• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Plano Participativo De  Intervenção
 

Plano Participativo De Intervenção

on

  • 14,062 views

 

Statistics

Views

Total Views
14,062
Views on SlideShare
14,051
Embed Views
11

Actions

Likes
1
Downloads
49
Comments
1

1 Embed 11

http://www.slideshare.net 11

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • linda
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Plano Participativo De  Intervenção Plano Participativo De Intervenção Presentation Transcript

    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PROBLEMAS DETECTADOS NO CONSELHO DE CLASSE DO 1º SEMESTRE DE 2008
    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • I – IDENTIFICAÇÃO
      • ESCOLA: Estadual de Ensino Fundamental Jardim das Pedras
      • PÚBLICO ALVO: Alunos com dificuldades de aprendizagem do Ensino Fundamental Regular
    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • RESPONSAVÉL: Os Conectados, Equipe Gestora, Professores e Pais
      • DURAÇÃO : 2º Semestre de 2008
      • ELABORAÇÃO: Os Conectados
      • COLABORADORAS: Silvana de Fátima e Marlene Correia Nakayama
      • PLANO PARTICIPATIVO A SER ELABORADO: Equipe Gestora, Professores e Pais.
    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • II – OBJETIVO GERAL
      • Diagnosticar as causas das problemáticas apresentadas no Conselho de Classe do 1º semestre de 2008 e intervir de forma mais intensa e participativa.
    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • 2.1 – OBJETIVOS ESPECIFICOS
      • Analisar as problemática apresentada no Conselho de Classe, buscando as possíveis causas das mesmas e;
      • Elaborar uma proposta pedagógica para intervir nas turmas que apresentam maiores dificuldades.
    • DIAGNÓSTICO E PLANO PARTICIPATIVO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • III – PRINCIPAIS PROBLEMAS DETECTADOS NO CONSELHO DE CLASSE
      • Alto número de alunos com baixo rendimento escolar nas turmas do 2º ano e 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.
      • Turmas do 8º ano B, com alto índice de desmotivação, desinteresse, falta de comprometimento.
    • PRINCIPAIS PROBLEMAS DETECTADOS NO CONSELHO DE CLASSE
      • 3 – Turma do 9º ano U, com alto índice de indisciplina( muitas conversas paralelas, desrespeito a fala dos docentes, brincadeiras em sala em horário de aula) dificultando o trabalho do professor.
      • 4. Dificuldades dos professores de 6º ao 9º ano para trabalhar com os alunos com necessidades especiais da turma do 6º ano B.
    • PRINCIPAIS PROBLEMAS DETECTADOS NO CONSELHO DE CLASSE
      • Suspeita de uso de entorpecentes numa determinada turma do turno vespertino.
      • 6. Adolescentes com sexualidade aflorada e iniciando relacionamentos sexuais muito cedo, sem pudor, refletindo no ambiente escolar.
      • 7. A maioria das turmas estão descomprometidas com a limpeza e higienização das salas de aula e pátio escolar.
    • PROBLEMAS QUE SERÃO ANALISADOS PARTICIPATIVAMENTE
      • 3.1. PROBLEMAS QUE SERÃO ANALISADOS PARA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
      • Alto número de alunos com baixo rendimento escolar nas turmas do 2º ano e 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.
      • Turmas do 8º ano B, com alto índice de desmotivação, desinteresse, falta de comprometimento.
      • Turma do 9º ano U, com alto índice de indisciplina( muitas conversas paralelas, desrespeito a fala dos docentes,brincadeiras em sala em horário de aula) dificultando o trabalho do professor.
      • 4. Dificuldades dos professores de 6º ao 9º ano para trabalhar com os alunos com necessidades especiais da turma do 6º ano B.
    • ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • IV – ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • 4.1. TÉCNICA DO GRUPO NOMINAL – TGN
      • O grupo após estarem ciente da problemática e qual o objetivo do diagnóstico e do plano de intervenção, participarão de uma técnica de abordagem para diagnosticar as causas dos problemas detectados no Conselho Escolar tendo como norte os seguintes questionamentos:
      • Quais as principais causas/fatores específico para ocorrência dos problemas 1,2 , 3 e 4. Dentro da seguinte dimensões causadoras família/aluno, Método de trabalho, Meio ambiente/estrutura da escola, Professores e equipe gestora, material didático e contexto social.
    • ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • Após o levantamento do questionamento todos indivíduos receberão uma tarja de papel, os quais escreveram suas idéias a respeito do mesmo, ao final de 10 a 15 minutos de produção individual, as idéias são listadas em conjunto de forma anônima. Tendo a listagem, o grupo analisa cada item levantado , para clarificar o seu significado. Então e apenas então , as idéias serão discutidas e avaliadas pelo grupo.
      • O passo seguinte é discutir em grupo o consenso da colocação e colocar em ordem de importância as causas de acordo com o número de pontos recebidos , e decidir sobre que atitudes tomar, diante da clareza das causas do problemas apresentados.
    • ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • 4.2. TÉCNICA BÁSICA PARA O PLANEJAMENTO PRELIMINAR E MONITORAMENTO DE TODA A GESTÃO
      • A mesma engloba seis perguntas básicas:
      • O que será feito?(ações necessárias)
      • Quem fará o quê? (refere-se aos responsáveis pelo planejamento, execução, avaliação, gerenciamento, fornecimento de materiais. Consiste, portanto, na identificação dos atores principais do projeto em todos os seus momentos.
    • ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • 3. Quando será feito o quê, por quem( determina os prazos de planejamento, execução, avaliação, realizações da tarefas).
      • 4. Onde será feito o quê, por quem e quando( local, espaço físico ou ambiente para realização das diversas tarefas propostas.)
    • ABORDAGEM PARA A SOLUÇÃO PARTICIPATIVO DE PROBLEMAS
      • 5. Por que será feito o quê, por quem, quando, e onde( nomeia indicativos de necessidades das ações em forma de objetivos)
      • 6. Como será feito o quê, por quem, quando e onde ( refere-se aos métodos , técnicas e procedimentos a serem adotados.
    • APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE PLANEJAMENTO
      • Cada indivíduo do grupo receberá 5 folha de ofícios em branco, onde serão respondidas cinco perguntas ( o que, quem , quando, onde e quando). Haverá na parece estas mesmas perguntas em formatos grandes, e após 10 á 20 minutos os participantes serão convidados a colocar suas idéias, em seguida seguiremos a mesma estratégia da dinâmica anterior, ao ser exposto todas as idéias entraremos no consenso para ver se as questões são viáveis e como serão aplicadas. Após o término sairemos com o processo decisório da problemática .
    • Avaliação do Plano Participativo
      • Após as ações definidas, será feito um plano de trabalho por cada responsáveis de determinadas ações, devendo constar público alvo, responsável pela execução da atividade, responsável para oferecer suporte, duração, quais atividades serão desenvolvidas, qual é a essência da atividade, qual o produto ou serviço final esperado, quais são os insumos indispensáveis, quais os objetivos e metas, quais são os recursos necessários e avaliação do plano.
    • Avaliação do Plano Participativo
      • A avaliação dos planos serão feitos na reunião de final de bimestre, logo no Conselho de Classe.