Intodução a teologia evangélica - karl barth

4,534 views
4,325 views

Published on

Apresentação sobre a preleção 10 e 11 do livro, Introdução a Teologia Evangélica de Karl Barth. Criada em 2012 para a disciplina introdução à Teologia.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,534
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
186
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Intodução a teologia evangélica - karl barth

  1. 1. 3 “Karl Barth nasceu em Basiléia, Suíça, em 10 de maio de 1886. Era filho de Fritz Barth, um ministro reformado e professor de Novo Testamento e História da Igreja na Universidade de Berna, na Suíça, e Anna Sartorius. Ele recebeu sua educação inicial como membro da Igreja Reformada Suíça por seu pastor, Robert Aeschbacher. Por toda Die Kirchliche Dogmatik [Dogmática Eclesiástica] ressoam as frases do Catecismo de Heidelberg. Estes estudos levaram-no a se decidir por estudar teologia. Estudou nas universidades de Bern, Berlin, Tübingen e Marburg, tendo recebido seu bacharelado em 1909. Sua monografia foi sobre “O Descensus Christi ad inferos nos três primeiros séculos“.  Assistente da paróquia reformada suíço-alemã de Genebra (ele pregava de tempos em tempos no mesmo grande salão em que Calvino havia falado, três séculos e meio antes), e, em 1911, iniciou o pastorado numa pequena igreja reformada no interior da Suíça, em Safenwill (a única igreja numa pequena cidade de 2.000 habitantes), no cantão da Aargau, onde ficou até 1921.  1-FERREIRA, Franklim. Karl Barth: uma introdução á sua carreira e aos principais temas de sua teologia.
  2. 2. 4  Epístola aos Romanos  A Palavra de Deus e a Teologia  Fides quaerens intellectum – A Prova da Existência de Deus, conforme        Anselmo Dogmática da Igreja Credo Súmula Teológica A Teologia Protestante no Século 19 Breve interpretação da Epístola aos Romanos Introdução a Teologia Evangélica Ad Limina Apostolorum 2. BARTH, Karl. Introdução a teologia evangélica. 7.ed. São Leopoldo-RS: Sinodal, 1996
  3. 3. 5 3. Os Perigos que Ameaçam a Teologia  PRELEÇÃO 10 - SOLIDÃO  PRELEÇÃO 11 - DÚVIDA  PRELEÇÃO 12 - TRIBULAÇÃO  PRELEÇÃO 13 - A ESPERANÇA 4. O Labor Teológico  PRELEÇÃO 14 - ORAÇÃO  PRELEÇÃO 15 - ESTUDO  PRELEÇÃO 16 - SERVIÇO  PRELEÇÃO 17 - O AMOR
  4. 4. 6  PRELEÇÃO 10 - SOLIDÃO  PRELEÇÃO 11 - DÚVIDA  PRELEÇÃO 12 - TRIBULAÇÃO  PRELEÇÃO 13 - A ESPERANÇA
  5. 5. 7 Fabrício Cristiano Pangoni Matheus Ovando de Araujo Oilson ... Ronaldo Sato Roberta Sato Toyoshi Sato
  6. 6. 8
  7. 7. 9
  8. 8. 10  Sombra
  9. 9. 11  E agora o que fazer?
  10. 10. 12 Afronto
  11. 11. 13
  12. 12. 14  CRISE
  13. 13. 15  O Teólogo precisa ter um conhecimento mais aguçado
  14. 14. 16 IGREJA X TEOLOGIA
  15. 15. 17
  16. 16. 18
  17. 17. 19  Na igreja a teologia entra como ferramenta
  18. 18. 20  É necessário passar por solidão
  19. 19. 21  A teologia está abaixo de DEUS
  20. 20. 22  Esse isolamento é inevitável, e também deve ser aturado, por mais que seja difícil suportá-lo.  O ato de se afastar ajuda o teólogo na reflexão de suas ideias e pensamentos.  Acalme-se! Você não está sofrendo com alucinações pessoais, está apenas analisando as palavras de uma pessoa que se diz cristã mas que não parece ser, contudo parecem conhecer o abalo que o faz ser teólogo.  “A teologia não se restringe à exegese, à história da Igreja, à dogmática, mas é também ética ao elaborar uma concepção sobre o preceito divino, e é proclamada na promissão divina e na ação da Igreja.”
  21. 21. 23
  22. 22. 24
  23. 23. 25
  24. 24. 26
  25. 25. 27
  26. 26. 28
  27. 27. 29
  28. 28. 30
  29. 29. 31
  30. 30. 32

×