Planejamento de Monitoramento de Marcas e Conversacoes

10,000 views

Published on

Aula sobre Planejamento de Monitoramento de Marcas e Conversações. Curso Gestão Avançada em Mídias Sociais.

Published in: Business, Technology

Planejamento de Monitoramento de Marcas e Conversacoes

  1. 1. Curso Gestão Avançada em Mídias SociaisMENSURAÇÃO EMONITORAMENTOEM MÍDIAS SOCIAIS Planejamento do Monitoramento +
  2. 2. >> SUMÁRIO Como monitorar ações de comunicação e o relacionamento no ambiente das mídias sociais? Planejando o Monitoramento; Atividade prática: Elaboração de um plano de monitoramento para mídias sociais.
  3. 3. >> PLANEJANDO O MONITORAMENTO
  4. 4. >> MONITORAMENTO: PASSO A PASSO › Briefing › Identificação da Demanda de Informação › Exploração Inicial > Processo › Definição de palavras-chave Contínuo de Análise › Definição de buscas / mídia ›Níveis de Categorias › Classificação › Categorização › Produção de Gráficos › Avaliação › Montagem Relatório › Redação de Recomendações
  5. 5. >> BRIEFING › Durante o atendimento, é necessário entender profundamente o cliente, de conhecimentos gerais a específicos: › Histórico da Empresa › Missão / Visão / Valores › Objetivos ›Público-Alvo › Objetivo do Monitoramento › Histórico da Comunicação Digital da Empresa › Plano de Comunicação e Mídia da Empresa › Lista de Funcionários com Presença Digital Segmentada
  6. 6. >> DEMANDA DE INFORMAÇÃO › O que o monitoramento deve responder? › Exemplos: › De quem os usuários falam melhor nas mídias sociais? Minha marca ou concorrentes? › A campanha de mídia online está sendo comentada? › Que discussões engajam os internautas de Aracaju? › Qual o perfil demográfico dos advogados e detratores do meu produto?
  7. 7. >> EXPLORAÇÃO INICIAL › A fase de exploração inicial pode ser realizada através da navegação pelos sites, mídias sociais e buscadores. › O objetivo desta fase é entender de uma forma superficial onde se fala dos termos chave, os tipos de comentários realizados e as palavras utilizadas, o que vai permitir definir as mídias, as palavras chave e as categorias.
  8. 8. >> DEFINIÇÃO DE PALAVRAS CHAVE › Definir quais palavras-chave serão buscadas pelos softwares, como: › Nome da Empresa, Marca ou Produto › Nome da Empresa, Marca ou Produto dos Concorrentes › Nome de Substitutos › Palavras relacionadas ao setor › Hashtags › Termos irônicos › Definir palavras-chave negativas pra afinar os resultados › Línguas buscadas
  9. 9. >> DEFINIÇÃO DE PALAVRAS CHAVE > Scup> Seekr
  10. 10. >> DEFINIÇÃO DE BUSCAS / MÍDIAS › É a etapa que se escolhe onde as palavras-chave serão buscadas › Cada software possui um cardápio de mídias e cobrança diferentes › Todos os softwares possuem limites de menções coletadas pra cada plano: está é a etapa de definição de distribuição e amostra
  11. 11. >> DEFINIÇÃO DE BUSCAS / MÍDIAS> Radian6 > Scup
  12. 12. >> DEFINIÇÃO DE BUSCAS / MÍDIAS > Seekr
  13. 13. >> NÍVEIS DE CATEGORIAS › Definir que tipo de categorias › As categorias servem para saber serão adicionadas às menções. do quê as pessoas falam e, Pensar as categorias em “níveis”. posteriormente, o quê as pessoas falam de cada categoria.> Tipo de Emissor > Geográfica > Setor > AlcanceCorporativo Amapá Ensino 01 a 100Usuário Bahia Atendimento 101 a 1000Funcionário Ceará Comunicação 1001 a 2000Imprensa Sergipe Imprensa 2001 a 3000 etc
  14. 14. >> CLASSIFICAÇÃO E CATEGORIZAÇÃO › Classificação é a identificação do “sentimento” exposto pelo emissor em negativo, neutro, positivo ou misto. › Categorização é a adição de tags que representam categorias como Tipo de Emissor, Geografia, Tema, Característica etc.
  15. 15. >> CLASSIFICAÇÃO
  16. 16. >> CATEGORIZAÇÃO
  17. 17. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS › Depois de classificar e categorizar todas as menções da amostra, é possível gerar diversos gráficos pelo próprio software de monitoramento pleno.
  18. 18. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS > Scup
  19. 19. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS > Seekr
  20. 20. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS 1 2 3 > Volume x valor em linha do tempo, com identificação de picos
  21. 21. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS > Distribuição das Menções por Tipo de Emissor > Tipo de Emissor x Sentimento
  22. 22. >> PRODUÇÃO DE GRÁFICOS > Volume de menções por Categoria
  23. 23. >> AVALIAÇÃO E REDAÇÃO RECOMENDAÇÕES › A etapa de análise perpassa todo o processo do monitoramento. Depois de produzidos os gráficos, o analista de monitoramento deve ser capaz de comprender e avaliar os dados.
  24. 24. >> MONTAGEM RELATÓRIO › Montagem do relatório em formato documento ou apresentação › Estrutura variável › Como padrão, sempre explicitar a metodologia e amostra utilizada
  25. 25. >> EXERCÍCIO
  26. 26. >> EXERCÍCIO > www.seekr.com.br › Monitoramento de “Aracaju” para empresa de Turismo › Configurar um monitoramento trial no Seekr para uma das mídias: Twitter, Orkut, Blogs, Imprensa Online ou Yahoo! Respostas › Classificar e Categorizar 20 a 30 menções: › por sentimento › por temática › Gerar índice de valor de sentimento › Gerar gráfico de distribuição de sentimento › Identificar menções com opiniões-chave Mp = Menções Positivas [Mp + (Mn/2)] – Mr Mn =Menções Neutras Mr = Menções Negativas Mt = Menções Totais Mt
  27. 27. >> FONTES › Imagens: http://www.photoxpress.com/stock- photos/macro/instrument/letter/2307169,
  28. 28. + Conteúdo: @papercliq www.papercliq.com.br www.papercliq.com.br/blog [www.slideshare.net/papercliq Tel.: (71) 3013-1432 Av. Tancredo Neves – Ed. Esplanada Tower, 939 – Sala 403 – Caminho das Árvores | CEP 41.820-021 | Salvador-BA

×