Your SlideShare is downloading. ×
0
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Fatores abioticos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Fatores abioticos

1,919

Published on

Ciências Naturais - 8º ano

Ciências Naturais - 8º ano

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,919
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
62
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Fatores Abióticos
  • 2. Factores abióticos• Características do ambiente físico-químico que influenciam os seres vivos: – Luz – Temperatura – Humidade Factores climáticos – Tipo de solo Factores edáficos Influenciam – O crescimento – A morfologia – A reprodução – A actividade
  • 3. Temperatura• Factor de grande importância para os seres vivos Influencia – Período de actividade – Características morfológicas – Comportamento
  • 4. Temperatura e actividade dos seres vivos To To To
  • 5. Temperatura e actividade dos seres vivos• Seres estenotérmicosEspécies que sobrevivem entre estreitos limitesde temperatura (pequena amplitude térmica) estenotérmica Ex: Lagartixa• Seres euritérmicosEspécies que resistem a grandes variações euritérmicade temperatura (grande amplitude térmica) Ex: Lobo, homem Temperatura
  • 6. Temperatura e actividade dos seres vivosDe acordo com a temperatura corporal:• Poiquilotérmicos – Temperatura corporal varia com a temperatura ambiente » Ex: crocodilo, reptéis, anfíbios• Homeotérmicos – Têm temperatura corporal constante » Ex: aves e mamiferos
  • 7. Temperatura e o comportamento dos seres vivos Comportamento dos seres vivos: • Migram – Os flamingos – Cegonha negra – Andorinhas • Reduzem as suas actividades vitais para valores mínimos, ficando num estado de vida latente – Hibernam – Se ocorrer na estação fria ex.: ouriço-cacheiro; marmota; reptéis – Estivam - Se ocorrer na estação quente Ex.: crocodilo; caracóis • Abrigam-se durante parte do dia
  • 8. Temperatura e as características morfológicas dos seres vivosAdaptações que permitem aos animais resistir às condições de temperatura:• Quantidade de gordura• Tamanho e densidade dos pêlos• Tamanho das orelhas e focinho• Alteração de aspecto nas plantas. • Algumas árvores perdem a folhagem na estação desfavorável » Ex.: Freixos e carvalhos • Algumas plantas perdem o caule e até a raíz – sobrevivem sob a forma de sementes, bolbos Ex: Papoila, lírios
  • 9. Temperatura e as características morfológicas dos seres vivos• Regiões frias• Pêlos mais densos e compridos – raposas e urso polar• Grande teor de gordura - pinguins• Extremidades mais curtas (focinho, orelhas) Estas características fazem com que a perda de calor seja mínima, permitindo assim a sobrevivência.
  • 10. Temperatura e as características morfológicas dos seres vivos• Regiões quentes• Pêlos menos densos e mais curtos• Menos gordura• Maior superfície corporal em contacto com o exterior Estas características facilitam a perda de calor para o meio e evitam o sobreaquecimento.
  • 11. Fatores abióticosLuz
  • 12. Luminosidade• Varia com: –Altitude –Latitude –Exposição do relevo –Cobertura vegetal –Estações do ano –Horas do dia
  • 13. A Luz e o Comportamento dos Seres Vivos• A luz influencia principalmente: – Período de actividade – Comportamento – Distribuiçao geográfica• Fotoperíodo – período de luz em cada 24 horas do dia• Os animais e as plantas apresentam fotoperiodismo, isto é, capacidade de reagir à duração da luminosidade diária a que estão submetidos.
  • 14. Luz e as plantas• As plantas são as mais afectadas pela variação da luminosidade, pois na ausência de luz não se desenvolvem.• A luz é indispensável para a realização da fotossíntese.
  • 15. Luz e o habitat das plantas• As plantas terrestres não necessitam de igual quantidade de luz para se desenvolverem – Heliófilas ou “plantas de sol”- desenvolvem-se em locais bem iluminados Ex: girassol, carvalhos – Umbrófilas ou “plantas de sombra” – preferem locais com menor luminosidade Ex: fetos, avencas, musgos
  • 16. Luz e floração das plantas• De acordo com a floração temos: – Plantas de dia longo • centeio, ervilheira, milho – Plantas de dia curto • macieira, crisântemos, morangueiro – Plantas indiferentes • cravo, sardinheira, malmequeres
  • 17. Influência da luz sobre os animais• Manifesta-se essencialmente no comportamento, actividade e reprodução.• Quanto à actividade: – Diurnos, se a sua actividade ocorre mais durante o dia; – Nocturnos, se estão mais activos durante a noite
  • 18. Influência da luz sobre os animais• Quanto ao habitat: – Lucífilos, se procuram locais bem iluminados • Ex: borboletas, cobras, insectos – Lucífugos, se fogem à luz, • Ex: morcego, minhocas, toupeiras
  • 19. Influência da luz sobre os animais• Mudança de pelagem: – Lebre-do-ártico tem pelagem castanha no Verão e branca no Inverno• Migrações: – Andorinhas passam o Inverno no pólo sul• Hibernação• Reprodução: – Trutas desovam no mês de Novembro

×