Práticas Culturais e Orientações Coletivas de Grupos Juvenis:
    um estudo comparativo entre jovens negros em São Paulo e...
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis

645 views
588 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
645
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Práticas culturais e orientações coletivas de grupos juvenis

  1. 1. Práticas Culturais e Orientações Coletivas de Grupos Juvenis: um estudo comparativo entre jovens negros em São Paulo e jovens de origem turca em Berlim* Wivian Weller UFSC Palavras chave: juventude, identidades, etnicidade, metodologias qualitativas. Introdução Este artigo é resultado de um estudo comparativo sobre “Música, identidade e experiências discriminatórias”, realizado com jovens negros e jovens de origem turca, pertencentes ao movimento hip hop nas cidades de São Paulo e Berlim. Apesar das diferenças históricas, políticas e sociais entre o Brasil e a Alemanha, existem muitos paralelos entre os jovens de ambas cidades no que diz respeito às expressões político- culturais e às orientações coletivas de vida desenvolvidas a partir de uma estética global, ou seja, a partir da incorporação e adaptação

×