Your SlideShare is downloading. ×
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Bdm 28.04.2010

227

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
227
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Quarta-feira, 28 de Abril de 2010 bomdiamercado.com.br Crise da Grécia divide atenção com decisões do FED e Copom Por ROSA RISCALA* ... A GRÉCIA está conseguindo roubar a cena dos dois grandes eventos desta semana. E mesmo hoje, dia das decisões do FED para o juro americano e do COPOM para a taxa SELIC, deve continuar assim, mas, pelo menos, as notícias são boas. Segundo o WSJ, o FMI estuda elevar sua fatia no pacote de resgate financeiro ao país em 10 bilhões de euros, com os receios de que a planejada ajuda (de 45 bilhões de euros) seja insuficiente para evitar a insolvência e o DEFAULT da dívida, que pode atingir 70 bilhões de euros. ... Ainda na EUROPA, Jean-Claude TRICHET, BCE, falará hoje a parlamentares alemães sobre o andamento das negociações do socorro para a Atenas - não há horário definido. Divergências políticas entre autoridades européias reforçam as incertezas e o sentimento de insegurança dos investidores. Nesta terça-feira, o ministro de finanças, George PAPACONSTATINOU, criticou a falta de objetividade da Europa, e voltou a insistir que o país precisa do dinheiro até 19 de maio para honrar 8,5 bilhões de euros em bônus. ... Também nesta quarta-feira, a chanceler alemã, Angela MERKEL, se reunirá em Berlim com o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, para discutir os detalhes do programa de ajuda à GRÉCIA. A Alemanha pressiona o país a adotar um rígido plano de redução do déficit em troca de socorro financeiro. Não há expectativa de uma decisão no curtíssimo prazo. As negociações devem prosseguir pelo menos até o início de maio. ... Nos EUA, o FOMC anunciará o seu resultado às 15h15 (Brasília), e como você sabe, a grande expectativa é pelo STATEMENT, que poderá sinalizar mudanças, já que não há nenhuma dúvida em relação à decisão de manter o juro entre zero e 0,25%. Mas, o texto do comunicado, como tem acontecido desde que os indicadores começaram a mostrar reação, gera suspense. Se o comitê de BERNANKE retirar aquela frase que projeta o juro baixo por longo período, o impacto será forte... Outra expectativa é sobre a venda pelo FED de mais de US$ 1 trilhão em ativos atrelados a hipotecas, que foram adquiridos nos últimos 15 meses, para dar liquidez aos mercados durante a crise financeira. ... A AGENDA em NY é esvaziada, inclui apenas o relatório do DOE com os estoques de petróleo nos EUA na semana passada (às 11h30). As estimativas na DJ são de aumento das reservas de óleo bruto (em 800 mil barris) e da gasolina (em 600 mil barris). Entre os BALANÇOS, apresentam resultados VISA, DOW CHEMICAL e SHELL. ... AQUI, a aposta num aumento de 0,75 ponto da SELIC consolidou-se como majoritária. O posicionamento dos traders à espera de um COPOM mais agressivo foi tão forte nos últimos dias, que já não carrega nenhum risco, como disse no Broadcast o gestor de RF do MODAL, Luiz Eduardo PORTELLA. Talvez, por isso, desde ontem se observava no mercado uma movimentação em favor de meio ponto - como alternativa de ganho. Essa tendência pode crescer hoje, nas apostas finais antes da decisão no início da noite. ... Essas apostas podem incluir uma projeção ainda mais complicada que a magnitude do ajuste inicial, o shape da curva. "O mais importante não é se o BC vai começar com meio ponto ou 0,75 pp, mas qual será a duração e o tamanho do ciclo de altas", disse o AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 28/Abr/2010 10:09 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 1/5
  • 2. economista-chefe para o Brasil do MORGAN STANLEY, Marcelo Carvalho, em entrevista ao Broadcast AO VIVO. Para hoje, ele acha mais provável uma elevação de 0,50 ponto. ... É fraca a AGENDA antes do COPOM, prevendo a pesquisa de desemprego do SEADE DIEESE (10h) e a sondagem industrial da CNI do primeiro trimestre (14h). Já para o mercado cambial, o destaque é o FLUXO semanal do BC (12h30).. A lista de BALANÇOS ganha ritmo, com BRADESCO, NET e WEG, antes da abertura. Para após o fechamento, são esperados os resultados de COMGÁS, da NATURA e da TOTVS. BB... Fontes revelaram à AE que o banco planeja uma CAPITALIZAÇÃO de R$ 9 bilhões, em meados de maio... A operação, que será financiada também pelo Fundo Soberano do Brasil, reforçará o caixa da instituição para manter o peso forte do Banco do Brasil na concessão de CRÉDITO e dar suporte aos novos empreendimentos do banco no exterior. No Em tempo... mais notícias de companhias abertas que podem influenciar hoje. Fuga em massa ... Sem pensar duas vezes, investidores elegeram ontem a BOVESPA como rota de fuga, acompanhando a queda livre exibida pelas bolsas lá fora, especialmente na EUROPA, diante do clima de insegurança trazido à tona pela GRÉCIA, PORTUGAL e a CHINA... O volume elevado desta terça-feira, de R$ 8,584 bilhões, deu bem a idéia da aversão ao risco que dominou a decisão de venda dos estrangeiros - levando o índice a romper num único pregão os 68 mil e os 67 mil, para fechar a 66.511,10 pontos, queda de 3,43%. .. O fato de as BLUE CHIPS dependerem fortemente do comportamento das commodities ajuda a explicar por que a BOVESPA esteve ontem mais vulnerável do que NY ao olho do furação que atingiu os negócios. Operando em tempo integral no negativo, o mercado elevou as perdas no mês para 5,49%. Nem uma só ação se salvou nesta terça-feira dura. ... Alvos do ataque de nervos, VALE PNA (a R$ 46,58) desabou 4,94%, ON (a R$ 53,31) perdeu 5,09%, PETROBRAS PN registrou um tombo de 3,63%, para R$ 32,10, e PETRO ON foi a R$ 36,33 (-3,15%). Também as siderúrgicas não escaparam: GERDAU PN recuou 5,28%; METALÚRGICA GERDAU PN, -4,67%; USIMINAS PNA, -3,52%; e a CSN ON, -3,55%. Alguns papéis que vinham de fortes altas recentes também acertaram as contas com o pessimismo que mandou nos mercados ontem. Entre as maiores perdas do IBOVESPA estiveram FIBRIA ON (-5,91%), GOL PN (-5,70%) e MMX ON (-5,66%). ... No setor financeiro, BB ON caiu 3,25% e BRADESCO PN, -1,60%. As duas instituições fecharam acordo para lançar uma bandeira brasileira de cartões (batizada de ELO). ... No câmbio, o DÓLAR já abriu acima de R$ 1,75 e chegou a cravar R$ 1,77 no auge do nervosismo do dia, embora tenha fechado abaixo deste nível, negociado em R$ 1,7650, com alta de 1,15%... Apesar de ter operado pressionada durante todo o dia, especialistas não acreditam em reversão da tendência de queda na moeda norte-americana. Para o operador José Carlos AMADO (RENASCENÇA CORRETORA), seriam necessários algo como três dias ruins para mudar o mercado e o dólar buscar um outro patamar, perto do R$ 1,78, por exemplo. "Não acredito nisso ainda", disse à jornalista Taís Fuoco (AE). ... Ao que tudo indica, para o câmbio, tanto faz que o COPOM dê hoje 0,50 pp ou 0,75 pp de alta da SELIC, porque uma ou outra opção traz a promessa para o País de entrada de capital estrangeiro, atraído pelos rendimentos mais elevados. ... Consagrada nestes últimos dois dias como a aposta da maioria, a elevação de 0,75 pp no juro oferece agora poucas oportunidades de ganhos na CURVA DO DI - com quase todo mundo posicionado na mesma ponta. É o que pode levar hoje, como já levou ontem, AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 28/Abr/2010 10:09 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 2/5
  • 3. a algumas mudanças de última hora de parte dos investidores para o meio ponto. .. Quem já migrou de uma projeção para a outra, nesta terça-feira, conseguiu impedir que os JUROS FUTUROS voltassem a subir, ontem.. O DI junho de 2010 fechou em 9,235%, de 9,23%, o julho de 2010 caiu para 9,508% (de 9,52%) e o janeiro de 2011 terminou em 10,85% (de 10,86%). Só o contrato mais longo prazo, para janeiro de 2012, subiu, encerrando as negociações na BM&F projetando taxa de 12,19%, de 12,17% na véspera. ... Os advogados de defesa de um aperto de 0,75 ponto hoje recorrem à deterioração das expectativas inflacionárias e às evidências de demanda econômica aquecida, com a melhora no mercado de trabalho e vendas no varejo, para sustentarem sua posição. Mas, para o estrategista Tony VOLPON (NOMURA SECURITIES), uma eventual opção do COPOM por uma alta desta magnitude abriria um perigoso precedente... "A teoria mostra que se o BC estabelecer a taxa seguindo o mercado criará uma instabilidade perigosa no sistema. Tendo anunciado uma clara estratégia de saída, qualquer desvio terá de ser cuidadosamente explicado para não dar a impressão de ter sido empurrado pela curva do DI", disse ele para a jornalista Denise Abarca, da Agência Estado. ... Do lado dos fundamentos, a confiança do consumidor na economia segue firme, como apontou o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), divulgado pela FGV. O indicador subiu 3,5% em abril contra março, na série com ajuste sazonal... Passou de 111,4 pontos para 115,3 pontos (em uma escala de zero a 200 pontos), a maior pontuação em mais de dois anos, desde março de 2008 (119,9 pontos). Ainda ontem, a FIESP informou que o NUCI da indústria paulista subiu para 81,6% em março (com ajuste sazonal), de 79,10% em fevereiro. O Indicador do Nível de Atividade (INA) cresceu 2,8% (com ajuste). Tragédia grega ... Com dois grandes focos de risco para lidar, a crise fiscal na EUROPA e o temor de que a CHINA adote novas medidas para conter uma possível bolha no mercado imobiliário, não foi nada fácil o dia para os negócios... As bolsas em NY foram derrubadas para baixo de níveis técnicos importantes (o DOW Jones perdeu os 11 mil pontos e o S&P-500 devolveu a marca dos 1.200)... Negociado no pior patamar em um ano, o EURO detonou uma onda de liquidação nas commodities, para piorar a situação das bolsas globais, que acabaram quase que deixando de lado a expectativa com o STATEMENT do FOMC. ... O rebaixamento do rating de crédito da GRÉCIA para o grau especulativo (JUNK) pela Standard & Poor´s provocou a maior queda em um só pregão em mais de dois meses na NYSE. A agência também cortou o rating de PORTUGAL, reforçando o medo de que a crise da dívida na Europa se espalhe. Em WALL STREET, o DOW JONES interrompeu a série de seis pregões positivos, ao ceder 1,90%, a 10.991,99 pontos. Foi a pior queda em pontos e em porcentual desde 4 de fevereiro. Entre as grandes perdas do dia estiveram a CATERPILLAR (-4,4%), a ALCOA (-4,3%) e a DUPONT (-3,8%). ... O S&P-500 recuou forte (-2,34%), a 1.183,74 pontos, ao menor patamar desde 7/4. O NASDAQ cedeu 2,04%, para 2.471,47 pontos, pior nível desde 13 de abril. ... Centro do abalo, a Europa viu as bolsas afundarem. Londres (-2,61%) e Paris (-3,82%) fecharam nas mínimas do dia. "O rebaixamento das dívidas grega e portuguesa pela S&P é outro indício de que a crise fiscal na zona do euro continua a se aprofundar", disse na agência DJ Ben MAY, da CAPITAL ECONOMICS. "No fim das contas é uma advertência cabal de que o pacote de resgate à Grécia, se e quando aparecer, não representará o fim da crise". Em Atenas, a bolsa desabou 6%. AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 28/Abr/2010 10:09 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 3/5
  • 4. .. Temendo que o roteiro da tragédia grega contagie outros países europeus, investidores fugiram do EURO, que escorregou para o nível mais baixo em um ano contra o DÓLAR e fechou abaixo da importante marca de US$ 1,32, a US$ 1,3181. Se as agências de classificação de risco continuarem a rebaixar os ratings dos países da zona do euro, "nós podemos concluir de antemão que o euro entrará em queda livre até US$ 1,3050", previu estrategista do BNY MELLON. Na linha de segurança, o IENE subiu a 93,18/US$. .. Não bastasse o câmbio abalado pelos receios com a Grécia e com Portugal, o mercado de PETRÓLEO ainda teve que lidar com a expectativa de elevação dos já elevados estoques da commodity nos EUA. Sob estes pesos, o WTI de junho cedeu 2,09% em NY, para fechar em US$ 82,44 por barril, menor preço desde 19 de abril. Em Londres, o BRENT do mesmo prazo caiu 1,21%, a US$ 85,78... "Muita da exuberância do petróleo a US$ 87 perdeu-se rapidamente", comentou Gene MCGILLIAN, da TRADITION ENERGY, prevendo que a cotação voltará a testar o suporte de US$ 80,53. ... Os METAIS não ficaram atrás e também caíram forte. Em Londres, o COBRE fechou a US$ 7.490 (-4,1%), pouco acima da mínima do dia. "Em uma hora e meia (o contrato) perdeu todos os ganhos de abril", observou um trader de Londres. O alumínio teve o pior desempenho: -7,4%, a US$ 2.145. O níquel recuou 4,6%, a US$ 25.900. Analistas e traders não descartam que com os metais mais baratos compradores voltem ao mercado. "Os preços podem ser considerados, em parte, atrativos", avaliou Robin BHAR, do CALYON. Mas a expectativa de novas perdas pode adiar esse retorno.... Tido como ativo de proteção, o OURO para junho subiu 0,71% em NY, a US$ 1.162,20 a onça-troy. ... Também os TREASURIES foram favorecidos pela busca por segurança, com alta dos preços e queda dos juros. A NOTE de dez anos fechou em 3,687%, de 3,806% no dia anterior... A demanda forte no leilão de US$ 44 bilhões em papéis de dois anos ajudou a sustentar o avanço nos preços. Nesta quarta-feira, o Tesouro oferta US$ 42 bilhões em notes de cinco anos. Mas é dia de o mercado reagir ao comunicado do FED. Em tempo... DAYCOVAL anunciou, após o fechamento, que seu lucro líquido cresceu 13,8% no primeiro trimestre contra o mesmo período de 2009, para R$ 54,6 milhões. ROMI. Anunciou, também ontem à noite, um lucro líquido de R$ 10,6 milhões no primeiro trimestre de 2010, revertendo prejuízo de R$ 7,8 milhões no mesmo período de 2009. GAFISA vai pagar dividendo de R$ 0,12112 por ação. Ex hoje. UOL. Também hoje paga dividendo de R$ 0,01 por ação a partir de 18 de maio. Ex hoje. JBS. Oferta de ações movimentou R$ 1,840 bilhão; o preço por ação foi definido em R$ 8 (deságio de 1,36% contra cotação de fechamento do papel ontem, a R$ 8,11). LOCALIZA. O Conselho de Administração aprovou quarta emissão pública de debêntures simples da companhia, não conversíveis em ações, no valor total de até R$ 370 milhões. AVISO IMPORTANTE. Bom Dia Mercado é um serviço produzido pela Mídia Briefing, em parceria comercial com a Agência Estado, EXCLUSIVAMENTE, para assinantes. O repasse do serviço para terceiros NÃO É PERMITIDO - assim como a sua reprodução ou republicação. Bom Dia Mercado está disponível para ASSINATURAS no Sistema AE Broadcast ou na página da Mídia Briefing na WEB: < http://www.bomdiamercado.com.br>. *com MARIANA CISCATO AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 28/Abr/2010 10:09 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 4/5
  • 5. Aos assinantes do Bom Dia Mercado, Bom Dia e Bons Negócios! Esta coluna é produzida pela Mídia Briefing com propósito exclusivamente informativo. As análises não consistem em recomendações de investimentos financeiros. A Mídia Briefing não se responsabiliza pelos resultados de decisões tomadas com base nesse conteúdo. AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 28/Abr/2010 10:09 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 5/5

×