DNA              ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Identificação por dna modelo 2

881 views
750 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
881
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Identificação por dna modelo 2

  1. 1. Centro de Ensino Médio 01 de Sobradinho - DF IDENTIFICAÇÃO POR DNA Otávio G. Santos, Bruna Araujo, Kimberly, Luma Lins, Maria Paula, Suzane Neves Orientador : Luiz Henrique INTRODUÇÃO analogia às impressões digitais, a sequencia incerteza da veracidade dos antigos O DNA (ácido desoxirribonucleico ) em de DNA é única entre todas as sequências de sistemas de testes, isso torna a identificação1869 foi isolado e analisado como DNA de qualquer humano que já viveu e que de DNA importante para não cometemosmacromolécula distinta por Friedrich vai viver, assim com apenas um tecido mais os erros do passado, como por exemploMiescher, em 1953 James Watson e Francis biológico é possível saber a quem o mesmo nós EUA, há relatos de criminosos que foramCrick propuseram sua estrutura pertence, a identificação de DNA é executados após pegarem pena de morte, emolecular,durante a década de 1960 o código especialmente útil em casos legais, em logo após foi descoberta a sua inocência, nogenético foi decifrado. casos particulares como em caso de Brasil também temos casos parecidos, alias o que é : o DNA é uma macromolécula estupro, não é fácil e nem sempre possível foi por um caso como esse que a pena deconstituída de unidades ligadas entre si, os achar impressões digitais, porém, com a morte foi proibida no brasil. Por isso énucleotídeos, sempre composto de um grupo identificação de DNA não é importante a implantação do teste maisfosfato, uma pentose(açúcar com cinco seguro ao se tratar de vidas humanas.carbonos) e uma base nitrogenada (adenina, PARTENIDADE E MATERNIDADEtiamina, citosina e guanina) que forma o ATRAVÉS DA INDENTIFICAÇÃO DE DNA possível a existência de um crime perfeito,padrão ATCG. Com a técnica da eletroforese em gel é muitos menos em um caso como esse, em características físicas, traços de possível averiguar e confirmar a paternidade que apenas um marcador biológico comopersonalidade e comportamentos são de um individuo, o método consiste em pegar uma amostra de sêmen, ou outro materialdefinidos pelos genes. uma amostra de DNA e corta-la em vários biológico do criminoso pode ser usado comoGene : sequencia de DNA necessária para fragmentos por uma enzima de restrição, os amostra para exame e através dasíntese de um polipeptídeo ou de uma fragmentos de tamanhos diferentes são comparação entre o DNA encontrado e o DNAproteína, cada individuo herda um gene da colocados em pequenos reservatórios com de um suspeito é possível acusa-lo oumãe e um do pai, juntos formam um par saída para uma fina placa de gel mergulhada inocenta-lo do crime sem receio de o terque dará a uma certa caracteriza ao em uma solução aquosa,é ligado uma acusado indevidamente , ou mesmo de terindividuo. corrente elétrica e os fragmentos de DNA de deixado livre o verdadeiro culpado peloCromossomos : Dentro do núcleo de cada carga negativa são atraídos para o lado de crime. Porém o que se fazem ainda é apenascélula, as moléculas de DNA são enroladas polaridade positiva velocidade de migração é comparação de DNA entre amostras eem torno das proteínas em estruturas inversamente proporcional ao tamanho suspeitos, pois não há um banco de dadosminúsculas chamadas cromossomas. Nos assim sendo os pedaços menores viagem a com a identificação de cada cidadão, aseres humanos, cada célula contém uma velocidade maior é os fragmentos vão existência de um banco de dados do tipo temnormalmente 23 pares de cromossomos, ocupando diferentes posições no sido cogitado e analisado constantementepara um total de quarenta e seis gel, aparecendo como uma sequência de porém ainda não podemos mapear e lercromossomos. Um cromossomo é herdade da faixas, as faixas obtidas do filho sãos todos os três bilhões de letras di genomamãe e outro do pai, formando assim os 23 analisadas com as da mãe, achando assim as humano e deixa-los guardados empares. faixas que se foi herdada da mãe, depois as computador como fazemos com os númerosSexualidade : dos 23 pares de sequencias de faixas do filho são analisadas de certidões e identidades.cromossomos, 22 destes são os chamados junto com as do possível pai, se as faixasautossomos, estando presente em ambos os restantes que não se combinaram com a da CONSIDERAÇÕES FINAISsexos, o par de número 23 é chamado mãe se encaixarem com as do pai então a A identificação por DNA é um recusocromossomo sexual pois determina o sexo do paternidade é comprovada, caso contrario ela atualmente indispensável nas áreasindividuo. As fêmeas possuem um par XX é descartada. legais, investigação forense, reconhecimentoherdado um da mãe e outro do pai, e os de vitimas de catástrofes naturais, acidentesmachos possuem um par XY, sendo o Y ou homicídio aonde não é possível fazer oherdado somente do pai, é o cromossomo Y INDENTIFICAÇÃO CRIMINAL E FORENSE reconhecimento facial, em exames deo responsável pelas características O DNA isolado de uma amostra biológica comprovação de paternidade ou grau demasculinas. deixada na cena do crime pode ser parentesco. A identificação por DNA tem por comparado com o DNA de um suspeito IDENTIFICAÇÃO INDIVIDUAL POR DNA característica resultados precisos e criminal para determinar a culpa ou inocência Dois indivíduos quaisquer sempre confiáveis, que o torna o melhor método para do suspeito, também é usado paraapresentarão entre si (exceto no caso entre identificar autores de crimes ao mesmo reconhecimento da identidade de uma vítimagêmeos idênticos e clones) diferenças nos tempo o ideal para tantos outros casos. do crime, o FBI tem o seu próprio laboratórioseus sequenciamentos de DNA , ou seja, de digitação de DNA desde de 1989 e dizcasa individuo é único e possui um código REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS que, ”dos resultados dos testes sanguíneosgenético que o diferenciará de qualquer outro padrão muitos nunca poderiam excluirindividuo. Tendo isso em mente é fácil BIOLOGIA CÉSAR, SEZAR, CALDINI, ensino suspeitos, com os testes de DNA um terçoentender a identificação individual por meio médio volume 3 dos suspeitos são exonerados imediatamentedo DNA, essa particularidade na após o teste. E o teste de DNA paracaracterização do perfil genético identificação criminal tem se tornado o meiocorrespondente a cada pessoa recebeu o mais confiável para condenarnome de “impressão de DNA” fazendo criminosos, acabando com a

×