@lcparzianelloDez anos depois, você realmente    sabe o que é um produto      com valor agregado?     por Luiz Cláudio Par...
Quem sou eu? Mestre em Engenharia de Sistemas pela USP Engenheiro Eletricista (Eletrônica) pela PUCRS + 25 anos de experiê...
Antes de falarmos em valor ...     Vocês sabem o porque do       título deste tutorial?             “Dez anos depois, você...
Antes de falarmos em valor ...     1)     2)          http://agilemanifesto.org/iso/ptbr/principles.html                  ...
Antes de falarmos em valor ...  Quais são os objetivos deste tutorial:  1. Compreender porque valor é percebido não     so...
Parte I - Aquecimento    Percebendo o Valorde um Produto de Software        © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Percebendo o Valor de um Produto               OBJETIVO:                Investigar manifestações de                percepç...
Percebendo o Valor de um Produto                                                   TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #1 (individual...
Percebendo o Valor de um Produto                                                  TEMPO: 3 MINUTOS  Tarefa #2 (em grupo)  ...
Percebendo o Valor de um Produto                                                   TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #3 (individual...
Percebendo o Valor de um Produto                                                  TEMPO: 3 MINUTOS  Tarefa #4 (em grupo)  ...
Percebendo o Valor de um Produto                                                   TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #5 (individual...
Percebendo o Valor de um Produto  Debate   O que foi possível perceber deste exercício?   Em quais momentos foi possível p...
Valor em Super-Poderes?                                 Kathy Sierra   Give your users super-powers   “It’s not about you,...
Parte II - Análise Percepção de Valor comNíveis Lógicos de Mudança       © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Percepção de Valor na Mudança                  O conceito de níveis lógicos de aprendizagem                  e mudança foi...
Percepção de Valor na Mudança                        NÍVEIS LÓGICOS DE APRENDIZAGEMÉ aquilo queacreditamos ser numdetermin...
Percepção de Valor na Mudança NÍVEIS LÓGICOS POR ROBERT DILTS                                     “Uma mudança hierárquica...
Analisando o Valor de um Produto               OBJETIVO:                Analisar percepções de valor sobre                ...
Modelo de Percepção                                                      Escalade Valor baseado                           ...
Ambiente           © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Analisando o Valor de um Produto                                                  TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #1   Identifiqu...
Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana         Produto de Software         de Valor Agregado                  ...
Comportamentos          © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Analisando o Valor de um Produto                                                       TEMPO: 4 MINUTOS  Tarefa #2   Ident...
Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana         Produto de Software                                            ...
Analisando o Valor de um Produto                          Produto de Software                          de Valor Agregado  ...
Capacidades              © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Percebendo o Valor de um Produto                                                  TEMPO: 5 MINUTOS  Tarefa #3   Identifiqu...
Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana         Produto de Software                                    Crenças ...
Percebendo o Valor de um Produto                                    Produto de Software                                   ...
Crenças e Valores            © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Percebendo o Valor de um Produto                                                       TEMPO: 5 MINUTOS  Tarefa #4   Ident...
Modelo de Percepção                                                                          Escalade Valor baseado       ...
Identidade e MissãoIdentidade Identidade Personas?                                                 Identidade             ...
Percebendo o Valor de um Produto                                                       TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #5   Ident...
Modelo de Percepção                                                  Ideal ou                Escalade Valor baseado       ...
Ideal ou Propósito             © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Ideal ou Propósito                                               http://catarse.me/             © 2011 Luiz Claudio Parzia...
Percebendo o Valor de um Produto                                                       TEMPO: 2 MINUTOS  Tarefa #6   Se po...
Percebendo o Valor de um Produto  Debate   O que foi possível perceber neste novo   modelo e exercício?   Por que os nívei...
ValorCapacidade             © 2011 Luiz Claudio Parzianello
Parte IIIAprendendo a Entregar Valor com Produtos de Software        © 2011 Luiz Claudio Parzianello
The Dude’s Law            Why  Value =                                                    By David            How         ...
“Até que se prove o contrário, a maioria dos requisitos      são hipóteses aguardando comprovação”                   © 201...
Entregando Valor de Forma Iterativa                                         Baseado em modelo de Tom Gilb                 ...
Buscando Valor pelo ProdutoMMF (Minimum Marketable Feature) MRF (Minimum Releasable Feature)  “A MMF is a chunk of functio...
Buscando Valor pelo ProdutoMVP (Minimum Viable Product) MFS (Minimum Feature Set) MUFS (Minimum Useful Feature Set)  “A MV...
Buscando Valor pelo Negócio                    NegócioBVI (Business Value Increment)  Julian Everett criou este termo que ...
Entregando de Forma Contínua                        Contínua     Value             Iteration 1   Iteration 2   Iteration 3...
Um Time que Gera Valor                                                      Business                               Product...
Para pensar ...                              “Quando um dedo                            aponta para a lua, os             ...
Muito Obrigado!                Contatos         parzianello@gmail.com     @lcparzianello                          Luiz.Par...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Dez anos depois, você realmente sabe o que é um produto com valor agregado?

1,518

Published on

É sabido que as equipes ágeis devem satisfazer seus clientes mediante a entrega contínua e adiantada de software com valor agregado. No entanto, quando questionados sobre o que realmente agrega valor a seus clientes, muitas equipes relatam somente elementos relacionados a características e comportamentos de produto. Dez anos já se passaram desde a assinatura do Manifesto Ágil e é interessante como, ainda hoje, o conceito de valor no desenvolvimento de software tem sido fonte de inúmeros debates em conferências, artigos e listas de discussão por todo o mundo. Este tutorial irá apresentar os principais conceitos de valor utilizados no desenvolvimento ágil e como um modelo de percepção de valor pode ser utilizado para compreender o que realmente é valorizado por clientes e usuários.

Published in: Technology
2 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
1,518
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
2
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dez anos depois, você realmente sabe o que é um produto com valor agregado?

  1. 1. @lcparzianelloDez anos depois, você realmente sabe o que é um produto com valor agregado? por Luiz Cláudio Parzianello © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  2. 2. Quem sou eu? Mestre em Engenharia de Sistemas pela USP Engenheiro Eletricista (Eletrônica) pela PUCRS + 25 anos de experiência em Informática + 15 anos atuando em Engenharia de Software + 10 anos atuando com Análise de Negócios + 9 anos de experiência com Metodologias Ágeis Lean, Crystal, Scrum e Extreme Programming Tem atuado na formação de equipes de alto desempenho com Agile Adoption, Agile Business Analysis, Lean Thinking Gerente do Business Management Office (BMO) do Grupo RBS Membro da Agile Alliance & Int. Institute of Business Analysis (IIBA) Presidente do IIBA Porto Alegre Chapter Membro do Core Team da Agile Extension do BABOK Atua na coordenação de Grupos de Usuários na SUCESU-RS: “Análise de Negócios” (GUAN) e “Metodologias Ágeis” (GUMA) © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  3. 3. Antes de falarmos em valor ... Vocês sabem o porque do título deste tutorial? “Dez anos depois, você realmente sabe o que é um produto com valor agregado?” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  4. 4. Antes de falarmos em valor ... 1) 2) http://agilemanifesto.org/iso/ptbr/principles.html © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  5. 5. Antes de falarmos em valor ... Quais são os objetivos deste tutorial: 1. Compreender porque valor é percebido não somente de forma racional, mas principalmente emocional. 2. Compreender como clientes e usuários tomam decisões baseadas em diferentes níveis lógicos de percepção. 3. Aprender a utilizar pressupostos psicológicos para aprimorar a visão de produto, experiência de usuários, planejamento de releases e priorização do product backlog. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  6. 6. Parte I - Aquecimento Percebendo o Valorde um Produto de Software © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  7. 7. Percebendo o Valor de um Produto OBJETIVO: Investigar manifestações de percepção de valor com produtos de software que sejam utilizados e apreciados pelos participantes. FORMATO:Exercício #1 Alternado entre tarefas individuais e em grupos de 3 pessoas. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  8. 8. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #1 (individual) Escolha, dentre os produtos instalados em seu notebook, celular ou tablet, aquele que você mais aprecia. Identifique onde e com que periodicidade você costuma utilizar esse produto. Tente identificar o que há de tão especial nesse produto que faz com que você o aprecie tanto. Identifique também o que você mais costuma fazer com esse produto. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  9. 9. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 3 MINUTOS Tarefa #2 (em grupo) Apresente sua análise para os colegas. Identifique o que mais foi falado na conversa: - Funcionalidades? - Características técnicas? - Ações e tarefas diárias? Que outro tipo de informação vocês conseguiram perceber durante as exposições dos colegas? © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  10. 10. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #3 (individual) Tente identificar que tipo de sensação que você tem quando está utilizando esse produto. Se esta sensação estivesse associada a super-poderes que você desenvolve quando utiliza esse produto, que nomes você daria à estas novas capacidades? “Com esse produto, me torno capaz de < algo muito relevante para mim >” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  11. 11. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 3 MINUTOS Tarefa #4 (em grupo) Apresente seus super-poderes para os colegas e explique porque eles são tão importantes para você dentro do contexto em que utiliza o produto. Investigue no discurso dos colegas, fazendo perguntas, o que há por trás de tudo isso. Isto é, tente identificar o que cada um realmente deseja obter com todos esses super-poderes. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  12. 12. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #5 (individual) Assim como você, outras pessoas também devem utilizar e apreciar esse produto. Que tipo de pessoa é esse que valoriza as mesmas coisas que você valoriza e as conquista com os mesmos super-poderes que somente esse produto é capaz de proporcionar? Qual a razão de todos vocês pensarem da mesma forma e agirem do mesmo jeito? © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  13. 13. Percebendo o Valor de um Produto Debate O que foi possível perceber deste exercício? Em quais momentos foi possível perceber a maior manifestação de valor sobre um produto que tanto apreciam? Quem teve maior dificuldade para responder as últimas perguntas desta investigação? © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  14. 14. Valor em Super-Poderes? Kathy Sierra Give your users super-powers “It’s not about you, not about your product, it’s about how awesome you make your users. If you sell digital cameras, make your users better photographers, through a better camera yes, but also teach them about exposure, light, etc.” http://www.darkcoding.net/future-of-web-apps/kathy-sierra-give-your-users-super-powers/ © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  15. 15. Parte II - Análise Percepção de Valor comNíveis Lógicos de Mudança © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  16. 16. Percepção de Valor na Mudança O conceito de níveis lógicos de aprendizagem e mudança foi inicialmente elaborado pelo antropólogo Gregory Bateson (1904-1980) como um modelo de análise para as ciências comportamentais. Ele se baseou no trabalho de lógica e matemática de Betrand Russel. A expressão Níveis Lógicos, como é utilizada na Programação Neurolinguística (PNL), foi adaptada por Robert Dilts em meados dos anos 80, e se refere a uma hierarquia de níveis de processos que acontecem num indivíduo ou grupo de indivíduos. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  17. 17. Percepção de Valor na Mudança NÍVEIS LÓGICOS DE APRENDIZAGEMÉ aquilo queacreditamos ser numdeterminado contexto É aquele todo no qual fazemos e nos sentimos parte junto com outrosÉ aquilo que julgamoscerto (LIBERDADE) ou É aquilo que sabemoserrado (LIMITAÇÃO) e e dominamos paraainda damos fazer o que fazemosimportância (CONHECIMENTOS E HABILIDADES) São os contextos É o que pensamos e em que atuamos fazemos dentro do contexto (ATITUDES) © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  18. 18. Percepção de Valor na Mudança NÍVEIS LÓGICOS POR ROBERT DILTS “Uma mudança hierárquica num “Uma mudança hierárquica num nível superior irá necessariamente nível superior irá necessariamente trazer mudanças nos níveis trazer mudanças nos níveis inferiores, porém uma mudança em inferiores, porém uma mudança em um nível inferior pode ou não trazer um nível inferior pode ou não trazer mudanças em níveis superiores.” mudanças em níveis superiores.” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  19. 19. Analisando o Valor de um Produto OBJETIVO: Analisar percepções de valor sobre um produto real, identificando pontos fortes e fracos em sua estratégia de gestão. FORMATO: Em grupo. Identifique alguém que gerencie, venda ou desenvolva umExercício #2 determinado produto que possa ser utilizado na análise. Decidam o produto. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  20. 20. Modelo de Percepção Escalade Valor baseado de Valorna Mente Humana Produto de Software é um 1 recurso feito para determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  21. 21. Ambiente © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  22. 22. Analisando o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #1 Identifique qual ambiente específico é alvo do produto de software que você está analisando. Identifique que tipos de usuário (atores) são obrigados, necessitam ou poderiam utilizar esse produto. Identifique com que frequência eles utilizam (ou utilizariam) o mesmo. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  23. 23. Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana Produto de Software de Valor Agregado Resultados 7 deve suportar 4 geram Comportamentos é um 1 5 afetam recurso determinam 6 apresentam feito para 3 determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  24. 24. Comportamentos © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  25. 25. Analisando o Valor de um Produto TEMPO: 4 MINUTOS Tarefa #2 Identifique os principais resultados satisfatórios e insatisfatórios que os atores tem relatado nos últimos tempos. Identifique que tipo de atividades, tarefas ou comportamentos afetam esses resultados. Indique quanto esse produto é capaz de suportar esses comportamentos: [0] Nada [1] Pouco [2] Mais ou menos [3] Muito [4] Totalmente © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  26. 26. Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana Produto de Software ☺ Bons Ruins de Valor Agregado podem ser deve 10 garantir ou Capacidades 9 Resultados aprimorar garantem deve 7 8 suportam suportar 4 geram Comportamentos é um 1 5 afetam recurso determinam 6 apresentam feito para 3 determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  27. 27. Analisando o Valor de um Produto Produto de Software de Valor Agregado faz com que eu tenha ou aumente a Eficiência Eficiência Eficácia Eficácia Conformidade Conformidade Oportunidade OportunidadeDesempenho © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  28. 28. Capacidades © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  29. 29. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 5 MINUTOS Tarefa #3 Identifique quais resultados positivos os atores esperam de seus comportamentos e que capacidades são necessárias para manter ou conquistar esses resultados. Identifique restrições de negócio, processo, ambiente, pessoas, etc. que devem ser atendidas para garantir os “super-poderes”. Indique quanto o produto é capaz de garantir essas capacidades e restrições. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  30. 30. Modelo de Percepçãode Valor baseadona Mente Humana Produto de Software Crenças ☺ 13 11 Bons Ruins de Valor Agregado e Valores em deve podem ser respeitar relação a 12 guiam deve 10 garantir ou Capacidades 9 Resultados aprimorar garantem deve 7 8 suportam suportar 4 geram Comportamentos é um 1 5 afetam recurso determinam 6 apresentam feito para 3 determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  31. 31. Percebendo o Valor de um Produto Produto de Software de Valor Agregado faz com que eu tenha ou aumente a Eficiência Eficiência Eficácia Eficácia Conformidade Conformidade Oportunidade Oportunidade necessária(s) para conquistar meu objetivo que éRealização Aumentar Aumentar Proteger Proteger Reduzir Reduzir Evitar Evitar Receita, Lucro, Status, Custos, Prejuízos, Desperdícios, Conhecimento, Prazer, Amigos, etc. Ignorância, Sofrimento, Chatos, etc. © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  32. 32. Crenças e Valores © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  33. 33. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 5 MINUTOS Tarefa #4 Identifique porque essas capacidades são tão importantes na vida dos usuários ou demais partes interessadas. Identifique que outras crenças e valores estão escondidos por trás dessas crenças. Indique quanto o produto respeita e é coerente com essas crenças e valores. [0] Nada [1] Pouco [2] Mais ou menos [3] Muito [4] Totalmente © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  34. 34. Modelo de Percepção Escalade Valor baseado de Valorna Mente Humana fortalecem Identidade 14 Experiências e Missão 16 deve 15 fortalecem fortalecer Produto de Software Crenças ☺ são 13 11 Bons Ruins de Valor Agregado e Valores em deve podem ser respeitar relação a 12 guiam deve 10 garantir ou Capacidades 9 Resultados aprimorar garantem deve 7 8 suportam suportar 4 geram Comportamentos é um 1 5 afetam recurso determinam 6 apresentam feito para 3 determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  35. 35. Identidade e MissãoIdentidade Identidade Personas? Identidade Identidade com Missão com Missão © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  36. 36. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #5 Identifique que identidade ou missão está por trás de todas essas crenças e valores apresentadas pelos atores e demais partes interessadas. Indique como e quanto o produto fortalece essa identidade e/ou missão. [0] Nada [1] Pouco [2] Mais ou menos [3] Muito [4] Totalmente © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  37. 37. Modelo de Percepção Ideal ou Escalade Valor baseado Propósito de Valorna Mente Humana 17 orientam 18 deve estar fortalecem alinhado com Missão e 14 Experiências Identidade 16 deve 15 fortalecem fortalecer Produto de Software Crenças ☺ são 13 11 Bons Ruins de Valor Agregado e Valores em deve podem ser respeitar relação a 12 guiam deve 10 garantir ou Capacidades 9 Resultados aprimorar garantem deve 7 8 suportam suportar 4 geram Comportamentos é um 1 5 afetam recurso determinam 6 apresentam feito para 3 determinado Ambiente ou Mercado 2Elaborado por Luiz C. Parzianello Alvo possuibaseado no trabalho de Robert Dilts © 2011 Luiz Claudio Parzianello Atores
  38. 38. Ideal ou Propósito © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  39. 39. Ideal ou Propósito http://catarse.me/ © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  40. 40. Percebendo o Valor de um Produto TEMPO: 2 MINUTOS Tarefa #6 Se possível, identifique qual ideal ou propósito maior está por trás dessa missão e/ou identidade dos atores. Indique como e quanto o produto consegue estar alinhado com esse propósito. [0] Nada [1] Pouco [2] Mais ou menos [3] Muito [4] Totalmente © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  41. 41. Percebendo o Valor de um Produto Debate O que foi possível perceber neste novo modelo e exercício? Por que os níveis lógicos de percepção são mais difíceis de serem analisados? É possível perceber a relação deste modelo com User Stories e Release Planning? © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  42. 42. ValorCapacidade © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  43. 43. Parte IIIAprendendo a Entregar Valor com Produtos de Software © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  44. 44. The Dude’s Law Why Value = By David How Hussman © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  45. 45. “Até que se prove o contrário, a maioria dos requisitos são hipóteses aguardando comprovação” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  46. 46. Entregando Valor de Forma Iterativa Baseado em modelo de Tom Gilb http://stakeholdervalues.com/Value+Product+Owner 1 to 3 weeks cycles Business Manager 1 to 3 week cycles Product ManagerBusinessManager SCRUM Business Vision Product Vision Business Vision Product Vision Verification Verification Prioritization Verification Verification Product Manager Prioritization Business Product Vision Vision Value Management Development Management Value Manag. Value Manag. Value Management Development Management © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  47. 47. Buscando Valor pelo ProdutoMMF (Minimum Marketable Feature) MRF (Minimum Releasable Feature) “A MMF is a chunk of functionality that delivers a subset of the customers requirements, and that is capable of returning value to the customer when released as an independent entity. The value of a MMF can be defined in a number of ways, including tangible factors such as revenue generation and cost savings, and less tangible factors such as competitive differentiation, brand-name projection, and enhanced customer loyalty.” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  48. 48. Buscando Valor pelo ProdutoMVP (Minimum Viable Product) MFS (Minimum Feature Set) MUFS (Minimum Useful Feature Set) “A MVP is not a minimal product; it is a strategy and process directed toward making and selling a product to customers. It is an iterative process of idea generation, prototyping, presentation, data collection, analysis and learning.” http://business901.com © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  49. 49. Buscando Valor pelo Negócio NegócioBVI (Business Value Increment) Julian Everett criou este termo que representa ... O desenvolvimento de uma nova capacidade de negócios que permita a conquista de melhores resultados.MEVO (Minimum Economically Viable Offer) Josh Kaufman, The Personal MBA “É uma oferta que promete e/ou provê o menor número de benefícios necessários para produzir uma venda.” © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  50. 50. Entregando de Forma Contínua Contínua Value Iteration 1 Iteration 2 Iteration 3 Iteration 4 Iteration 5 Business Perspective New Capabilities Launch Business Value Increment Business Value Incrementsupports ..... MEVO Product Perspective Minimum Marketable Features Minimum Marketable Features Release Minimum Viable Product Minimum Viable Product results ..... Process Perspective PDCA PDCA PDCA PDCA PDCA Better Performance Better Performancemanages Project Perspective Integration, Acquisitions, Costs & Risks Integration, Acquisitions, Costs & Risks Time © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  51. 51. Um Time que Gera Valor Business Product Product & Dev Vision Strategy Strategy Strategy Development Management Perceptions Market Services Business Demands Business Demands Product Releases Product Operations Management Business Management Product Management BVI MVP MMF Release Business Product Software Systems Owner Owner Engineer Engineer Data Business UX SEO System Testing Analytics Analysis Analysis Analysis Analysis Analysis © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  52. 52. Para pensar ... “Quando um dedo aponta para a lua, os tolos se detém olhando para o dedo” Provérbio chinês © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  53. 53. Muito Obrigado! Contatos parzianello@gmail.com @lcparzianello Luiz.Parzianello@gruporbs.com.br © 2011 Luiz Claudio Parzianello
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×