Os intelectuais e o poder
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Os intelectuais e o poder

on

  • 774 views

É o silide que utilizei na minha apresentação sobre Michel Foucault deste capítulo da Microfísica do POder

É o silide que utilizei na minha apresentação sobre Michel Foucault deste capítulo da Microfísica do POder

Statistics

Views

Total Views
774
Views on SlideShare
681
Embed Views
93

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

2 Embeds 93

http://www.umestudantedepsicologia.com 83
http://umestudantedepsicologia.blogspot.com 10

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Os intelectuais e o poder Presentation Transcript

  • 1. TEORIA E PRÁTICADicotomiasAglutinação (como revezamentos) Ex: Foucault e seus objetos de estudo (Grupos estudados)
  • 2. Os intelectuais eram quem enxergavam a “verdade” das coisas; hoje sabem que as massas conhecem tanto ou mais do que eles.Poder como abafador do discurso popularPapel do intelectual: Lutar contra este poder Se ignoramos o que é poder, não encontramos formas de luta adequadas “Uma teoria é feita para servir”
  • 3. TIPOS DE REFORMASRepresentativaPopular“Se a teoria reflete a prática, necessariamente exige que quem ela concerne fale por si”
  • 4. Foucault notou que os presos tinham uma Teoria da Prisão, da Justiça.Prisão: Forma mais crua e infantil de poderPoder reflete-se nas formas de repressão (físicas ou imateriais) O PAYBACK
  • 5. PODER?Onde há poder, ele se exerce • Ninguém é seu titular, mas o poder ainda assim é direcional • Há focos de poder. Expor estes focos, é enfraquecê-los
  • 6. PODER, DESEJO E INTERESSENem sempre quem exerce opoder, desejou, ou tem interesse de exercê-lo.Assim como não basta desejar exercer o poderpara que isto vá acontecer.
  • 7. VOLTANDO ÀS QUESTÕES TEÓRICO -PRÁTICAS A luta é de quem conhece, de quem pratica Só os grupos específicos sabem de que forma o poder agesobre eles. Só eles percebem os pontos atingidos pela opressão Aí se encaixam: • Prisioneiros • Soldados • Proletariado • Homossexuais.
  • 8. FOUCAULT E MARX Marx é citado a todo momento nas discussões de Foucault Para Marx, o estado possui e exerce o poder Para Foucault, nem os governantes detém poder. Não há centralização. Entretanto... Ambos incentivam a luta por parte de quem realmentetem o conhecimento e a vivência. Eu arriscaria dizer que: “Foucault é um marxista das causas sociais expandidas, que vão além das econômicas”