LIMA DUARTE e região                                           Maio de 2011                              Ano 5 - Número 42...
Página 2                                                                        oPniÃo                                    ...
Maio 2011                                                     geral                                                       ...
Página 4                               informe PubliCitario                                                               ...
Maio 2011                                               Cultura                                                          P...
Página 6                                                   geral                                                          ...
Maio 2011                                                   geral                                                       Pá...
Página 8                                 informe PubliCitario                                                          Mai...
Maio 2011                                                                  geral                                          ...
Página 10   informe PubliCitario   Maio 2011
Maio 2011                                                        PolíCia                                                  ...
Página 12                                                          esPortes                                               ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jornal Ld & Cia Edição 42

1,125 views
1,061 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,125
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
43
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal Ld & Cia Edição 42

  1. 1. LIMA DUARTE e região Maio de 2011 Ano 5 - Número 42 ComerCiantes avaliam Nesta EdiçãofeChamento do matadouro Empresário local inaugura espaço cultural, com a presen- ça de Marisa Orth. Há tempos comerciantes e poder público do a um empresário, após licitação pública, o Página 05reúnem-se para discutir a questão das insta- direito de construir e explorar o Matadouro.lações precárias do Matadouro Municipal e Mesmo assim, sali enta que a administraçãoa falta de condições financeiras para a refor- municipal deverá adequar o sistema ao co-ma e muito menos para a construção de um mércio local, evitando desemprego e aumentonovo Matadouro, obra estimada em torno de abusivo do preço do produto. Entidades de Lima Duarte,R$800 mil. Em 20l0 a discussão sobre o tema Já a Associação dos Comerciantes de Car- atuando em conjunto, con-acirrou-se e a Promotoria Pública passou a ne de Lima Duarte (ACCLD) está desmotiva-intervir no assunto, exigindo soluções. A si- da com o fechamento do Matadouro, depois seguem reencontrar famíliastuação veio se arrastando desde então, commuitas reuniões, cobranças, projetos e atitu- de todo o empenho e custos (investiram cerca de R$80 mil em obras e projetos). De acordo de dois homens consideradosdes. Os comerciantes de carne uniram-se em com seu Presidente, José Nogueira Guima- “andarilhos” que estavam emuma Associação e gastaram bastante dinheiro rães, os associados estão desunidos e pode-e tempo em parceria com o poder público mu- riam estar negociando em conjunto as condi- Orvalho.nicipal, para reformar o local, tentando colo- ções para compra da carne de fora, ganhando Páginas 06 e 07cá-lo em condições dignas de funcionamento. em preço e prazo para pagamento, mas nãoMas, depois de adiamentos, o Matadouro foi fizeram isso. A compra está sendo individualfechado em 30/04, por determinação judicial. e o preço já aumentou, pois, segundo José, a Os comerciantes de carne passaram a carne de fora tem custo mais alto e aumenta-comprar carne em Juiz de Fora e revender ram os impostos. Quanto ao desemprego, ain-aqui, comprometendo a manutenção dos da não ocorreu e ele acredita que não chegará Veterinário avalia vanta-preços e dos empregos nos açougues. Os pro- a ser uma crise no setor.dutores rurais, já tão sacrificados, perderam Para a Diretoria da Associação dos Produ- gens e desvantagens da inse-agora outra alternativa de renda, pois só ven-derão seu gado para fora de Lima Duarte, pelo tores de Gado de Corte (Aprugac), que partici- pou das reuniões anteriores ao fechamento do minação artificial e da montapreço e condições que o mercado quiser. Os Matadouro, essa notícia é péssima para Lima natural.consumidores já pagam mais caro pela carne, Duarte, pois significa um retrocesso comercial.antes mesmo do primeiro mês sem Matadou- Os associados não sentiram diretamente ainda Página 09ro local. os efeitos do fechamento porque já negociavam Para o Presidente da ACILD, Domingos o gado com compradores de Juiz de Fora e re-Vicente de Paula, o fechamento do Matadou- gião. Mas salienta que pretendem se fortalecerro é preocupante, pois haverá perda da mão para não sentir os efeitos da crise local. “Mes-de obra e do produto local. Ele participou mo po ssuindo mercado fora do município, o Polícia registra aumentodas reuniões sobre o assunto desde o início e, término do abate local influencia diretamenteapesar de ter apenas dois açougueiros asso- na venda de animais, avalia. nas infrações de trânsito. Ape-ciados, acha que a questão atinge o comércio Nota: O prefeito municipal, Geraldo Go- sar dos números crescentes,e população de forma geral e vem buscando mes de Souza, preferiu não se pronunciarsoluções, junto com o grupo. Para Domingos, agora sobre esse fechamento. Através de sua PM considera o número baixoo projeto de construção de um novo Matadou-ro, mesmo que em conjunto (poder público e assessoria, ele sugeriu que a primeira entre- vista fosse feita com a Promotora Pública, em comparação com a frotacomércio) é inviável, pois os custos são muito que está de férias. Na próxima edição do LD que circula no município.altos em comparação com o capital de giro no & Cia. daremos continuidade ao assunto, comsetor. O Presidente da ACILD considera que informações sobre o Processo Judicial de fe- Página 11a melhor idéia é a de privatização, conceden- chamento.
  2. 2. Página 2 oPniÃo Maio 2011 PavimentaÇÃo da rua Carlos nossa valorosa gratidão e agradecimentos à atual Plantão das moreira: uma ConQuista de seus moradores Administração Municipal que, além da pavimen- tação da Rua Carlos Moreira, certamente irá rea- Farmácias 2011 A Administração Municipal (2001-2004) reconheceu em documento público datado de lizar e inaugurar grandes obras de infra-estrutu- ra no município, a fim de melhorar a qualidade 11/10/2001 a necessidade de calçamento da Rua de vida dos Limaduartinos, mantendo a postura MAIO 15/05 – Drogaria Terra Farma Carlo Rodrigues Moreira, como uma responsa- digna e a marca inconfundível do Executivo Mu- 16/05 – Drogaria Verde Farma bilidade do Poder Executivo. Entretanto, não foi nicipal, “TRABALHO E TRANSPARENCIA”. 17/05 – Drogaria São Jose possível a concretização da obra neste período. _________________________ 18/05 – Drogaria Paiva 19/05 – Drogaria Rodrigues Desde o início da Administração Munici- Um fraterno abraço a todos. 20/05 – Drogaria Pharmavida pal (2005-2008/2009-2012), os moradores e Maria Luiza S. Guimarães 21/05 – Drogaria Vargas 22/05 – Drogaria Verde Farma proprietários de lotes, mantiveram reuniões Residente na Rua Carlos Moreira 23/05 – Drogaria São Jose periódicas e promissoras com o Gestor Muni- 24/05 – Drogaria Paiva cipal, visando a melhoria da qualidade de vida A direção da Copa Santo Antônio de Olaria 25/05 – Drogaria Rodrigues 26/05 – Drogaria Pharmavida da população local, ou seja, a pavimentação da vem, por meio de mim, Serginho, agradecer a di- 27/05 – Drogaria Vargas via de acesso às suas residências. Em uma des- retoria do Minas Esporte Clube, ao Amilton e ao 28/05 – Drogaria Terra Farma sas ocasiões, o Prefeito Municipal reconheceu Jorginho, à diretoria do Social Futebol Clube, ao 29/05 – Drogaria São Jose 30/05 – Drogaria Paiva também a necessidade da realização do calça- Roberto, por ceder campos para que nós, olarien- 31/05 – Drogaria Rodrigues mento da via, porém, solicitou aos moradores ses, conseguíssemos nosso objetivo de arrecadar JUNHO 01/06 – Drogaria Pharmavida que aguardassem, pois a administração já ha- fundos para a construção e ampliação da Igreja 02/06 – Drogaria Vargas via projetado o calçamento da maioria das ruas Matriz de Olaria, com o apoio da Secretaria de 03/06 – Drogaria Terra Farma do município, tanto na área urbana e rural e Esportes de Lima Duarte. 04/06 – Drogaria Verde Farma 05/06 – Drogaria Paiva existiam na época outras prioridades. No en- Não foram cedidos campos para a realiza- 06/06 – Drogaria Rodrigues tanto, devido ao excesso de chuvas e a situa- ção da Copa Santo Antonio em Olaria. Agradeço 07/06 – Drogaria Pharmavida ção precária em que se transformou a rua, os a essas pessoas, que estão de parabéns com seu 08/06 – Drogaria Vargas 09/06 – Drogaria Terra Farma moradores solicitaram de forma incansável que gesto de solidariedade. Fico grato e honrado pelo 10/06 – Drogaria Verde Farma a mesma fosse, por diversas vezes, saibrada e favor que nos fizeram para que nosso objetivo 11/06 – Drogaria São Jose 12/06 – Drogaria Rodrigues terraplanada para que assim minimizassem os fosse alcançado. Agradeço aos clubes que parti- 13/06 – Drogaria Pharmavida problemas dos excessos de buracos e lamas, so- ciparam, porque eles foram aos artistas do palco 14/06 – Drogaria Vargas licitação sempre atendida pela Secretaria Mu- e aos torcedores limaduartinos, que nos presti- 15/06 – Drogaria Terra Farma nicipal de Obras. giaram, pagando a portaria, fazendo a festa, meHorário de funcionamento de todas as farmácias de SEGUNDA A No mês de agosto do ano de 2010, por inter- recebendo com carinho todos os domingos. CadaSEXTA-FEIRA: 08:00 H ÀS 19:00 H *Após esse horário, somente médio do Ofício nº 236/10, o Chefe do Poder parte de material colocado em nossa Igreja Ma-permanecerá aberta a farmácia de plantão do dia. Aos SÁBADOS, funcionamento de todas as farmácias de 08:00 às 14:00h. *Após Executivo encaminhou à Câmara Municipal o triz tem uma parte de vocês, limaduartinos, re-esse horário, só permanecerá aberta a farmácia de plantão do dia. Projeto Lei Ordinária nº 26/2010 que indica- presentados pelo Roberto, Amilton, Jorginho e o Aos DOMINGOS, somente haverá funcionamento e plantão da farmácia do dia. va verbas de gastos em obras públicas, dentre Secretário Municipal de Esportes, Paulo Cardos elas a pavimentação da Rua Carlos Moreira, de Oliveira – o Dida. verbas aprovadas pelo Legislativo Municipal Vocês, torcedores, podem se orgulhar dessas Notas - 4ª Feijoada da APAE, será realizada em 30/08/2010. Esta aprovação trouxe muita pessoas que, com competência e responsabilida-dia 12/06/2011 , às 12:00hs na Escola Joa- satisfação e alívio aos moradores da rua, pois de, me deram apoio moral, financeiro e amigo.quim Delgado, Bairro Cruzeiro, estava garantido que suas vidas melhorariam Aqui peço a Santo Antônio que derrame todas as Valor R$ 7,00. em muito. Cumprindo com mais um dos com- bênçãos e graças sobre vocês, limaduartinos. O - Nossa artista plástica Ângela Falcome- promissos públicos assumidos, a atual admi- Prefeito Geraldo Gomes de Souza está de para-ta participa do XVI Circuito Internacional nistração, através do Convênio nº 780/2010, béns pela equipe referente ao esporte em Limade Arte Brasileira”. O evento acontece de no mês de abril concretizou o calçamento da Duarte. Agradeço também ao Prefeito de Olaria,12 a 19 de maio em Montemor – O – Novo Rua Carlos Moreira e garantiu mais uma con- Nelson Moreira e ao Luiz Enéas – Luizinho. Es-–Portugal. No Brasil, a abertura será dia quista para o povo. pero que essas pessoas que trabalham com o es-14/07, às 19 horas, no Museu Inimá de Pau- Hoje, todos são extremamente agradecidos porte aqui em Olaria espelhem em vocês. Muitola, em Belo Horizonte – MG. A Exposição aos nobres Vereadores que conduziram e condu- obrigado de coração!estará aberta de 15/07 a 28/08 no mesmo zem com dignidade e consciência pública os tra- ___________________________local. balhos daquela Casa, bem como manifestamos Paulo Sérgio de Carvalho – Serginho EXPEDIENTE O jornal “LD & Cia.” é uma publicação independente. Edição, Jornalista Responsável e Reportagens: Norma Beatriz Baumgratz Delgado (MTb 5626) - Jornalista Profissional CNPJ: 11.870.673/0001-19 - Insc. Mun. 3923 Colaboração: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Endereço para Correspondências: Rua das Magnólias - 46 Jardim Primavera - Lima Duarte - MG -Tel: (32)3281-3042 E-mail: normadelgado@bol.com.br Impressão, Arte e Diagramação: Brandel’s Gráfica Ltda. Tel.: (32) 3281-1921 Os artigos assinados e o conteúdo das páginas 04, 08 e 10 são de inteiraresponsabilidade de seus autores.
  3. 3. Maio 2011 geral Página 3 assembleia disCute Código florestal brasileiro se seParar é inevitável,ArAntes foi propositor de debAte e consenso em torno do temA está bem próximo Como fazer Com os filhos?! A Assembleia Legislativa de Minas Ge- do giro sair do agronegócio. Segundo o pro- Por Joseane de Avellar Passarella*rais (ALMG) por intermédio da Comissão de curador, o negócio da agricultura seria muito Observando o aumento do número de separações ePolítica Agropecuária e Agroindustrial, que afetado sem a aprovação da nova legislatura divórcios, acabo por pensar que a famosa frase “até quepossui como presidente, o deputado estadu- e isto traria impactos negativos no PIB bra- a morte nos separe” vem sendo substituída pela “que seja eterno enquanto dure”. A falta de comprometi-al Antônio Carlos Arantes (PSC), junto dos sileiro e, consequentemente, na Balança Co- mento faz com que a separação seja vista como a formaparlamentares da Comissão, Fabiano Tolen- mercial. mais rápida de eliminar os problemas do casal. Mas otino (PRTB), vice-presidente; Rômulo Viegas que se há de fazer quando esta decisão for irrevogável? E quanto aos filhos?!(PSDB); Doutor Viana (DEM) e Antônio Le- Alguns itens do relatório Muitas são as questões a serem elaboradas e trabalha-rim (PSB); discutiu, em abril, a reformulação de Aldo Rebelo das se em meio à situação existirem filhos, sobretudo, pe- quenos. Os pais precisam prepará-los, assim minimizandodo novo Código Florestal Brasileiro. Estive- seu sofrimento e evitando danos em seu desenvolvimentoram presentes grandes lideranças políticas e Em entrevista à imprensa, o deputado e em relacionamentos futuros. Só que os mais viáveis ca- minhos não são sempre os mais fáceis.representantes de órgãos afins, além de vá- Antônio Carlos elogiou o texto de Aldo Rebe- A psicoterapia de casal e família pode ser de grande va-rias lideranças de sindicatos de produtores lo e reiterou seu nacionalismo ao elaborar um lia em qualquer etapa desse processo. Se pensarmos pre- ventivamente, melhor seria o casal procurar tal recurso norurais, cooperativas e associações ligadas aos relatório imparcial e baseado em suas idas ao início do desencadeamento dos conflitos.setores da área produtiva e do meio ambien- campo. “O deputado não é fazendeiro, não Quando o casal consegue solicitar ajuda especializada,te. Grande parte dos presentes acenaram é sitiante, nem produtor, mas se preocupou ganha a oportunidade de desfrutar de um espaço neutro, onde as dificuldades podem ser devidamente analisadas.em seus discursos que a reforma do Código em conhecer de perto os problemas vividos O trabalho - que também inclui os filhos - possibilitará oFlorestal Brasileiro precisa acontecer e se pelo produtor”. Antônio Carlos lembrou que amadurecimento da decisão e o enfrentamento das emo- ções envolvidas. Todos podem ser auxiliados a lidar com aencontra muito próximo de um consenso. O não se pode obrigar ao produtor cuidar de to- nova situação.texto do novo código tem como seu relator o das as áreas de proteção permanente (APP) e Interessante, porém, é que o casal que se submete a uma psicoterapia conjunta, quase sempre acaba por dis-deputado federal Aldo Rebelo (PC do B-SP), ainda separar mais 20% da sua propriedade, solver os conflitos e reconstruir o vínculo, desta vez emque foi muito elogiado pelos presentes, por- que muitas vezes é produtiva. “Não somos novo patamar. Ora, se o mal-estar se vai, não sobra grande motivo para a desunião. Além disso, abre-se o caminhoque privilegia o consenso da preservação am- contra a preservação, queremos apenas aliar para uma relação mais saudável e prazerosa.biental com a produtividade, discurso tam- a produção com respeito ao meio ambiente e Em todos os casos, aí vão algumas orientações práticasbém utilizado exaustivamente pelo deputado os produtores sabem da importância do cui- que podem ajudar pai e mãe a lidarem com seus filhos em momento tão crucial:Antônio Carlos, idealizador do evento. dado à natureza”, salientou Arantes - Não deixem que as crianças pensem ser responsáveis Antônio Carlos fez questão, ainda, de di- Os deputados da Comissão lembraram pela separação. - Expliquem a elas os verdadeiros motivos envolvidos,zer que a união faz a força e que a Comissão que caso os dispositivos legais entrem em usando o senso comum como guia.de Política Agropecuária da Assembleia es- vigor sem modificações, a partir do mês de - Não mintam ou retenham informações pois, com- preendendo os fatos, elas irão se adaptar melhor ao quetava unida em torno do assunto e que com junho, ou seja, sem a aprovação do texto do estiver por vir.isto a mobilização no próprio Estado fica deputado Aldo Rebelo, produtores rurais - Deixem-nas expressarem seus sentimentos a respeito. - Sejam sensíveis às reações das crianças e transmitam-mais forte. “Tivemos o apoio dos deputados serão obrigados a recompor área de 65,2 mi- lhes segurança.da Comissão, verdadeiros parceiros, que tor- lhões de hectares em todo o País. Somente - Demonstrem compromisso para com elas.naram o nosso trabalho mais objetivo, eficaz em Minas Gerais, a área corresponderia a 6,2 - Procurem observar - e se informar - se o comporta- mento delas é condizente com a etapa de seu desenvolvi-no sentido de juntarmos forças em prol dos milhões de hectares. “Precisamos pressionar mento.interesses do produtor”, disse. o Congresso para agilizar esta mudança, pois - Concedam o tempo necessário para que cada criança se ajuste e se acomode às mudanças. O procurador da Fazenda Nacional, Luiz não é possível que o produtor seja visto como Mas tentem preservar a maior parte de suas atividadesCarlos Silva de Moraes, fez uma explanação criminoso”, emendou Arantes. rotineiras. - Determinem a guarda baseando-se na racionalidade,sobre números que envolvem diretamente as Antônio Carlos ficou satisfeito com o de- com vistas às necessidades e interesses das crianças.nuances do código florestal brasileiro. O pa- bate. “Quisemos, com esta iniciativa, alcançar - Jamais peçam para que tomem partido a favor de um ou contra o outro progenitor.lestrante mostrou, de forma isenta aos pre- dois objetivos: primeiro fazer com que Minas - Não digam coisas más sobre o outro progenitor.sentes, que se o novo código não for aprova- Gerais fosse ouvida nesta discussão que inte- - Não se utilizem das crianças como mensageiros, nemdo, a economia brasileira terá um verdadeiro ressa todo o Brasil e, segundo, de que é possí- as questionem sobre o outro progenitor. - Dediquem um tempo com cada criança em particular‘apagão’. Conforme ele explicou sem a apro- vel conciliar a atividade produtiva do homem para que ela se perceba como um indivíduo especial.vação da nova lei florestal, os municípios te- do campo com dignidade e ao mesmo tempo __________________________________ * Joseane é psicóloga graduada no CES/JF e trabalharão perdas significativas em suas receitas em ver nos próprios produtores as ações que en- no CERMIN com indivíduos e seus vínculos familiaresaté 20% em função de boa parte do capital volvem preservação da natureza”. mais significativos.
  4. 4. Página 4 informe PubliCitario Maio 2011 ProJeto de eduCaÇÃo Patrimonial “ConheCer Para Preservar” lhares de limaduartinos a procura do saber. De linhas neoclássicas, trata-se de uma construção situada no meio do terreno que se localiza à Rua José de Salles, 111 e à direita da Rua Bias Fortes. A fachada com formas retangulares apre- senta imitações de colunas retas, tendo o fun- do em cinza claro e, as formas em alto relevo, em cinza mais forte. Possui quatro janelas em estilo veneziana, em vidro e metal. Abaixo delas encontra-se a inscrição Escola Estadual Bias Fortes. A platibanda é em linhas retas, apresentando no centro uma parte mais ele- vada arrematada com três leques. Na extre- midade esquerda uma estátua representando o “Trabalho”, e à direita a “Ciência”. O fechamento para a Rua José de Salles é constituído de muro baixo arrematado por grade de ferro e com dois portões de aces- so. Já para a Rua Bias Fortes é fechado com muro alto. A Escola Bias Fortes tem um corpo prin- cipal com partido arquitetônico em “T”. A construção foi feita em duas etapas. Na pri- meira fase foi construída a parte principal, concluída em 1913, e a ala dos fundos, con- cluída em 1986. Possui 16 janelas com enqua- ESCOLA MUNICIPAL BIAS FORTES até a instalação da Escola Bias Fortes, em dramento em argamassa e as esquadrias têm Em Lima Duarte são poucas as referên- 1913. duas folhas de abrir. cias sobre a instrução pública nos períodos Faltava, porém em Lima Duarte, um gru- A cobertura do bloco construído se faz da colônia e do império. po escolar que instruísse um número cada com telhado de quatro águas utilizando te- Em 7 de agosto de 1832, um decreto da vez maior da população em idade escolar. Em lhas francesas com estrutura de madeira. O Regência fez criar na Vila de Ibitipoca uma 1912, por iniciativa do Presidente da Câmara, forro é de laje pré-moldada que substitui o escola de primeiras letras para meninas, em Coronel José Virgílio de Paula, do Juiz Muni- primitivo, de tábuas corridas. compensação pela perda da Matriz , que ha- cipal, Dr. Tancredo Alves, do Coronel Alfredo As laterais do prédio são circundadas por via sido transferida para Santa Rita de Ibiti- Catão e outras personalidades, tiveram início extensas varandas cobertas de telhas fran- poca. a construção desse educandário com o auxílio cesas e com a estrutura de madeira que se O mais antigo mestre da escola do Rio do de suas próprias contribuições pessoais e do apóiam sobre finas colunas de madeira tor- Peixe foi o português José Inácio de Siqueira povo em geral, bem como da Câmara Munici- neadas entrelaçadas por grades de madeira. da ilha do Faial, no Arquipélago dos Açores, pal que votou uma resolução doando extensa Nos fundos do lote existe uma área para o radicado na região de Ibitipoca onde vivia “de área. cultivo de horta e no pátio do lado direito, um ensinar meninos a ler”. O mestre Inácio teve Em 1913, foi concluída a construção do pequeno parque infantil e um cômodo que participação no processo de julgamento dos atual prédio da Escola Bias Fortes, uma edi- serve de depósito. inconfidentes da Conjuração Mineira como ficação ampla e arrojada para os moldes da O terreno pertencente à Escola Bias For- peça acusatória dos mesmos. época. tes incluía uma área bem maior, a qual teve A segunda escola criada por Lei no Curato Inaugurado no dia 03 de maio, recebeu o seu tamanho alterado devido à ampliação da do Rio do Peixe de que se tem notícia, refere- nome de Bias Fortes em homenagem a esse Rua Bias Fortes. se a “uma cadeira do primeiro grão, criada ilustre expoente da vida pública mineira e um O projeto arquitetônico da escola é de au- pela Presidência da Provincia a 3 de novem- de seus primeiros dirigentes no regime repu- tor desconhecido. bro de 1837”. Em documentação encontrada, blicano. Possui oito salas de aula, sala de profes- existiu também, a partir de 1° de janeiro de Foi seu primeiro diretor, o professor José sores, secretaria, biblioteca, diversas ins- 1908, um Lyceu que funcionou no Largo em Neves Colen, de Diamantina e de origem es- talações sanitárias, amplo galpão, cantina, um antigo prédio que deu hoje lugar à Agên- panhola, que exerceu o cargo até 1921. dispensa, sala para dentista e para primeiros cia do Banco do Brasil. Este Lyceu funcionou Pelos bancos desta escola já passaram mi- socorros.
  5. 5. Maio 2011 Cultura Página 5 ld ganha esPaÇo Cultural comunidade e algumas fizeram uso da pala- voltar, trazer cultura, mostrar um pouco da vra, enaltecendo a iniciativa e relembrando experiência adquirida nesses anos todos. as atividades da Cooperativa, além de ho- Aguardem que tem muita coisa boa vindo menagens à atriz com ‘produtos da terrá”, já por aí”, ressalta Alexandre. que tivemos o privilégio de sua presença em Ele pretende fazer diversos eventos no Lima Duarte. local, sendo que, após a inauguração, já re- A obra, que durou exatos dois meses e alizou duas Gandaias, uma festa Dose Du- 21 dias, tem um custo final aproximado de pla, Noite das Mães e o Baile dos Anos 80. R$80 a R$100 mil. Segundo o empresário, Também estão previstas serestas e festas in- falta ainda terminar a sonorização, mas o fantis, deve trazer a peça infantil “A Fábrica projeto por si só já é um sucesso, apesar das de Chocolate” e realizar a Gandaia Infantil. dificuldades enfrentadas com mão de obra A Factory, em parceria com o Instituto Ca- específica. mila Vive, promoverá ainda diversos cursos Alexandre Barros conta que o projeto para os jovens de Lima Duarte, como teatro nasceu quando era adolescente e não co- e música e exposições de artes de todo gê- nheceu pessoalmente a Factory de Juiz de nero, possibilitando a participação, nesses Fora. Ele sempre teve a idéia de abrir um cursos, dos jovens com necessidades econô- espaço próprio em Lima Duarte e, após 17 micas especiais do município. anos trabalhando com eventos culturais no A partir de julho, também, o espaço será Rio de Janeiro e São Paulo, resolveu voltar aberto todas as sextas-feiras, funcionando o e colocar a idéia em prática. Passando pela Bar Factory, com música ao vivo e pelo me- calçada do prédio da antiga Cooperativa, nos dois sábados por mês terá uma progra- 21 de abril foi a data escolhida para a num ‘estalo” percebeu que ali era o local mação especial. Confira o que já tem agen-inauguração da Factory - Espaço Cultural e ideal. Procurou o Presidente atual da Coo- dado:Festas, na antiga Cooperativa. Entre os 800 perativa, Luiz Antônio de Oliveira, do qual - 04/06 - Sertanejo Universitárioconvidados, a pessoa mais ilustre era Ma- obteve muito apoio, e fecharam um contrato - 11/06 - Gandaia dos Namoradosrisa Orth, atriz, cantora e amiga pessoal do de aluguel. “O espaço da Cooperativa sem- - 18/06 – Anos 80 ( de 23h às 02h). Após,proprietário do local, Alexandre Barros. A pre me proporcionou momentos de alegrias, Eletro House.inauguração contou com várias pessoas da brincadeiras, uma energia boa. Sempre quis - 09/07 - Gandaia das Férias Associação Cultural Caminho da Serra Contos e Teatro Poesia – Miriam Senra e Cursos Emília de Mattos Merlini Amanda Duque Artesanato Juçara Terça Feira – 18: 30 horas Quinta feira – 18 horas Diogo do Amaral Jorge Futebol de Salão Educação Ambienta Segunda feira– 18 horas Júlio César de Paula Diogo do Amaral Jorge Reciclagem de Papel e Papier Marchet – Quarta feira – 18 horas Sexta feira – 18 horas Emília de Mattos Merlini Violão – Christopher Baumgratz - Kiki Xadrez – Júlio César de Paula Segunda feira – 19:30 horas Quarta feira – 19 horas Sexta feira – 18 horas Capoeira – Mestrando Zezinho Flauta – Christopher Baumgratz - Kiki INSCRIÇÕES: TEL.: 3281- 2923. Terça feira – 18 horas Quarta feira – 18 horas RUA JOAQUIM OTAVIANO 155
  6. 6. Página 6 geral Maio 2011migrantes reenContram famílias O que aprendemos com Daniel por Rita de Cássia de Araújo Almeida psicóloga e coordenadora do CAPS Casaberta Foi numa quarta-feira de abril que a Com os dados que Daniel nos deu, a velo- vemos julgar ninguém pela sua aparência ouequipe do CAPS Casaberta foi comunicada cidade da internet e a ajuda do CAPS Portão situação social. Ensinou que, infelizmente,que um andarilho perambulava pela comu- de Curitiba/PR, não demorou muito para a maior ameaça que sofremos neste mun-nidade de Orvalho. Fomos acionados por- conseguirmos contato com a família do ra- do, não é o frio, a fome, a falta de abrigo, asque havia uma suspeita de que se tratava de paz. Eles o procuravam há 1 ano. Daniel saiu doenças, a solidão ou o desespero, mas sim,uma pessoa com problemas mentais, o que de casa em 5 de abril de 2010 e nunca mais aquela provocada por outros seres huma-despertou o temor de alguns. Abordamos o tiveram notícias, já haviam perdido as espe- nos. Podemos sucumbir facilmente diantesujeito neste mesmo dia, juntamente com a ranças, acreditavam que estava morto. Ape- da intolerância, a falta de amor e a violênciatécnica de enfermagem do Posto de Orvalho sar da resistência e da falta de sensibilidade do nosso próximo. Daniel nos ensinou que– Perpétua – que já o conhecia. Sabia seu de alguns – que ameaçaram dar uma “surra” a solidariedade, amizade e o espírito frater-nome: Daniel. Sabia de onde vinha: Curi- no rapaz para que ele fosse embora – conse- nal são os únicos remédios eficazes contratiba/PR. E sabia também que se tratava de guimos, com a ajuda de moradores solidá- as mazelas que nos assolam. E nos ensinouum rapaz pacífico, apesar de seu jeito estra- rios e amorosos, “segurar” Daniel por mais que, no final das contas, quando estamosnho. Com a ajuda de Perpétua, eu (Rita) e três dias, tempo suficiente para que seus perdidos, é sempre nossa família que nosJoelso – técnicos do CAPS – nos apresen- irmãos viessem buscá-lo. Quem assistiu o resgata e é para ela que voltamos. Danieltamos para Daniel e, com alguns minutos reencontro de Daniel com sua família afir- também nos deixou esperança, esperança dede conversa, nos deparamos com um rapaz ma ter experienciado um momento muito que mesmo diante das tantas barbaridadeseducado, sorridente, de olhar sereno, que emocionante, um verdadeiro renascimento, que vemos e ouvimos diariamente, o bem, adizia ter saído de Curitiba há alguns meses coincidentemente nas vésperas da Páscoa. amizade, o respeito ao próximo, a tolerân-“para conhecer o mundo”. Falou seu nome A história de Daniel é surpreendente. cia, o diálogo, o amor e a solidariedade pre-completo, nome do pai e da mãe e disse que Ele viajou um ano de Curitiba em direção valecem, porque agregam, porque formamtinha irmãos também. Perguntamos se não a Lima Duarte, sem aceitar carona nem di- laços fortes, porque encontram caminhos.gostaria de voltar para sua casa, mas ele res- nheiro, como ele mesmo assegurou. Viveu Com Daniel tivemos a certeza que todos nóspondeu: - Ainda não. Primeiro vou conhecer um ano inteiro caminhando, dependendo somos apenas viajantes deste mundo, e àsmais Minas Gerais, “a terra das águas”. Dis- apenas da solidariedade alheia para alimen- vezes nos perdemos, mas com a ajuda unsse ainda que os “astros” lhe diziam por onde tar-se e abrigar-se. Possivelmente sofreu dos outros sempre conseguimos nos encon-devia seguir e que estava esperando um muitos riscos e ameaças, tais como os que trar.“código” para seguir seu caminho. Pergun- sofreu enquanto esteve entre nós, mas afinaltamos a ele se nas suas andanças, já tinha sobreviveu e renasceu para sua família. loCalizaÇÃo de familiaresconhecido algum CAPS. Imediatamente ele Daniel nos ensinou muitas coisas em sua mobiliza entidades de limaafirmou: -Sim, onde eu morava fazia trata- passagem por aqui. Ensinou que precisamos duartemento no CAPS Portão. CAPS é Saúde Men- de muito pouco para obtermos a graça da Já em 02/05, os moradores da localidadetal não é? Concordei com ele e o convidei vida. Dinheiro, bens, roupas da moda, pro- de Orvalho, comovidos com a presença de umpara conhecer nosso CAPS, mas ele recusou, priedades, são apenas assessórios, comple- migrante que estava ficando na antiga Estaçãoprecisava antes receber o tal “código”. tamente dispensáveis. Ensinou que não de- há vários dias, acionaram a equipe do Centro
  7. 7. Maio 2011 geral Página 7de Referência de Assistência Social - CRAS Apesar do Sr. Francisco não possuir ne-para que fosse tomada alguma providência, já nhum documento e estar há vários anos lon-que o migrante queixava-se de muitas dores ge de sua casa, as informações fornecidasno pé e não tinha destino certo para seguir. por ele foram relevantes para o desempenho No mesmo dia, a assistente social do do trabalho tanto do CRAS de Lima DuarteCRAS, Andréa Esméria Campos, realizou como do CREAS de Marinque - SP, que jáuma abordagem social junto ao migrante, no dia 03/05 informou que havia localizadofato que possibilitou colher muitas informa- as duas filhas do Sr. Francisco e já estavamções importantes e que posteriormente se sendo tomadas todas as providências paratornaram úteis para o trabalho de localiza- que o mesmo retornasse para sua cidade eção dos familiares. voltasse a conviver junto com sua família. Durante esta abordagem identificou-se Após sair da Santa Casa de Misericór-que Francisco Alves da Silva, nascido no dia dia, a Secretária Municipal de Assistência08/12/1952, possui três filhos que residem Social, Amanda Campos Paula, acompa-em Mairinque - SP e que o último contato nhou Sr. Francisco até o CAPS, onde o mes-que teve com seus familiares foi seis anos mo passou por uma avaliação psiquiátrica tente social, Paula Aparecida do Nascimentoatrás, quando saiu de sua casa e não retor- e, em seguida, a Instituição de Longa Per- Vieira e pelo presidente da ILPI, Arzencle-nou mais. A equipe do CRAS de Lima Du- manência para Idosos/Lar São Vicente de ver Geraldino da Silva.arte entrou em contato com o Centro de Re- Paulo – ILPI acolheu o Sr. Francisco, dan- Vale destacar que acontecimentos comoferência Especializado de Assistência Social do-lhe todo apoio necessário e possibilitan- este desafio os profissionais do serviço so-- CREAS da cidade de Mairinque - SP, para do que o mesmo permanecesse nesta cida- cial a garantir o direito da convivência fa-que fossem repassadas todas as informações de até o dia tão esperado para o reencontro miliar e a buscar resultados positivos. Nocolhidas e iniciado o processo de busca e lo- com sua família. entanto, o sucesso obtido no trabalho reali-calização dos familiares. No dia 10/05, o assistente social do zado pela equipe do CRAS reflete-se através Enquanto isso, a equipe do Centro de CREAS de Mairinque – SP, acompanhado do fortalecimento da rede socioassistencialAtenção Psicossocial – CAPS foi acionada de uma das filhas do Sr. Francisco chegou existente no município, que envolveu diver-para realizar uma intervenção e solicitou a Lima Duarte e o reencontro entre pai e sos setores públicos e entidades filantrópi-uma ambulância para trazê-lo de Orvalho filha que não se viam há seis anos foi mar- cas, como a Secretaria Municipal de Saúde,até a cidade de Lima Duarte, onde o mesmo cado pela emoção, vivenciado pela Secretá- o CAPS, a Santa Casa de Misericórdia e afoi atendido na Santa Casa de Misericórdia e ria Municipal de Assistência Social de Lima ILPI de Lima Duarte, e possibilitou o finalpermaneceu internado até o dia 06/05. Duarte, pela coordenadora do CRAS e assis- feliz desta história.
  8. 8. Página 8 informe PubliCitario Maio 2011 feira de saúde e Cidadania é realizada Com suCesso EMATER doa mudas à população do bairro e comunidades vizinhas A primeira Feira de Saúde e Cidadania Poço da Pedra, bairros e comunidades rurais pação massiva dos moradores, o bairrodo bairro Poço da Pedra foi realizada no dia vizinhas, sobre diversos assuntos que pudes- recebeu com aplausos o prefeito Geraldo14 de maio, com sucesso. Organizada pela sem ornamentar os temas saúde e cidadania. Gomes e sua vice Elenice Delgado, que en-secretarias municipais de Assistência So- No evento, foram feitas coletas de exame fatizaram o empenho da Prefeitura de Limacial e Saúde, a feira foi possível com o apoio preventivo ginecológico, atendimento médi- Duarte em oferecer uma excelente qualida-de outros órgãos, tais como: Câmara Mu- co em clinica geral, geriatria e odontológi- de de vida a todos.nicipal de Lima Duarte, EMATER-MG e a co, assistência jurídica, informações sobre Além deles, estiveram presentes: o se-própria associação de moradores do bairro. INSS e Programa Bolsa Família, brincadei- cretário municipal de saúde, Dr. Sebastião Segundo a assessoria de marketing, publi- ras para as crianças, além de isenção de taxa Delgado, a secretária municipal de assis-cidade e jornalismo da Prefeitura Municipal para aquisição de documentos, distribuição tência social, Amanda Campos e o secre-de Lima Duarte (Ideia Comunicação), o obje- de mudas e bazar realizado pelo Pro-Jovem. tário de turismo, cultura e meio ambiente,tivo do evento foi o de orientar a população do Pela manhã de sábado, com a partici- Sérgio Adriany. Vice-prefeita, Elenice Delgado, com- Exame rápido de diabetes se torna um Crianças brincam enquanto pais apro- pra no bazar do Pro-jovem dos sucessos da Feira veitam e o evento
  9. 9. Maio 2011 geral Página 9lima duarte reCebe reCursos de deduÇÃo de imPosto de renda Em dezembro de 2010, o Fundo Municipal Existe um Programa de Benefício Fiscal que ga- programa a ser beneficiado(a). Com a indicação,Especial dos Direitos da Criança e do Adoles- rante a restituição do imposto de renda devido de até é verificada pelo CMDCA a situação legal da enti-cente – FUMECAD recebeu, para ser utilizado 6% como pessoa física ou 1% como pessoa jurídica, dade/programa, seu plano de ação e aptidão paraem 2011, o Valor de R$ 28.172,11, sendo que sendo possível fazer a doação e até mesmo indicar recebimento do recurso.R$ 25.165,00 foi doado pela CEMIG (empresa e uma entidade ou programa que atenda criança efuncionários), que indicou a APAE para o recebi- adolescente a ser contemplada com esses recursos. Os interessados podemmento. Desta forma, após análise e deliberação Vale lembrar que os recursos doados ao FU- fazer sua doação:do CMDCA, foi repassado o valor integral (100%) MECAD têm critérios pré-estabelecidos para fi- Agência: 2251-9 (Banco do Brasil)à Entidade, conforme publicado na edição ante- nanciar programas de orientação e apoio sócio- Conta nº: 9.379-3.rior do LD & Cia. familiar direcionados a meninos e meninas do Mais informações: Secretaria Municipal O FUMECAD - é um instrumento de financia- município. Estes critérios são discutidos e deli- de Assistência Social (SMAS) e Conselhomento de políticas de promoção e defesa dos direi- berados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Municipal dos Direitos da Criança e dotos de crianças e adolescentes. Ele existe nas ins- Criança e do Adolescente – CMDCA. Um dos cri- Adolescente (CMDCA).tâncias federal, estadual e municipal, diminuindo térios é a Entidade estar devidamente registrada End. Avenida Centenário, nº 85a distância entre o imposto pago pelo contribuinte no CMDCA/LD. Caso o doador queira, ele pode Centro – Lima Duartee o benefício revertido para a sociedade. indicar até 80% do valor doado a uma entidade/ Tel: (32) 3281-1936inseminaÇÃo artifiCial X monta natural vantagens e desvantagens - A crescente demanda da produção animal exige - Os touros utilizados nas inseminações passam do homem, e também à noite, portanto, as anotaçõesque o sistema de criação seja cada vez mais eficiente e por um rigoroso processo de seleção envolvendo mais ficam prejudicadas.o ponto mais importante para obter o retorno finan- de 100 outros touros pré selecionados. - Problemas com cercas de divisas.ceiro é a reprodução, pois é a partir dela que os pro- - E claro o valor de uma bezerra de inseminação e - Usando monta natural temos que esperar no mí-dutos são gerados. Então devemos dar mais atenção muito superior as de monta natural sem seleção. nimo 3 anos para ver se as filhas daquele boi serão boas.para esse ponto, sendo que hoje temos vários recur-sos para melhorá-la. DESVANTAGENS CONCLUSÃO INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL (IA) - A inseminação artificial tem várias vantagens Vantagens - A inseminação exige tempo e mão de obra trei- sobre a monta natural e é uma técnica que não é difí- - Proporciona um grande melhoramento gené- nada e motiva a melhoria da qualidade dos animais. cil de ser introduzida em qualquer rebanho de qual-tico no rebanho, já que os touros usados são todos - Diminui 25% da taxa de prenhês na primeira IA. quer tamanho. É só o produtor ter força de vontadeselecionados por várias características. Além disso, - Em algumas vezes, ou até mesmo na maioria de melhorar seu rebanho e, conseqüentemente, seupossibilita usar vários touros e de diferentes raças delas, é mais caro do que o uso do boi no primeiro rendimento.no mesmo rebanho, buscando sempre melhorar cada instante. “Vamos comparar os bois com a gente” - NEManimal individual. TODO PAI BOM E MÃE BOA, TEM FILHOS BONS! - Evita a disseminação de várias doenças no re- MONTA NATURAL “FILHOS DE VACA BOA E BOI BOM NA INSEMI-banho, pois não ocorre contato físico entre animais Vantagens NAÇÃO, SE NÃO FOR BOM JÁ É ELIMINADO NAe o touro. Redução da mão de obra, porque excluem a ob- CENTRAL DE SÊMEM. - Prevenção de acidentes envolvendo touro x va- servação de cio e inseminação.cas e touro x pessoas: alguns touros tem o compor- _____________________________tamento repentinamente agressivo e, na maioria das DESVANTAGENS BRUNO MEDEIROS HENRIQUESvezes, com as pessoas mais próximas. - Transmissão de várias doenças MEDICO VETERINÁRIO - Permite a padronização do rebanho. - Utilização de touros não comprovados geneticamente. PÓS GRADUADO EM PECUÁRIA DE LEITE - Produz filhas superiores às mães. - A cópula ocorre livremente, sem interferência CRMVMG 9728
  10. 10. Página 10 informe PubliCitario Maio 2011
  11. 11. Maio 2011 PolíCia Página 11 aumento das infraÇões no trânsito Os policiais responsáveis pelo trânsito de gento Cunha, que trabalha no setor de prevenções às notificados nas respectivas infrações e, estando o ve-Lima Duarte registraram, nos meses de feverei- drogas e à violência, o Proerd. Dentre as atividades ículo em situação irregular, ele é recolhido ao depó-ro e março de 2011, um total de 42 autuações de desenvolvidas estão blitzens educativas, panfleta- sito, tendo o proprietário que arcar com as despesasinfrações de trânsito. O número é bem maior em gens e palestras nas escolas. A PMMG sempre es- da remoção e diárias. A multa pelo estacionamentocomparação com o mesmo período do ano ante- tará realizando Operações de Blitzens (educativas, irregular é de R$53,20 e o dono do carro perde trêsrior, quando foram aplicadas 27 autuações. No preventivas e repressivas), com o intuito de manter pontos na carteira. Nos casos em que o veículo é guin-entanto, a Polícia Militar considera esse número a ordem, prevenir os diversos crimes, trazer segu- chado, o proprietário arca com a despesa de R$80,12,baixo, levando-se em conta a frota que circula no rança ao trânsito em geral e coibir infratores. fixada por tabela do Detran, independente da distân-município e o grande número de turistas, o que Segundo dados do IBGE, o município conta com cia percorrida até a Delegacia. Já as multas por faltaeleva o trânsito e, consequentemente, o cometi- uma frota total de 2935 e há um crescimento. Soma- de habilitação têm um custo de R$574,62 e perde-semento de infrações. se a isto o fato de que algumas pessoas possuem sete pontos na Carteira do proprietário do carro. Para o Comandante do 3º Pel PM, Sub Ten PM seus veículos emplacados/licenciados em outrosIvanir dos Santos Marques, o desrespeito às leis de municípios, além da presença constante de carros PolíCia identifiCatrânsito em Lima Duarte não foge à tendência do de turistas. Nossa cidade tem problemas estruturaismotorista brasileiro. Ele considera que os hábitos como algumas ruas estreitas e desgaste excessivo do Criminososde respeitar as regras de trânsito emergem da cons- calçamento, o que dificulta o trânsito urbano e, con- No final do mês de abril foram registradas duasciência pessoal e coletiva, de personalidades bem sequentemente, reduz as vagas de estacionamento. ocorrências de assalto a motorista no município deformadas, da responsabilidade das ações do Estado, A sinalização e regulamentação de áreas de estacio- Lima Duarte, um ocorrido da BR 267, próximo aodos meios de comunicação e de ações da comunida- namento, são de responsabilidade do Poder Públi- Km 170, trevo do bairro Barreira e o outro na estra-de. “Quando toda a sociedade executar ações, tere- co Municipal que, a fim de melhorar o trânsito, está da de acesso ao Distrito de Conceição de Ibitipoca. Omos resultados futuros (a médio e longo prazo). E concluindo um Projeto de Sinalização de indicações modo como os autores agiram e a proximidade dosisso requer fortes investimentos em educação para de locais e sentidos. Futuramente será desenvolvido eventos levou as Polícias Civil e Militar a suspeita-o trânsito, tendo como objetivo a formação integral um Projeto de revitalização urbana, trocando-se as rem de um mesmo grupo.do educando. A formação de bons cidadãos, cons- placas de sinalização defeituosas e acrescentando-se Um dos veículos foi abandonado no bairro San-cientes de seus direitos e de seus deveres, capazes outras para melhorar a segurança, a fluidez do trân- ta Cruz, na cidade de Juiz de Fora, um dia após ode desenvolver a cidadania ativa e crítica, formará sito e regulamentar os locais de estacionamento. ocorrido, depois de uma colisão. A partir daí, açõesmembros de uma a sociedade solidária e democráti- De acordo com o Sub Tenente, as principais infra- integradas entre as Polícias levaram à identificaçãoca, bons cidadãos e, conseqüentemente, bons moto- ções estão relacionadas a estacionamentos irregula- dos criminosos, bem como suas prisões. As políciasristas e bons pedestres”, avalia o Comandante. res, sendo os infratores advertidos e orientados para deram, assim, uma resposta rápida à criminalida- Ele ressalta que o assunto é tratado no período a devida correção. Nos casos em que os infratores não de que não tem obtido êxito no nosso município, ada Semana Nacional de Trânsito (18 a 25 Setembro), são localizados, para restabelecer a ordem e garantia exemplo do assalto à casa lotérica, bem como dosquando são trabalhadas e desenvolvidas as ativida- de segurança no trânsito, os veículos são removidos arrombamentos a residências, onde todos foramdes de acordo com o Tema do respectivo ano. Nos pelo guincho. As infrações de falta de licenciamento identificados, presos e responderão junto à Justiçaúltimos anos, as atividades ficaram a cargo do Sar- e falta de habilitação para conduzir, os infratores são por suas atitudes delitivas. O Município de Pedro Teixeira, Estado de Minas Gerais, pessoa jurídica de direito VENDE-SE público, torna público que no dia 20 de abril FORD ECOSPORT 2006/2006 PRETA - de 2011 foi publicado nos meios de comuni- COMPLETA - ÚNICO DONO - DOC. cação: Tribuna de Minas(Juiz de Fora) e no 2011 PAGO. Diário O cial da União, a reti cação do edital INTERESSADOS TRATAR do concurso público n° 01/2011. Mais infor- (32) 8879-1921 / 8879-4067 maçãoes e o edital completo poderão ser obtidos no site da empresa organizadora - www.ecapconsultoria.com.br - ou pessoal- mente na Prefeitura Municipal de Pedro Teixeira na Rua Professor João Lins, n° 447, Bairro: Alvorada, Pedro Teixeira-MG, 20 de maio de 2011 - IDILIO NEVES MOREIRA - PRE- FEITO MUNICIPAL.
  12. 12. Página 12 esPortes Maio 2011 Copa LD 22/05/11 - Campo Minas Esplanada, Apagão, Juventus e Rosa Gomes Lopes 2 x 1 Polêmica (Olaria). O objetivo foi arrecadar fundos Confiraosresultadosdosjogosquetiveraminíciodia Ibitipoca 1 x 2 V.S. Geraldo para a reforma e ampliação da Paróquia –30/04, com a participação de 21 times locais e regionais. Vila Nova 1 x 1 Esplanado Igreja Santo Antônio de Olaria. Minas 2 x 4 Juventus O campeonato teve início em 13/03, com 30/04 e 01/05 - Campo do Minas três rodadas e dois jogos em cada campo, Renda - R$ 480,00 Copa Panorama em três domingos de março. As seminfinais aconteceram dia 03/04, nos campos do So- SERAB 0 x 1 Polêmica O Santa Terezinha, nosso representante cial e Minas, sendo: Juventus 1 x 0 V.S. Antônio na Copa Panorama de Futebol, enfim ven- Juventus 3 x 1 Social Esplanado 1 x 0 E. Real ceu uma partida no domingo, dia 15/05, por Apagão 0 x 1 Esplanada Bahia 0 x 0 Caeté 1 x 0 contra o Acadêmicos Luziano. Os ou- A Final aconteceu dia 10/04, quando o Manejo 0 x 0 V. S. Geraldo tros resultados foram: Esplanado venceu o Juventus por 4 x 2, tor- Orvalho 1 x 1 Ibitipoca nando-se Campeão.Perobas x Ipiranga - Ipiranga não compare- 10/04 – Santa Terezinha 0 x 0 Rosário E. C. ceu ao jogo 17/04 - Santa Terezinha 2 x 4 Acadêmicos Notas Lopes 1 x 2 Laranjeiras Luziano - O atleta Pedro Henrique Andrade de Pau- Polêmica 0 x 5 Juventus 01/05 - Santa Terezinha 0 x 4 Nacional E. C. la está se preparando para a Copa Integração Esplanado 4 x 0 Caeté 08/05 - Santa Terezinha 1 x 1 Nacional SJDR de tênis de mesa (2ª etapa), modalidade infan- 22/05 - Santa Terezinha 1 x 1 Rosário E.C. til em Ubá, copa que poderá ter a quarta etapa 07/05/11 em Lima Duarte. O município estará compe- 18:30 Sta. Terezinha x Manejo Agora o Campeonato entra nas Quartas tindo com 5 atletas. Pedro Henrique também 19:20 Vila Nova x Orvalho de Finais, com jogos dia 29/05 e 05/06. está em negociação com o Fluminense. 20:15 Minas x Perobas - Julio César de Paula lembra que ain- Olaria realiza Copa Santo Antônio da há vagas para treino de xadrez, toda 15/05/11 - Campo Sta. Terezinha quinta-feira. Os treinos de xadrez são re- Perobas 1 x 1 Caeté O campeonato foi realizado em Lima Du- alizados na casa do Julio, na rua da escola Orvalho 1 x 1 Estrela Real arte, nos campos do Minas e Social, com a da vila, às 9 da manhã. Os treinos são grá- Serab 0 x 1 V. S. Geraldo participação e apoio das equipes: Social, Mi- tis. Interessados entrar em contato com Apagão 3 x 0 Bahia nas, Santa Terezinha, Vila Santo Antônio, Julio: 88334151.

×