Palestra Espírita - Bem e mal sofrer

5,672 views
5,570 views

Published on

(O Evangelho segundo o Espiritismo. Cap. V. Item 18. Allan Kardec)

Published in: Spiritual
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,672
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
289
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Espírita - Bem e mal sofrer

  1. 1. E.S.E. Cap. V (Allan Kardec) | Item 18
  2. 2. SOFRER: 1. Ser atormentado, afligido por. 2.Suportar, aguentar. 3. Admitir, consentir. 4. Passar ouexperimentar coisa desagradável ou trabalhosa. 5. Dorfísica ou moral. 6. Ser acometido de doença.> Relação com angústia e aflição.Fonte: Dicionário Aurélio de Língua Portuguesa(Aurélio Buarque de Holanda Ferreira)
  3. 3. PROVAÇÃO: É A LUTA QUE ENSINA AO DISCÍPULOREBELDE E PREGUIÇOSO A ESTRADA DO TRABALHO E DAEDIFICAÇÃO ESPIRITUAL.EXPIAÇÃO: PENA IMPOSTA AO MALFEITOR QUECOMETE UM CRIME.Q 246 – Qual a diferença entre prova e expiação?Fonte: O consolador – Emmanuel / Chico Xavier
  4. 4. As expiações e provações têm por fim, na suavivência, provocar o arrependimento, a conscientizaçãodos sofrimentos causados, fazendo a pessoa arrepender-se, a conhecer-se.A evolução espiritual é consequência.
  5. 5. • Agente de desenvolvimento e progresso;• Significado da dor nos seres inferiores;• A dor moral aprimora os sentimentos. Fonte: “O problema do ser, do destino e da dor” (Léon Denis. Cap. 26)
  6. 6. Fonte: “O problema do ser, do destino e da dor”(Léon Denis. Cap. 26)
  7. 7. Bíblia | Evangelho de Mateus | Cap. 5
  8. 8. O que Jesus quis dizer com:"Bem-aventurados os aflitos, o reino dos céus lhes pertence.”?
  9. 9. RESIGNAÇÃO: Paciência diante da ingratidão, daadversidade, do infortúnio.São os bons sentimentos que alimentamos em nossocoração. É compreender a necessidade de não nosrevoltarmos, de sermos bons, a fim de sermosfelizes.“A resignação é o consentimento do coração.”Fonte: Wikipédia (Enciclopédia Virtual).(MACKENZIE, J. L. (S. J.). Dicionário Bíblico. São Paulo: Paulinas, 1984.“O Homem Novo” de J. Herculano Pires.
  10. 10. (“O Homem Novo” de J. Herculano Pires.)
  11. 11. Sendo as dores de hoje o resgate de nossas dividas passadas, osofrimento constitui forma e oportunidade abençoada de quitaçãodaquelas dívidas. Portanto, é feliz aquele que salda débitos com a justiçadivina.
  12. 12. Moderando nossos desejos, evitando a inveja, ociúme, a ambição, dando à vida material o valorrelativo que lhe é peculiar, acima de tudo aceitando-acom resignação, e praticando o bem ao próximo.
  13. 13. Segundo Lacordaire (Havre, 1863 – ESE. Cap. V)tal bem-aventurança pode ser traduzida como:“Bem-aventurados os que têm ocasião deprovar sua fé, sua firmeza, suaperseverança e sua submissão à vontade deDeus, porque terão centuplicada a alegriaque lhes falta na Terra, porque depois dolabor, virá o repouso.”
  14. 14. GLORIFIQUEMOS“Ora, a nosso Deus e Pai seja dada glória paratodo o sempre.” – Paulo (FILIPENSES 4:20)Quando o vaso se retirou da cerâmica, dizia sempalavras:- Bendito seja o fogo que me proporcionou asolidez.Quando o arado se ausentou da forja, afirmavaem silêncio:- Bendito seja o malho que me deu forma.
  15. 15. Quando a madeira aprimorada passou a brilharno palácio, exclamava, sem voz:- Bendita seja a lâmina que me cortoucruelmente, preparando-me a beleza.Quando a seda luziu, formosa.. no templo,asseverava no íntimo:- Bendita seja a feia lagarta que me deu vida.Quando a flor se entreabriu, veludosa e sublime,agradeceu, apressada:- Bendita a terra escura que me encheu deperfume.
  16. 16. Quando o enfermo recuperou a saúde, gritou,feliz:- Bendita seja a dor que me trouxe a lição doequilíbrio.Tudo é belo, tudo é grande, tudo é santo na casade Deus.Agradeçamos a tempestade que renova, a lutaque aperfeiçoa, o sofrimento que ilumina.A alvorada é maravilha do céu que vem após anoite na Terra.Que em todas as nossas dificuldades e sombrasseja nosso Pai glorificado para sempre.Fonte Viva (Emmanuel – Chico Xavier) - Lição 11

×