Orientações - Plano de trabalho de Tecnologia 2014

  • 283 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
283
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ORIENTAÇÕES PARA O PLANEJAMENTO ESCOLAR 2014 TECNOLOGIA EDUCACIONAL PCNP TE Reinaldo Paes
  • 2. 1 APRESENTAÇÃO Vivemos em uma sociedade complexa, altamente tecnológica e marcada pela velocidade com que as informações se renovam. Esse cenário, que por um lado amedronta, é, também, pleno de possibilidades positivas. Nessa perspectiva, nos inspiramos em McLuhan para afirmar que o meio e a mensagem são indissociáveis (MCLUHAN, 1969). Por isso, defendemos que a recontextualização da prática pedagógica com o uso das TIC deve ocorrer de forma inovadora, cooperativa, fértil em seu potencial criativo. A renovação que almejamos para a educação só ocorrerá com educadores emancipados, autônomos e acima de tudo “encantados” pela educação. Conforme afirma Moacir Gadotti no texto “Boniteza de um sonho: ensinar-e-aprender com sentido”: “Sentido” quer dizer caminho não percorrido, mas que se deseja percorrer, portanto, significa projeto, sonho, utopia. Aprender e ensinar com sentido é aprender e ensinar com um sonho na mente. A pedagogia serve de guia para realizar esse sonho. Paulo Freire, em 1980, logo após voltar de 16 anos de exílio, reuniu-se com um grande número de professores em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais. Falou-lhes de esperança, de “sonho possível”, temendo por aqueles e aquelas que “parecem com a sua capacidade de sonhar, de inventar a sua coragem de denunciar e de anunciar”, aqueles e aquelas que, “em lugar de visitar de vez em quando o amanhã, o futuro, pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e com o agora, que em lugar desta viagem constante ao amanhã, se atrelem a um passado de exploração e de rotina” (GADOTTI, 2008, p. 1).
  • 3. 2 Acreditamos que são muitos os educadores que não se perderam de seus sonhos. Profissionais que, para além de títulos e certificados, buscam essencialmente saberes necessários para aprimorar sua atuação na formação crítica e cidadã desta e das futuras gerações. No momento do Planejamento Escolar hoje se faz necessário pensar na escola voltada para o século XXI. A sociedade muda rapidamente e faz cada vez mais uso de aparatos tecnológicos, midiáticos refletindo como a escola pode atender a demanda de uma sociedade (multi)letrada e tecnológica? Agora, que tal voltarmos a pensar no nosso papel em uma sociedade em que as tecnologias geram mudanças? Nossa sociedade atual caracteriza-se pela rapidez e abrangência de informações. O que isso significa? Bom, você sabe, em muitas realidades do Brasil, já está mais fácil ter acesso ao celular que faz de tudo, ao computador com internet rápida e, consequentemente, às redes de relacionamento. Esse contexto traz, evidentemente, novos desafios para a escola. Encontramos, no cotidiano, situações que demandam o uso de novas tecnologias e que provocam transformações nas relações com o mundo. O desafio atual do sistema educacional é, evidentemente, formar os alunos para terem autonomia na busca e na seleção de informações, na produção de conhecimentos para resolver problemas da vida e do trabalho e, principalmente, para que estejam dispostos a aprender a aprender ao longo da vida. 1º Momento: Convidamos você a iniciar a leitura do arquivo Por que precisamos usar a tecnologia na escola? As relações entre a escola, a tecnologia e a sociedade, da Profa. Edla Ramos. http://goo.gl/dPAz4Q
  • 4. 3 Os alunos precisam ser preparados para utilizar os sistemas culturais de representação do pensamento que marcam a sociedade contemporânea, o que implica novas formas de letramento ou alfabetização (sonora, visual, hipermídia...) próprias da cibercultura, além das demais formas já conhecidas. Acreditamos que você também concorda que a exigência de aprender continuamente constitui, na sociedade atual, um desafio para todas as pessoas e uma necessidade premente colocada aos educadores, não é mesmo? Já sabemos que não se trata apenas de ter acesso a informações. É preciso, acima de tudo, saber buscá-las em diferentes fontes e, sobretudo, transformá-las em conhecimentos para resolver problemas da vida e do trabalho. Nesse texto, autor caracteriza a cultura da aprendizagem, que é inerente à sociedade do conhecimento, e comenta sobre novas formas de aprender e sobre novos espaços instrucionais. Diante desse novo cenário e da necessidade de educar os alunos para lidar com as características da sociedade atual, reflita sobre as questões apresentadas anteriormente a e explicite seu ponto de vista produzindo um pequeno texto. Os Objetos Educacionais, recursos de TIC, por si só, não garantem o aprendizado, pois é a intervenção do professor que lhes dá intencionalidade. Antes de iniciar uma atividade, é preciso definir objetivos, competências, habilidades e conteúdos para que possa buscar recursos digitais que realmente contribuam com a construção do conhecimento. 2º Momento: Compreenda melhor esta temática, lendo o artigo “A sociedade da aprendizagem e o desafio de converter informação em conhecimento”, de Juan Ignácio Pozo. Clique aqui: http://goo.gl/DFDNGq .
  • 5. 4 Um dos eixos de atuação do Currículo+ envolve a formatação e disponibilização de cursos de formação aos educadores da Rede Estadual de Ensino de São Paulo, voltados para a implementação dos recursos pedagógicos do Currículo+ em sala de aula. 3º Momento: Apresentação do Projeto Currículo+, iniciativa integrante do Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, desdobra-se a partir da disponibilização de uma plataforma de sugestões de conteúdo digital (vídeos, Animações, jogos digitais, simuladores, infográficos e áudios) como recurso pedagógico complementar, selecionados segundo o Currículo do Estado de São Paulo por meio de um processo contínuo de construção coletiva com educadores da Rede. http://curriculomais.educacao.sp.gov.br
  • 6. 5
  • 7. 6
  • 8. 7 INSCRIÇÕES CLIQUE AQUI: http://goo.gl/yNPYCX 4º Momento: Apresentação da oferta de Cursos de Tecnologia previstos para 2014:
  • 9. 8 Seguem sugestões de recursos de TIC que estão disponíveis nas salas do Acessa Escola que podem ser utilizados durante o planejamento, os links de acesso à TV Escola, Banco Internacional de Objetos Educacionais, pacote Office, Museu Virtual podem ser utilizados em qualquer ambiente. Software GeoGebra gratuito de matemática dinâmica desenvolvido para o ensino e aprendizagem da matemática nos vários níveis de ensino (do básico ao universitário). O software reúne recursos de geometria, álgebra, tabelas, gráficos, probabilidade, estatística e cálculos simbólicos em um único ambiente. Assim, o GeoGebra tem a vantagem didática de apresentar, ao mesmo tempo, representações diferentes de um mesmo objeto que interagem entre si. Disponível em: http://www.geogebra.org/cms/102 Programa para representar funções, permitindo também o cálculo da função derivada, de extremos, de zeros, entre outras coisas. Permite o estudo de família de curvas (com capacidade de poder visualizar até 25 gráficos no mesmo plano cartesiano) e de equações diferenciais. Tudo isto com a possibilidade acrescida de poder copiar as imagens gráficas para um processador de textos, enriquecendo trabalhos e textos (para professores) ou trabalhos práticos e relatórios (para alunos). Pode ser útil tanto para os professores quanto para os alunos no trabalho com gráficos. O software HagaQuê, foi desenvolvido pelo grupo de pesquisas do Núcleo de Informática Aplicada a Educação, da Unicamp é um software gratuito que pode ser utilizado off-line, minimizando dessa maneira problemas de acesso à internet durante a aula. É um programa para a criação de historinhas em quadrinhos que permite a impressão e/ ou publicação na internet. Não é preciso ter conhecimentos de informática para usar o software, pode auxiliar no ensino e aprendizagem de
  • 10. 9 diferentes disciplinas, uma vez que os alunos poderão demonstrar os conhecimentos aprendidos criando Histórias em Quadrinhos. A ferramenta Art Project, por meio da tecnologia Google Street, permite que o usuário passeie por 17 renomados museus e que observe centenas de obras de arte detalhadamente, utilizando níveis de zoom. Disponível em: http://www.googleartproject.com/103 O DOSVOX é um sistema para microcomputadores da linha PC que se comunica com o usuário por meio de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores por deficientes visuais, que adquirem assim, um alto grau de independência no estudo e no trabalho. O sistema realiza a comunicação com o deficiente visual por meio de síntese de voz em Português, sendo que a síntese de textos pode ser configurada para outros idiomas. O programa Motrix foi criado para permitir o acesso de pessoas com tetraplegia ou deficiências motoras severas que impeçam o uso efetivo dos membros superiores. Por meio dele, é possível comandar com a voz a maior parte das funções de um computador com Windows. Baseado no padrão internacional Daisy – digital Accessible Information System, a ferramenta brasileira traz sintetizador de voz (narração) e instruções de uso em português brasileiro. Permite converter qualquer texto em formato Daisy e, após conversão, é possível manusear o texto sonoro de maneira semelhante ao texto escrito. O Google Earth permite que você viaje pelo mundo por meio de um globo virtual e visualize imagens, mapas, terrenos, construções em 3D e muito mais via satélite. Com o rico conteúdo geográfico do Google Earth, você pode ter uma experiência muito mais realista de visualização do mundo. Você pode voar até o seu lugar favorito, procurar empresas e até mesmo navegar pelas rotas.
  • 11. 10 BIBLIOGRAFIA DE REFERÊNCIA  GADOTTI, MOACIR. Boniteza de um sonho. São Paulo: Inst. Paulo Freire, 2008.  Por que precisamos usar a tecnologia na escola? As relações entre a escola, a tecnologia e a sociedade. Por Edla Ramos (2006).  A sociedade da aprendizagem e o desafio de converter informação em conhecimento. Juan Ignácio Pozo. 5º Momento: Apresentação da página do PCNP TE: https://www.facebook.com/pctecreinaldo. Um espaço para você professor acessar sugestões de planos de aula, baixar mídias de apoio, ter notícias sobre educação e iniciativas da SEE, participar de uma discussão ou fazer um curso. Venha fazer parte desta comunidade!
  • 12. 11  Programa Novas Tecnologias, Novas Possibilidades – Currículo + http://curriculomais.educacao.sp.gov.br  Programa Novas Tecnologias, Novas Possibilidades – Professor 2.0  http://www.professor20.educacao.sp.gov.br/home Itu, 19 de fevereiro de 2014 Prof. Reinaldo Paes Coordenador de Tecnologia Educacional Núcleo Pedagógico Diretoria de Ensino – Região de Itu