Aula 3 bom criatividade.pptm

1,196 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,196
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
115
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 3 bom criatividade.pptm

  1. 1. Senac Unidade 24 de Maio EmpreendedorismoEmpreendedorismo TECNICO CONTABILIDADETECNICO CONTABILIDADE Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Criatividade Aula 3Aula 3 DocenteDocente - Edson dos Santos (negão)
  2. 2. CRIATIVIDADECRIATIVIDADE “Criatividade é a capacidade de dar origem a coisas novas e valiosas e, além Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado e valiosas e, além disso, é a capacidade de encontrar novos e melhores modos para se fazer as coisas”.
  3. 3. CRIATIVIDADECRIATIVIDADE • “O ato criativo implica três elementos: a pessoapessoa Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado pessoapessoa criadoracriadora, o processoprocesso criativocriativo e o objetoobjeto criadocriado”
  4. 4. CRIATIVIDADECRIATIVIDADE A pessoa criativa é aquela que se move ao longo do tempo (pensa sobre o que acontecerá com seu trabalho); Move-se por meio do espaço (está Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Move-se por meio do espaço (está mentalmente em diversos lugares), sente as cores, materializa objetos (representa-os); Tem sensações, experimenta coisas, escuta sons, emociona-se, faz o proibido e, sobretudo, faz nascer uma idéia”. O Beijo – Pablo Picasso
  5. 5. CRIATIVIDADECRIATIVIDADE Para Victor Mirshawka e Victor Mirshawka Júnior, a criatividade inclui sempre dois aspectos essenciais: Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado 1) a produção de algo novo; 2) e que este algo novo seja valioso.
  6. 6. CRIATIVIDADE Para o profissional da área de eventos, em especial de eventos temáticos, ser criativo é fundamental. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Em eventos, promotores, gestores, diretores de arte, cenógrafos, regentes, autores e desportistas vivem o impulso da criação de diversas formas.
  7. 7. CRIATIVIDADE • Segundo a concepção freudiana, esse impulso surge para solucionar um conflito. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado conflito. • De acordo com Platão, trata-se de uma forma de loucura.
  8. 8. PENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTEPENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTE APLICADO A EVENTOSAPLICADO A EVENTOS Marcelo Galvão, autor de Mente criativa (1992) analisa o pensamento criativo em Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado (1992) analisa o pensamento criativo em relação ao pensamento tradicional. Utiliza os conceitos de pensamento convergente e divergente:
  9. 9. PENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTE APLICADO A EVENTOSPENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTE APLICADO A EVENTOS • pensamento convergente: que parte das informações já conhecidas e estabelece respostas predefinidas; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • pensamento divergente: que estabelece soluções e respostas aos estímulos de forma inovadora, com base na própria inspiração.
  10. 10. PENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTE APLICADO A EVENTOSPENSAMENTO LATERAL E DIVERGENTE APLICADO A EVENTOS Edward de Bono, define dois tipos de pensamento: 1) pensamento verticalpensamento vertical: em que se usam as informações de maneira ordenada, seletiva, analítica e seqüencial; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado analítica e seqüencial; 2) pensamento lateralpensamento lateral: em que se usam as informações de maneira provocante, em busca da riqueza, dando saltos e criando novas direções a partir das incertezas.
  11. 11. AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE????AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE???? • A capacidade de elaborar teorias científicas, inventar instrumentos e/ou aparelhos, ou produzir obras de arte. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado produzir obras de arte. • A habilidade de produzir coisas novas e valiosas.
  12. 12. AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE????AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE???? • A aptidão de desestruturar a realidade e reestruturá-la de outras maneiras. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • O ato de unir duas coisas que nunca estiveram unidas e tirar daí uma terceira coisa.
  13. 13. AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE????AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE???? • Uma técnica de desenvolver soluções para os problemas. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Uma capacidade inata que é bloqueada por influências culturais e ambientais.
  14. 14. AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE????AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE???? • Etimologia: Deriva do latim creatio, creare, que pode ser entendido como “fazer uma escolha”. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Em grego, o termo equivalente é mágalo krainem, algo como “grande realização”.
  15. 15. AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE????AFINAL, O QUE É CRIATIVIDADE???? Realizar, mesmo coisas grandes, ou fazer escolhas não requerem, necessariamente, criatividade. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado A palavra criatividade deve ficar reservada ao processo mediante o qual uma pessoa capta ou formula algo que não lhe havia ocorrido antes.
  16. 16. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • É o conhecimento direto e imediato das coisas, sem depender do raciocínio dedutivo – uma percepção Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado dedutivo – uma percepção instantânea decorrente de um processo de contemplação e imersão no problema.
  17. 17. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • Capacidade criativa pode ser estimulada por uma somatória de outras capacidades, como saber organizar o seu arquivo de dados, ou usar ao fazer escolhas, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado dados, ou usar ao fazer escolhas, desenvolver o olhar. • Tudo isso sem perder o foco e mantendo o controle sobre o processo.
  18. 18. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • O pensamento criativo desenvolve-se numa sucessão homogênea e crescente, sob Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado homogênea e crescente, sob efeito da orientação fornecida pela atençãopela atenção
  19. 19. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • “Criatividade é o processo de mudança, de desenvolvimento, de evolução na organização da vida subjetiva”. Brewster Ghiselin Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Brewster Ghiselin
  20. 20. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • “Criatividade é o processo que resulta em um produto novo, que é aceito como útil, e/ou satisfatório por um número significativo denúmero significativo de Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado número significativo denúmero significativo de pessoaspessoas em algum ponto no tempo”. Stein
  21. 21. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • “Criatividade representa a emergência de algo único e original”. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Anderson
  22. 22. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • “Criatividade é o processo de tornartornar--se sensívelse sensível a problemas, deficiências, lacunas noa problemas, deficiências, lacunas no conhecimento, desarmonia; identificar aconhecimento, desarmonia; identificar a dificuldade,dificuldade, buscar soluções, formulando hipóteses a respeitobuscar soluções, formulando hipóteses a respeito Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado buscar soluções, formulando hipóteses a respeitobuscar soluções, formulando hipóteses a respeito das deficiências;das deficiências; testar etestar e retestarretestar estas hipóteses;estas hipóteses; e, finalmente, comunicar os resultados”. Torrance
  23. 23. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • A criatividade pode ser compreendida de diversas maneiras e vista sob vários aspectos; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado
  24. 24. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • Pode ser considerada do ponto de vista da pessoa que cria, isto é, em termos de fisiologia e Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado de fisiologia e temperamento, incluindo aí atitudes pessoais, hábitos e valores;
  25. 25. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • pode também ser explanada por meio dos processos mentais, motivação, percepção,motivação, percepção, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado motivação, percepção,motivação, percepção, aprendizado,aprendizado, pensamento epensamento e comunicação,comunicação, que o ato de criar mobiliza;
  26. 26. INTUIÇÃO CRIATIVAINTUIÇÃO CRIATIVA • Pode focalizar influências ambientais e culturais; • pode ser entendida em função de seus produtos, como teorias, invenções, pinturas, esculturas e poemas;teorias, invenções, pinturas, esculturas e poemas; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado teorias, invenções, pinturas, esculturas e poemas;teorias, invenções, pinturas, esculturas e poemas; •• ato mentalato mental, que consiste, na capacidade de combinar subjetivamente sons e imagens, gerando algo novosons e imagens, gerando algo novo, independentemente de qualquer conexão lógicaconexão lógica com o mundo exterior.
  27. 27. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Combinar letras para inventar Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado inventar uma palavra.
  28. 28. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Combinar duas ou mais imagens para formar uma nova (imagine um Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado (imagine um jacaré comendo um tomate).
  29. 29. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Segmentar uma imagem em novas formas (imagine um triângulo azul e Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado triângulo azul e separe-o em lados e interior).
  30. 30. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE •• Distorcer uma imagemDistorcer uma imagem (imagine seus olhos inchando e saindo das órbitas oculares). Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado inchando e saindo das órbitas oculares).
  31. 31. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Ver uma imagem sob outra perspectivaimagem sob outra perspectiva, um diferente “ângulo de câmara” (veja seus olhos Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado diferente “ângulo de câmara” (veja seus olhos inchando de frente e depois de lado).
  32. 32. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Combinar algumas notas musicais para formar uma melodia nunca antes ouvida. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado uma melodia nunca antes ouvida.
  33. 33. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Combinar palavras Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Combinar palavras para formar uma nova frase.
  34. 34. ESTIMULANDO A CRIATIVIDADEESTIMULANDO A CRIATIVIDADE • Imaginar a si mesmo Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado mesmo executando comportamentos novos.
  35. 35. INCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DAINCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DA CRIATIVIDADECRIATIVIDADE •• Incubação:Incubação: Nossa mente trabalha idéias mesmo que não estejamos conscientesestejamos conscientes disso. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado estejamos conscientesestejamos conscientes disso. Evidência desse processo são aquelas idéias que aparecem de repente, por vezes até em situações em que preferiríamos que nãopreferiríamos que não surgissem.
  36. 36. INCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DAINCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DA CRIATIVIDADECRIATIVIDADE • Robert B. Dilts, define como: “gestação inconsciente”; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Paul McCartney: acordava com as músicas soando na cabeça.
  37. 37. INCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DAINCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DA CRIATIVIDADECRIATIVIDADE • O inventor Lowell Noble usava a incubação como método de trabalhoincubação como método de trabalho, alimentando a mente com informações, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado alimentando a mente com informações, permitindo sua “digestão” durante a noite ao dormir e apenas aguardando os pensamentos que viriam na manhã seguinte.
  38. 38. INCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DAINCUBAÇÃO: ETAPA FUNDAMENTAL DA CRIATIVIDADECRIATIVIDADE • Há pessoas que andam com uma caderneta para Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado caderneta para poder registrar as idéias inesperadasidéias inesperadas.
  39. 39. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • Para Edward de Bono, existem dois tipos de criatividade: 1) a criatividade da inocênciada inocência e, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado 1) a criatividade da inocênciada inocência e, 2) a criatividade da fugada fuga
  40. 40. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • Criatividade da Inocênciada Inocência O processo criativo é livre, despojado, espontâneo, porque o agente criador Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado espontâneo, porque o agente criador desconhece totalmente as regras, diretrizes,desconhece totalmente as regras, diretrizes, procedimentos e processosprocedimentos e processos que definem a atividade da criação.
  41. 41. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • Criatividade da Fugada Fuga Aqui, rompem-se os padrões vigentes. O agente criador, que conhece as regras, diretrizes, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado O agente criador, que conhece as regras, diretrizes, procedimentos e o processo, procura ignorá-los deliberadamente. Daí o conceito de “fugaconceito de “fuga”, como rompimento dosrompimento dos padrões vigentespadrões vigentes.
  42. 42. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE •• Na área de eventosNa área de eventos, há o predomínio da criatividade da fuga, em especial quando se pensa em novas regras e novos formatos para o chamado showbizz. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • É quando os eventos esportivos, sociais,eventos esportivos, sociais, culturais, educacionais e de negóciosculturais, educacionais e de negócios dão lugar a megaeventos de entretenimento, lazer e diversão.
  43. 43. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • A abordagem criativa amplia o escopo das atividades dos eventos e lhes confere uma nova natureza multifuncional, multifacetada oumultifuncional, multifacetada ou setorial.setorial. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • EXEMPLO 1: A Bienal Internacional do Livro torna-se um “festival de cultura”, com atividades diversas – venda e promoção de livros, cursos, palestras, oficinas e shows.
  44. 44. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE EXEMPLO 2: Um jogo de futebol ganha características de show de entretenimento ao envolver atrações diversas, do tipotipo concurso de torcidas, shows no intervalo,concurso de torcidas, shows no intervalo, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado concurso de torcidas, shows no intervalo,concurso de torcidas, shows no intervalo, distribuição de brindes, música, fogos,distribuição de brindes, música, fogos, adereços, luzes, chuva de confetes,adereços, luzes, chuva de confetes, cerimônias de premiaçãocerimônias de premiação.
  45. 45. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE EXEMPLO 3: Os Jogos Olímpicos e aJogos Olímpicos e a Copa do Mundo de futebolCopa do Mundo de futebol deixaram de ser somente eventos esportivos, Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado de ser somente eventos esportivos, tornando-se megaeventos de entretenimento, com atrações diversas para o público.
  46. 46. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE EXEMPLO 4: As tradicionais exposiçõesAs tradicionais exposições de arte evoluíram para um conceitode arte evoluíram para um conceito mais amplomais amplo de “festivais de arte”, com Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado mais amplomais amplo de “festivais de arte”, com a criação de espaços de arte, de lazer eespaços de arte, de lazer e entretenimentoentretenimento, além da comercialização de produtos.
  47. 47. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • Por meio da prática do pensamento lateral o agente criador enfatiza oo “valor da fuga”“valor da fuga”, por meio da “adoção de uma perspectiva diferente ou Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado de uma perspectiva diferente ou recuada, de modo a olhar as coisas de certa distância”.
  48. 48. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE • Criatividade da Fuga em eventos: quebra dos padrõesquebra dos padrões De Para Eventos funcionais Eventos multifuncionais/multifacetados Eventos especializados Eventos multiespecializados Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Eventos setoriais Eventos temáticos Eventos reais Eventos reais e virtuais Eventos convencionais Eventos interativos Eventos tradicionais Eventos experimentais
  49. 49. TIPOS DE CRIATIVIDADETIPOS DE CRIATIVIDADE FUGA DOS PADRÕES: A BASE DA CRIATIVIDADE EM EVENTOS • Criatividade é a arte de fugir de velhos padrões e quebrá- los com imaginação. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Criar eventos e gerenciá-los com base em padrões estabelecidos é o caminho mais curto para o insucesso.para o insucesso. • Um evento de sucesso, ao contrário, não segue padrões rígidos, mas cria novos padrõescria novos padrões.
  50. 50. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • É um processo de pensar sobre novas formas de diversão para o público. • A criatividade em eventos principia com uma reflexão sobre as “áreas de atenção”, que correspondem aos Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado sobre as “áreas de atenção”, que correspondem aos diferentes aspectos do processo de diversão, Que inclui:Que inclui: Entretenimento, lazer, esporte, cultura, artes em geralEntretenimento, lazer, esporte, cultura, artes em geral.
  51. 51. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • A busca de idéias começa com a escolha das áreas de atenção.áreas de atenção. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • áreas combinadas entre si - novas áreas de atenção: esporteesporte--culturacultura--diversãodiversão ou, diversão por meio de ações esportivas e culturais realizadas conjuntamenterealizadas conjuntamente.
  52. 52. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • Estratégia de expansão das áreas de atenção.expansão das áreas de atenção. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • A diversão é o elemento dominante nesse processo de aglutinação de áreas de atenção, por ser uma das utilidades mais nobres e necessáriasutilidades mais nobres e necessárias nos dias de hoje.
  53. 53. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • PROCESSO DE CRIAÇÃO a)a) A idéiaA idéia Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Ter a idéia, guardá-la, aprimorá-la. Uma idéia nova pode ser a versão de uma velha idéia. Um simples detalhe pode ser fator de sucesso.
  54. 54. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • O processo criativo não ocorre como se fosse um passe de mágica. • Requer, ao contrário, determinação, coragem,determinação, coragem, disciplina e muito trabalho.disciplina e muito trabalho. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado determinação, coragem,determinação, coragem, disciplina e muito trabalho.disciplina e muito trabalho. • É composto por cinco fasespor cinco fases: Preparação, Incubação,Preparação, Incubação, Iluminação, Implementação eIluminação, Implementação e Verificação.Verificação.
  55. 55. O QUE ÉO QUE É CRIATIVIDADECRIATIVIDADE EM EVENTOS????EM EVENTOS???? O processo criativo exigeprocesso criativo exige do seu ator principal, e também dos coadjuvantes, características pessoais Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado características pessoais como influência, originalidade, flexibilidade e, sobretudo, liberdade.
  56. 56. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? b) A pesquisa • é preciso consumir horas de trabalho e dedicação em pesquisa; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado dedicação em pesquisa;
  57. 57. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • Criativo é aquele que sabe claramente o que quer. Isso ajuda muito a descobrir novas formas para alcançar o que deseja. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • A atitude criativa se baseia no processo dinâmico de escolher criteriosamente as alternativas e desenvolvê-las com liberdade e ousadia.
  58. 58. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • O processo criativo é uma seqüência de atividades planejadas e desenvolvidas para gerar o pensamento criativo, alimentando dessa formaalimentando dessa forma o comportamento criativoo comportamento criativo no local de trabalho. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • O resultado disso é o aumento da qualidade de produtos e serviços, que assegura a competitividade da empresa.
  59. 59. O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS????O QUE É CRIATIVIDADE EM EVENTOS???? • Em oposição, um processo não- criativo é todo aquele que inibeinibe o pensamento criativo, nãoo pensamento criativo, não Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado o pensamento criativo, nãoo pensamento criativo, não estimulandoestimulando o comportamento criativo.
  60. 60. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • Agir criativamente significa pensar de maneira diferente. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • É com a análise do conceito que se inicia o processo criativo de pensar e realizar eventos.
  61. 61. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • O evento pode ser entendido como uma promessa de entretenimento, um fato importante, um acontecimento de destaque, momentos inesquecíveis ou simplesmente Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado momentos inesquecíveis ou simplesmente momentos de distração. • A natureza do evento condiciona seu conceito, visão e entendimento.
  62. 62. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • Para os esportistas, evento é jogo, competição. • Para os homens de negócios, eventos são oportunidades de conhecimento, compra e venda Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado oportunidades de conhecimento, compra e venda de produtos e serviços. • Para os artistas, evento é manifestação artística e espetáculo.
  63. 63. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS Eventos servem para promover entretenimento e lazer, ou seja, pura distração. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado distração. Ou, além disso, informar, educar, conscientizar o público.
  64. 64. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • Ou, ainda, da cidadania. mobilizar, desenvolver o exercício • Podem também relembrar fatos, comemorar Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Podem também relembrar fatos, comemorar feitos históricos, datas civis, festas religiosas, tradições, assim como divulgar trabalhos e realizações, como promover o desenvolvimentocomo promover o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, da cultura e das artes.da ciência e da tecnologia, da cultura e das artes.
  65. 65. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • Tipos de Eventos Podem ser eventos virtuais – que acontecem na internet ou parte nela, ou possibilitam visitas Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado internet ou parte nela, ou possibilitam visitas virtuais; Podem ser megaeventos, médio e pequeno porte.
  66. 66. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS Há eventos globais, mundiais, nacionais, regionais e locais. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Como também existem eventos do tipo circuito, meeting, maratonas, minimaratonas, gincanas, mostras, exposições e outros.
  67. 67. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • Podem variar em função do período, do local, da parceria com outras entidades e representantes da mídia, do tipo de público e da sua natureza. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • O quadro abaixo apresenta algumas pistas e caminhos para pensar criativamente os eventos:
  68. 68. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS Pontos de reflexão Regras básicas Conceito - Pense em um novo conceito de eventoPense em um novo conceito de evento Visão - Mude a sua visão de eventoMude a sua visão de evento -- Crie novas visões de eventoCrie novas visões de evento Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado -- Crie novas visões de eventoCrie novas visões de evento Objetivos -- Formule novos objetivosFormule novos objetivos Formas -- Pense em novas formas de eventoPense em novas formas de evento
  69. 69. O PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOSO PROCESSO CRIATIVO EM EVENTOS • A ordem é mudar, reformular. • Mude o conceito, a visão, os objetivos, as formas e as possibilidades de realização do Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado formas e as possibilidades de realização do evento. • O conteúdo do evento reflete sua idéia- central, seu conceito-base, sua temática principal.
  70. 70. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • É bom lembrar que o primeiro passo para exercer a criatividade em eventos é adotar a Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado eventos é adotar a concepção do evento como espaço de entretenimento.
  71. 71. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO E, para tal, indispensável se faz a criação de um elenco de atrações, capazes de atrair públicos diversos, comocomo Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado públicos diversos, comocomo crianças, précrianças, pré-- adolescentes,adolescentes, adolescentes, adultosadolescentes, adultos leigos e terceira idade,leigos e terceira idade, além de fãs ealém de fãs e praticantespraticantes do esporte.
  72. 72. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • Criatividade em Eventos: nos negócios, pode-se explorar a criatividade em três formas: 1. criatividade artística: produção de um livro ou quadro, ou composição de uma música; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado quadro, ou composição de uma música; 2. criatividade da descoberta: descobertas, invenções; 3. e, a criatividade humorística.
  73. 73. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO A criatividade em eventos é uma modalidade de “criatividade artística”. A pessoa que cria eventos é fundamentalmente Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado A pessoa que cria eventos é fundamentalmente um artista. E qual é a sua arte? É a mais abrangente de todas: a arte do entretenimento.
  74. 74. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • Um evento, independentemente de sua natureza e de seus propósitos, é um meio de entretenimento. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • O que varia, de evento para evento, são os recursos estratégicos utilizados para unirrecursos estratégicos utilizados para unir entretenimento e esporteentretenimento e esporte, no caso de eventos esportivos, ou entretenimento e artes, no caso de eventos artísticos.
  75. 75. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • Entretenimento como arte: também podem utilizar os demais tipos de criatividade: as criatividades da descoberta e humorística. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Os artistas que inventam novas técnicas utilizam a criatividade da descoberta em suas apresentações, agregando novos elementos e aumentando a qualidade de seus espetáculos.
  76. 76. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO O humor é outro elemento-chave da criatividade. Há espetáculos de teatro e dança em que o humor se manifesta por meio de diálogos e personagens. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado meio de diálogos e personagens. Como tema, o humor tem sido utilizado na criação de uma gama diversa de eventos: festivais e mostras de humor, concursos, prêmios, shows.
  77. 77. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO Duailibi & Simonsen definem criatividade como “ato de dar existência a algo novo, único e original”. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado único e original”. Eles definem duas formas de criatividade: invenção e descoberta.
  78. 78. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • Falamos de invenção quando, pela associação de dois ou mais fatores aparentemente díspares, chega-se a um Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado díspares, chega-se a um terceiro fatorterceiro fator, que faz parte dos anteriores, mas que, em relação a eles, é novo.
  79. 79. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • A descoberta ocorre quando se percebe algo desconhecido, mas já existente, e se manifesta Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado existente, e se manifesta essa constatação por meio de uma definição, de uma equação ou fórmula matemática.
  80. 80. ENTRETENIMENTOENTRETENIMENTO • O uso de imagens digitalizadas e virtuais em eventos, como parte da sua concepção cênica, é um exemplo de criatividade por invenção. • Em outras palavras, pode-se dizer que Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Em outras palavras, pode-se dizer que descoberta é a criação de novos usos e aplicações para algo que já existe, enquanto a invenção é a descoberta de algo inteiramente novo.
  81. 81. TEMASTEMAS Tema é o assunto sobre o qual se descreve, ou seja, a idéia defendida. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado idéia defendida. • O tema é um elemento abstrato.
  82. 82. TEMASTEMAS • Como desenvolver um tema?? Deve-se sempre indicar o objetivo para que todos possam pensar em conjunto; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado todos possam pensar em conjunto; É mais fácil pensar num tema quando já existe referencias ou basesreferencias ou bases sobre ele;
  83. 83. TEMASTEMAS • A escolha do tema é uma decisão fundamental, pois a partir dele se estabelecerão todas as relações e desdobramentos do evento. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Por conta disso, a escolha do tema deve estabelecer dois preceitos fundamentais: identificação e domínio do tema.
  84. 84. TEMASTEMAS • A criatividade do evento começa na escolha do tema. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado tema. • Há temas sociais, culturais, étnicos, históricos, místicos, futuristas.
  85. 85. TEMASTEMAS Alguns caminhos para a escolha do tema: • rumo ao passado: é o processo de identificação com o passado, por meio de uma projeção ficcional ou científica; Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado ficcional ou científica; • viver o presente: compreende o nivelamento do passado, a fusão cópia/original e o achatamento verdadeiro/falso e antigo/moderno;
  86. 86. TEMASTEMAS • abstratos ou concretos: o concreto surge por meio de espaços e uma combinação entre força e formas de ocupação do espaço; • atualidade do tema: busca a criatividade Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • atualidade do tema: busca a criatividade temática do evento (virtualidade do cotidiano); • étnicos: é um filão a ser explorado no processo de criatividade temática de eventos
  87. 87. TEMASTEMAS A criatividade dos temas baseia-se numa série de pensamentos dicotômicos. Exemplos: Futuro Passado Amor Ódio Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Amor Ódio Ficção Realidade Riqueza Pobreza Moderno Tradicional Paz Guerra
  88. 88. TEMASTEMAS • Um tema oportuno, inovador, atual e polêmico é garantia de sucesso de qualquer evento. Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Vale lembrar que o marketing do evento já começa destacando a natureza e a relevância do tema escolhido.
  89. 89. EVENTOS TEMÁTICOSEVENTOS TEMÁTICOS Como escolher o tema para a sua celebração? Tudo dependerá do que é esperado para o Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado Tudo dependerá do que é esperado para o momento. A temática da festa pode diferir do lugar-comum e personalizar aquele que se tornará um evento memorável.
  90. 90. TIPOS DE EVENTOS TEMÁTICOSTIPOS DE EVENTOS TEMÁTICOS • Festa infantil: a festa à fantasia é a mais indicada. Porém, quando falamos de um evento para adultos, o leque de opções torna-se maior. • Ao fazer o planejamento, o anfitrião precisa ter Prof.Edson Negão – Junho 2013 – Modificado • Ao fazer o planejamento, o anfitrião precisa ter em mente o que deseja ou sonha para esse momento especial. • A partir daí, é possível escolher os elementos que tornarão a comemoração inesquecível.

×