Your SlideShare is downloading. ×
0
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Polietismo Etário de Apis mellifera
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Polietismo Etário de Apis mellifera

2,103

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,103
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
81
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PATRÍCIA MATIAS
  • 2. Polietismo Etário em abelhas Apis mellifera
  • 3. Polietismo Etário Vem do Grego POLY, “muitos, vários”, mais ETHOS, “comportamento”, o que descreve bem o significado. Vários modos/costumes. Indica a mudança de função dentro de uma colônia que alguns insetos sociais exibem ao longo do tempo.
  • 4. Polietismo Etário Em abelhas, por exemplo, as mais jovens ficam dentro do ninho cuidando de outras. Ao passo que envelhecem, começam a se arriscar fora do ninho coletando pólen.
  • 5. Polietismo Etário O polietismo etário de Apis mellifera Faxineiras tem ativação seletiva das glândulas com o trabalho feito dentro da colônia. Campeiras Nutrizes (*) Podendo ser variável dependendo das condições e das necessidades da colônia. Desenvolvimento Engenheiras glandular. Guardas (*) (*) Atrofiam e evoluem outra glândula.
  • 6. Polietismo Etário Se dividem em castas, possuindo funções bem definidas que são executadas visando sempre à sobrevivência e manutenção do enxame. Numa colônia, em condições normais, existe uma rainha, cerca de 5.000 a 100.000 operárias e de 0 a 400 zangões.
  • 7. Polietismo EtárioDesenvolvimento das abelhas
  • 8. Polietismo Etário
  • 9. Polietismo EtárioRAINHA Postura de ovos. Manutenção da ordem social na colmeia (feromônios). A única fêmea fértil da colmeia, apresentando o aparelho reprodutor bem desenvolvido.
  • 10. Polietismo EtárioZANGÃO  Única função é fecundar a rainha durante o vôo nupcial.  Não possuem órgãos para trabalho nem ferrão e, em determinados períodos, são alimentados pelas operárias.  Olhos compostos mais desenvolvidos e antenas com maior capacidade olfativa. Possuem asas maiores e musculatura de vôo mais desenvolvida. Essas características lhes permitem maior orientação, percepção e rapidez para a localização de rainhas virgens durante o vôo nupcial.
  • 11. PolietismoOperárias Etário  Realizam todo o trabalho para a manutenção da colmeia.  Elas executam atividades distintas, de acordo com a idade, desenvolvimento glandular e necessidade da colônia.
  • 12. Idade Função1º ao 5º dia FAXINEIRAS: Realizam a limpeza dos alvéolos e de abelhas recém-nascidas5º ao 10º NUTRIZES: Cuidam da alimentação das larvas em desenvolvimento. Nesse estágio, elas apresentam grande desenvolvimento das glândulas hipofaringeanas e mandibulares, produtoras de geleia real.11º ao 20º dia ENGENHEIRAS: Produzem cera para construção de favos, quando há necessidade, pois nessa idade as operárias apresentam grande desenvolvimento das glândulas cerígenas. Além disso, recebem e desidratam o néctar trazido pelas campeiras, elaborando o mel.18º ao 21º dia GUARDAS: Realizam a defesa da colmeia. Nessa fase, as operárias apresentam os órgãos de defesa bem desenvolvidos, com grande acúmulo de veneno. Podem também participar do controle da temperatura na colmeia.22º dia até a morte CAMPEIRAS: Realizam a coleta de néctar, pólen, resinas e água.
  • 13. Polietismo Etário
  • 14. Polietismo Etário Nascem 21 dias após a postura do ovo e podem viver até seis meses, em situações excepcionais de pouca atividade. O seu ciclo de vida normal não ultrapassa os 60 dias. As atividades já começam momentos após seu nascimento, quando ela executa o trabalho de faxina, limpando alvéolos, assoalho e paredes da colmeia. Daí a denominação de faxineira.
  • 15. Polietismo Etário Desenvolvimento de suas glândulas hipofaringeanas Passa a alimentar as larvas da colônia e sua rainha. Essas abelhas ingerem pólen, mel e água, misturando estes ingredientes em seu estômago. Em seguida, esta mistura, que passou por uma série de transformações químicas, é regurgitada nos alvéolos em que existam larvas. Esta mistura servirá de alimento às abelhas por nascer.
  • 16. Polietismo Etário AMASE com o desenvolvimento das glândulas hipofaringeanas, produtoras geléia real, as operárias passam a alimentar também a rainha, que se alimenta exclusivamente desta substância. Também são chamadas de amas.
  • 17. Polietismo Etário De nutrizes, as operárias são promovidas a engenheiras. A partir do desenvolvimento de suas glândulas cerígenas. Por volta do seu 9º dia de vida, as abelhas engenheiras constroem os favos. Além deste trabalho, estas abelhas passam a produzir mel (Laboratoristas), transformando o néctar das flores que é trazido por suas companheiras.
  • 18. Polietismo Etário A partir do 21º dia de vida, as operárias passam por nova transformação: elas abandonam os trabalhos internos na colméia e se dedicam à coleta de água, néctar, pólen e própolis, e a defesa da colônia. Nesta fase, que é a última de sua existência, as operárias são conhecidas como campeiras.
  • 19. Polietismo Etário As campeiras, passam mensagens para dizer às outras abelhas onde encontrar o alimento, através de ‘danças’ (indicar direção e distância da fonte).
  • 20. Polietismo EtárioPOLIETISMO ETÁRIO DAS ABELHAS Apis mellifera 2-10 11-20 21-35
  • 21. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 22. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 23. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 24. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 25. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 26. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 27. Polietismo EtárioIMAGENS
  • 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS EMBRAPA Produção de Mel (Organização Social e Desenvolvimento das abelhas Apis mellifera)http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Mel/SPMel/organizacao.htm Feromônios, comunicação e Forrageamentohttp://www.ufv.br/Dbg/bee/feromonio.htm Aula 3-Biologia das abelhas- espécies, morfologia e fisiologia.pdf (Prof. Everton Alves).
  • 29. AGRADECIDA PELAATENÇÃO!!! Patrícia Matias Araújo EMAIL/MSN: paah_matias@hotmail.com Contatos: (88)9692-8879 / (88) 92909400 Curriculum lattes: http://lattes.cnpq.br/1666690330102849

×