07/08/2012                                                                      Patrimônio não passa de                   ...
07/08/2012                                                                 Introdução: O que é                            ...
07/08/2012                                                   1815    1835     1911          1926          1947            ...
07/08/2012Patrimônio Degradado                                         Patrimônio Degradado                               ...
07/08/2012   Patrimônio Natural                                       Patrimônio Natural                            Implan...
07/08/2012                                      Renaturalização  Renaturalização                                      Rio ...
07/08/2012RenaturalizaçãoRio Cheonggyecheon(Seul)• Revitalização da área  central e econômica;                            ...
07/08/2012Fios ecléticos                                                        Aluga-se um patrimônio.                   ...
07/08/2012Permanência tapumes                                                   Ambiência além de pequenos aparatos.Constr...
07/08/2012Qualificação Pça. D.A.Zátera   Trecho rua Barão de Butuí.Trecho rua Barão de Butuí.                             ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2010.12 secult.patrimonio e ambiente urbano

311 views
241 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
311
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2010.12 secult.patrimonio e ambiente urbano

  1. 1. 07/08/2012 Patrimônio não passa de uma alegoria.... um ideal, uma utopia, um mito criado por nós humanos. Tudo que se tem, Patrimônio cultural; dependendo do juízo de mobiliário e ambiente urbano. valor, pode ser tratado como patrimônio. Para definir o que é, e o que Otávio Martins Peres arquiteto e urbanista . mestre otmperes@gmail.com não é patrimônio,Salão da PrimaveraPelotas – SECULT. Janaína Ayres de Lima depende do que se vê...Dezembro, 2010. arquiteta e urbanista . mestranda jana.alima@gmail.com e do que se quer ver... Patrimônio não passa de uma alegoria.... um ideal, uma utopia, um mito criado por nós humanos. Tudo que se tem, dependendo do juízo de valor, pode ser tratado como patrimônio. Para definir o que é, e o que não é patrimônio, depende do que se vê... e do que se quer ver... 1
  2. 2. 07/08/2012 Introdução: O que é Plano de Ação para as Cidades Históricas É um instrumento para a gestão do patrimônio cultural com enfoque territorial. Não deve se restringir ao perímetro protegido ou ao conjunto de bens tombados. Deve considerar a dinâmica urbana. três eixos: 1. Produção de conhecimento e informação 2. Planejamento e gestão 3. Dinamização e valorização dos sítios históricosPlano de Ação para as Cidades Históricas 3. Dinamização e valorização dos sítios históricos • Recuperação e uso do patrimônio cultural • Requalificação urbanística • Infraestrutura urbana e social • Financiamento para a recuperação privados • Fomento às atividades produtivas locais • Difusão e Promoção do patrimônio cultural • Recuperação de espaços públicos • Instalação de mobiliário urbano e sinalização • Embutimento de fiação aérea • Iluminação de destaque • Instalação de internet sem fio gratuita • Melhoria de segurança no território delimitado • Adequação de plano viário • Implantação de parques e áreas verdes 2
  3. 3. 07/08/2012 1815 1835 1911 1926 1947 1965 historiografia urbana .:. morfologia urbana .:. paisagem natural Paisagem natural é antecessora à cidade.Patrimônio cultural;mobiliário e ambiente urbano. 2 indicações de caráter objetivo. >> paisagem natural como patrimônio; renaturalização como restauração. >> requalificação entorno sítios históricos; ampliando perspectivas de intervenção. Patrimônio Natural 3
  4. 4. 07/08/2012Patrimônio Degradado Patrimônio Degradado Canal do Pepino Margem do São Gonçalo Patrimônio Natural Recuperar a Memória e o Patrimônio Por que Preservar? Vantagens da relação entre Patrimônio e Ambiente Natural • Importância histórica e beleza cênica;Patrimônio Natural Patrimônio Natural Recuperar a Memória e o Patrimônio Implantar de espaços abertos • Suprir carência de local de lazer;• Ambiente natural que retome nossas origens. 4
  5. 5. 07/08/2012 Patrimônio Natural Patrimônio Natural Implantar de espaços abertos Recuperar o ambiente natural intra-urbano• Promover ambientes que valorizem ações da comunidade; • Reforçar as relações homem x natureza; Possibilidades ... • Restauração Como Preservar? • Reabilitação Projetos de intervenções no • Recuperação ambiente natural urbano Possibilidades ... Renaturalização do Arroio Vieira• Renaturalização• Requalificação 5
  6. 6. 07/08/2012 Renaturalização Renaturalização Rio Saint Charles Rio Saint Charles Neste momento, o Durante as décadas de 60 rio estava entre os e 70 as vantagens do rio, mais poluídos. relacionadas diretamente com o saneamento, atrairam diversas indústrias para a costa Desde meados dos sul. Nessa época ele anos 90, a união recebeu contenções de entre a comunidade concreto para regular o e o estado permitiu seu fluxo. um projecto de renaturalização. Renaturalização Rio Cheonggyecheon (Seul) Principais medidas para a recuperação: Canal do Pepino??? • Remoção de vias elevadas sobre o corpo d’água; • Tratamento do esgoto; • Ações sobre o leito;Renaturalização Renaturalização Rio Cheonggyecheon Rio Cheonggyecheon (Seul) (Seul)Principais medidas Resultados:para a recuperação: • Recuperação da• Remodelação do qualidade da água; sistema viário • Reinserção de vida• Priorização do aquática; sistema de • Redução das transporte público; temperaturas• Bombeamento da médias; água do rio Han nos períodos de estiagem; 6
  7. 7. 07/08/2012RenaturalizaçãoRio Cheonggyecheon(Seul)• Revitalização da área central e econômica; Canal Santa Bárbara???• Aumento da utilização do sistema de transporte público;• Criação de área de lazer; Parque Linear P. Samuel de Champlain,Quebec Parque Linear P. Samuel de Champlain,Quebec • Reestruturação de Fluxos Iniciativa do governo local para a recuperação das margens • Resgatar a biodiversidade degradadas do rio. • Criar espaços de lazer ativo e passivo; >> qualificação entorno sítios históricos Canal São Gonçalo??? 7
  8. 8. 07/08/2012Fios ecléticos Aluga-se um patrimônio. Aluga-se um patrimônio.LEI Nº 5.639, DE 01 DE DEZEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a ordenação do aparato publicitário no Município de Pelotas, e dá outras providencias.Art. 5º Ficam proibidas todas as propagandas e publicidades nos seguintes casos:• IX - Em conjuntos arquitetônicos ou elementos de interesse histórico, paisagístico ou cultural, quando obstruir a visão do Patrimônio Ambiental Urbano. 8
  9. 9. 07/08/2012Permanência tapumes Ambiência além de pequenos aparatos.Construída em 1878.Tombada pelo IPHAN em 1977Convive com tapumes desde 20017,5% da idade do prédio com tapumes.30% do período tombado pelo IPHAN. tapumes e andaimes correm risco de ser tombado? Extensão (atual) Teatro Sete de Abril..... >> qualificação entorno sítios históricos; Uma perspectiva presente...Entorno da Catedral S.F.Paula. Entorno da Catedral S.F.Paula. 9
  10. 10. 07/08/2012Qualificação Pça. D.A.Zátera Trecho rua Barão de Butuí.Trecho rua Barão de Butuí. Otávio Martins Peres otmperes@gmail.com www.virtua-l-ego.blogspot.com Janaína Ayres de Lima jana.alima@gmail.com http://faurb.ufpel.edu.br/laburb 10

×