57856476 exercicios-hist-ens-med

163,870 views
163,314 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
163,870
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
392
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

57856476 exercicios-hist-ens-med

  1. 1. 1 HISTÓRIA___________________________________________________________________________________________________ HISTÓRIA DAS CAVERNAS AO TERCEIRO MILÊNIO PATRÍCIA RAMOS BRAICK MYRIAM BECHO MOTA (...) E quem garante que a História É carroça abandonada Numa beira de estrada Ou numa estação inglória A História é um carro alegre Cheio de um povo contente Que atropela indiferente Todo aquele que a negue É um trem riscando trilhos Abrindo novos espaços Acenando muitos braços Balançando nossos filhos (...) (Canción por la unidad de Latino América. Pablo Milanes e Chico Buarque de Hollanda)
  2. 2. 2 HISTÓRIA VOLUME I INTRODUÇÃO: O FAZER HISTÓRIA CAPÍTULO 1- A CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA01- (FGV) Leia com atenção as proposições abaixo:I. "A história de qualquer sociedade até aos nossos dias foi apenas a história da luta de classes.Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre e companheiro, numa palavraopressores e oprimidos em oposição constante, desenvolveram uma guerra que acabava sempreou por uma transformação revolucionária da sociedade inteira, ou pela destruição das duasclasses em luta."II. "Se me pedissem para responder à pergunta - O que é a escravidão? e eu respondesse numasó palavra: Assassinato!, todos entenderiam imediatamente o significado da minha resposta. Nãoseria necessário utilizar nenhum outro argumento para demonstrar que o poder de roubar umhomem de suas idéias, de sua vontade e sua personalidade é um poder de vida ou morte e queescravizar um homem é o mesmo que matá-lo. Por que, então, não posso responder da mesmaforma a essa outra pergunta: O que é a propriedade? com uma palavra só: Roubo."Assinale a alternativa CORRETA:a) A primeira proposição reproduz um trecho de uma das mais importantes obras do filósofo alemão Karl Marx, que serviu de base para a ideologia liberal desenvolvida no século XIX.b) A segunda proposição refere-se ao manifesto cristão proposto por bispos da Igreja, indignados com a miséria que assolava as classes trabalhadoras européias no século XIX.c) A "luta de classes" é um dos principais aspectos da doutrina marxista e a definição da "propriedade como um roubo" tornou-se um dos principais lemas do anarquismo desde o século XIX.d) A segunda proposição é de Joseph Proudhon, teórico liberal francês, indignado com a escravidão ainda praticada em determinados continentes no século XIX.e) A segunda proposição refere-se à região da Palestina na perspectiva sionista, desenvolvida na Europa ao final do século XIX.02- (ENEM) Michel Eyquem de Montaigne (1533-1592) compara, nos trechos, as guerras dassociedades Tupinambá com as chamadas "guerras de religião" dos franceses que, na segundametade do século XVI, opunham católicos e protestantes."(...) não vejo nada de bárbaro ou selvagem no que dizem daqueles povos; e, na verdade, cadaqual considera bárbaro o que não se pratica em sua terra. (...) Não me parece excessivo julgarbárbaros tais atos de crueldade [o canibalismo], mas que o fato de condenar tais defeitos não nosleve à cegueira acerca dos nossos. Estimo que é mais bárbaro comer um homem vivo do que ocomer depois de morto; e é pior esquartejar um homem entre suplícios e tormentos e o queimaraos poucos, ou entregá-lo a cães e porcos, a pretexto de devoção e fé, como não somente olemos mas vimos ocorrer entre vizinhos nossos conterrâneos; e isso em verdade é bem maisgrave do que assar e comer um homem previamente executado. (...) Podemos portanto qualificaresses povos como bárbaros em dando apenas ouvidos à inteligência, mas nunca secompararmos a nós mesmos, que os excedemos em toda sorte de barbaridades."
  3. 3. 3 HISTÓRIA (MONTAIGNE, Michel Eyquem de, "Ensaios", São Paulo: Nova Cultural, 1984.)De acordo com o texto, pode-se afirmar que, para Montaigne,a) a idéia de relativismo cultural baseia-se na hipótese da origem única do gênero humano e da sua religião.b) a diferença de costumes não constitui um critério válido para julgar as diferentes sociedades.c) os indígenas são mais bárbaros do que os europeus, pois não conhecem a virtude cristã da piedade.d) a barbárie é um comportamento social que pressupõe a ausência de uma cultura civilizada e racional.e) a ingenuidade dos indígenas equivale à racionalidade dos europeus, o que explica que os seus costumes são similares.03- (UFC) Analise o texto a seguir."E repare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de histórias é justamenteo contrário do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador dehistórias. (...)" ASSIS, Machado de apud CHALHOUB, S. e PEREIRA, L.A. de M. (Org) A História Contada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998, p.67.Ante as novas tendências interpretativas da História, há uma diferença entre o contador dehistórias e o historiador, de acordo com a qual é correto afirmar que:a) a literatura torna-se inexpressiva ao historiador, que se fundamenta nos documentos manuscritos e impressos.b) o contador de história recorre à ficção e o historiador envolve-se com o real, de acordo com a sua interpretação e as práticas sociais consideradas.c) a interpretação do historiador, apesar de valorizar a diversidade de informações, deve limitar- se à do contador de histórias.d) a história do cotidiano passou a ser depreciada pelos profissionais da História por menosprezar a análise social.e) a autenticidade dos fatos históricos exclui a força da subjetividade, presente na reconstrução do passado.04- (UFPI) Leia, com atenção, o depoimento do General Bandeira a respeito da participação dosmilitares na política brasileira:"No movimento de 64, a ideologia política foi puramente a de preservar o regime democrático.Essa foi a grande mola que conduziu o movimento". (DAraújo, Maria Celina et al. "Visões do Golpe: a memória militar sobre 1964". Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1994, p. 225.)Considerando a tendência interpretativa da História, na atualidade, é correto afirmar que:a) a real compreensão da situação política nacional fundamenta-se na objetividade do conhecimento histórico, isento de intencionalidade política.b) a interpretação do referido militar é inaceitável, pois no estudo da História torna-se imprescindível um maior distanciamento cronológico entre o depoente e a realidade estudada.
  4. 4. 4 HISTÓRIAc) a renovação metodológica, decorrente da valorização da História oral no Brasil, propiciou um novo entendimento a respeito da visão democrática dos militares.d) a marca da objetividade, nos estudos históricos, comprova a validade da opinião apresentada, evitando uma versão partidária da História.e) o testemunho apresentado, mesmo considerando a realidade política brasileira, vivida a partir de 1964, comprova a presença da subjetividade na interpretação histórica.05- (FUVEST) Se é, como se diz comumente, pelo estudo do passado que se pode compreendero presente, utilize seu conhecimento de História para comentar criticamentea) a manchete de capa da revista "Época/Globo", em outubro de 2001: "A Globalização do Medo.Viver ficou perigoso"b) o ataque terrorista ao Pentágono e ao W.T.C., em 11 de setembro do mesmo ano.06- (UERJ)- "Eu era garotão ainda quando a Força Expedicionária Brasileira chegou à Itália.Passaram na minha cidade, porque foram de Salerno para Siena. Fazia parte do batalhão umcidadão italiano, que veio para cá pequenino e depois se naturalizou. O pai deste soldado tinhadeixado uma filha pequena na Itália com um irmão que não conseguia ter filho nenhum. Então orapaz sabia que tinha uma irmã em Paola, que ele não conhecia e que era criada por um tio.Pediu consentimento para os oficiais e chegou em Paola, chegou lá para conhecer a irmã. Nãosabia nem falar italiano, só falava português. Ninguém entendia nada. Aí procuraram o meu pai,que falava bem o português e meu pai serviu de intérprete para ele poder conhecer a irmã."(Depoimento de Vicenzo Figlino) (In: GOMES,A. C. (org.). "Histórias de família entre a Itália e o Brasil." Niterói: Muiraquitã, 1999.)Uma das formas que o historiador utiliza para estudar uma época é recolher depoimentos depessoas que viveram experiências no passado. O depoimento acima pode estar identificado porum tipo de memória ligado a um contexto histórico.A alternativa que apresenta, respectivamente, a qualificação para este tipo de memória e umareferência histórica relacionada ao depoimento, é:a) social - imigração italianab) oficial - Segunda Guerra Mundial
  5. 5. 5 HISTÓRIAc) oficial - Força Expedicionária Brasileirad) social - construção da cidadania italiana07- (UECE) Por muito tempo, os historiadores acreditam que deveriam e poderiam reproduzir osfatos "tal como haviam ocorrido". Dentre as características do conhecimento histórico queassim produziam, podemos assinalar corretamente:a) ao privilegiarem a realidade dos fatos, os historiadores esperavam produzir um conhecimento científico, que analisasse os processos e seus significados.b) era uma história linear, cronológica, de nomes, fatos e datas, que pretendia uma verdade absoluta, expressão da neutralidade do historiador.c) como se percebeu ser impossível chegar à verdadeira face do que "realmente aconteceu", todo o conhecimento histórico ficou marcado pelo relativismo total.d) os fatos privilegiados seriam aqueles poucos que eram amplamente documentados, como as festas populares e a cultura das pessoas comuns. UNIDADE I- DOS PRIMEIROS HUMANOS AO LEGADO CULTURAL DO HELENISMO CAPÍTULO 02 AS EXPLICAÇÕES SOBRE A ORIGEM DO HOMEM01- (UFPE) Faz muito tempo que o diálogo sobre a origem do homem vem revelando descobertascientíficas e esclarecendo, mesmo que de maneira provisória, a expansão dos seres humanospelo planeta terra. Descoberto há poucos anos, o Australopithecus garhi é considerado:a) um ancestral do homem que viveu entre quatro e três milhões de anos atrás.b) o elo perdido entre o homo habilis e o homo erectus.c) da espécie a que pertencia Lucy, o mais famoso dos antepassados da humanidade.d) um hominídeo que viveu entre o Australopithecus aferensis e os Homo habilis e erectus.e) um ancestral do homem de cérebro menor e menos inteligência que os Australopithecus boisei que viveram na África, há cerca de dois milhões de anos atrás.02- (UFRS) Recentemente, no estado americano de Arkansas, a teoria da evolução elaborada porCharles Darwin foi retirada dos currículos e teve proibida a sua utilização. Não obstante, osestudos paleontológicos, antropológicos e arqueológicos vêm possibilitando avanços nacompreensão do período da pré-história, confirmando a existência de um longo período em queocorreu o processo de hominização. Sobre esse processo, analise as afirmações abaixo.I - As mais antigas formas de vida humana registradas pela Paleontologia denominam-sehominídeos, como comprovam os achados dos fósseis identificados como Australopithecus,Pithecantropus, Sinantropus, entre outros.II - Os fósseis demonstram que, no curso evolutivo da Humanidade, mais de um milhão de anosantes de surgir o Homo Sapiens, existiram várias espécies a caminho da humanização, e asmudanças físicas ocorridas ao longo de centenas de milhares de anos propiciaram sua adaptaçãoa qualquer ambiente.III - As evidências arqueológicas indicam que a espécie humana não nasceu pronta nem física,nem culturalmente. Necessitou de um enorme período de tempo para desenvolver um conjunto
  6. 6. 6 HISTÓRIAde habilidades técnicas e de conhecimentos que lhe permitisse elaborar instrumentos de trabalhoe utensílios.Quais estão corretas?a) Apenas I.b) Apenas II.c) Apenas III.d) Apenas II e III.e) I, II e IIl.03- (UFPE) Em relação ao momento em que homens e mulheres se colocaram como sereshistóricos no mundo, é correto afirmar:a) A invenção da escrita, da roda, do fogo é o que caracteriza os povos, considerados com história, que se estabeleceram às margens do rio Nilo, há milhões de anos.b) A história da humanidade teve início na região conhecida na Antigüidade por Mesopotâmia, quando se inventou a escrita.c) As pesquisas arqueológicas vêm apontando que a história humana teve início há um milhão de anos, em várias regiões do globo terrestre, simultaneamente.d) Entre 4 e 6 milhões de anos atrás, surgiram na África os primeiros antepassados do ser humano com os quais teve início a história da humanidade.e) O elemento preponderante no reconhecimento dos homens e mulheres como seres históricos é a invenção da linguagem, há 2 milhões de anos, no continente europeu.04- (UFPE) Sobre os ancestrais do homem moderno, é falso afirmar que:a) no Paleolítico inferior, viveram os primeiros bandos de Australopitecos, Pithecantropus, Sinantropus e Paleontropus, todos pertencentes à família dos homínidas.b) os homínidos do Plistoceno, ao contrário dos homínidos do Paleolítico inferior, se constituíam em uma única espécie.c) com base nos estudos dos artefatos produzidos pelos homínidos, foram classificadas duas culturas: a cultura do núcleo e a cultura das lascas.d) vivendo em bandos, os homínidos desenvolveram cooperação, produção e transmissão de conhecimento.e) segundo estudos geológicos, e paleontológicos, os ancestrais do Homo sapiens, assim como o Homo sapiens, última espécie homínida, surgiu no Plistoceno.05- (UFPE) Alguns historiadores afirmam que a História iniciou quando a humanidade inventou aescrita. Nessa perspectiva, o período anterior à criação da escrita é denominado Pré-História.Sobre esse assunto assinale a alternativa correta.a) A história e a Pré-História só podem se diferenciar pelo critério da escrita. Logo, aqueles historiadores que não concordam com esse critério estão presos a uma visão teológica da História.b) Esta afirmação não encontra qualquer contestação dos verdadeiros historiadores, pois ela é uma prova irrefutável de que todas as culturas evoluem para a escrita.c) Os historiadores que defendem a escrita como único critério que diferencia a História da Pré- História reafirmam a tradição positivista da História.d) A escrita não pode ser vista como critério para distinguir a História da Pré-História, pois o aspecto econômico é considerado um critério muito mais importante.e) Os únicos historiadores que defendem a escrita como critério são os franceses, em razão da influência da filosofia iluminista.
  7. 7. 7 HISTÓRIA06- (UFPE) "Já se afirmou ser a Pré-História uma continuação da História Natural, havendo umaanalogia entre a evolução orgânica e o progresso da cultura".Sobre a Pré-História, qual das alternativas a seguir é incorreta?a) Várias ciências auxiliam o estudo, como a Antropologia, a Arqueologia e a Química.b) A Pré-História pode ser dividida em Paleolítico e Neolítico, no que se refere ao processo técnico de trabalhar a pedra.c) Sobre o Paleolítico, podemos afirmar que foi o período de grande desenvolvimento artístico, cujo exemplo são as pinturas antropomorfas e zoomorfas realizadas nas cavernas.d) O Neolítico apresentou um desenvolvimento artístico diferente do Paleolítico, através dos traços geométricos do desenho e da pintura.e) Os primeiros seres semelhantes ao homem foram os Australopitecus e o Homem de Java que eram bem mais adaptados que o Homem de Neanderthal. CAPÍTULO 03 A IDENTIDADE DO HOMEM AMERICANO01- (UFPE) O longo processo evolutivo, que se realizou na África, culminou com a aparição dohomem na Terra (o chamado gênero Homo), a partir de um ancestral comum ao homem e aosmacacos antropóides. O Homo erectus e o Homo ergaster migraram da África, há pelo menosum milhão de anos e povoaram a Ásia. O Homo antecesor iniciou o povoamento da Europa, há800.000 anos. Há 100.000 anos, o homem de Neandertal ocupava também a Europa e a ÁsiaMenor. Todas essas espécies extinguiram-se, restando apenas o Homo sapiens moderno, únicaespécie sobrevivente, à qual todos pertencemos.Baseado nessas informações, analise as proposições a seguir:1) A América estava completamente despovoada quando Colombo ali chegou, pela primeira vez,descobrindo o chamado Novo Mundo.2) A América, antes dos descobrimentos dos espanhóis e portugueses, já estava povoada pornumerosos grupos humanos de diferentes culturas, embora todos pertencessem à mesmaespécie humana, a do Homo sapiens moderno.3) Depois de povoar a Ásia, o Homo erectus conseguiu chegar também à América, faz meiomilhão de anos.4) Os primeiros homens que povoaram a América, chegaram desde a Ásia, através do Estreito deBering.5) Os primeiros habitantes da América pertenciam a uma espécie humana hoje extinta.Estão corretas apenas:a) 1e2b) 2e3c) 3e5d) 2e4e) 1e502- (G1 v4.1) Sobre a origem do Homem Americano, a hipótese mais aceita é a:a) australiana.
  8. 8. 8 HISTÓRIAb) polinésia.c) do autoctonismo.d) asiática.e) australo-polinésia.03- (G1 v3.1) Explique como o homem chegou à América. CAPÍTULO 04 DAS ALDEIAS PRÉ-HISTÓRICAS AOS PRIMEIROS ESTADOS01- (FUVEST) Sobre o surgimento da agricultura - e seu uso intensivo pelo homem - pode-seafirmar que:a) foi posterior, no tempo, ao aparecimento do Estado e da escrita.b) ocorreu no Oriente próximo (Egito e Mesopotâmia) e daí se difundiu para a Ásia (Índia e China), Europa e, à partir desta para a América.c) como tantas outras invenções teve origem na China, donde se difundiu até atingir a Europa e, por último, a América.d) ocorreu, em tempos diferentes, no Oriente Próximo (Egito e Mesopotâmia), na Ásia (Índia e China) e na América (México e Peru).e) de todas as invenções fundamentais, como a criação de animais, a metalurgia e o comércio, foi a que menos contribuiu para o ulterior progresso material do homem.02- (UFPE) Na Pré-História encontramos fases do desenvolvimento humano. Qual a alternativaque apresenta características das atividades do homem na fase neolítica?a) Os homens praticavam uma economia coletora de alimentos.b) Os homens fabricavam seus instrumentos para obtenção de alimentos e abrigo.c) Os homens aprenderam a controlar o fogo.d) Os homens conheciam uma economia comercial e já praticavam os juros.e) Os homens cultivavam plantas e domesticavam animais, tornando-se produtores de alimentos.03- (UFPE) Todas as alternativas correspondem a atividades desenvolvidas durante o neolítico.Assinale aquela que sofreu solução de continuidade quanto ao seu desenvolvimento.a) A procura dos homens do neolítico pelas margens dos rios para se fixarem devido à secura do clima e à escassez de água.b) A sedentarização do homem, o desenvolvimento do cultivo do solo, de técnicas de caça e a domesticação de animais.c) A cultura dolmênica desenvolvida em parte da Europa.
  9. 9. 9 HISTÓRIAd) O surgimento dos primeiros aglomerados urbanos devido à necessidade dos indivíduos se defenderem de saques e agressões.e) O aparecimento dos primeiros trabalhos em metal, em barro e em lã.04- (UFRN) A prática da agricultura e a criação de rebanhos implicaram alterações nassociedades neolíticas.Nesse contexto, em diversas comunidades do Oriente Próximo, identifica-se, entre outrastransformações, o(a)a) desenvolvimento de Impérios caracterizados pelo afastamento das tradições mítico-religiosas em favor de um pensamento racional e naturalista.b) ampliação das atividades lucrativas, como, por exemplo, o comércio realizado pelos estrangeiros e seus escravos nos domínios das diversas cidades.c) surgimento de uma prática política descentralizadora, que permitiu o livre desenvolvimento econômico das diferentes regiões ocupadas.d) diferenciação social baseada na riqueza e no poder, com o surgimento do Estado, instrumento de controle e apropriação dos recursos naturais. CAPÍTULO 05 EGITO01- (UFSCAR) Entre as transformações havidas na passagem da pré-história para o períodopropriamente histórico, destaca-se a formação de cidades em regiões dea) solo fértil, atingido periodicamente pelas cheias dos rios, permitindo grande produção de alimentos e crescimento populacional.b) difícil acesso, cuja disposição do relevo levantava barreiras naturais às invasões de povos que viviam do saque de riquezas.c) entroncamento de rotas comerciais oriundas de países e continentes distintos, local de confluência de produtos exóticos.d) riquezas minerais e de abundância de madeira, condições necessárias para a edificação dos primeiros núcleos urbanos.e) terra firme, distanciada de rios e de cursos dágua, com grau de salubridade compatível com a concentração populacional.02- (UFC) Observe a ilustração, apresentada a seguir.Considerando a representação da escrita egípcia, é correto afirmar que:a) a utilização de recursos decorativos favoreceu a escrita em virtude de facilitar a compreensão popular.
  10. 10. 10 HISTÓRIAb) os sinais apresentados constituíam um aperfeiçoamento da arte profana como forma de expressão.c) a diversidade de sinais utilizados tornava complexa a representação do que se queria exprimir.d) a diversidade de sinais utilizados na escrita resultou de uma imposição religiosa.e) os desenhos elaborados representavam uma simplificação da escrita hierática.03- (UFRS) Leia os itens abaixo, que contém possíveis condições para o surgimento do Estadonas sociedades da Antigüidade.I- Gradativa diferenciação da sociedade em classes sociais, impulsionada por uma divisão socialdo trabalho mais intensa, capaz de produzir excedentes de alimentos.II- Passagem da economia comunal para uma economia escravista, estimulada por guerras entrepovos vizinhos, propiciando aumento da produção de excedentes e de trocas, com uma divisão dotrabalho entre agricultura, pecuária e artesanato.III- Constituição da propriedade da terra e do regime de servidão coletiva nas sociedades orientaispara que as grandes construções públicas fossem realizadas sob orientação dos gruposdirigentes.Quais dentre eles apresentam efetivas condições para tal surgimento?a) Apenas I.b) Apenas I e II.c) Apenas I e III.d) Apenas II e III.e) I, II e III.04- (UFRN) A escravidão humana, surgida na Antigüidade e caracterizada pela sujeição dohomem pelo homem, foi retomada no Mundo Moderno, com aspectos econômicos e sociaissemelhantes.Explicite duas semelhanças de ordem socioeconômica entre a escravidão antiga e a moderna.05- (UFRN) A religião estava presente em todos os aspectos da vida no Antigo Egito. A medicina,inclusive, era impregnada de elementos mágicos e religiosos.A relação entre religião e medicina no Antigo Egito era evidente na medida em quea) as práticas médicas estavam voltadas apenas para o tratamento dos faraós, cuja imagem era associada aos deuses.b) as técnicas desenvolvidas na medicina foram estimuladas pela necessidade de preservar o corpo para a vida após a morte.c) os médicos, recrutados entre as mais altas camadas sociais, acumulavam também a função de promover o culto religioso.
  11. 11. 11 HISTÓRIAd) os médicos queriam prolongar a existência terrena, estimulados pelas crenças religiosas que negavam a imortalidade da alma.06- (UFPE) Em relação à religião no antigo Egito, pode-se afirmar que:a) a religião dominava todos os aspectos da vida pública e privada do antigo Egito. Cerimônias eram realizadas pelos sacerdotes a cada ano, para garantir a chegada da inundação e, dessa forma, boas colheitas, que eram agradecidas pelo rei em solenidades às divindades.b) a religião no antigo Egito, como nos demais povos da Antigüidade, não tinha grande influência, já que estes povos, para sobreviverem, tiveram que desenvolver uma enorme disciplina no trabalho e viviam em constantes guerras.c) a religião tinha apenas influência na vida da família dos reis, que a usava como forma de manter o povo submetido a sua autoridade.d) o período conhecido como antigo Egito constitui o único em que a religião foi quase inteiramente esquecida, e o rei como também o povo dedicaram-se muito mais a seguir a tradição dos seus antepassados, considerados os únicos povos ateus da Antigüidade.e) a religião do povo no antigo Egito era bastante distinta da do rei, em razão do caráter supersticioso que as camadas mais pobres das sociedades antigas tinham, sobretudo por não terem acesso à escola e a outros saberes só permitidos à família real.07- (FUVEST) No antigo Egito e na Mesopotâmia, assim como nos demais lugares onde foiinventada, a escrita esteve vinculada ao poder estatal. Este, por sua vez, dependeu de um certotipo de economia para surgir e se desenvolver.Considerando as afirmações acima, explique as relações entre:a) escrita e Estado:b) Estado e economia.08- (UFG) As culturas antigas encontraram no mito uma forma de compreensão do mundo. O mitopossui um caráter paradoxal: fornece uma primeira explicação para a realidade e para a existência(unifica, dinamiza, dá sentindo), porém torna-se com facilidade fonte de desvios e acomodaçõesque possibilitam a manipulação.Compare os sistemas mitológicos egípcios e grego, relacionando-os ás características políticasde cada uma dessas sociedades.
  12. 12. 12 HISTÓRIA09- (UFPE) Em relação à arte do Egito Antigo, assinale a alternativa correta.a) Visava à valorização individual do artista.b) Manifestava as idéias estéticas com representações da natureza, evitando a representação da figura humana.c) Estava destinada à glorificação do faraó e à representação da vida de além-túmulo.d) Aproveitava os hieróglifos como ornamentação.e) Era um arte abstrata de difícil interpretação.10- (UFES) Na Antigüidade Oriental, o modo de produção asiático caracterizou-sefundamentalmente pelo(a)a) fracionamento da propriedade fundiária em partes entregues a nobres da Casa Real.b) concentração do controle da produção num partido político.c) apropriação formal da terra pelo Estado e efetiva pela comunidade camponesa, cujos membros deveriam pagar impostos e prestar serviços ao Estado.d) emprego da força de trabalho escravo, com um comércio operoso, controlado por uma burguesia ativa e numerosa.e) industrialização acentuada, calcada sobre uma farta e barata força de trabalho servil, amplamente dominada pela aristocracia fundiária.11- (FEI) Podem ser consideradas características das civilizações da Antigüidade Oriental:a) o monoteísmo e uma rígida divisão socialb) o politeísmo e uma sociedade organizada de maneira igualitáriac) o politeísmo e uma rígida divisão sociald) o monoteísmo e uma sociedade organizada de maneira igualitáriae) o politeísmo e uma sociedade de classes12- (UFPE) Analise a alternativa que indica semelhança entre o Modo de Produção Primitivo e oModo de Produção Asiático:a) O solo pertencia apenas à comunidade.b) A unidade das diversas comunidades se fazia através do poder do Estado.c) O trabalho agrícola era realizado para produzir excedentes.d) Existia o coletivismo na agricultura.e) O uso da moeda era limitado.13- (UEL) A arquitetura dos templos do antigo Egito forneceu para a posteridade a mais fértil eexpressiva documentação sobre a cultura egípcia. Entre suas principais características pode-seindicar aa) ausência de telhados, uma vez que a chuva era muito rara.
  13. 13. 13 HISTÓRIAb) utilização de tijolos de argila queimada na construção de paredes, escadarias e de colunas.c) grandeza nas dimensões e construções sólidas.d) adoção de diversos tipos de materiais, conforme as figuras retratadas.e) preocupação em atrelar arte e ciência em uma mesma construção.14- (PUCPR) Relacione o texto às proposições a seguir colocadas, assinalando a correta:"Ó senhor de todos! Rei de todas as casas. Nas decisões mais distantes fazes o Nilo celeste paraque desça como chuva e açoite as montanhas, como um mar para regar os campos e jardinsestranhos. Acima de tudo, porém, fazes o Nilo do Egito que emana do fundo da terra. E assim,com os teus raios, cuidas de nossas hortas. Nossas colheitas crescem, e crescem por ti (...). Tuestás em meu coração. Nenhum outro te conhece, a não ser teu filho Aknaton."a) Destaca a função geradora da vida do Deus Amon e do faraó, responsáveis por tudo que existia no Egito.b) Mostra que o Sol, Áton, era encarnado na terra do faraó Aknaton.c) Evidencia que o alimento e a vida do homem dependiam do grande Deus Tebano.d) O texto acima assinala o caráter ideológico na sociedade egípcia, destacando a figura do faraó ligada ao Deus principal e reforçando seu papel político.e) Mostra a profunda ligação mística entre o faraó e o Deus que dominou o Egito no Médio Império.15- (FUVEST) A partir do III milênio a. C. desenvolveram-se, nos vales dos grandes rios doOriente Próximo, como o Nilo, o Tigre e o Eufrates, estados teocráticos, fortemente organizados ecentralizados e com extensa burocracia. Uma explicação para seu surgimento éa) a revolta dos camponeses e a insurreição dos artesãos nas cidades, que só puderam ser contidas pela imposição dos governos autoritários.b) a necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação.c) a influência das grandes civilizações do Extremo Oriente, que chegou ao Oriente Próximo através das caravanas de seda.d) a expansão das religiões monoteístas, que fundamentavam o caráter divino da realeza e o poder absoluto do monarca.e) a introdução de instrumentos de ferro e a conseqüente revolução tecnológica, que transformou a agricultura dos vales e levou à centralização do poder. CAPÍTULO 06 MESOPOTÂMIA01- (UNESP) Os clamores da revolta e da destruição de Nínive, registrados na Bíblia, devem-se:a) ao pacifismo do povo assírio.b) às soluções arquitetônicas dos sumérios.c) ao modo de produção asiático dos caldeus.d) aos atos despóticos e militaristas dos assírios.e) à religião politeísta dos mesopotâmicos.02- (UFC) A construção de obras hidráulicas no Mundo Mesopotâmico foi uma necessidade, queteve como objetivo tornar produtivo os solos áridos para a prática da agricultura. As mesmascondições nas diversas sociedades do Antigo Oriente Próximo deram origem ao conceito deIMPÉRIOS TEOCRÁTICOS DE REGADIO. Explique o conceito acima citado.
  14. 14. 14 HISTÓRIA03- (UECE) O Crescente Fértil, expressão que identifica uma área da civilização antiga, refere-seàs seguintes civilizações:a) China, Índia e Japãob) Grécia, Roma e Egitoc) Irã, Palestina e Mesopotâmiad) Fenícia, Cartago e Roma04- (UECE) "- Se um arquiteto constrói uma casa para alguém, porém não a faz sólida, resultandodaí que a casa venha a ruir e matar o proprietário, este arquiteto é passível de morte.- Se, ao desmoronar, ela mata o filho do proprietário, matar-se-á o filho deste arquiteto."O preceito legal anterior pertence ao seguinte Código:a) Corpus Juris Civilisb) Código de Hamurabic) Código de Direito Canônicod) Código Napoleônico05-(UFRS) O soberano dividiu o seu império em províncias, chamadas satrapias, sendo a terraconsiderada como propriedade real e trabalhada pelas comunidades.Estas características identificam oa) império dos persas durante o reinado de Dario.b) império babilônico durante o governo de Hamurabi.c) antigo império egípcio durante a dinastia de Quéops.d) reino de Israel sob o comando de Davi.e) estado espartano durante a vigência das leis de Dracon.06 (UFRN) As sociedades que, na Antigüidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufratestinham em comum o fato de:a) terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de grandes civilizações hidráulicas.b) serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e controlavam a produção de cereais.c) haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.d) possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que viabilizaram a formação de grandes impérios milenares.07-(UFRS) O mapa a seguir apresenta a região da Mesopotâmia.
  15. 15. 15 HISTÓRIAA planície do Eufrates e do Tigre não constitui, como o vale do Nilo, um longo oásis no meio dodeserto. Ela tem fácil comunicação com outras terras densamente povoadas desde temposremotos. Por isso, a história da civilização mesopotâmica está marcada por uma sucessão deinvasões violentas e de migrações pacíficas que deram lugar a um contínuo entrecruzamento depovos e culturas.Entre esses povos, destacam-sea) egípcios, caldeus e babilônios.b) fenícios, assírios e hebreus.c) hititas, sumérios e fenícios.d) sumérios, babilônios e assírios.e) hebreus, egípcios e assírios.08- (UFC) Leia com atenção as afirmativas a seguir sobre as condições sociais, políticas eeconômicas da Mesopotâmia.I - As condições ecológicas explicam porque a agricultura de irrigação era praticada através deuma organização individualista.II - Na economia da baixa Mesopotâmia, a fome e crises de subsistência eram freqüentes,causadas pela irregularidade das cheias e também pelas guerras.III - Na Suméria, os templos e ziggurats foram construídos graças à riqueza que os sacerdotesadministravam à custa do trabalho de grande parte da população.IV - A presença dos rios Tigre e Eufrates possibilitou o desenvolvimento da agricultura e dapecuária e também a formação do primeiro reino unificado da História.Sobre as afirmativas anteriores, é correto afirmar:a) I e II são verdadeiras.b) III e IV são verdadeiras.c) I e IV são verdadeiras.d) I e III são verdadeiras.e) II e III são verdadeiras. CAPÍTULO 07
  16. 16. 16 HISTÓRIA AS CIVILIZAÇÕES HEBRAICA E01- (UFC) Os hebreus desenvolveram sua civilização no primeiro milênio antes de Cristo. Arespeito dela podemos afirmar, corretamente que:a) a importância da história da civilização hebraica se expressa, especialmente, através da formação de um Estado centralizado.b) a civilização hebraica apresenta traços específicos que decorrem do seu distanciamento frente às demais culturas do Oriente Próximo.c) a importância do estudo dos hebreus se justifica pelo monoteísmo ético que surge e se desenvolve entre eles, constituindo-se um ponto de partida para o cristianismo e o islamismo.d) os antigos hebreus têm como livro sagrado o Novo Testamento, que compreende vários outros livros, dentre os quais está o Gênesis, que trata da Criação.e) a antecedência da civilização hebraica à sumeriana explica a presença de mitos semelhantes nas duas culturas.02- (UFPI) A respeito da sociedade fenícia podemos afirmar corretamente que:a) a Fenícia desconhecia centralização do poder, pois era formada por cidades-estados que tinham ampla autonomia política, econômica, religiosa e administrativa.b) a independência política das cidades-estados fenícias foi possível, durante séculos, pelas alianças estabelecidas com os romanos que, por sua vez, faziam frente à expansão persa.c) os extensos vales situados entre as montanhas e o mediterrâneo possibilitaram o grande desenvolvimento da agricultura e do pastoreio e, conseqüentemente, do comércio.d) de todas as criações fenícias, a mais importante foi a caravela, posteriormente aperfeiçoada pelos gregos.e) a grande e original contribuição dos fenícios para a história da civilização foi a introdução das vogais no alfabeto criado pelos gregos e romanos, o que veio tornar a comunicação mais fácil e rápida.03- (FGV) Das alternativas abaixo, a que melhor caracteriza a sociedade fenícia é:a) a existência de um Estado centralizado e o monoteísmo;b) o monoteísmo e a agricultura;c) o comércio e o politeísmo;d) as Cidades-estados e o monoteísmoe) a agricultura e a forma de Estado centralizado.04- (UFRS) Em relação aos povos da Antigüidade, é correto afirmar quea) os assírios foram submetidos por Nabucodonosor, originando o episódio conhecido como o Cativeiro da Babilônia.b) os fenícios foram os criadores do alfabeto, posteriormente aperfeiçoado pelos gregos e latinos.c) os hebreus criaram um quadro religioso caracterizado pelo politeísmo e a mumificação.d) os egípcios estabeleceram, em 300 a.C., o importante Código de Hamurabi, um dos primeiros códigos jurídicos escritos.e) os persas, após derrotarem as tropas de Alexandre, conseguiram anexar o território grego ao seu império.
  17. 17. 17 HISTÓRIA05- (PUCSP) O cristianismo, na sua origem, está repleto de heranças (em geral modificadas) dareligião judaica; mas há, também, elementos que não são partilhados por essas duas concepçõesreligiosas. Dentre eles, podemos destacara) a referência ao Antigo Testamento como escritura sagrada.b) o conceito de culpa como elemento estruturante da moral religiosa.c) a fé em um deus único.d) o alcance universal do ideal de salvação.e) a adoção de uma moral sexual que valoriza a monogamia.06- (UEL) " ... essencialmente mercadores, exportavam pescado, vinhos, ouro e prata, armas,praticavam a pirataria, e desenvolviam um intenso comércio de escravos no Mediterrâneo..."O texto refere-se a características que identificam, na Antiguidade Oriental, osa) fenícios.b) hebreus.c) caldeus.d) egípcios.e) persas.07- (FUVEST) Qual foi a principal atividade econômica desenvolvida pelos fenícios e cretenses naAntigüidade? Indique duas justificativas. CAPÍTULO 08 O LEGADO DA GRÉCIA PARA A CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL01- (FUVEST) "A história da Antigüidade Clássica é a história das cidades, porém, de cidadesbaseadas na propriedade da terra e na agricultura." (K. Marx. "Formações econômicas pré-capitalistas.")Em decorrência da frase de Marx, é correto afirmar quea) os comerciantes eram o setor urbano com maior poder na Antigüidade, mas dependiam da produção agrícola.b) o comércio e as manufaturas eram atividades desconhecidas nas cidades em torno do Mediterrâneo.c) as populações das cidades greco-romanas dependiam da agricultura para a acumulação de riqueza monetária.d) a sociedade urbana greco-romana se caracterizava pela ausência de diferenças sociais.e) os privilégios dos cidadãos das cidades gregas e romanas se originavam da condição de proprietários rurais.02- (UNICAMP) A relutância dos aliados da Liga de Delos em pagar tributos aumentou quandoAtenas decidiu dedicar o enorme excedente acumulado por quase trinta anos para reconstruir os
  18. 18. 18 HISTÓRIAtemplos e monumentos da Acrópole ateniense, destruídos pelos persas em 480 e 479 a. C..(Adaptado de Peter Jones (org.), "O Mundo de Atenas: uma introdução à cultura clássicaateniense". São Paulo, Martins Fontes, 1997, p. 241.)a) O que foi a Liga de Delos e quais seus objetivos iniciais?b) Quais os mecanismos que asseguravam a hegemonia ateniense sobre seus aliados nesteperíodo?c) Qual a importância da Acrópole na Atenas clássica?03- (UFC) O Império Romano do Ocidente caiu em finais do século V. A sociedade romana foidestruída por motivos internos e externos ao próprio Império. As complexas causas de sua criseforam precipitadas pelo movimento dos escravos, dos colonos e das conquistas dos bárbaros.Podemos afirmar que os bárbaros eram:a) povos comerciantes do Mediterrâneo.b) tribos seminômades pastoris e guerreiras que viviam agrupadas em clãs.c) grupos internos ao Império, descontentes com a crise iniciada no século III.d) um conjunto de povos portadores de novas tecnologias agrárias.e) tribos descendentes dos antigos etruscos que habitavam o Lácio.04- (FUVEST) "Cada um deve observar as religiões e os costumes, as leis e as convenções, osdias festivos e as comemorações que observavam nos dias de Dario. Cada um deve permanecerpersa em seu modo de vida, e viver em sua cidade (...). Porque eu desejo tornar a terra bastantepróspera e usar as estradas persas como pacíficos e tranqüilos canais de comércio.""Edito de Alexandre para os cidadãos das cidades persas" conquistadas.331 a. C.A partir do texto, responda:a) Quem foi Alexandre e quais os objetivos de suas conquistas?
  19. 19. 19 HISTÓRIAb) Indique algumas características do "helenismo".05- (UNESP) A palavra democracia originou-se na Grécia antiga e ganhou conteúdo diferente apartir do século XIX. Ao contrário do seu significado contemporâneo, a democracia na polis gregaa) funcionava num quadro de restrições específicas de direitos políticos, convivendo com a escravidão, excluindo do direito de participação os estrangeiros e as mulheres.b) abrangia o conjunto da população da cidade, reconhecendo o direito de participação de camponeses e artesãos em assembléias plebéias livremente eleitas.c) pregava a igualdade de todas as camadas sociais perante a lei, garantindo a todos o direito de tomar a palavra na Assembléia dos cidadãos reunida na praça da cidade.d) evitava a participação dos militares e guerreiros, considerando-os incapazes para o exercício da livre discussão e para a tomada de decisões consensuais.e) era exercida pelos cidadãos de maneira indireta, considerando que estes escolhiam seus representantes políticos por intermédio de eleições periódicas e regulares.06- (PUCPR) Quando o maior império da época resolveu destruir as isoladas cidades queformavam a Grécia, ou torná-las tributárias do Grande Rei, esqueceu-se de que na Áticaencontraria a resistência de homens que eram donos das terras que lavravam e que governavamo Estado que os governava. Foi uma felicidade para a Grécia e para a Europa que, 12 anos antesda batalha de Maratona, Clístenes tivesse podido completar sua obra e a de Sólon. (Durant, Will. "Nossa Herança Clássica". Rio de Janeiro, Record, 1966, p. 101).Sobre o texto acima, analise os itens a seguir:I - O maior império da época, referido no texto, era o Império Romano.II - A batalha de Maratona foi um dos confrontos nas Guerras Médicas.III - Os gregos foram os grandes vencedores na guerra mencionada no texto.IV - A grande obra de Clístenes e Sólon foi a militarização de sua cidade-estado, onde tambémtodas as pessoas passaram a ter os mesmos direitos políticos.V - Na Ática encontrava-se Atenas, que teve seu maior esplendor na época da liderança políticade Péricles.Estão corretos:a) II, III e Vb) I, II e Vc) I, II e IVd) II, III e IVe) II, IV e V
  20. 20. 20 HISTÓRIA07- (UFRS) Numa passagem da Odisséia, Ulisses visita o Hades, encontra a sombra de Aquiles epergunta-lhe como está. A resposta é amarga: mais do que ser rei de todos os mortos, dizAquiles, "preferia estar acorrentado trabalhando como um thetas para outrem, ao lado de umhomem sem terra" (Odisséia, 11:489-491). Neste sentido, a condição social dos thetas, acimamencionada, equivale à dosa) escravos rurais do período homérico.b) escravos domésticos em Esparta durante o período arcaico.c) homens livres pobres, desvinculados do óikos, durante o período homérico.d) escravos estatais encontrados em Esparta durante o período clássico.e) homens livres pobres encontrados em Tebas durante o período clássico.08- (UFRS) Na formação da cidade grega, a pólis esteve vinculada ao processo de desintegraçãodos clãs patriarcais, os genos. A constituição da pólis grega, com isto, supôs a desagregaçãodesta estrutura tradicional e a formação de uma nova composição social representada pelaexistência de duas classes sociais antagônicas:a) a dos proprietários de terras e de escravos e a dos escravos.b) a dos comerciantes e a dos escravos.c) a dos comerciantes e a dos artesãos.d) a dos navegadores e a dos comerciantes.e) a dos proprietários de terras e de escravos e a dos eclesiásticos.09- (UFC) Leia o trecho a seguir."Numerosas são as maravilhas da natureza, mas de todas a maior é o homem! Singrando osmares espumosos, impelido pelos ventos do sul, ele avança, e arrasta as vagas imensas quesurgem ao redor! Géia, a suprema divindade, que todas as mais supera, na sua eternidade, ele [ohomem] a corta com suas chamas." (Sófocles, "Antígona." São Paulo. Edições de Ouro, S.d. p. 164)Com base no texto, a respeito da cultura grega, é correto afirmar que:a) a força de expressão da cultura erudita extinguiu a influência e a herança da mitologia.b) o valor da ação humana dependia de sua adaptação às imposições estabelecidas pela religião.c) a liberdade de expressão, na Grécia, destacava o homem como a medida de todas as coisas.d) a unidade política grega e a centralidade do poder decorriam da valorização do homem.e) a democracia grega estimulou as reações contra o politeísmo.10- (UFV) A Grécia Antiga, no século V a.C., foi marcada por grandes disputas entre dois blocosrivais de cidades-Estado: a Liga de Delos, liderada por Atenas (a pólis democrática) e a Liga doPeloponeso, liderada por Esparta (a pólis oligárquica e militarizada). Os confrontos entre essasligas resultaram na Guerra do Peloponeso.Por que se pode dizer que a Guerra do Peloponeso levou ao esgotamento das cidades-Estado?
  21. 21. 21 HISTÓRIA11- (MACKENZIE) Sobre as Guerras Médicas, confronto entre as cidades-estados gregas e aPérsia, é correto afirmar que:a) Atenas foi obrigada, no decorrer da 5 ヘ guerra, a se unir à liga Lacedemônia, submetendo-se ao comando de uma oligarquia que se caracterizou pelo chamado governo dos trinta tiranos.b) os gregos organizaram uma união militar da polis gregas comandadas por Atenas, a Confederação de Delos, em que várias cidades-estados deveriam fornecer recursos a serem depositados no templo de Apolo da Ilha de Delos.c) no episódio chamado "A retirada dos dez mil", Ciro, o jovem, foi derrotado na luta sucessória contra Artaxerxes e os gregos, contratados como mercenários na Babilônia, a seu serviço, foram obrigados pelos persas a se retirar.d) sob a liderança da cidade-estado de Esparta, as polis gregas organizaram a Confederação do Peloponeso, objetivando manter com a Pérsia relações políticas e comerciais.e) a permanente situação de desagregação e de lutas entre as cidades gregas permitiu novas investidas da Pérsia e a derrota da expansão e supremacia do reino da Macedônia no mundo grego.12- (UFC) Analise a Democracia grega levando em consideração o papel social dos seguintessujeitos históricos: o cidadão, a mulher e o escravo.13- (PUCRS) As chamadas Guerras Médicas, contra os persas, no século V. a.C., condicionaramuma série de transformações políticas, econômicas e sociais no mundo grego. Dentre essastransformações é correto apontara) a consolidação da hegemonia de Esparta sobre toda a Grécia, em virtude da forte concentração militar produzida por aquela cidade na região do Peloponeso.b) a relativa decadência comercial de Atenas, que teve sua frota mercante severamente reduzida pelos ataques persas no mar Egeu.
  22. 22. 22 HISTÓRIAc) a formação da Confederação de Delos, uma liga militar de forças terrestres comandada por Esparta.d) a intensificação da luta interna entre os partidos democrático e aristocrático em Atenas.e) a substituição do domínio econômico do setor agrícola pelo comercial, em Esparta.14- (PUCPR) Em relação ao pensamento científico e filosófico grego, é correto afirmar:a) Os sofistas percorriam as cidades ensinando. Foi com eles que a educação se tornou atividade profissional.b) A Escola Pitagórica acreditava que o número era a essência do universo e a medida de todas as coisas.c) Na Grécia não havia uma clara distinção entre Filosofia e Ciência.d) Heráclito lançou as bases da concepção dialética do mundo ao afirmar que tudo está em movimento e transformação.e) Todas as alternativas estão corretas.15- (PUCCAMP) Analise o texto."Nossa constituição política não segue as leis de outras cidades, antes lhes serve de exemplo.Nosso governo se chama democracia, porque a administração serve aos interesses da maioria enão de uma minoria. De acordo com nossas leis somos todos iguais no que se refere aosnegócios privados. Quanto à participação na vida pública, porém, cada qual obtém aconsideração de acordo com seus méritos e mais importante é o valor pessoal que a classe à quese pertence; isto quer dizer que ninguém sente o obstáculo de sua pobreza ou da condição socialinferior quando seu valor o capacite a prestar serviços à cidade." (Trechos de um discurso de Péricles. In: Rubim Santos Leão de Aquino e outros, "História das sociedades: das comunidades primitivas às sociedades medievais", Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1980. p. 201.)Com base nos conhecimentos históricos, pode-se afirmar que a democracia ateniense, na GréciaAntiga, à qual Péricles faz referência,a) refletiu a realidade social de toda a população da Grécia que adquiriu direitos de igualdade e liberdade.b) garantiu às classes sociais o direito de propriedade da terra e aos trabalhadores os direitos trabalhistas.c) serviu de exemplo às cidades-estado da Grécia Antiga, uma vez que essas estabeleceram o voto direto para a escolha dos seus governantes.d) estava em consonância com os ideais dos legisladores da República Romana, que criaram o sistema democrático para resolver os conflitos entre patrícios e plebeus.e) atendeu aos interesses das classes dominantes em Atenas, ao garantir aos proprietários de terra e de escravos o direito de participar diretamente da vida política.16- (PUCCAMP) "É precisamente para assegurar o reino da igualdade, para permitir que os maishumildes cidadãos assumam uma parte legítima na vida política, que o Estado concede umaremuneração àqueles que se colocam ao seu serviço de participação das Assembléias."O texto referente à Atenas, no século V, expressaa) o interesse do Estado em criar uma sociedade igualitária, remunerando melhor os funcionários públicos.b) a necessidade de estimular os desinteressados habitantes da pólis a participarem das Assembléias políticas.
  23. 23. 23 HISTÓRIAc) a fragilidade da democracia ateniense, uma vez que aos cidadãos não correspondiam direitos políticos, apenas obrigações.d) a preocupação do regime democrático em garantir o direito de igualdade política aos cidadãos atenienses mais pobres.e) a determinação dos tribunais atenienses em banir a escravidão no vasto território grego sob o seu domínio. CAPÍTULO 09 O ESPLENDOR DE ROMA01- (FUVEST) Sobre as invasões dos "bárbaros" na Europa Ocidental, ocorridas entre os séculosIII e IX, é correto afirmar que:a) foi uma ocupação militar violenta que, causando destruição e barbárie, acarretou a ruína das instituições romanas.b) se, por um lado, causaram destruição e morte, por outro contribuíram, decisivamente, para o nascimento de uma nova civilização, a da Europa Cristã.c) apesar dos estragos causados, a Europa conseguiu, afinal, conter os bárbaros, derrotando-os militarmente e, sem solução de continuidade, absorveu e integrou os seus remanescentes.d) se não fossem elas, o Império Romano não teria desaparecido, pois, superada a crise do século III, passou a dispor de uma estrutura sócio-econômica dinâmica e de uma constituição política centralizada.e) os Godos foram os povos menos importantes, pois quase não deixaram marcas de sua presença.02- (UFPE) Em uma casa romana aristocrática, habitada pelo pai da família, sua mulher, esposaem justas bodas, filhos, filhas, escravos e ex-escravos libertos, cada um tinha seu papel definido.Sobre os costumes das filhas de uma família aristocrática romana, é correto afirmar que:a) a jovem herdava o orgulho do pai, acrescido da fortuna que lhe cabia, a qual geralmente não era transmitida ao marido.b) em geral, as filhas de um nobre romano não tinham direitos iguais aos filhos homens que herdavam mais bens patrimoniais.c) cabia às filhas da nobreza romana apenas a clientela pertencente à sua estirpe.d) em caso de morte dos pais, as jovens aristocráticas solteiras não poderiam comandar uma casa romana; elas só mantinham suas posições de poder através de casamentos.e) ligações amorosas ou casamentos com viúvas da aristocracia romana eram proibidos pela legislação romana, fundamentada no pátrio poder.03- (FUVEST) "A história da Antigüidade Clássica é a história das cidades, porém, de cidadesbaseadas na propriedade da terra e na agricultura." (K. Marx. "Formações econômicas pré-capitalistas.")Em decorrência da frase de Marx, é correto afirmar quea) os comerciantes eram o setor urbano com maior poder na Antigüidade, mas dependiam da produção agrícola.b) o comércio e as manufaturas eram atividades desconhecidas nas cidades em torno do Mediterrâneo.c) as populações das cidades greco-romanas dependiam da agricultura para a acumulação de riqueza monetária.d) a sociedade urbana greco-romana se caracterizava pela ausência de diferenças sociais.e) os privilégios dos cidadãos das cidades gregas e romanas se originavam da condição de proprietários rurais.
  24. 24. 24 HISTÓRIA04- (UFV) A respeito das classes que compunham a sociedade romana na Antigüidade, é corretoafirmar que:a) os "plebeus" podiam casar-se com membros das famílias patrícias, forma pela qual conseguiam quitar suas pendências de terra e dinheiro, conseguindo assim certa ascensão social.b) os "plebeus" compunham a classe formada pelos camponeses, artesãos e alguns que conseguiam enriquecer-se por meio do comércio, atividade que lhes era permitida.c) os "clientes" eram estrangeiros acolhidos pelos patrícios e transformados em escravos, quando sua conduta moral não condizia com a de seus protetores.d) os "patrícios" foram igualados aos plebeus, durante a democracia romana, quando da revolta dos clientes, que lutaram contra a exclusão social da qual eram vítimas.e) os "escravos" por dívida eram o resultado da transformação de qualquer romano em propriedade de outrem, o que ocorria para todos que violassem a obrigação de pagar os impostos que sustentavam o Estado expansionista.05- (FGV) Após a conquista da Península ltálica, Roma ampliou seus domínios em torno doMediterrâneo, que passou a ser designado como "mare nostrum", um verdadeiro lago interno quepermitia a comunicação, as transações comerciais e o deslocamento de tropas para as diversasregiões romanas. A respeito dessa expansão, é correto afirmar:a) A conquista de novos territórios desacelerou o processo de concentração fundiária nas mãos da aristocracia patrícia, uma vez que o Estado romano estabeleceu um conjunto de medidas que visava, distribuir terras aos pequenos e médios proprietários e à plebe urbana empobrecida.b) Apesar da conquista do Mediterrâneo, os romanos não conseguiram estabelecer a integração das diversas formações sociais ao sistema escravista nem tampouco se dispuseram a criar mecanismos de cooptação social e política dos seus respectivos grupos dominantes.c) As conquistas propiciaram, pela primeira vez na Antigüidade, a combinação entre o trabalho escravo em larga escala e o latifúndio, associação que constituiu uma alavanca de acumulação econômica graças às campanhas militares romanas.d) As conquistas militares acabaram por solucionar o problema agrário em Roma, colocando em xeque as medidas defendidas por líderes como os irmãos Graco, que postulavam a expropriação das terras particulares dos patrícios e sua repartição entre as camadas sociais empobrecidas.e) A expansão militar levou os romanos a empreender um duro processo de latinização dos territórios situados a leste, o que se tornou um elemento de constante instabilidade político- social durante a República e também à época do Império.06- (PUCCAMP) As guerras de conquista e a expansão do território provocaram grandestransformações sociais e econômicas na Roma Antiga. Essas transformações despertaram lutassociais e políticas intensas principalmente entre os patrícios e os plebeus. Durante a RepúblicaRomana, os irmãos Tibério e Caio Graco visaram a atenuar esses conflitos atravésa) do estabelecimento de mecanismos para a derrubada da República e a instauração do Império Romano.b) da revogação dos direitos sociais e políticos adquiridos pelos plebeus antes da proclamação da República.
  25. 25. 25 HISTÓRIAc) da aprovação de uma lei agrária que limitava a extensão dos latifúndios e autorizava a distribuição de terras para desempregados.d) da adoção do trabalho escravo dos prisioneiros de guerra e da criação do salário desemprego para os plebeus.e) do estabelecimento de um processo gradativo de libertação dos escravos e da diminuição dos impostos.07- (FGV) A perseguição e repressão aos cristãos, por imperadores romanos, estendeu-se até oséculo IV, quando ocorreu uma alteração decisiva nas relações entre o cristianismo e o poderimperial romano. A esse respeito é correto afirmar:a) O cristianismo passou de religião perseguida a religião oficial do império romano, e o poder imperial aproveitou o prestígio crescente da religião surgida na Palestina para ampliar sua sustentação política.b) A oficialização do cristianismo representou um alívio para as finanças do Estado romano, que se desobrigou de financiar os templos e os sacerdotes dos inúmeros cultos pagãos do império.c) A oficialização do cristianismo promoveu a abolição da escravatura em todo o império, razão pela qual tornou-se a religião mais popular da Antigüidade.d) A tolerância ao culto cristão só foi concedida devido ao reconhecimento, por parte das autoridades da Igreja, da sacralidade da função do imperador, considerado divino entre os homens.e) Apesar das iniciativas de Constantino e Teodósio, a Igreja cristã só foi oficializada na parte Oriental do Império que, com isso, reuniu forças suficientes para resistir às invasões do século V.08- (MACKENZIE) Durante o período de conquistas, a sociedade romana transformou-seprofundamente. Dentre essas transformações, não podemos afirmar que:a) os pequenos lavradores foram levados praticamente à ruína, impossibilitados de concorrer com a produção de latifúndios trabalhados por escravos.b) em 326 a.C., foi estipulada a submissão servil por dívidas, tornando a mão-de-obra servil conjuntamente com a escrava de importância vital para a produtividade rural da elite romana.c) do contato com a experiência jurídica de outros povos, entre os quais os gregos, os romanos fizeram uma incorporação dos elementos dos códigos de leis e das tradições dessas nações ao direito romano.d) os intelectuais, mercadores e escravos trazidos a Roma aceleraram o processo de helenização já iniciado quando do contato de Roma com as cidades gregas da Itália meridional.e) a ampla utilização da mão-de-obra escrava trouxe ao estado romano inúmeras rebeliões de cativos, entre as quais a comandada pelo trácio Spartacus, que chegou a ameaçar a própria cidade de Roma.09- (PUCRS) Considerando as seguintes afirmações sobre a crise socioeconômica e política daRepública Romana, a partir dos desdobramentos da expansão militar fora da Península ltálica.I. A expansão militar fortaleceu a fração rica dos plebeus, a qual liderou este grupo social contraos patrícios, destruindo o poder político do Senado.II. A mobilização militar permanente prejudicou os pequenos proprietários, que dificilmente sereadaptavam à vida agrícola, passando a migrar para as cidades ou tornando-se colonos.III. A disponibilidade de mão-de-obra escrava determinada pelas guerras de conquistacondicionou a concentração da propriedade rural e a especialização agrícola, com produçãovoltada para o mercado.
  26. 26. 26 HISTÓRIAIV. A administração das regiões conquistadas produziu uma forte unidade política entre aaristocracia de Roma e as diversas elites provinciais, a qual se consolidou principalmente atravésda Lei das Doze Tábuas.A análise das afirmativas permite concluir que é correta a alternativa.a) I e II.b) I, II e III.c) I, III e IV.d) II e III.e) II, III e IV.10- (MACKENZIE) Como aquela era uma sociedade urbana, naturalmente a crise se manifestavamais claramente nas cidades, com lutas sociais, a contração do comércio e do artesanato, aretração demográfica, a pressão do banditismo e dos bárbaros. Assim, entende-se que os maisricos se retirassem para suas grandes propriedades rurais (villae), onde estariam mais seguros ede onde poderiam obter praticamente todo o necessário. Hilário Franco JuniorO fragmento de texto acima, oferece-nos elementos que permitem relacioná-lo ao período daHistória de Roma Antiga denominado:a) Monarquia.b) República.c) Alto Império.d) Baixo Império.e) Crise da República.11- (MACKENZIE) A população de homens livres diminuía, oprimidos pela miséria, pelascontribuições e pelo serviço militar.(...)Os pobres afirmavam que estavam sendo reduzidos à extrema miséria; que esta penúria osimpedia de ter filhos, porque eram incapazes de criá-los.Os fragmentos de texto acima, extraídos da obra "História Romana", escrita por esse historiador,relacionam-se com:a) o final da monarquia romana e as revoltas patrícias.b) as condições de vida na Ática.c) as lutas sociais durante a República romana.d) a implantação do sistema de colonato romano.e) as rivalidades políticas entre eupátridas e plebeus.12- (MACKENZIE) A crise do Império Romano foi marcada por um processo que:a) alterou as relações sociais e políticas, determinando novos vínculos, assentados, principalmente, na posse de terras.b) foi responsável pela consolidação e expansão das instituições políticas e sociais romanas por toda a Europa.c) criou novas atividades econômicas e intensificou as relações comerciais entre o Império Romano do Ocidente e o Império Romano do Oriente.
  27. 27. 27 HISTÓRIAd) favoreceu o crescimento das cidades, devido ao êxodo rural provocado pelos constantes ataques dos invasores bárbaros.e) transformou as terras de cultivo em pastagens cercadas, tornando-as propriedades privadas, o que ocasionou a marginalização dos agricultores.13- (PUCPR) A Civilização Romana politicamente apresentou as fases da Realeza, República eImpério ou Principado.Sobre o tema, assinale a alternativa correta:a) Durante a fase da Realeza ocorreu notável expansão territorial, tendo ocorrido a conquista de toda a Península ltálica.b) Roma revelou-se potência marítima durante o Império, quando conquistou o mar Mediterrâneo, após derrotar Cartago, nas Guerras Púnicas.c) Fundada no Lácio, Roma contou com a contribuição de duas civilizações presentes no solo italiano, a etrusca e a grega, respectivamente situadas ao norte e ao sul.d) O auge da expansão territorial do Império Romano ocorreu sob o governo de Augusto ou Caio Otávio, quando as legiões conquistaram a Dácia, atual Romênia.e) Durante a fase da República, já enfraquecida, Roma lutou longamente contra os bárbaros germânicos e o hunos, povos bárbaros que forçavam suas fronteiras.14- (UNICAMP) Neste depoimento, o Imperador Augusto (30a.C.-14d.C.) descreve a "PazRomana", realização que assinala o apogeu da expansão do Império no Mediterrâneo:Estendi os limites de todas as províncias do povo romano fronteiriças de nações que escapavamà obediência ao Império. Restabeleci a ordem nas províncias das Gálias, das Espanhas, naGermânia. Juntei o Egito ao Império, recuperei a Sicília, a Sardenha e as províncias além doAdriático. (Adaptado de Gustavo Freitas, "900 textos e documentos de História", Lisboa, Plátano, s.d., v. 1, p.96-7.)a) Qual foi o meio utilizado por Augusto para estabelecer a "Paz Romana"?b) Explique a importância do Mar Mediterrâneo para o Império Romano.c) Quais as formas de governo que antecederam a ascensão dos imperadores em Roma?
  28. 28. 28 HISTÓRIA15- (UNESP) Tito Lívio, em História de Roma, referindo-se às lutas entre patrícios e plebeus quese estenderam do século V ao IV a.C., escreveu:"... apesar da oposição da nobreza, houve eleições consulares em que Lúcio Séxtio foi nomeadoo primeiro cônsul plebeu. A luta, entretanto, não terminara. Os patrícios declararam que nãoratificariam essa eleição e esperava-se uma nova secessão da plebe e outras terríveis ameaçasde guerra civil quando, finalmente, um acordo apaziguou a discórdia. A nobreza concedia à plebeseu cônsul plebeu, e a plebe concedeu à nobreza o direito de eleger um pretor único, patrício, queseria encarregado de exercer a justiça em Roma."a) Em 450 a.C., sob a pressão de uma revolta plebéia, os patrícios foram obrigados a escrever asleis que até aquela data eram orais. Que nome receberam estas leis escritas?b) Como se explica o poder de pressão dos plebeus sobre os patrícios, a ponto de estes últimosserem obrigados a aceitar algumas de suas reivindicações?16- (UNICAMP) Acerca do fascínio exercido pelos espetáculos de sangue na arena, muitosromanos afirmavam que eles inspiravam um nobre desprezo pela morte. Mas é possívelinterpretar esses espetáculos como um ritual que reafirmava o poder e a autoridade do Estadoromano. Os gladiadores, por exemplo, eram indivíduos sem direitos, marginalizados oucondenados por subversão da ordem pública. Ao executá-los em público, o povo romano reunidocelebrava a sua superioridade e o seu direito de dominar. (Adaptado de J A. Shelton, "As the Romans Did", Oxford, 1998, p.350.)a) De que maneira esse texto interpreta a popularidade dos espetáculos de sangue na Romaantiga?
  29. 29. 29 HISTÓRIAb) Por que, segundo o texto, o sacrifício de um gladiador perante o público reforçava as relaçõesde dominação na sociedade romana?c) Explique por que os cristãos foram perseguidos em nome da ordem pública romana.17- (ENEM) "Somos servos da lei para podermos ser livres." Cícero"O que apraz ao príncipe tem força de lei." UlpianoAs frases acima são de dois cidadãos da Roma Clássica que viveram praticamente no mesmoséculo, quando ocorreu a transição da República (Cícero) para o Império (Ulpiano).Tendo como base as sentenças acima, considere as afirmações:I. A diferença nos significados da lei é apenas aparente, uma vez que os romanos não levavamem consideração as normas jurídicas.II. Tanto na República como no Império, a lei era o resultado de discussões entre osrepresentantes escolhidos pelo povo romano.III. A lei republicana definia que os direitos de um cidadão acabavam quando começavam osdireitos de outro cidadão.IV. Existia, na época imperial, um poder acima da legislação romana.Estão corretas, apenas:a) I e III.b) I e III.c) Il e III.d) II e IV.
  30. 30. 30 HISTÓRIAe) III e IV. UNIDADE II - A CONSTRUÇÃO DOS SENTIDOS CAPÍTULO 10 ALTA IDADE MÉDIA01- (UFPE) Sobre práticas de cura na Idade Média, assinale a alternativa correta.a) Médicos e feiticeiras realizavam práticas medicinais. Aqueles com base nos tratados gregos e essas fundamentadas em práticas empíricas das ervas.b) Feiticeiras medievais foram, para a medicina medieval, verdadeiras cirurgiãs, que atendiam doentes de todas as camadas sociais.c) Os tratados de medicina aplicados pelos gregos, judeus e árabes foram proibidos pela Inquisição.d) O saber sobre a cura, praticado por feiticeiras e carrascos, foi amplamente usado na França e na Inglaterra, onde eram respeitados como verdadeiros médicos.e) Com base na higiene doméstica e no saneamento construído nas vilas e cidades medievais, muitas doenças foram combatidas durante a Idade Média.02- (FUVEST) Perto do ano 1000, manifestações de medo foram verificadas em todo o Ocidente,como se o fim do milênio trouxesse consigo o fim dos tempos. Tal situação deve ser entendidacomoa) manifestação da crescente religiosidade que caracterizava a sociedade feudal.b) indício do crescente analfabetismo das camadas populares e diminuição da religiosidade clerical.c) decorrência da tomada do Império Bizantino pelos muçulmanos do norte da África.d) traço típico de uma sociedade em transição que se tornava mais clerical e menos guerreira.e) característica do momento de centralização política e de formação das monarquias nacionais.03- (UFC) "O enorme Império de Carlos Magno foi plasmado pela conquista. Não há dúvida deque a função básica de seus predecessores, e mais ainda a do próprio Carlos, foi a decomandante de exército, vitorioso na conquista e na defesa (...) Como comandante de exércitoCarlos Magno controlava a terra que conquistava e defendia. Como príncipe vitorioso, premioucom terras os guerreiros que lhe seguiam a liderança..." (ELIAS, Norbert. "O Processo civilizatório" Rio de Janeiro, Zahar, 1993 vol. II, p.25)De acordo com seus conhecimentos e com o parágrafo acima, é correto dizer que a feudalizaçãodeveu-se:a) à necessidade de conceder terras a servidores, o que diminuía as possessões reais, e enfraquecia a autoridade central em tempos de paz.b) à venda de títulos nobiliários e à preservação das propriedades familiares.c) à propagação do ideal cavalheiresco de fidelidade do vassalo ao Senhor.d) a princípios organizacionais de sistemas ecológicos de agricultura de subsistência.e) à teoria cristã que afirmava: "para cada homem, seu rebanho, interpretada, durante a Idade Média, como a fragmentação do poder terreno.
  31. 31. 31 HISTÓRIA04- (PUCRS) Dentre os Reinos Bárbaros, surgidos após as invasões germânicas e o fim doImpério Romano, o Reino Franco foi o mais importante, porquea) os Reis Francos se converteram ao Cristianismo e defenderam o Ocidente contra o avanço dos muçulmanos.b) promoveu o desenvolvimento das atividades comerciais entre o Ocidente e o Oriente, através das Cruzadas.c) nesse período a Sociedade Feudal atingiu sua conformação clássica e o apogeu econômico e cultural.d) houve uma centralização do poder e viveu-se um período de paz externa e interna, o que permitiu controlar o poder dos nobres sobre os servos.e) os Reis Francos conseguiram realizar uma síntese entre a cultura romana e a oriental, que serviria de inspiração ao Renascimento Cultural do século XIV.05- (UNESP) Na Idade Média ocidental, a Igreja cristã justificava e explicava o ordenamentosocial. Ao lado dos clérigos, que detinham o conhecimento da leitura e da escrita, um dos grupossociais da época era constituído pora) assalariados, que trabalhavam nas terras dos que protegiam as fronteiras da Europa medieval das invasões dos povos bárbaros germânicos.b) usurários, que garantiam o financiamento das campanhas militares da nobreza em luta contra os infiéis muçulmanos.c) donos de manufaturas de tecidos de algodão, que abasteciam o amplo mercado consumidor das colônias americanas.d) servos, que deviam obrigações em trabalho aos senhores territoriais que cuidavam da defesa militar da sociedade.e) escravos, que garantiam a sobrevivência material da sociedade em troca da concessão da vida por parte dos seus vencedores.06- (PUCCAMP) Considere as afirmações sobre a importância da Igreja Cristã na vida dassociedades européias, entre os séculos XI e XVI.I. O sermão era a principal fonte de informação sobre os acontecimentos e problemas comuns.II. A Paróquia constituía uma importante unidade de governo local, coletando e distribuindo asesmolas que os pobres recebiam.III. As relações entre os papas e os reis sempre foram harmoniosas e fraternais, representando opróprio espírito franciscano.IV. A Igreja controlava os sentimentos e as crenças dos homens e proporcionava-lhes distrações eespetáculos.V. Os clérigos demonstravam tolerância com os povos de outras religiões, agnósticos e ateus.Estão corretas somentea) I e IIb) II e IIIc) IV e Vd) I, II e IVe) III, IV e V
  32. 32. 32 HISTÓRIA07- (UFC) Leia a canção "A sagração do Cavaleiro no século XII" Empunhando Durendal, a cortante, O Rei tirou-a da bainha, enxugou-lhe a lâmina, Depois cingiu-a em seu sobrinho Rolando E então o papa a benzeu. O Rei disse-lhe docemente, rindo: "Cinjo-te com ela, desejando Que Deus te dê coragem e ousadia, Força, vigor e grande bravura E grande vitória sobre os Infiéis." E Rolando diz, o coração em júbilo: "Deus me conceda, pelo seu digno comando". Agora que o Rei cingiu a lâmina de aço, O duque Naimes vai se ajoelhar E calçar em Rolando sua espora direita. A esquerda cabe ao bom dinamarquês Ogier. (DUBY, Georges, "A Europa na Idade Média", São Paulo: Martins Fontes, 1988, p 13.)a) Qual o papel da cavalaria na sociedade medieval?b) O que a figura do papa representa no ritual da cavalaria?
  33. 33. 33 HISTÓRIA08- (UFV) A respeito do período medieval europeu pode-se afirmar que:a) no apogeu do feudalismo, as três "ordens" garantiam uma dinâmica social diferenciada: uns rezavam por todos os homens, outros combatiam pelo retorno dos privilégios da nobreza e outros trabalhavam nos campos, nas fábricas e nos centros urbanos.b) a sociedade medieval, hierárquica e democrática, organizava-se em torno do feudo, riqueza que determinava a posição do indivíduo na sociedade e o poder político centralizado na mão de um rei.c) na organização política da Europa medieval, a autoridade eclesiástica subjugava-se à autoridade leiga, porque reis e imperadores foram cristianizados adquirindo, assim, o poder de julgar os atos da Igreja.d) na sociedade medieval as relações sociais que se estabeleciam na troca de serviços e de obrigações pautavam-se pelas idéias de liberdade, de igualdade e de fraternidade.e) a Igreja constituiu-se numa poderosa instituição na sociedade medieval, não só por seus feudos eclesiásticos, mas também por determinar os princípios que orientavam a atividade econômica, as diretrizes pedagógicas e os preceitos canônicos da família e da sociedade.09- (MACKENZIE) Na Idade Média, o processo de produção predominante teve relações sociais euma ordem política e cultural específica. Sobre essa estrutura econômico-social denominadaMODO DE PRODUÇÃO FEUDAL é incorreto afirmar que:a) a produção se realizava, fundamentalmente, nos feudos ou domínios e a exploração das terras era realizada através do trabalho servil.b) os camponeses estavam submetidos à servidão e eram obrigados a pagar impostos e taxas, que variavam de região para região.c) a Igreja forjou a mentalidade da época, reforçando o predomínio dos senhores feudais (clero e nobreza), justificando os privilégios estabelecidos e oferecendo ao povo, em troca, a promessa do paraíso.d) o comércio regional de matérias-primas e produtos artesanais é um reflexo da divisão do trabalho que se operou no interior da sociedade feudal.e) a monarquia nacional garantiu durante esse período o desenvolvimento do mercantilismo e a grande concentração de trabalhadores nas oficinas.10- (UFC) Considere o texto:"Aquilo que dominava a mentalidade e a sensibilidade dos homens da Idade Média, aquilo quedeterminava o essencial das suas atitudes, era o seu sentimento de insegurança". Fonte: GOFF, Jacques Le - A CIVILIZAÇÃO DO OCIDENTE MEDIEVAL. v.II, Lisboa: Estampa, 1984, p.87.A partir do texto anterior, podemos dizer, corretamente que:a) a insegurança dos homens da Idade Média era uma decorrência das invasões dos Bárbaros no Império Romano do Ocidente.b) a insegurança do homem medieval se explica pelo estatuto do servo, que estava preso à terra e por isso não podia se deslocar para cuidar do seu gado.c) a mentalidade e a sensibilidade do homem da Idade Média podem ser explicadas pelo forte sentimento de individualidade.d) o homem medieval tinha como resposta para a sua insegurança material e moral, conforme a Igreja, o apoio na solidariedade do grupo a que pertencia.
  34. 34. 34 HISTÓRIAe) a insegurança do homem medieval restringia-se ao aspecto material, pois a salvação da alma estava assegurada pela conduta correta e pelas boas obras.11- (PUCPR) São características da Sociedade feudal, exceto:a) A sociedade feudal foi uma formação social cujas origens se ligam à decadência do Império Romano (crise do séc.III), à constituição dos reinos romanos-germânicos (séc. V e VI) e à desagregação do Império Carolíngio (séc. IX).b) Os escravos foram numericamente significativos até o século VIII e subsistiram pelo menos nas regiões meridionais da Europa Ocidental durante todo o período feudal.c) Não havia diferenciação entre os setores do clero: este sobrevivia exclusivamente do trabalho de seus membros.d) Um exemplo de fragmentação política do poder ocorreu na França. Já na Inglaterra as instituições vassálicas sobreviveram com uma forte centralização política nas mãos do rei.e) A sociedade feudal era de ordens, imobilista, altamente hierarquizada, na qual a origem social estava definida, sendo a mobilidade vertical praticamente inexistente.12- (UFES) Os elementos constitutivos fundamentais da sociedade feudal européia estabelecidaapós a queda do Império Romano do Ocidente (século V) se originaram na dupla influência dosmundos romano e germânico.Dentre as influências germânicas, podemos destacar:I - a organização populacional em centros urbanos;II - a divisão da sociedade em classes, nas quais a elite era representada pelos intelectuais;III - a importância dos laços de fidelidade pessoal;IV - a inexistência da noção de "res publica" (coisa pública).Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas.a) I e II.b) I e III.c) II e III.d) II e IV.e) III e IV.13- (PUCSP) A Idade Média Ocidentala) conheceu, até o século X, intensa atividade comercial e urbana, que foi substituída posteriormente pelo predomínio do campo e da produção agrícola de subsistência, realizada nos arredores das cidades.b) apresentou, nas várias regiões, forte unidade política, herdada do Império Romano, até o século VIII, ocorrendo, posteriormente, crescente fragmentação até o século XVI.c) teve, no início, um período de pouca hierarquia social, com privilégio apenas para os setores eclesiásticos, e gradativa ampliação do poder camponês a partir do século XI.d) foi um período de absorções, negações e adequações entre a cultura clerical e a laica, havendo claro predomínio da primeira até o século XII e gradativo crescimento da postura laico-humanista a partir de então.e) representou, nos primeiros séculos, a persistência do politeísmo herdado da tradição greco- romana e, após o século XI, a vitória rápida do protestantismo contra o catolicismo.
  35. 35. 35 HISTÓRIA14- (MACKENZIE) Empunhando Durendal, a cortante,O rei tirou-a da bainha, enxugou-lhe a lâmina,Depois cingiu-a em seu sobrinho RolandoE então o papa a benzeu.O rei disse-lhe docemente, rindo:Cinjo-te com ela desejandoQue Deus te dê coragem e ousadia,Força, vigor e grande bravuraE Grande vitória sobre os infiéis.La chanson dAspremontA ordem da cavalaria medieval era:a) a única possibilidade de ascensão social disponível para os servos que aspiravam a um padrão mais elevado de vida social; cingir-se cavaleiro significava deixar de ser um vassalo.b) a base dos poderosos exércitos nacionais; sua importância militar foi crescendo progressivamente na mesma proporção em que o poder político se tornava cada vez mais centralizado.c) uma instituição medieval que estabelecia regras rígidas de conduta e de formação para seus membros, que começavam os estudos ainda na infância, a fim de se sagrarem cavaleiros.d) a responsável pela mobilidade social, integrando em suas fileiras os membros das três ordens sociais; era uma fonte de contestação, a hierarquização do sistema feudal.e) uma organização maçônica responsável pelas Cruzadas contra os mouros; contrapunha-se ao poder da Igreja, detentora do conhecimento da época.15- (FUVEST) A economia da Europa ocidental, durante o longo intervalo entre a crise doescravismo, no século lII, e a cristalização do feudalismo, no século IX, foi marcada pelaa) depressão, que atingiu todos os setores, provocando escassez permanente e fomes intermitentes.b) expansão, que ficou restrita à agricultura, por causa do desaparecimento das cidades e do comércio.c) estagnação, que só poupou a agricultura graças à existência de um numeroso campesinato livre.d) prosperidade, que ficou restrita ao comércio e ao artesanato, insuficientes para resolver a crise agrária.e) continuidade, que preservou os antigos sistemas de produção, impedindo as inovações tecnológicas.16 – (UNESP) "Reconheço ter prendido mercadores de Langres que passavam pelo meudomínio. Arrebatei-lhes as mercadorias e guardei-as até o dia em que o bispo de Langres e oabade de Cluny vieram procurar-me para exigir reparações." (CASTELÃO DO SÉCULO XI.)O texto apresentado permite afirmar que, na Idade Média,a) o poder da Igreja era, além de religioso, também temporal.b) os senhores feudais eram mais poderosos do que a Igreja.c) o clero era responsável pela distribuição das mercadorias.d) o conflito entre Igreja e nobreza aproximou o clero dos comerciantes.
  36. 36. 36 HISTÓRIAe) o poder do papa era limitado pelos sacerdotes.17- (UNESP) "A fome é um dos castigos do pecado original. O homem fora criado para viver semtrabalhar se assim o quisesse. Mas, depois da queda, não podia resgatar-se senão pelotrabalho... Deus impôs-lhe, assim, a fome para que ele trabalhasse sob o império dessanecessidade e pudesse, por esse meio, voltar às coisas eternas." (Trecho do Elucidarium. Citado no livro A CIVILIZAÇÃO DO OCIDENTE MEDIEVAL)a) Como o texto, escrito durante a Idade Média, justifica a fome?b) Como era organizado o trabalho na propriedade feudal?18- (PUCCAMP) Durante o período medieval o poder da Igreja se fez sentir sob diversas formas eem diferentes ocasiões. É notável esse seu podera) na regulamentação dos comportamentos e práticas sociais dos fiéis, excomungando os que se desviassem das prescrições eclesiais.b) no impedimento do uso da tortura ou da pena de morte por parte de tribunais ou autoridades jurídicas, civis e eclesiásticas.c) na condenação à guerra como instrumento de propagação a fé, ao contrário dos muçulmanos que estimulavam a Guerra Santa.d) na organização das Cruzadas, com a finalidade de evangelizar os árabes e judeus que ocupavam a Palestina.e) na divulgação do Cristianismo nas colônias européias da África e América.19- (PUCCAMP) Em 768, Carlos Magno assumiu a coroa do reino franco e expandiuconsideravelmente suas fronteiras através de inúmeras guerras de conquista. Parte das terrasconquistadas eram doadas, a título temporário (precarium), aos nobres, que assumiam, em troca,obrigações para com o rei.As práticas carolíngias expostas anteriormente contribuíram para a formação do feudalismo.Caracterize as obrigações criadas entre suseranos e vassalos na época feudal.
  37. 37. 37 HISTÓRIA20- (UFPB) O mapa abaixo descreve a configuração dos Impérios Bizantino, Islâmico eCarolíngio, no princípio do século IX.Acerca dessa configuração, é correto afirmar quea) o Império Carolíngio era geograficamente o mais expressivo entre os impérios apresentados e exerceu forte interferência militar sobre o Império Bizantino.b) a ofensiva dos francos de Carlos Martel contra os árabes, em Poitiers, constituiu um importante antecedente para a formação da dinastia carolíngia.c) o avanço do Islão sobre diversos territórios em torno do Mediterrâneo intensificou o comércio do Ocidente cristão com o Oriente.d) a formação dos três Impérios foi decorrência do Tratado de Verdun, que também estipulou a partilha do domínio franco.e) a presença do Islão na Itália fez o papado afastar-se dos francos e submeter-se às orientações políticas e religiosas do Império Bizantino.21- (PUCCAMP) Na transição do Mundo Medieval para o Moderno, teve papel de destaquea) o processo de ruralização das vilas e dos centros urbanos.b) o comércio e o renascimento das cidades.c) o poder político altamente descentralizado.d) a Igreja que acatava o lucro e a usura.e) a educação ministrada pelos leigos nos conventos e nas abadias.22- (PUCCAMP) Os povos germânicos contribuíram para a formação do sistema feudal namedida que trouxeram, para a Europa Ocidental,a) a idéia de poder político local, a estrutura das vilas, do clientelismo e do colonato.b) as bases da organização política, social e judiciária, e os elementos que contribuíram para o fortalecimento do poder da Igreja.c) a prática de economia natural, a imobilidade social, a ausência do Estado e o comitatus, com sua noção de reciprocidade.d) o regime de trabalho servil baseado nas obrigações devidas pelos servos fundamentadas na talha, nas banalidades e nos tributos de casamento.
  38. 38. 38 HISTÓRIAe) os princípios da corvéia, o da hospitalidade forçada aos nobres e o clima de insegurança que obrigava as populações a se refugiarem no campo. CAPÍTULO 11 NASCIMENTO E EXPANSÃO DO ISLAMISMO01- (PUCPR) No início, o Islã cresceu à custa do Império Bizantino e do Império Persa - cerneainda do Islã - as duas maiores forças do Oriente Médio durante o período de expansão doislamismo. No apogeu, porém, o Império Muçulmano estendeu-se da Espanha até a Índia,superando mesmo o ponto de expansão máxima do Império Romano. (Stewart, Desmond - "Antigo Islã", José Olympio, Rio de Janeiro, Biblioteca Life, 1967.) Com base no texto e nos conhecimentos de História, assinale a opção correta: I - A conquista da Síria e Palestina ocorreu ainda sob o governo de Maomé, falecido no ano632 da Era Cristã. II - Os árabes, após a luta de conquista, eram generosos para com os dominados, convivendoem paz com os vencidos, quer fossem cristãos, judeus ou de outras religiões, não conhecendo oracismo. III - Sob a dinastia dos Omíadas ocorreu a conquista da Península Ibérica, que politicamenteformava o Império Visigótico, exceto as Astúrias. IV - Enquanto os Califas Perfeitos ou Legítimos tiveram capital em Meca, sob a dinastia dosOmíadas e Abássidas as capitais foram Damasco e Bagdá. V - O ponto de máxima expansão do Império Romano, aludido no texto, ocorreu sob o governode Augusto. Estão corretas: a) I, III, IV e V b) II, III, e IV c) apenas I e III d) apenas IV e V e) apenas III e V02- (FGV) "Inspiramos-te, assim como inspiramos Noé e os profetas que o sucederam; assim,também inspiramos Abraão, Ismael, Isaac, Jacó e as tribos, Jesus, Jonas, Aarão, Salomão, econcedemos os Salmos a Davi. E enviamos alguns mensageiros, que te mencionamos, e outros,que não te mencionamos; e Allah falou a Moisés diretamente... Ó adeptos do Livro, não exagereisem vossa religião e não digais de Allah senão a verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de Allah e o seu Verbo, que Ele enviou a Maria, e um Espírito dEle." (Alcorão, 4:163-164 e 171. "O significado dos versículos do Alcorão Sagrado com comentários", p.137-138.) A respeito do Islão é correto afirmar:a) A religião muçulmana, apesar das influências do judaísmo e do cristianismo, significou uma ruptura com a tradição monoteísta ao estabelecer Alá como divindade superior a um conjunto de gênios e divindades secundárias.b) A religião muçulmana surgiu no século VII, a partir das pregações de Maomé realizadas na Palestina, entre as tribos judaicas que haviam renegado o Livro Sagrado.c) A pregação de Maomé, registrada no Alcorão, ajudou a reverter a tendência à fragmentação política e cultural dos povos árabes, fornecendo as bases religiosas para a expansão islâmica, a partir do século VII.d) A pregação de Maomé foi registrada no Alcorão, primeiro livro sagrado escrito em hebraico e traduzido para o árabe, grego e latim, o que facilitou sua divulgação na Península Arábica, Palestina, Mesopotâmia e Ásia Menor.

×