RISCOS BIOLÓGICOS• Do relacionamento da espécie humana x outra  população da biosfera terrestre• 1.Equilíbrio( grau de ada...
RISCOS BIOLÓGICOS• RISCO BIOLÓGICO OCUPACIONAL = deriva do  contato dos trabalhadores com vegetais,  animais e seus produt...
RISCOS BIOLÓGICOS: classificação CLASSIFICAÇÃO DOS AGENTES BIOLÓGICOS:• GRUPO 1 = baixo risco individual e para a  coletiv...
RISCOS BIOLÓGICOS: classificação• GRUPO 3 – alto risco individual e moderado risco para a  coletividade: inclui os agentes...
FONTES DE INFECÇÃO•   Animais•   Água•   Ar condicionado•   Homem•   Plantas•   Indústria•   Laboratórios•   Solo•   Resíd...
ATIVIDADES de maior exposição a          AGENTES BIOLÓGICOS•   1.SERVIÇOS DE SAÚDE:      Laboratórios de pesquisas      Se...
NR 32 - Segurança e Saúde no Trabalho em  Serviços de Saúde - Riscos BiológicosFINALIDADE estabelecer as diretrizes básic...
NR 32 - Segurança e Saúde no Trabalho em  Serviços de Saúde - Riscos Biológicos• Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços...
NR 32• PCMSO  – Reconhecimento e avaliação dos riscos biológicos  – Localização das áreas de risco segundo os    parâmetro...
NR 9 – Programa de Prevenção de      Riscos Ambientais - PPRARiscos ambientais os agentes físicos, químicos ebiológicos ex...
NR 9•   Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ( PPRA)     – Preservação da saúde, integridade dos trabalhadores     –...
RISCOS BIOLÓGICOS• Onde pode ocorrer a exposição a agentes biológicos ?•   Trabalhadores em contato com•   ■ materiais nat...
RISCOS BIOLÓGICOS• RISCO BIOLÓGICO OCUPACIONAL = deriva do  contato dos trabalhadores com vegetais,  animais e seus produt...
RISCO BIOLÓGICO: tipos de exposição• Exposição ao risco biológico pode ser:• 1. Exposição com intenção deliberada  exposi...
1.AGENTES BIOLÓGICOS relacionados        doenças ocupacionais• 1. Microrganismos : vírus , bactérias, fungos.• 2.Microrgan...
AGENTES BIOLÓGICOS relacionados       doenças ocupacionaisOs agentes biológicos podem causar três tiposde doenças:• ■ infe...
MEIOS DE TRANSMISSÃO• TRANSMISSÃO DIRETA IMEDIATA pessoa a  pessoa• TRANSMISSÃO DIRETA MEDIATA via  respiratória( nariz,...
RISCOS BIOLÓGICOS• Material biológico – sangue, fluidos orgânicos  potencialmente infectantes (sêmen, secreção  vaginal, l...
RISCOS BIOLÓGICOS
Principais agentes biológicos : meio de                  transmissão.•   1. Agentes transmitidos por via sanguínea•   - he...
Principais agentes biológicos: meio de                 transmissão•   2. Agentes transmitidas por vias aéreas:•   - tuberc...
Principais agentes biológicos:         meio de transmissão•   3. Agentes transmitidos por via oral/fecal:•   - Salmonela s...
VIAS de PENETRAÇÃO no hospedeiro   Ingestão : via oral   Inalação: via respiratória   Via cutânea:   - penetração atra...
MEDIDAS de CONTROLE e            PREVENÇÃO• 1. MEDIDAS de CONTROLE relativas ao  AMBIENTE• 1.1.Na fonte  evitar a presenç...
MEDIDAS de CONTROLE e            PREVENÇÃO• 1.2. No percurso evitar a proliferação de  contaminantes no ambiente .• São m...
MEDIDAS de CONTROLE e             PREVENÇÃO• 2. MEDIDAS DE CONTROLE relativas ao TRABALHADOR• - informação sobre os riscos...
MEDIDAS de PREVENÇÃOO empregador deve vetar:• - ato de fumar• - uso de adornos• -uso de calçados abertos• - os trabalhador...
MEDIDAS de PREVENÇÃO• Higienização de vestimentas utilizadas em  centros cirúrgicos e obstétricos, unidades de  terapia in...
PROGRAMA de CONTROLE MÉDICO de SAÚDE       OCUPACIONAL = P.C.M.S.ODeve contemplar:• 1. identificação e avaliação dos risco...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• I. Identificação dos riscos biológicos  em função da localização geográfica e  da caracte...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• b) vias de transmissão e de entradautilização de barreiras ou obstáculos entre afonte de...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• c) transmissibilidade, patogenicidade e virulência  do agente determina, além de quais m...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• II. Avaliação do local de trabalho e do trabalhador,  considerando:• 1. aspectos físicos ...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS1. Aspectos físicos do local de trabalho• 1.1. finalidade e descrição do local de trabalho•...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOSRESOLUÇÃO da ANVISA nº 104/2002 definição de áreas críticas:1. área crítica2. área semicrí...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• ÁREA CRÍTICA  salas de cirurgia , UTI ,salas de  hemodiálise ,bancos de sangue, centrais...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• 1.2. organização e procedimentos de trabalho• - turnos, as escalas, as pausas para o desc...
AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• 1.3. a possibilidade de exposição;• 1.4.a descrição das atividades e funções de  cada loc...
PROGRAMA de CONTROLE MÉDICO em SAÚDE       OCUPACIONAL ( PCMSO)1.Acidentes com material biológico devem serconsiderados EM...
PCMSO3.Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE   – Vacinação gratuita      •   Tétano, Difteria      •   Hepatite B      •  ...
Imunização DOS PROFISSIONAIS DE                  SAÚDE• 3.2.EMPRESA• NR 32 fixa claramente a obrigatoriedade de o empregad...
Imunização DOS PROFISSIONAIS DE                 SAÚDE• Três formas de vacinar o trabalhador:• • Na própria empresa, contra...
Imunização DOS PROFISSIONAIS DE                  SAÚDE• Todos os profissionais de saúde que trabalham em  instituições ger...
VACINAS para GRUPOS ESPECÍFICOS• 1.Vacina contra HEPATITE A profissionais de  unidades de nutrição e unidades pediátricas...
Imunização DOS PROFISSIONAIS DE                 SAÚDE• Na definição do programa de vacinação da empresa,  levar-se-á em co...
Riscos biologicos agentes_biologicos_2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Riscos biologicos agentes_biologicos_2013

45,334
-1

Published on

2 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
45,334
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
726
Comments
2
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Riscos biologicos agentes_biologicos_2013

  1. 1. RISCOS BIOLÓGICOS• Do relacionamento da espécie humana x outra população da biosfera terrestre• 1.Equilíbrio( grau de adaptação) = microbiota humana normal• 2.Desiquilíbrio = doenças transmissíveis ou infecciosas
  2. 2. RISCOS BIOLÓGICOS• RISCO BIOLÓGICO OCUPACIONAL = deriva do contato dos trabalhadores com vegetais, animais e seus produtos ou excreções durante a atividade laboral, podendo evoluir para processos infecciosos, tóxicos ou alérgicos, neoplasias, doenças auto - imunes e malformações.
  3. 3. RISCOS BIOLÓGICOS: classificação CLASSIFICAÇÃO DOS AGENTES BIOLÓGICOS:• GRUPO 1 = baixo risco individual e para a coletividade. Ex: Lactobacillus sp.• GRUPO 2 – moderado risco individual e limitado risco para a coletividade; agentes biológicos que podem causar doenças no ser humano e em animais cujo potencial de propagação na coletividade e no meio ambiente é limitado e para o qual existem, em regra, meios eficazes de profilaxia ou de tratamento. Ex.: Shistosoma mansoni
  4. 4. RISCOS BIOLÓGICOS: classificação• GRUPO 3 – alto risco individual e moderado risco para a coletividade: inclui os agentes biológicos que se transmitem por via respiratória e que causam doenças no homem e em animais, potencialmente letais, para as quais existem medidas profiláticas e terapêuticas. Ex. Bacillus anthracis• GRUPO 4 – alto risco individual e para a comunidade; agentes biológicos com grande poder de transmissibilidade por via respiratória ou de meio de transmissão desconhecido para o qual não existem, em regra, meios eficazes de profilaxia ou de tratamento. Causam doenças de alta gravidade. Ex. vírus Ebola.• CLASSE de RISCO ESPECIAL = alto risco de causar doença animal grave e de disseminação no meio ambiente. Ex: agente da vaca louca.
  5. 5. FONTES DE INFECÇÃO• Animais• Água• Ar condicionado• Homem• Plantas• Indústria• Laboratórios• Solo• Resíduos sólidos• Animais peçonhentos
  6. 6. ATIVIDADES de maior exposição a AGENTES BIOLÓGICOS• 1.SERVIÇOS DE SAÚDE: Laboratórios de pesquisas Serviços Hospitalares Laboratórios Clínicos Laboratórios de Diagnóstico e de pesquisa Unidades , ambulatórios de saúde, clínicas etc.• 2.Frigoríficos e locais de abate : tuberculose, brucelose , leptospirose etc.• 3.Coleta, transporte e tratamento de lixo : febre tifóide, peste bubônica, tuberculose, material perfuro-cortante• 4.Indústria: alimentícia, farmacêutica• 5.Exumação de corpos, funerárias, coveiros, salas de necrópsias  bacteriologia forense, material perfuro-cortante 6.Trabalho de campo - controle de vetores( vigilância epidemiológica) e vigilânciasanitária
  7. 7. NR 32 - Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde - Riscos BiológicosFINALIDADE estabelecer as diretrizes básicaspara a implementação de medidas de proteçãoà segurança e à saúde dos trabalhadores dosserviços de saúde, bem como daqueles queexercem atividades de promoção e assistênciaà saúde em geral.
  8. 8. NR 32 - Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde - Riscos Biológicos• Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde• Serviços de saúde = qualquer edificação destinada à prestação de assistência à saúde da população, e todas as ações de promoção, recuperação, assistência, pesquisa e ensino em saúde em qualquer nível de complexidade.• Todos os trabalhadores que exerçam atividades nessas edificações, relacionadas ou não com a promoção e assistência à saúde, são abrangidos pela norma. Por exemplo, atividade de limpeza, lavanderia, reforma e manutenção
  9. 9. NR 32• PCMSO – Reconhecimento e avaliação dos riscos biológicos – Localização das áreas de risco segundo os parâmetros do PPRA – Relação com identificação nominal dos trabalhadores, sua função, local em que desempenham suas atividades e o risco a que estão expostos
  10. 10. NR 9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRARiscos ambientais os agentes físicos, químicos ebiológicos existentes nos ambientes detrabalho que, em função de sua natureza,concentração ou intensidade e tempo deexposição, são capazes de causar danos àsaúde do trabalhador.
  11. 11. NR 9• Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ( PPRA) – Preservação da saúde, integridade dos trabalhadores – Etapas • Antecipação • Reconhecimento dos Riscos : fontes de exposição e reservatórios vias de transmissão e entrada transmissibilidade, patogenicidade e virulência • Estabelecimento prioridades e metas de avaliação e controle • Avaliação dos riscos e da exposição dos trabalhadores • Implantação de medidas de Controle e Avaliação de sua eficácia • Monitoramento da exposição aos riscos • Registro e divulgação dos dadosDeve conter:• Identificação dos riscos biológicos mais prováveis em função de sua localização geográfica e da característica do serviço de saúde e de seus setores
  12. 12. RISCOS BIOLÓGICOS• Onde pode ocorrer a exposição a agentes biológicos ?• Trabalhadores em contato com• ■ materiais naturais ou orgânicos, tais como terra, argila, materiais• de origem vegetal (feno, palha, algodão, etc.)• ■ substâncias de origem animal (lã, pêlo, etc.)• ■ alimentos• ■ poeiras orgânicas (por ex. farinha, partículas de descamação e• poeiras de papel)• ■ resíduos, águas residuais• ■ sangue e outros fluidos corporais
  13. 13. RISCOS BIOLÓGICOS• RISCO BIOLÓGICO OCUPACIONAL = deriva do contato dos trabalhadores com vegetais, animais e seus produtos ou excreções durante a atividade laboral, podendo evoluir para processos infecciosos, tóxicos ou alérgicos, neoplasias, doenças auto - imunes e malformações.
  14. 14. RISCO BIOLÓGICO: tipos de exposição• Exposição ao risco biológico pode ser:• 1. Exposição com intenção deliberada  exposição derivada da atividade laboral que implique a utilização ou manipulação do agente biológico, que constitui o objeto principal do trabalho ( atividades de pesquisa, de diagnóstico laboratorial, biotecnologia etc.)• 2.Exposição não liberada  decorre da atividade laboral sem que essa implique na manipulação direta deliberada do agente biológico como objeto principal do trabalho( consultórios médicos e de dentistas , lavanderia e limpeza de serviços de saúde).
  15. 15. 1.AGENTES BIOLÓGICOS relacionados doenças ocupacionais• 1. Microrganismos : vírus , bactérias, fungos.• 2.Microrganismos geneticamente modificados• 3. Culturas de células de organismos multicelulares• 4. Parasitas: protozoários, helmintos e artrópodes (piolhos, carrapatos, pulgas).• 5. Toxinas( produtos )• 6. Príons = estruturas proteicas modificadas
  16. 16. AGENTES BIOLÓGICOS relacionados doenças ocupacionaisOs agentes biológicos podem causar três tiposde doenças:• ■ infecções causadas por parasitas, vírus ou bactérias etc.• ■ alergias causadas pela exposição a poeiras orgânicas provenientes do bolor ou do pó de farinha e partículas de descamação, enzimas e ácaros,• ■ envenenamento ou efeitos tóxicos
  17. 17. MEIOS DE TRANSMISSÃO• TRANSMISSÃO DIRETA IMEDIATA pessoa a pessoa• TRANSMISSÃO DIRETA MEDIATA via respiratória( nariz, boca)• TRANSMISSÃO INDIRETA :alimentos, água , solo, vetores, material biológico.
  18. 18. RISCOS BIOLÓGICOS• Material biológico – sangue, fluidos orgânicos potencialmente infectantes (sêmen, secreção vaginal, liquor, líquido sinovial, líquido pleural, peritoneal, pericárdico e amniótico), fluidos orgânicos potencialmente não-infectantes (suor, lágrima, fezes, urina e saliva),exceto se contaminado com sangue
  19. 19. RISCOS BIOLÓGICOS
  20. 20. Principais agentes biológicos : meio de transmissão.• 1. Agentes transmitidos por via sanguínea• - hepatite B• - hepatite C• - HIV
  21. 21. Principais agentes biológicos: meio de transmissão• 2. Agentes transmitidas por vias aéreas:• - tuberculose• - doença meningocócica• - conjuntivite• - citomegalovírus• - difteria
  22. 22. Principais agentes biológicos: meio de transmissão• 3. Agentes transmitidos por via oral/fecal:• - Salmonela sp.• - Shiguella sp.• - Campylobacter sp.• - Vírus da hepatite A• 4. Infestação( externamente): pediculose e escabiose
  23. 23. VIAS de PENETRAÇÃO no hospedeiro Ingestão : via oral Inalação: via respiratória Via cutânea: - penetração através de mucosas - penetração através de solução de continuidade - deposição sobre a pele Introdução por objetos e instrumentos perfuro- cortantes Introdução por picada de insetos ou mordedura de animais( sangue e tecido muscular)
  24. 24. MEDIDAS de CONTROLE e PREVENÇÃO• 1. MEDIDAS de CONTROLE relativas ao AMBIENTE• 1.1.Na fonte  evitar a presença de microrganismos ou que passem apara o meio ambiente . São:• - seleção de equipamentos• -substituição de microrganismos• -modificação do processo• -encerramento do processo.
  25. 25. MEDIDAS de CONTROLE e PREVENÇÃO• 1.2. No percurso evitar a proliferação de contaminantes no ambiente .• São medidas de:• -limpeza e desinfecção• -controle de vetores• -sinalização
  26. 26. MEDIDAS de CONTROLE e PREVENÇÃO• 2. MEDIDAS DE CONTROLE relativas ao TRABALHADOR• - informação sobre os riscos• -capacitação quanto as normas e procedimentos padronizados• -diminuição do número de trabalhadores expostos• - uso de equipamentos de proteção adequados para cada tipo de exposição• -higienização de vestimentas na própria instituição• - acompanhamento médico do trabalhador• - programa de imunização• -protocolos de atendimento pós-exposição a material orgânico
  27. 27. MEDIDAS de PREVENÇÃOO empregador deve vetar:• - ato de fumar• - uso de adornos• -uso de calçados abertos• - os trabalhadores não devem deixar o local de trabalho com equipamentos de proteção individual e vestimentas utilizadas em suas atividades laborais.
  28. 28. MEDIDAS de PREVENÇÃO• Higienização de vestimentas utilizadas em centros cirúrgicos e obstétricos, unidades de terapia intensiva, unidades de pacientes com doenças infecciosas e quando houver contado direto com material orgânico, deve ser de responsabilidade do empregador• EPIs  deverão estar a disposição, em número suficiente nos postos de trabalho, de forma que seja garantido o imediato fornecimento ou reposição.
  29. 29. PROGRAMA de CONTROLE MÉDICO de SAÚDE OCUPACIONAL = P.C.M.S.ODeve contemplar:• 1. identificação e avaliação dos riscos biológicos• 2. localização das áreas de riscos• 3.relação, contendo a identificação nominal dos trabalhadores, sua função, local em que desempenham suas atividades e o risco a que estão expostos.• 4. vigilância médica dos trabalhadores potencialmente expostos• 5. programa de vacinação
  30. 30. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• I. Identificação dos riscos biológicos em função da localização geográfica e da característica do serviço de saúde e seus setores, considerando:• a) fontes de exposição e reservatórios • Ex. máscara de proteção para doentes portadores de tuberculose pulmonar .
  31. 31. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• b) vias de transmissão e de entradautilização de barreiras ou obstáculos entre afonte de exposição e o trabalhador (exemplos:adoção de sistema de ar com pressão negativa,isolamento do paciente e uso de máscaras
  32. 32. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• c) transmissibilidade, patogenicidade e virulência do agente determina, além de quais medidas de proteção serão adotadas, a prioridade das mesmas.• Exposição ao meningococo  medidas de proteção devem ser adotadas de forma emergencial devido à alta transmissibilidade, alta patogenicidade e alta virulência desse agente.• Exposição ao vírus da influenza  medidas de proteção são menos emergenciais devido à baixa virulência do agente.• d)persistência do agente biológico no ambiente.
  33. 33. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• II. Avaliação do local de trabalho e do trabalhador, considerando:• 1. aspectos físicos e de organização do local de trabalho• 2. aspectos psicológicos e sociais do grupo de trabalho, isto é, do conjunto de pessoas de diferentes níveis hierárquicos.
  34. 34. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS1. Aspectos físicos do local de trabalho• 1.1. finalidade e descrição do local de trabalho• - altura do piso ao teto, o tipo de paredes e do piso (laváveis ou não),• - tipos e os sistemas de ventilação,• - existência de janelas (com ou sem tela de proteção),• - tipo de iluminação,• - mobiliário existente (possibilidade de descontaminação),• - presença de pia para higienização das mãos.
  35. 35. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOSRESOLUÇÃO da ANVISA nº 104/2002 definição de áreas críticas:1. área crítica2. área semicrítica3. área não crítica
  36. 36. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• ÁREA CRÍTICA  salas de cirurgia , UTI ,salas de hemodiálise ,bancos de sangue, centrais de esterilização de material, área suja de lavanderias• ÁREA SEMICRÍTICA  enfermarias , consultórios , área limpa de lavanderia hospitalar , áreas administrativas que exerçam atividades nestes setores.• ÁREA NÃO CRÍTICA  escritórios, almoxarifados , corredores, elevadores , salas administrativas
  37. 37. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• 1.2. organização e procedimentos de trabalho• - turnos, as escalas, as pausas para o descanso e as refeições,• - relacionamento entre os membros da equipe e a chefia,• - distâncias a serem percorridas para a realização dos procedimentos,• - se existem procedimentos escritos e se são adotados para a realização das atividades,
  38. 38. AVALIAÇÃO dos RISCOS BIOLÓGICOS• 1.3. a possibilidade de exposição;• 1.4.a descrição das atividades e funções de cada local de trabalho;• 1.5. as medidas preventivas aplicáveis e seu acompanhamento.
  39. 39. PROGRAMA de CONTROLE MÉDICO em SAÚDE OCUPACIONAL ( PCMSO)1.Acidentes com material biológico devem serconsiderados EMERGÊNCIAS medidas pertinentesocorrem no menor prazo possível após o acidente.2. NOTIFICAÇÂO Em toda a ocorrência de acidente,envolvendo riscos biológicos, com ou sem afastamento dotrabalhador, deve ser emitida a C.A.T  Comunicação deAcidente de Trabalho. Abertura de CAT • Responsável do setor • SESMT • CIPA
  40. 40. PCMSO3.Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE – Vacinação gratuita • Tétano, Difteria • Hepatite B • Estabelecidas no PCMSO • Recomendação do Ministério da Saúde.• 3.1.Médicos que, em suas preocupações profissionais e éticas,  acompanhamento do estado vacinal dos trabalhadores sob seus cuidados, para a garantia de permanente atualização
  41. 41. Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE• 3.2.EMPRESA• NR 32 fixa claramente a obrigatoriedade de o empregador disponibilizar todas as vacinas registradas no país que possam, segundo critérios de exposição a riscos, estar indicadas para o trabalhador e estabelecidas no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional• PCMSO:• “ Sempre que houver vacinas eficazes contra os agentes biológicos a que os trabalhadores estão, ou poderão estar, expostos, o empregador deve disponibilizá-las gratuitamente aos trabalhadores não imunizados
  42. 42. Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE• Três formas de vacinar o trabalhador:• • Na própria empresa, contratando-se clínicas de vacinação com licença para a vacinação extramuros (o que permite• economia de tempo e dinheiro com deslocamentos).• •SUS encaminhamento dos trabalhadores para a rede do SUS e/ou para a clínica de vacinação.• •Serviço de Saúde da empresa poderá obter o credenciamento junto à Anvisa, obedecendo as Portarias, como ocorre com as clínicas privadas
  43. 43. Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE• Todos os profissionais de saúde que trabalham em instituições geradoras de saúde• 1. Vacina conta HEPATITE B  doses 0. 1 e 6 meses• 2.Vacina contra tétano e difteria ( dT adulto) uma dose a cada 10 anos, se imunização básica. Esquema básico : 3 doses• 3.Tríplice viral( sarampo, rubéola e caxumba) pelo menos duas doses após 1 ano de idade.• 4.Influenza : dose anual
  44. 44. VACINAS para GRUPOS ESPECÍFICOS• 1.Vacina contra HEPATITE A profissionais de unidades de nutrição e unidades pediátricas, ou trabalhadores incluídos em grupo de risco individual.• 2.Vacina contra varicela  todos os profissionais de saúde que prestam assistência a imunodeprimidos.• 3.Vacina contra Pertussis, incluída na tríplice bacteriana  profissionais que prestam assistência em unidades de neonatologia, pediatria e doenças respiratórias crônicas.• 4. Vacina pneumocócica 23 v  todos os profissionais acima de 60 anos de idade ou incluídos no grupo de risco.
  45. 45. Imunização DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE• Na definição do programa de vacinação da empresa, levar-se-á em consideração:• • Risco biológico da função• • Riscos individuais (doenças crônicas, idade etc.)• • Riscos do ambiente (situação epidemiológica local)• • Presença de surtos• • Riscos para o paciente (o trabalhador pode ser o veículo de transmissão)• • Vacinas obrigatórias pelo MS (calendários do PNI
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×