Mercado Imobiliário Turístico

824 views
764 views

Published on

Factores que influenciam compra
de imobiliário turístico estão a mudar (Artigo pela ILM)

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
824
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mercado Imobiliário Turístico

  1. 1. 12 • Público Imobiliário • Quarta-feira 9 Setembro 2009 Actualidade Factores que influenciam compra de imobiliário turístico estão a mudar ILM Advisory divulga estudo que chama a atenção para mudanças no mercado. Identificada subida ligeira das vendas e dos pedidos de contactos Rui Pedro Lopes 10-10-10 Confiança no mercado; preço do pro- duto; variações cambiais; segurança e “Monitorizar a clima. Estes são, segundo um estudo da ILM Advisory, os cinco factores de- performance do terminantes na decisão de quem com- mercado de turismo pra imobiliário turístico em Portugal. residencial” O mesmo estudo identifica a Turquia como o principal concorrente do nos- so país neste mercado. Andrew Coutts, presidente A actual crise económica e financei- do Grupo ILM, explicou ao ra continua a deixar marcas no mer- PÚBLICO Imobiliário o que é cado imobiliário, sobretudo na sua o «10-10-10» e que empresas vertente turística. Há quem defenda constituem este barómetro. que o paradigma está a mudar e que nada será como dantes. PÚBLICO Imobiliário – O que Para já, os factores que influenciam é o «10-10-10» e qual é o seu a compra deste tipo de activos alte- objectivo? raram-se. “Destinos turísticos mais Andrew Coutts – Durante o consolidados, onde a oferta é mais último Verão [2008], fomos vasta, tendem a denunciar um inte- questionados por várias resse mais fraco do mercado, isto num vezes acerca da maneira período em que o factor preço assu- como sentíamos o futuro me particular relevância por parte de deste mercado, ou seja, o que quem procura e compra uma unida- iria acontecer futuramente. de de imobiliário, assumindo o ‘value E o que concluímos foi que for money’ e a confiança no mercado para sentir o mercado era posições determinantes na decisão de preciso estar dentro dele. compra”, pode ler-se naquele estudo, Portanto, o que decidimos que resulta da análise das conclusões foi ir buscar esse sentimento do barómetro trimestral «10-10-10» ao mercado e criámos uma (ver caixa), produzido a partir das coisa extremamente simples, opiniões de promotores/investidores Arrendamento para férias um mecanismo que permite e agentes imobiliários a operar em cresceu nos primeiros meses monitorizar a performance do Portugal. deste ano mercado de turismo residencial. O que também está a mudar são os Foi isso que fizemos! Faltava principais concorrentes do nosso país Vendas aumentam “Tanto para os promotores como nível dos apartamentos e villas sendo apenas encontrar as pessoas no mercado de turismo residencial. Um dado positivo apontado por este agentes imobiliários consultados os que o arrendamento de villas assumiu ideais para perceber qual A Turquia ultrapassou a Espanha no estudo prende-se com a subida ligeira apartamentos e villas são as proprie- maior relevância no volume de activi- era o sentimento do mercado. rol das principais ameaças com que das vendas e dos pedidos de contac- dades com maior peso na actividade dade dos agentes imobiliários. A ten- Elaborámos dez perguntas e Portugal terá de se confrontar num tos no mercado de turismo residen- global reportada, variando os preços dência do arrendamento para férias fomos ter com dez promotores futuro próximo. O estudo diz que es- cial, durante o primeiro trimestre médios por m² entre os 2.800 euros e em apartamentos ou villas será para e dez agentes imobiliários, te fenómeno é resultado do “impacte deste ano, face aos últimos três me- os 3.296 euros para os agentes imobili- manter ou mesmo aumentar. Portugal, dos mais reconhecidos do catastrófico que a actual crise eco- ses de 2008. Este crescimento ficou ários, e os 3.196 euros e os 3.296 euros Inglaterra, Espanha e Alemanha veri- nosso mercado, e pedimos nómica provocou no destino vizinho a dever-se sobretudo ao “aumento da para os promotores. De concluir que ficam um interesse de mercado entre que respondessem a essas tanto a nível da deterioração dos pre- confiança” neste segmento, sendo que a diferença entre os valores de venda o similar e o forte com tendência para perguntas. O que queríamos ços como do produto em venda e em o Algarve foi a região “onde se verifi- por m² apontados resultam, por certo, aumentar”, assinala o estudo. era aquilatar da performance construção. A posição da Turquia é caram maiores indícios de aumento do facto de a carteira de imóveis de um do mercado, bem como o por certo resultante do esforço comer- de actividade, explicados talvez com agente imobiliário ser mais diversifica- seu sentimento e níveis de cial e promocional que tem feito para os sinais de regresso do mercado bri- da do que a do promotor”, acrescenta confiança. Algumas das se afirmar como destino de turismo tânico”, nota o estudo. o documento da ILM Advisory. questões que colocámos eram residencial”. O arrendamento para férias foi outra bastante directas, até porque o Ainda assim, a Espanha ocupa a se- das áreas que cresceu nos primeiros objectivo era obter dados claros gunda posição na lista dos mercados meses deste ano, sobretudo devido ao sobre a situação actual do que representam uma ameaça com- factor sazonalidade. “Em termos de mercado. Os resultados destes petitiva para Portugal, seguindo-se a mix de oferta a procura verifica-se ao questionários são analisados, Grécia, Chipre, Itália e os países do tratados e publicados a Norte de África. cada quatro meses. Assim poderemos comparar a evolução do próprio mercado. Que empresas estão presentes neste barómetro? Os promotores são: Norte Golfe, Bom Sucesso, Orizon, MSF – Tur. Im, Newlyn Portugal, Pestana Imobiliária, Vale do Lobo, grupo Oceânico, Aquapura e Grupo Duarte. Os agentes imobiliários são: Abacus Savills, Atlantic Estates, Garvetur, IRG, Sadlers – Knight Frank, Winkworth, Consultan e Engel & Volkers.

×