Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos

5,014 views

Published on

Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos em busca de patrocinadores.

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,014
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
86
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos

  1. 1. A seguir, apresentamos os projetos culturais disponíveis para captação e aprovados nas leis de incentivo fiscais.Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  2. 2. QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO INVESTIMENTO CULTURAL?Ao reverterem um recurso que já seria naturalmente destinado ao pagamento deimpostos para o incentivo cultural, as empresas que investem em cultura sãobeneficiadas de diferentes formas:Responsabilidade SocialO investimento cultural, seja em projetos culturais ou socioculturais, demonstra umapreocupação da empresa com a sociedade na qual ela está inserida.RelacionamentoAs contrapartidas provenientes dos investimentos culturais, tais como ingressos parashows, CDs e DVDs, podem ser revertidas para os clientes e os funcionários da empresa,funcionando como ótimas ferramentas de relacionamento externo e interno.Comunicação da MarcaNos últimos anos, a publicidade pura e simples vem sofrendo um desgaste comofórmula única de colocação e consolidação das marcas e de seus atributos junto aospúblicos de interesse. O investimento cultural insere-se como um importante instrumentono mix de comunicação das empresas, posicionando as marcas a partir de açõesefetivas que se convertem em benefícios para esses públicos. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  3. 3. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  4. 4. Na peça, „A Vida é uma Comédia‟, Fábio Moraes interpreta cinco personagens abordando temas atuais como infidelidade, relacionamentos e política. Edicreuza é uma empregada doméstica que trabalha para famosos e socialites. É casada com Johnwando, um cara que tinha tudo para fazer sucesso, mas a bebida acabou com sua carreira. Eles tem três filhos. Kiko um rapaz formado em Direito que não conseguiu passar no exame da OAB e trabalha como malabarista de farol. Dimirso, o filho mais novo do casal, é um gago que tem o grande sonho de ser locutor de rodeio. E Carlos, um cantor de barzinho que a virtude é ter sotaque carioca. Autor: Fábio Moraes Elenco: Fábio Moraes Direção: Marcos WainbergPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  5. 5. NOITE DE REIS Uma comédia sobre o amor inspirada na obra de Willian Shakespeare Como todos os clássicos, “Noite de Reis” tem em suas entrelinhas um conceito que se esconde dos olhos menos atentos, mas se revela a quem procura o mistério da atemporalidade da obra de Shakespeare. Estamos vivendo em uma época na qual o amor ainda obedece a rótulos criados para que a sociedade possa manter padrões confortáveis de convivência. Mas será que esses padrões se encaixam à mentalidade de quem vive o amor nessa geração? Apaixonamo-nos por seres humanos, pelo carinho, atenção e respeito contidos nas relações. A peça, escrita há séculos, mostra, de forma lúdica e poética, que o amor simplesmente ocorre. Autor: Willian Shakespeare Elenco: Paloma Bernardi, Delisée Marinho, Marcos Daud, Andréa Richa, Marcelo Boffa, Fabio Saltini, Nicolas Trevijano, Guilherme Chelucci e outros Direção: Ricardo RizzoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  6. 6. 100 DICAS PARA ARRANJAR NAMORADO “100 DICAS PARA ARRANJAR NAMORADO” é a adaptação do livro de mesmo nome para o teatro. Ajudando especialmente o público feminino a abandonar a solteirice e entrar numa relação amorosa com bastante sucesso. Tanto no livro quanto no teatro o humor é a principal ferramenta . Não sou assistente de Santo Antônio nem cartomante que traz seu homem em três dias mas com 100 dicas acho que ajudo a cortar um belo caminho não é mesmo? Livro e interpretação As mulheres estão cada vez mais independentes e também cada vez mais solteiras! “100 DICAS PARA ARRANJAR NAMORADO” vem pra ajudar a mulherada, com muita comédia, a achar seu grande amor. Um espetáculo que vai agradar não só as mulheres mas a todos que estão solteiros, namorando e até mesmo casados a perceber que o amor pode estar bem perto, até mesmo na cadeira ao lado no teatro. Autora: Daniele Valente Adaptação: Cacau Hygino Elenco: Christiano Cochrane & Daniele Valente Direção: Eduardo FigueiredoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  7. 7. FRIDA KAHLO, LA PASIÓN Olho para os seus rostos... e em um certo sentido, são iguais a todos os que vi em minha vida. Por acaso não temos os mesmos sonhos? ... Sedução, amor, paixão, vermelho, dor, desespero, traição, ódio, azul, inveja, êxtase, sucesso, glamour, política, arte e amarelo. Isso tudo é Frida Kahlo, La pasión. O texto, Frida Kahlo - La Pasión, escrito pelo dramaturgo argentino Ricardo Halac e traduzido pela atriz brasileira Ariane Ferrari, retrata o triângulo amoroso entre três ícones da arte mexicana, a grande figura da pintora Frida Kahlo, o muralista renomado internacionalmente Diego Rivera, e a diva das telas do cinema Maria Félix. A história é contada de forma fluída e não convencional, alternando entre dois planos: o da realidade e o do delírio, o que também representam respectivamente, os conflitos exteriores e interiores. Ainda que a política, a arte e suas fantásticas histórias de vida estejam presentes, a peça tem como foco aprofundado a relação humana desses personagens, que no decorrer dos anos, viraram mitos. Frida, uma mulher que trás na alma a essência de um povo, a síntese de uma cultura; mas, ao mesmo tempo, é apenas uma mulher... frágil, por suas limitações físicas, porém, capaz de se tornar indomável através dos traços de suas pinturas... Autor: Ricardo Halac Elenco: Ariane Ferrari, Marcos Oliveira e Delisiée Marinho Direção: Ricardo RizzoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  8. 8. SIDE MAN A peça trata de uma jornada - uma espécie de rito de passagem - vivenciada pelo personagem- narrador, Clifford. Depois de 30 anos ele decide se "emancipar" (tardiamente), mudar de cidade e viver sua própria vida. O momento crucial desse rito é a despedida. Tomada a decisão, Clifford se despede da mãe, Terry, e do pai, o trompetista virtuose, Gene, o Side Man que dá título à peça. O triângulo formado por Clifford, Terry e Gene é o cerne da peça. É uma peça sobre família, e como tantas no teatro, sobre famílias disfuncionais. Terry e Gene têm temperamentos e personalidades inconciliáveis, embora visivelmente haja amor entre eles. Desde criança, Clifford é obrigado a se equilibrar numa gangorra, tentando apaziguar as diferenças que fazem da vida conjugal de Gene e Terry um inferno. É uma criança que, desde cedo, se torna pai e mãe de seus próprios pais. O pano de fundo do conflito familiar é a cena do jazz nova-iorquino, a partir da década de 50. Os três músicos que tocam com Gene, Al e Ziggy, trompetistas e Jonesy, um trombonista, fornecem um contraponto ao drama de família. Por meio deles, acompanhamos a história da iminente decadência do jazz como gênero musical, frente ao nascente rock nroll. A garçonete Patsy completa o quadro de personagens que habitam os clubes, as boates e os cafés frequentados pelos músicos. Autor: Warren Leight Elenco: Caco Ciocler (TV Globo), Caio Castro (TV Globo), Dudu Azevedo (TV Globo), Sandra Corveloni, Eric Lenate, Daniel Costa, Carol Bezerra e Alex Moreno Direção: Zé Henrique de PaulaPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  9. 9. A BELA E A FERA Inspirado na obra de Madame Jeanne-Marie LePrince de Beaumont “Pois quem não sonha não tem motivo nenhum para viver!” Esta é uma das falas de Bela (Andresa Gavioli) e um convite para adentrarmos no seu mundo de sonhos, encanto e magia. E foi o que fiz. Mergulhei sem medo naquela floresta de emoções e, por um momento, fui prisioneiro naquele castelo. Cativo e feliz! Aliás, muito feliz!!! A estória de “A Bela e a Fera”, cativa-nos porque fala de valores universais e propriamente humanos. Da luta que travamos, todo santo dia, com o nosso próprio bem e mau, e da torcida que fazemos, todo o tempo, para o bem vencer e prevalecer em nossas vidas e nas vidas das demais pessoas. É verdade que nem sempre ganhamos essa batalha. Mas, continuamos na guerra, imbuídos da sublime e divina missão de vencê-la. É isso o que nos mantém de pé e nos motiva a sonhar e a viver mais um dia. Caesar Quirino: http://caesarquirino.wordpress.com/2012/09/09/a-bela-e-a-fera/ Adaptação: Tina Mendes Elenco: Paloma Bernardi, David Cardoso Junior, Andresa Gavioli, Julio Hernandes, Fernanda Gavioli, Wellington Firmino, Kátia Roberta. Direção: Andresa GavioliPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  10. 10. AS ANJAS Não existe destino, existem escolhas! Seis mulheres e um segredo. No passado, Afonsina, Constança, Eulália, Deise e Angelina formaram um grupo secreto que ficou conhecido como “As Anjas”. Unidas em torno de um objetivo comum, curtir a liberdade a qualquer custo, o grupo teve a carreira encerrada prematuramente por um terrível acontecimento. Hoje, vinte e cinco anos depois, em uma casa abandonada, “As Anjas” serão reunidas novamente por um misterioso anfitrião, um fantasma do passado que voltou para acertar as contas definitivamente. O reencontro traz à tona antigos medos, emoções e conflitos. Cara a cara com seus erros e pecados, “As Anjas” terão que escolher entre a culpa que carregam e a própria vida. Uma história sobre crime e castigo, medo e arrependimento; sobre como nossas escolhas podem determinar nosso destino… ou a ausência dele. Os personagens não estão presos apenas na casa misteriosa, mas em si mesmo, na culpa que carregam e com a qual não conseguem lidar. Todo o esforço das ”As Anjas” para fugir da consequência de seus atos é jogado por terra. Autor: Ueliton Rocon Elenco: Tânia Alves, Elizangela, Claudia Nascimento, Rose Marx, Junior Nazaré, Patrícia Souza Direção: Luciano GentilePatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  11. 11. O ASSALTO O mundo atual esta cercado por paradigmas comuns a todos que vivem na sociedade moderna. O estresse e as indecisões sobre o que é certo ou errado são situações que além de comuns são também estopim para explosão de atitudes irracionais só reveladas para nossos espelhos ou no segredo de uma sala fechada... Um homem à beira do abismo, sob forte pressão e com a possibilidade para jogar tudo para o alto... O outro pressionado por compromissos e dívidas, mas com uma moeda de troca bastante significativa, sex appeal... O mistério da narrativa cativa o espectador a cada diálogo pois desvenda faces impensáveis inicialmente. Humor, sedução, mistério, desespero e ação são componentes presentes nessa estória intrigante e socialmente reflexiva... Como você agiria se estivesse no palco? Autor: José Vicente de Paula Elenco: Armando Babaioff & Marco Enzo Direção: Ricardo RizzoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  12. 12. A RAINHA ENFEITIÇADA E A RAINHA ENCANTADA O projeto tem cunho socioambiental, didático e educativo, com foco nas crianças de até dez anos. A conscientização da preservação das águas, da fauna e da flora é o tema central que a peça procura abordar de maneira simples, criativa e de fácil entendimento. Conteúdo educativo Baseado nas necessidades reais e atuais da preservação do meio ambiente o autor busca apresentar, de forma lúdica, uma forma de motivar o expectador a multiplicar a ideia de preservação da natureza e mostrar às crianças que é possível tornar-se um agente transformador nesse processo de conscientização ecológica, desde que elas adotem, no seu lar e no seu dia a dia, os hábitos de sustentabilidade encenados no palco e os ensinem, também, para seus pais e coleguinhas. Além de estimular a reflexão e a consciência ecológica dos espectadores, demonstra brincando como se recicla, cria-se e se recria, despertando neles o interesse pelo tema encenado e, consequentemente, o amor pela arte. Autor e Diretor: Claudio de Andrade Elenco: Felipe Gabriel, Flavia Servidone, Giovana Bloch, Glauco Guimarães, Irani Feitosa, Lucas Silva, Patrícia Heitor, Renata Machado, Robson Munhoz, Rodrigo Giacomin, Rosana Santos, Sofia González, Thiago Peçanha, Thiago MatosPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  13. 13. ASSOBIO DE VENTO PRA SEDUZIR OS SOLITÁRIOS A peça inédita Assobio de Vento Pra Seduzir os Solitários traz a conversa de três amigos de longa data que estão à espera de uma mulher. Esta espera é a representação de uma angústia frente às expectativas frustradas de uma vida em meio a uma sociedade que traz como dogma a obrigação em ser feliz de modos previamente determinados no que diz respeito às relações amorosas, profissionais e financeiras. Temas como a obsessão por uma parceira idealmente perfeita, a masculinidade, a virilidade e, principalmente, o valor da amizade, transitam por diálogos ácidos, profundos e com o humor e poesia que só existe numa relação construída ao longo de anos de dedicação e, por isso, permeada de respeito e compreensão. Enquanto a espera angustia e desvanece algumas certezas, a amizade entre os três personagens se apresenta não como solução, mas como único bálsamo possível. Conteúdo educativo À concretização desta montagem, vem se somar o esforço de entender, decifrar e, quiçá, resolver tais angústias por meio das artes cênicas, seja pelas reflexões ali apresentadas, seja por estimular o debate de forma mais coletiva. Autor e Diretor: Kiko Rieser Elenco: Leopoldo Pacheco, Marco Antônio Pâmio e Luiz Mário Vicente Trilha sonora: Kid VinilPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  14. 14. BATEU, LEVOU! „Bateu, Levou!‟ é uma comédia teatral que tem tudo para repetir o estrondoso sucesso de bilheteria e crítica que obteve nos anos 1980, quando se chamou „Grande Motel‟. A peça fala de um casal de jovens amantes (na faixa dos 30 anos, ambos casados) que não conseguem levar adiante nem assumir sua relação, pois são obrigados a vivê-la enclausurados num motel, em razão dos preconceitos que enfrentam da sociedade. Por este espetáculo, o produtor, autor e diretor Tom Capri (irmão do ator Herson Capri - presença marcante no teatro e cinema), recebeu em 1983, das mãos do renomado diretor Flávio Rangel e da atriz Esther Góes, o Prêmio Mambembe de Autor Revelação (prêmio nacional do então Ministério da Educação e Cultura - MEC). A peça obteve grande repercussão na mídia dos anos 1980 e já na época contou com estrelas globais como Tâmara Taxman, Alcione Mazzeo, Matilde Mastrangi e Aldine Müller. Foi mencionada várias vezes nas principais emissoras de rádio e TV, como a TV Globo, em revistas como a Veja e nos cadernos culturais dos principais jornais (Estadão, Folha e Jornal da Tarde, entre outros). Causas sociais Apresentações extras para ONGs, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e, também, para escolas, a preços populares. Autor e Diretor: Tom Capri Elenco: Nathália Rodrigues, Bruno Autran e Fernanda Machado Colaboração: Herson Capri e Susana GarciaPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  15. 15. CAPITU, OLHOS DE MAR Livre adaptação do romance “Dom Casmurro”, de Machado de Assis O espetáculo pretende estabelecer uma comunicação efetiva com seu público alvo, os adolescentes, através de uma linguagem coloquial e contemporânea e de um caráter lúdico, tratando do amor juvenil, seus impedimentos e suas consequências na idade adulta. Conteúdo educativo Serão realizadas 60 apresentações do espetáculo, sendo 15 delas em teatro convencional (capacidade: 200 lugares; valor do ingresso: R$ 20,00) e as outras 60 gratuitamente levadas a escolas públicas, após as quais será realizado um debate entre os artistas e os professores e alunos. Também será distribuído, a cada aluno, um livreto especial, com 12 páginas, contendo, além de fotos e ficha técnica, textos sobre Machado de Assis, “Dom Casmurro”, a época em que o livro foi escrito, a importância da literatura e da arte e o processo de adaptação. Para que o contato dos alunos com a obra não se encerre com a apresentação, oficinas gratuitas serão feitas com os professores das escolas para lhes propor formas de trabalho contínuo com os estudantes acerca do que foi visto. Adaptação e Direção: Kiko Rieser Elenco: Diego Andrade, Flavia Meyer, Maria Fernanda Batalha e Leonardo LaenderPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  16. 16. CHARLES SPENCER CHAPLIN A peça relata com linguagem experimental a vida de Charles Spencer Chaplin que foi inspirado livremente na autobiografia do artista. O trabalho foi dividido por sínteses que contam os principais fatos que marcaram sua vida pessoal e profissional, desde seu nascimento até sua morte, mostrando as dificuldades e desencontros até o reconhecimento mundial de sua arte. Histórico O espetáculo exigiu um exaustivo trabalho de pesquisa para a criação do seu roteiro e longo período de ensaio, por se tratar de uma linguagem experimental e que não se resumia à mímica nem à pantomima, mas sim de uma aproximação da linguagem do cinema mudo e que também necessitasse de dramaticidade com tempo e interiorização adequada. Dramaturgia e Direção: Thiago Leite & Fabiano Garcia Elenco: A definir Gênero: DramaPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  17. 17. CHEIRO DE CÉU Crítica de Glauco Cortez (primeira temporada) “A peça „Cheiro de Céu‟, em cartaz no Espaço Parlapatões, em São Paulo, é ótima para ser indicada a pessoas que costumam dizer que não gostam de teatro. A peça é uma comédia deliciosa de Mário Viana que, ao propor uma trama clássica, como são as comédias de William Shakespeare, consegue unir modernidade e tradição. Dirigida por Norival Rizzo, conta uma história que se passa em um reino medieval, mas bem revestida por um humor contemporâneo. Os atores, jovens, mas com ótima caracterização e figurino, dão conta do recado com muita graça e presença corporal. Aliás, são os textos, direção e os atores que seguram e dão beleza à peça. Nesse caso, nem precisa investir muito em cenário, mas vale destacar a força que tem a iluminação da peça, que ajuda a compor o ambiente e é capaz de fazer algumas brincadeiras. A peça é exigente para quem gosta de teatro e, ao mesmo tempo, uma ótima diversão, para quem não gosta. Mesmo porque, dizer “não gosto de teatro” equivale a dizer “não gosto de música”. A diversidade musical e teatral da nossa cultura é tão grande que esse tipo de frase soa desonesta.” São Paulo, 01 de maio de 2011. Disponível em: http://glaucocortez.com/2011/05/01/cheiro-de-ceu-peca-teatraluma-comedia-para-quem-diz-que-nao-gosta-de-teatro/ Autor: Mário Viana Elenco: Gabi Cywinski, Gustavo Ferreira, Juliana Balbino, Tiago Moraes, Geise Guedes, Luiz Gustavo Lopes, Rodrigo Caetano e Vitória Angela Silva Direção: Norival RizzoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  18. 18. ESPATÓDEA Espatódea é a prisão ilusória do amor. Tudo é um grande pesadelo contado por um Bobo da Corte. Uma lenda romântica criada a partir da existência de uma árvore, Espatódea, cenário do amor entre Francisco e Zoé. Francisco e Zoé, encontram-se durante o Carnaval e vivem dias intensos, regados por muita paixão e desejo. Mas, após muitas promessas feitas a Zoé, Francisco vai embora. Dois anos depois, ele retorna ao vilarejo e encontra Zoé, agora noiva do filho do prefeito. Sua missão é recuperar o tempo perdido e reconquistar o seu amor. A cenografia, torna-se um dos personagens que fala tanto ou mais que os atores. Cria-se, assim, um clima de nostalgia no vilarejo; outrora feliz e cheio de intensas emoções, hoje tomado pelo clima de frustração e desolação. Isto, remete a cena a um período da vida no qual tudo se encaminha para o fim. A luz, os adereços e, notadamente, a trilha sonora, alargam ainda mais o efeito emocional que a peça busca proporcionar. A presença do erotismo e suas permutas com a morte é outro eixo sobre o qual se estrutura as emoções. O que nos remete à presença de um “realismo fantasmagórico”, plasmado na linguagem de alguns personagens. Os figurinos são feitos de materiais reciclados! Autor / Direção: Rhommel Bezerra Elenco: Alann Jhonys, Karine Barros, Diogo Suzano, Juliana Ferraz, Johnny Ferro, Clesio Queiroz, Rodrigo Porto, Rodrigo Dorado, Rodrigo Moretto, Talita Tilieri, Catarina Saibro, Fifo Benicasa, Mauro Faria, João GuesserPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  19. 19. FICA FRIO – UMA ROAD PEÇA É um texto denso e cômico que aborda um drama contemporâneo concernente à juventude. Desdobrado a partir da comédia da pateticidade, Mario Bortolotto, renomado autor, instiga a análise das atitudes e ações dos personagens dentro de uma situação extrema. Através do trabalho artístico, buscamos não somente oferecer entretenimento de excelente qualidade, mas de igual valor intelectual. Assim, nesta estória em meio de assaltos, fugas e perseguições, irmão encontram tempo para resolver suas diferenças. Conteúdo educativo No texto o autor retrata uma realidade vivida pelas famílias de classe média, que por alguns motivos, veem seus filhos entregues ao mundo do crime, à prostituição e a sedução nebulosa e maldita dos prazeres das drogas. Ao mesmo tempo em que o texto cria um canal de identificação imediato com o público através da aproximação pelo cotidiano, travestindo-se de elementos de comédia e de ação, ele o trai na medida em que aponta para uma reflexão muito mais ampla e profunda sobre a responsabilidade pelos nossos atos e o custo de cada ação que tomamos na vida. Montar esse texto não é colocar o dedo na ferida, muito pelo contrário, é cicatrizar uma série delas. É mostrar que o amor supera qualquer vicio, falta de grana ou, até mesmo, inquietude, e que só ele fortalece os laços familiares. Autor: Mario Bortolotto Elenco: Ralph Maizza, Celso Melez & Walter Figueiredo Direção: Didio PeriniPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  20. 20. FLORES, DECLARAÇÕES DE AMOR E BLÁ, BLÁ, BLÁ No cotidiano corrido de uma metrópole, estamos sujeitos às mais estranhas e inesperadas situações, no texto de Miguel Adamanto não é diferente! Mas o que fazer quando somos arrebatados por um amor que não estávamos esperando? Este é o caso de Carlota que se intitula uma “Personal Staylist Death” que, durante o trabalho, se apaixona por Josemar, marido de sua “cliente”. E o que fazer quando o amor acaba? É o caso de Renato, um escritor que em plena crise de criatividade, ainda enfrenta o término de seu relacionamento com Amanda e, juntos, descobrem que se amam, porém como amigos. Ou, quando o amor é tão grande a ponto de só se realizar em sonhos? Como a história de Paula, uma psicóloga que idealiza tanto o amor perfeito a ponto de criar em sua imaginação Rogério, um amante latino; entretanto, tem que lidar, em seus sonhos, com Paulinha (sua inconsciência), que aparece como ela mesma aos 8 anos de idade. Na trama de „Flores, Declarações de Amor e Blá, Blá, Blá‟ as histórias divertem o público a ponto de criar uma forte identificação com essas personagens tão reais, divertidas e próximas de nosso cotidiano. Autor: Miguel Adamanto Elenco: Ramon Cabrer, Gabi Cywinski, Gustavo Ferreira e Juliana Balbino Direção: Tiago Trindade MoraesPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  21. 21. LARGO EM CENA O Projeto „Largo em Cena‟ é uma importante ação de inclusão cultural e social que alia entretenimento cênico com conscientização ao mesmo tempo em que contribui para a formação de sujeitos pensantes com uma consciência crítica quanto ao uso das praças públicas, também contribui para a sociabilidade das comunidades que têm no projeto uma oportunidade de convívio familiar. Ao levar atividades teatrais gratuitamente para as praças, o projeto procura garantir e estimular o interesse pela produção artística e cultural da cidade. Além disso, prioriza o teatro criado para espaços abertos e reconhece o teatro de rua como um setor da produção teatral que promove a democratização do bem cultural, enfim espetáculos acessíveis a todas as faixas etárias e camadas sociais. Conteúdo educativo • Levar para praças públicas da cidade de São Paulo espetáculos teatrais e circenses; • Integrar a comunidade residente no entorno das praças públicas presentes no projeto; • Formação de público; • Descentralização da produção teatral; • Garantir espetáculos de alta qualidade gratuitamente ao público, promovendo a democratização do bem cultural.HistóricoA „Cia Os Itinerantes’ da Cooperativa Paulista de Teatro e de Circo e do Movimento Teatro de Rua surgiu, em 2002, com o objetivode criar um grupo de teatro que refletisse o ser social urbano contemporâneo.O trabalho do grupo é apoiado na rua, como espaço privilegiado de encontro direto com o público e na cultura popular como fontegeradora de inspiração e motivação. Assim o grupo vem experimentando diferentes técnicas do teatro popular mescladas ao teatro debonecos e o circo. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  22. 22. LETRAS EM CENA O „Letras em Cena‟ é um programa de leituras dramáticas e poéticas que acontece no MASP, em plena Avenida Paulista, desde março de 2006. Em seus seis anos de existência promoveu a leitura de mais de 200 textos teatrais, recebendo aproximadamente 2.000 artistas, entre atores, atrizes, diretores, autores e poetas brasileiros e estrangeiros. Nomes como Ana Lúcia Torres, Marília Gabriela, Dalton Vigh, Eduardo Moscovis, Bárbara Paz, Nelson Baskerville, Jairo Mattos, Leo Lama, Antonio Abujamra, Clarisse Abujamra, Paula Burlamarqui, Alcides Nogueira, Lucelia Santos, Tania Bondezan, Rosi Campos, Elke Maravilha, Elias Andreato e tantos outros que marcaram presença no projeto. Com um público crescente, em média 200 pessoas por evento, o „Letras em Cena‟ em 2010 conquistou novos públicos e cumpriu temporada em Bauru, Santos, Ribeirão Preto e Sorocaba. Conteúdo educativo A ideia principal é promover o hábito da leitura, incentivar a dramaturgia contemporânea e ocasionando o encontro entre gerações de artistas, aproximando linguagens, escolas, ideias, teorias e o público que tem sempre a oportunidade de debater o texto apresentado com seu autor, diretor e elenco. „Letras em Cena‟ visa a formação de público teatral. Por isso, neste ano de 2012, o local para sua realização será o MASP - local de fácil acesso e já bastante frequentado pelo público jovem. Com certeza o „Letras em Cena‟ edição 2012 será um sucesso de público e mídia, fazendo jus a permanência na lista anual dos grandes eventos culturais do Estado de São Paulo. Diferencial O grande diferencial do projeto é o seu caráter democrático. Associando sua marca a esse projeto a empresa estará patrocinando e vinculando a sua marca não apenas a um grupo de atores, diretores ou dramaturgos, mas à toda classe artística do Brasil. Apresentação Clóvys Torres e Marina MesquitaPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  23. 23. MIDIAMENTE Qual a influência da mídia na mente das pessoas? Até que ponto as informações são verdadeiras? Será que tudo na TV é verdade? MidiaMente mostra a realidade da TV por trás das câmeras, como as informações são manipuladas e o público também. Numa mistura de drama e comédia, são abordadas diversas situações, entre elas, a de pessoas que chegam em suas casas, ligam a TV e esquecem dos seus afazeres e da família e os trocam pelos seus canais favoritos. Os atores interpretam, na comédia, características de alguns programas televisivos e de como eles trabalham as informações veiculadas na TV. Em seguida, com o drama, sombras representadas por pessoas com máscaras brancas e capas pretas, utilizando só a expressão corporal, mostram, de forma brilhante, a alienação deixada pela TV na mente dessas pessoas. Autores: Amanda Tsarziani, César Maia e Priscila Bom Fim Direção: José Luiz Sconi Elenco: Dudu Araújo, Francielyn Marques, Natani Luiza e outrosPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  24. 24. TRÍADE A peça „Tríade‟ é formada por 4 cenas. Cada uma destaca um momento do relacionamento de Guilherme e Vinícius: o encontro, o ápice, a crise e o reencontro (que se dá no tempo atual). As três primeiras cenas, mais do que delinear o percurso da relação, apresentam, esclarecem e focam aspectos da personalidade dos personagens que se intensificam ao longo da história. Guilherme e Vinícius têm muito em comum, gostam das mesmas coisas, mas há um hiato entre eles. Vinícius se sente ambiguamente desconfortável e dependente da relação monogâmica. Guilherme é ciumento e possessivo. Ambos carentes, criam máscaras invisíveis de personas seguras, que ostentam para esconder suas fraquezas. As rusgas crescem até o inevitável: Vinícius abandona o lar. O reencontro entre eles, um ano após o abandono, é a parte maior e mais importante da peça, o acerto de contas final. Deste conflito surgem diversos temas como: a idealização do amor, confrontado com os percalços da convivência real; a transferência ao outro da responsabilidade pela felicidade conjugal; a necessidade de cuidar do outro confundida com subserviência e submissão; a necessidade de carinho confundida com dependência; a dificuldade em aceitar o que foge do campo racional; o medo de expor as próprias fraquezas; o apego involuntário a traumas do passado; o sentimento que contraria a razão. Como conciliar a existência de duas pessoas que não conseguem ficar juntas, nem separadas? Autor e Diretor: Kiko Rieser Elenco: Bernardo Fonseca Machado e Chico RibasPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  25. 25. RAPUNZEL “Um lindo conto de fadas que estimula questionamentos” Em ‘Rapunzel’, o autor extraiu do clássico somente os elementos principais. Na história da jovem de longas tranças, presa em uma torre sem portas, pela bruxa má, Carrasco criou dois personagens: um corvo e uma cadelinha, com o nome de Xuxa. Conteúdo educativo O conteúdo do espetáculo aborda questões de forte apelo ético, tais como a lealdade, a compreensão, a amizade, compaixão, traição, o valor humano, união, suscitando diversos questionamentos que vão além do cunho educativo ou pedagógico e lançam as crianças e jovens à questões profundas de como se posicionar no mundo e de como reconhecer seu lugar ou ponto-de- vista. Os temas abordados são universais e, para que a ponte entre cultura tão distinta seja feita com o público de forma aprazível, usaremos a musica, o canto, a dança e o teatro de bonecos para traduzir este universo clássico. Dramaturgia: Walcyr Carrasco Elenco: Marina Ruy Barbosa, Klebber Toledo, Duda Mamberti, Flávia Guedes. Direção: Eduardo FigueiredoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  26. 26. O APRENDIZ DE FEITICEIRO Nesta estória, as letras acompanham as trapalhadas e aventuras do jovem mago em constante treinamento para conseguir dominar todos os segredos da magia. A peça revela cenários fantásticos de uma cultura que ainda hoje resiste em encantar. As frases do jovem feiticeiro despertam a emoção a cada desafio novo em controlar a magia. "O meu mestre feiticeiro. Um dia quis se ausentar. Seus espíritos tomei. E fiquei em seu lugar. Vi suas magias. Vou fazer igual. Farei maravilhas. Com força mental!" As tarefas do aprendiz devem começar em conseguir controlar os elementos básicos, como ar, fogo, terra e água. Conteúdo educativo O conteúdo do espetáculo aborda questões de forte apelo ético, tais como a lealdade, a compreensão, a amizade, compaixão, traição, o valor humano, união, suscitando diversos questionamentos que vão além do cunho educativo ou pedagógico e lançam as crianças e jovens à questões profundas de como se posicionar no mundo e de como reconhecer seu lugar ou ponto-de- vista. Os temas abordados são universais e, para que a ponte entre cultura tão distinta seja feita com o público de forma aprazível, usaremos a musica, o canto, a dança e o teatro visual (com uso de novas tecnologias), para traduzirmos a magia e o culto da temática de „Aprendiz de Feiticeiro‟. Dramaturgia: Walcyr Carrasco Elenco: David Lucas, Mel Lisboa e André Bankoff Direção: Eduardo FigueiredoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  27. 27. MULHERES ALTERADAS Uma adaptação inédita dos cinco volumes da série “Mulheres Alteradas”, de autoria da chargista e cartunista argentina Maitena. Respeitando as ideias de Maitena na abordagem de temas tão caros ao mundo feminino – como o corpo, moda, homens, amores, família, filhos, trabalho, o passar do tempo e a falta dele – essa versão cênica, 100% aprovada pela autora, é fiel ao retratar o seu talento e o humor ao compartilhar desse fascinante e misterioso universo rosa-choque. Na peça, Lisa (Flávia Monteiro) é separada do marido, mãe de um único filho, inteligente, com preocupações fúteis, porém, em crise por conta de um nódulo que apareceu em um dos seios; Alice (Mel Lisboa) é uma mulher solteira, vive no “mundo da lua”, mas não desiste de encontrar o seu grande amor; já Norma (Luiza Tomé) é uma executiva pragmática, casada, com dois filhos e, agora, se depara com a terceira gravidez. Daniel Del Sarto incorpora vários personagens masculinos, sem nomes definidos e repletos de personalidades.Autora: MaitenaDramaturgia: Andrea MaltarolliElenco: Luiza Tomé, Mel Lisboa, Flavia Monteiro e Daniel Del SartoDireção: Eduardo Figueiredo Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  28. 28. O AMANTE DO MEU MARIDO Mais de 450 mil pessoas já assistiram! Atual e divertida, a história se passa dentro do apartamento de Espiridião (Milton Levy) e Telma (Miriam Lins). Aposentado, Espiridião tem um sonho: ser ator, e para alcançar este objetivo ele não poupa esforços. Entre um telefonema ao agente onde interpreta o papel de homossexual e a inesperada chegada de sua esposa que ouve toda a conversa, surge a grande confusão. Telma acredita que seu marido seja realmente homossexual e tenha um caso com Arnaldo (Mateus Carrieri). Para aumentar o burburinho, Dorothy (Adelita Del Sent), empregada da casa flagra o patrão em novos e divertidos ensaios de seu papel provocando grandes mal entendidos e muitas risadas do público. “A peça ganhou força e aceitação por ser despretensiosa e ter uma narrativa leve e divertida”, conta Mirian Lins diretora e atriz da peça. Autor: Rodolfo da Rocha Carvalho (Carvalhinho) Elenco: Mateus Carrieri, Milton Levy, Miriam Lins e Adelita Del Sent Adaptação / Direção: Miriam LinsPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  29. 29. O ASSASSINATO DO PORTUGUÊS Em decorrência de um acidente na frase o “Português” é assassinado. Forma-se, então, um Júri para desvendar o autor do delito. Para tanto são convocados o Dr. Hipérbole, o Dr. Cacófato e o Dr. Pleonasmo que atuam como juiz, promotor e advogado do caso. Durante o Júri são apresentados os possíveis criminosos. São eles: a D. Vírgula, que vive atrás do Sr. Aposto, o Sr. Acento Agudo e o Sr. Trema, que deixaram de existir em alguns casos na nova gramática portuguesa, a volta das letras k, w e y, que sequestraram o Português para que voltassem a fazer parte do nosso alfabeto, entre outros. De forma divertida, as figuras de linguagem ensinam a nova ortografia e comentam alguns erros comuns na linguagem falada. Autora: Natalia Amaral Elenco: Adriano Arbol, Claudia Nascimentto, Joyce Moreno e outros Direção: Natalia AmaralPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  30. 30. O MÉDICO À FORÇA Uma comédia clássica inspirada na obra de Molière A Trama dessa deliciosa comédia se desenrola a partir de um ato vingativo da mulher do astuto lenhador Sganarelo, que pensava constranger seu marido ao fazê-lo passar pelo médico para curar a suposta mudez da filha de seus vizinhos, Lucinda. Sganarelo acaba se interessando pela farsa ao ver que poderia ganhar dinheiro com a situação. O que ele e os demais personagens não esperavam é de que uma farsa ainda maior estava sendo articulada: Lucinda se passava por muda apenas para sensibilizar o pai, Geronte, que proibira seu casamento com o namorado Leandro. O Texto “O Médico à Força” foi escolhido por apresentar elementos que discutem a natureza humana e que continuam fortemente presentes até o dia de hoje como conflitos pessoais, ganância e manipulação de interesses. Autor: Molière Elenco: Marcos Manrai, Pedro Casali, Roberto Blagin, Victória Rocha, Viviany Jennifer, Zilma Barros, Camila Rondon, Elvis Dutra, Gutto Trofynno e Leandro Lima Direção: Milton MachadoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  31. 31. SOLIDÃO, A COMÉDIA No monólogo, Maurício Machado, interpreta cinco deliciosos e divertidos personagens, tendo como pano de fundo suas diferentes e, por vezes, engraçadas e patéticas formas de solidão, tudo isso com o típico e característico humor do Besteirol. São apresentadas a solidão histérica da mulher que busca o par ideal num bar; a solidão disfarçada do homem no cinema, sua relação com a sétima arte e sua busca pelo prazer desacompanhado; a solidão indiferente do elegante socialite metrossexual que não deixa sua esposa, trancada no banheiro, falar; a triste solidão e melancolia da prostituta que liga para os antigos clientes procurando companhia; a solidão irônica de uma senhora no leito de morte de sua amiga e a própria solidão. O texto “Solidão, a Comédia”, de Vicente Pereira é considerado uma referência do Besteirol! Um genuíno gênero teatral nascido no Teatro Candido Mendes, em Ipanema, no Rio de Janeiro. Autor: Vicente Pereira Elenco: Maurício Machado Direção: Claudio TovarPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  32. 32. SUPERADAS Uma adaptação inédita de Fernanda Young de um dos maiores fenômenos editoriais da Argentina, Maitena, que tem mais de 300 mil livros vendidos somente em seu país. Suas charges e tiras são traduzidas em mais de 15 países, publicados em importantes revistas e jornais como o espanhol, El País; o italiano, La Stampa; El Mercúrio, do Chile; El Nacional, da Venezuela; o francês Le Figaro, entre outros. Suas histórias já foram lançadas na Espanha, França, Portugal, Alemanha e Uruguai. O alvo principal da chargista são as mulheres de 15 a 80 anos, mas, acaba por atingir, também maridos, filhos, namorados, amantes, chefes e todos os homens que têm mulheres em suas vidas. No Brasil, ela já publicou 7 livros: Mulheres Alteradas 1 ao 5 e Superadas 1 e 2. Fernanda Young Uma das mais efervescentes e produtivas artistas da atualidade. É uma multimídia: escritora e roteirista, escreve livros, apresenta programas de TV, roteiriza séries de humor. Seu nome está diretamente relacionado aos sucessos "Saia Justa", onde foi apresentadora. E, principalmente, como autora dos sucessos de "A Comédia da Vida Privada", "Os Normais", "Minha Nada Mole Vida", todas séries de humor de muito sucesso da TV Globo, além do quadro de humor do “Fantástico‟, ”Supersincero", à série ”O Sistema". Etecetera et al! Autora: Maitena Dramaturgia: Fernanda Young Elenco: Isis Valverde, Camila Morgado, Fernanda Machado e Emanuelle Araújo Direção: Eduardo FigueiredoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  33. 33. TERRA DO SOL DOURADO Um espetáculo completamente sustentável e ecológico! A peça transporta a criança da era tecnológica e globalizada para o mundo da imaginação e da fantasia. Uma linda estória infantil que conta a jornada de três meninas: Violeta, Rosa e Margarida em busca de seus pais desaparecidos. Em seu caminho encontram uma fada e personagens fantásticas, e como nem tudo são flores, combatem um tenebroso vilão que lhes dificulta a travessia por seu mundo fantástico. Conteúdo educativo • Tratar de forma lúdica e poética a realidade contemporânea no universo infantil. • Sensibilizar a criança de forma a combater a violência futura. • Ser uma forma de prevenção para que a violência não se instale na escola. • Promover o contato da criança com a arte teatral. • Estimular os sentidos da criança de forma a despertar uma visão crítica da sua realidade. • Contribuir para o crescimento crítico e objetivo da criança. • Resgatar a infância perdida na era tecnológica. • Democratizar o acesso da população à arte, cultura e espaço público. Autor: Rui Xavier Elenco: Carina Porto (TV Globo), Priscila Navarro, Letícia Perroud, Dani Moreno, Tânia Reis, Guilherme Chelucci, Vitor Meneghetti e André Mello Direção: Ariane FerrariPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  34. 34. BATALHA DE ARROZ NUM RINGUE PARA DOIS Os Casamentos sempre inspiraram muitas piadas. A peça Batalha de Arroz num Ringue para Dois é um exemplo original de que o assunto ainda dá muito pano para manga: recheado de tiradas ótimas, faz o público rolar de rir. Escrito em 1984 por Mauro Rasi, a estória começa com um casamento e é dividida em quatro esquetes. São diferentes momentos da vida do casal, deixando claras as transformações vividas por cada um e pelo relacionamento através do tempo. “Bodas do Ciúme” mostra o início do amor, quando ele, ciumento patológico, não desgruda dela. “Bodas da Egolatria” é a fase em que cada um está preocupado com os próprios problemas e não escuta o outro. “Bodas da Supressão” apresenta a mulher insegura diante do marido que não a valoriza. E “Bodas da Paixão” é a tentativa desesperada da esposa de salvar o casamento. O resultado é hilário – apesar de, às vezes, angustiante, pois é o exagero da realidade dos casamentos que existem por aí. Autor: Mauro Rasi Elenco: Nivea Stelmann & Maurício Machado Direção: Eduardo FigueiredoPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  35. 35. TUPI OU NÃO TUPI “Tupi ou não Tupi” é um espetáculo em homenagem aos grandes artistas da Semana de Arte Moderna ocorrida em São Paulo em 1922. Nela, intelectuais como Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Menotti Del Picchia, Tarsila do Amaral e Anita Malfatti, o chamado grupo dos cinco entre outros artistas, enaltece nossa cultura, através de poesias, peças teatrais, livros, quadros e performances. Autora / Direção: Deise Morrone Elenco: A definirPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  36. 36. VELÓRIO À BRASILEIRA Uma comédia que promete divertir a plateia. Traz um hilário retrato sobre a verdadeira face das pessoas quando ganham muito dinheiro. Uma deliciosa comédia de costumes que mostra o velório de um funcionário de repartição rodeado por pessoas com as quais conviveu durante sua vida e que se mostram nem um pouco comovidas pela situação, pelo contrário, estão interessadas em tirar proveito dela, já que o falecido acabou de ganhar na sena, porém ninguém sabe onde ele guardou o bilhete. O espetáculo mostra a maratona que se forma ao saberem do prêmio. A partir desse momento, tudo passa a girar em torno da busca do bilhete premiado. Velar o falecido vira segundo plano. Uma viúva escandalosa, uma vizinha fofoqueira, um espirituoso contraditório, uma irmã com falsos pudores, um falso colega, um bêbado inconveniente, um elemento surpresa e uma boa dose de ganância e interesse. Intrigante, envolvente e divertido, assim é “Velório à Brasileira”. Autor: Aziz Bajur Elenco: Andresa Gavioli, Erika Farias, Fernanda Gavioli, Guilherme Costenaro, Jorge Derosa, Mauro Pucca, Wellington Firmino Direção: Andresa GavioliPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  37. 37. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  38. 38. O GIGANTE EGOÍSTA Curtametragem Infantil O filme retrata a regeneração de um homem corrompido e amargurado pelo seu egoísmo que através do amor e ingenuidade das crianças que brincam em seu jardim muda completamente de vida. Autor: Oscar Wilde Elenco: A definir Direção: Conrado KrainerPatrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  39. 39. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  40. 40. Centro de Memória Dorina NowillObjetivo do ProjetoModernizar o Centro de Memória Dorina Nowill e transformá-lo no primeirocentro de referência histórica da inclusão de pessoas com deficiência visualno Brasil, incluindo no circuito cultural da cidade de São Paulo uma propostatotalmente inclusiva, aliando acessibilidade com cultura e educação.Atividades Propostas• Ampliação e modernização do espaço expositivo e novo projeto de exposição.• Atualização, alimentação e compartilhamento on-line do Banco de Dados do acervo do Centro de Memória.• Ampliação e adequação física de Reserva Técnica de guarda da coleção. Regina Pirajá da Silva• Reabertura ao público para visitas e atividades por meio de ações encadernando livro culturais. Braille, 1951 Relógio para cegos Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  41. 41. HIP-HOP BIOMASO HIP-HOP Biomas é um projeto inovador da área socioambiental educacional, onde a ARTE e a MÚSICA além de bens culturaissão instrumentos de EDUCAÇÃO.O Projeto é pioneiro na área cultural por contemplar não apenas a música, mas o olhar dos compositores e poetas sobre a questãoambiental e um plano pedagógico de educação ambiental especialmente concebido para crianças e jovens em situação devulnerabilidade.JustificativaO Movimento HIP-HOP foi escolhido pela Organização, devido à proximidade do mesmo com o público jovem. Nota-se que hoje asinformações sobre a questão ambiental não são direcionadas para este público, sendo que destas, uma pequena parte sãoabsorvidas pelo público juvenil.ObjetivoAtravés do Hip-Hop pretendemos estimular o senso crítico das crianças e jovens e ao mesmo tempo promover a conscientizaçãoambiental por meio da música e da arte.A proposta do projeto consiste na criação de um CD com 3.000 exemplares e com 15 faixas sobre educação ambiental(minicurso) com linguagem de fácil absorção pelas crianças e jovens.300 CDs serão doados para pessoas com deficiência visual (10% do total); 300 exemplares do CD serão distribuídosgratuitamente aos órgãos governamentais, no âmbito escolas públicas, órgãos indicados pelo MinC, 6 exemplares para o acervo doMinC e o restante para as demais instituições que lidam com a questão ambiental.O Hip-Hop Biomas também promoverá 5 (cinco) apresentações gratuitas, uma por mês, distribuídas em Escolas Públicas daregião, em horário de intervalo para a refeição. Durante estas apresentações ocorrerão, simultaneamente, a arte do grafite (MC), aqual interagirá com a melodia, a poesia e a harmonia da música, confeccionando telas sobre o tema. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  42. 42. O projeto Musicar tem como maior objetivo, tirar das ruas as crianças, adolescentes e jovens,que depois do período escolar estão expostos a todo tipo de violência e aos idosos, proporcionar momentos de alegria e motivação através da música, canto e dança em grupo, estimulandoassim, o respeito pelo próximo, a satisfação de trabalhar e construir em grupo e um entretenimento para a comunidade.Ao final de Cada Semestre, será realizada uma grande apresentação com todos os participantes do projeto, para a comunidade e patrocinadores. Estamos certos de que o resultado será a busca pela continuidade e nossa maior satisfação serápoder ver que, em algum momento, estamos participando para que aquelas pessoas estejam longe da violência, do preconceito e da exclusão social. Público Alvo O Projeto Musicar consiste em selecionar pessoas com idade de 10 a 18 anos e acima dos 65anos, das comunidades da Região de São Matheus, Zona Leste da Capital Paulista, que possuam o dom de cantar, dançar e tocar um instrumento, em particular bateria, saxofone, teclado, guitarra, baixo, violino. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  43. 43. PROJETO SELEÇÃO SOROCABANA DE FUTEBOL FEMININOOferecer Bolsa Auxílio para vinte e oito atletas da Seleção Sorocabana de Futebol Feminino, mantida pelo Centro de Formaçãode Atletas de Sorocaba (CEFAS), bem como contratar dois profissionais de educação física para atuação na Comissão Técnica,em especial visando à disputa dos Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior do Estado de São Paulo, promovidos pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude - SELJ, do Governo do Estado de São Paulo, bem como competições organizadas pela Liga de Futebol Amador de Sorocaba - LFAS, filiada da Federação Paulista de Futebol - FPF, dentre outras. Público AlvoO valor da Bolsa-Auxílio será de R$ 600,00 (seiscentos reais) para atletas menores de 18 anos de idade e de R$ 900,00 (novecentos reais) para atletas maiores de 18 anos de idade, pelo período de 24 meses. O CEFAS recebe apoio da Prefeitura Municipal de Sorocaba para manutenção da Seleção Sorocabana de Futebol Feminino, para pagamento de taxas de arbitragem, aquisição de materiais esportivos e uniformes, transporte para jogos fora do município e cessão de locais para treinamentos e jogos amistosos e oficiais, entre outros. No entanto, referido apoio não comporta o pagamento regular de uma bolsa-auxílio para as atletas e para a contratação de técnico e preparador físico. Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  44. 44. Realização de uma Exposição de Telas confeccionadas com tinta a óleo e materiais reciclados que serão desenvolvidos por crianças e jovens vulneráveis da Comunidade de Jardim Colorado, em Suzano, São Paulo. As telas serão produto de uma oficina de pintura ensejada na questão ambiental. O objetivo do Reciclarte é a utilização da arte-terapia para o desenvolvimento cognitivo e psicomotor de 70 crianças e jovens. Meta Envolver crianças e adolescentes no mundo cultural e desenvolver nelas o processo lúdico do “brincar e criar”, fazendo-as se sentirem artistas; apresentar-lhes um mundo sem violência e drogas, um mundo colorido no qual elas desempenham o papel principal: o de serem crianças e jovens criadores. A Salvação pela Arte O Reciclarte prevê oficinas para a confecção de pinturas em tela utilizando produtos recicláveis com o intuito de conscientizar as crianças e adolescentes sobre a importância da preservação ambiental, coleta seletiva, e o meio-ambiente sadio utilizando a abordagem lúdica, pedagógica e estética.Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  45. 45. REVISTA MISTA O projeto tem como objetivo criar uma revista de distribuição gratuita e direcionada que permita integrar e estimular o acesso do público à cultura, arte, turismo e entretenimento na cidade de Guarulhos e Região, facilitando à população o acesso à cultura; divulgação de forma democrática oacontecer artístico-cultural na cidade; estimulando na população o interesse pela cultura, as artes, o turismo e o entretenimento. Uma Revista com linguagem jovem e atual tanto na diagramação conteúdo editorial, prezando pela qualidade gráfica quanto nos artigos, textos e reportagens quecomporão a revista. A criação, produção e edição de uma revista cultural especializada, com tiragem inicial de 15.000 chegando em 3 meses a tiragem de 30.000 exemplares (360.000 exemplares anuais), a serem distribuídos mensalmente com circulação em Guarulhos e Região, permitirão estimular a produção cultural e sua fomentação. TIRAGEM Tiragem em 3 meses: 15.000 exemplares. A partir do terceiro mês, passará a 30.000 exemplares mensais Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com
  46. 46. Nós não criamos para nós mesmos, mas para o mundo!Patrus Cultural | +55 (11) 2037-1529 | patruscultural@terra.com.br | http://patruscultural.wordpress.com

×