05 01-2014

189 views
150 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
189
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
110
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

05 01-2014

  1. 1. ou A V I S O S DESTAQUE Em Fevereiro de 2014 haverá uma peregrinação a Israel/Jordânia. Os interessados devem contactar o Padre Filipe. Sábado, 4 de janeiro – Reunião de Pais dos Catequizandos do 8º ano. – Reunião da Equipa de Animação Ambas às 21h, no salão S. Mateus. Às quartas-feiras, pelas 20h, na Capela de S. Silvestre, Hora de Oração p/ Vocações Religiosas. Sábado, 11 de janeiro – Reunião de Acólitos, – às 21h, na Sacristia em S. Mateus. – Festa da Vida do 8º ano 3ª feira, 7 de janeiro – Reunião de Preparação da Ação FESTA da FAMÍLIA, às 21h, no salão de S. Mateus. (Para as Responsáveis de Zona) 6ª feira, 10 de janeiro Dia de S. Gonçalo – Eucaristia às 10h, na capela em Honra de S. Gonçalo. Domingo, 12 de janeiro – Início da Semana da Família com Bênção das Grávidas e dos Bebés – Na missa das 9h30, Igreja S. Mateus. ROTARY CLUB MURTOSA Salão Nobre da Câmara Municipal da Murtosa Na próxima 6ª feira, dia 10 de janeiro de 2014, pelas 21 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Murtosa, vai haver a 4ª de uma série de 6 palestras com o Dr. Diamantino Matos, sobre arte, com o tema "Jesus Cristo - A Via Sacra". É uma organização da Câmara da Murtosa e do Rotary Club da Murtosa. É a quarta de seis sessões, onde se poderá conhecer Jesus através dos olhos e das mãos de artistas de todo o mundo. A entrada é livre. Semana de 05 a 11 de Janeiro Folha Semanal nº 01 / 2014 Domingo da Epifania do Senhor LEITURA I – Is 60, 1-6 LEITURA II – Ef 3, 2-3a.5-6 71 (72) Refrão: Virão adorar-Vos, Senhor, todos os povos da terra. SALMO: EVANGELHO – Mt 2, 1-12 ALELUIA - Mt 2, 2 Aleluia. Aleluia. Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorar o Senhor. " Os Magos reconhecem Jesus, o Filho de Deus…" Como uma cidade, construída sobre um monte, atrai o olhar de todos, ao ser iluminada pelo sol nascente, assim Jerusalém, iluminada pelo Nascimento de Jesus, atrai a si todos os povos, mergulhados na noite do pecado. Será, porém, na Igreja, nova Jerusalém, que Deus reunirá todos os homens, para lhes dar a salvação. Será n’Ela que se constituirá, definitivamente, a comunidade dos povos. «A luz dos povos é Cristo – Mas a Sua luz resplandece no rosto da Sua Igreja» (LG. n.° 1). Ela é, na verdade, o sinal e o instrumento de união com Deus e de unidade de todo o género humano. O universalismo de Isaías era um pouco limitado; os estrangeiros não estavam em posição de igualdade com os filhos de Israel. S. Paulo, descrevendo o plano salvífico de Deus, proclama que todos os homens são chamados, igualmente, a ser herdeiros da Promessa. Como consequência deste chamamento universal para a Fé, toda a separação, toda a discriminação, introduzidas na humanidade por culturas e civilizações, desaparecem. Todos são chamados a formar o verdadeiro Israel e a constituir um só Corpo – o Corpo Místico de Cristo – restabelecendo-se assim o plano primitivo de Deus acerca da humanidade, que era um projeto de unidade e amor. Frente ao mistério do Nascimento de Jesus, S. Mateus procura, sobretudo, contemplá-Lo à Luz do primeiro encontro do mundo pagão com o Salvador, de que os magos são as primícias e os representantes. Sublinhando, de modo expressivo, a universalidade da Mensagem cristã, dirigida a todos os homens, mesmo àqueles que, segundo as conceções estreitas do Judaísmo, viviam fora da Geografia e da História da Salvação, o evangelista mostra como na visita dos Magos, se realizam as profecias do A. T. Não deixa também de o impressionar, em contraste com o orgulho e cegueira de Herodes e dos sábios de Israel, a boa vontade dos Magos, que, atentos aos sinais dos Tempos, se dispõem a correr a aventura da Fé.

×