Bdm 13.04.2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Bdm 13.04.2010

on

  • 307 views

 

Statistics

Views

Total Views
307
Views on SlideShare
307
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Bdm 13.04.2010 Bdm 13.04.2010 Document Transcript

  • Terça-feira, 13 de Abril de 2010 bomdiamercado.com.br Grécia testa mercado com oferta de títulos em dia tranquilo Por ROSA RISCALA* ... É fraca a agenda de indicadores nesta terça-feira, aqui, nos EUA e na Europa. Em NY, as expectativas ficam para informes corporativos e o balanço da INTEL, depois do fechamento. Também o discurso de BERNANKE só acontece à noite. A GRÉCIA volta ao foco com o leilão de 1,2 bilhão de euros em títulos. A operação é um teste decisivo da capacidade de Atenas se financiar no mercado... A decisão da UE e do FMI de colocar à disposição do governo grego US$ 45 bilhões de euros aliviou os receios quanto a um DEFAULT, nesta segunda-feira, mas esteve bem longe de ser recebida com entusiasmo. ... O maior efeito positivo recaiu sobre o EURO - cuja recuperação se refletiu na alta dos metais, favorecidos também pelos dados das importações chinesas de commodities, que dispararam em março. Mas a valorização da moeda comum européia sobre o dólar foi vista com desconfiança por analistas... Para muitos, esse rali de alívio perderá força bem rápido, já que a zona do euro tem outros países afundados em dívidas ( abaixo). ... HOJE, na agenda de indicadores europeus, a Alemanha informará o PPI, a inflação ao produtor, de março, e o Reino Unido, a balança comercial de fevereiro. Em Paris, a Agência Internacional de Energia (AIE) divulga, às 5h, o seu relatório mensal do mercado de petróleo. Ao meio-dia (de Brasília), o BC da Turquia anunciará decisão sobre sua taxa de juro, que está mantida em 6,5% desde novembro - menor nível histórico. ... Em NY, a balança comercial de fevereiro, às 9h30, é o único indicador desta terça-feira (previsão de um déficit de US$ 39 bilhões, na DJ). Já o discurso de BERNANKE será às 20h (de Brasília) na Associação de Banqueiros dos EUA... O balanço da INTEL está previsto para as 17h30.. Analistas estimaram para a Thomson Reuters que a companhia anunciará um lucro de US$ 0,38 por ação, para uma receita de US$ 9,81 bilhões. ... No fim da tarde de ontem, a ALCOA anunciou prejuízo de US$ 201 milhões no primeiro trimestre (US$ 0,20/ação). Embora abaixo da expectativa (lucro de US$ 0,10/ação), o resultado foi melhor do que o dos primeiros três meses do ano passado, quando registrou prejuízo de US$ 0,59/ação. No AFTER-HOURS americano, os papéis caíram 0,55%. ... AQUI, a temporada de balanços será aberta pela MPX, que revela os seus números do primeiros trimestre na quinta-feira (15), após o fechamento do mercado. É a única companhia a apresentar os resultados nesta semana... O próximo balanço previsto é o da GVT, no dia 22. Mas o grosso de divulgações só deverá ocorrer a partir da última semana do mês. Entre os dias 27 e 30 de abril, cerca de 20 empresas anunciarão seus números. ... A BOVESPA enfrenta ainda nesta semana o vencimento do Índice Futuro, quarta-feira, que já pode ter influenciado para a queda de ontem, quando o mercado operou na contramão das altas em WALL STREET. Vendas de PETROBRAS puxaram a realização, em sintonia com as perdas do petróleo. Mas segundo operadores no Broadcast, também teriam pesado as preocupações do presidente da companhia, José Sérgio GABRIELLI, sobre a demora na tramitação dos projetos do pré-sal no Congresso - do qual depende a capitalização, que amarra os preços dos papéis ( abaixo). Os riscos de volatilidade na AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 13/Abr/2010 8:37 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 1/5
  • bolsa devem se manter com o exercício das OPÇÕES, na próxima segunda-feira, dia 19. ...Entre os indicadores da agenda doméstica, está prevista apenas a divulgação de dados do EMPREGO industrial da FIESP, em março (11h). O mercado de JUROS futuros aguarda, como maiores expectativas da semana, as vendas do comércio, na quarta-feira, e o IGP-10 de abril, na quinta. A arrecadação de março, que também é importante para o cenário da política monetária, só será divulgada na próxima semana, dia 20 de abril. CHINA VS EUA. O presidente chinês, Hu JINTAO, disse a seu colega americano, Barack OBAMA, que Pequim "seguirá firme" em seu próprio caminho para reformar a taxa de câmbio do YUAN, focando nas necessidades de desenvolvimento econômico e social da China. Hu disse que a apreciação do YUAN não traria estabilidade à relação EUA-China, nem resolveria o problema de desemprego dos EUA, informou a agência de notícias Xinhua, no final da noite de ontem, sobre a reunião desta segunda-feira em Washington. Petrobras pesa ... A BOVESPA sentiu o peso da PETROBRAS, ontem.. Ou melhor, o peso da indefinição sobre a capitalização da empresa, que derrubou o índice para baixo dos 71 mil pontos, enquanto as bolsas internacionais subiam no ambiente do otimismo com a solução para a GRÉCIA. No fechamento, o mercado estava pouco acima da mínima (70.505 pontos), em queda de 1,12%, aos 70.614 pontos. O volume negociado ficou em R$ 5,868 bilhões. ... Os investidores foram afetados pelo descontentamento, tornado público, do presidente da companhia, José Sérgio GABRIELLI. Embora ele ainda tenha manifestado a sua confiança de realizar a capitalização neste semestre, admitiu que o tempo está passando, sem que os projetos do pré-sal sejam apreciados no Congresso.. Segundo GABRIELLI, a PETROBRAS não apresentará alternativas até que o prazo se esgote. ... De outro lado, a queda do petróleo também não ajudou, e no fechamento do pregão de ontem, PETRO PN caía 2,38%, para R$ 34,39. A ON recuou 2,92%, para R$ R$ 38,54. ... Puxada por PETROBRAS, a realização acabou atingindo todo o mercado, ao longo do pregão, até mesmo a VALE, apesar das notícias sobre o crescimento das importações chinesas, impulsionado por petróleo e cobre. No caso da mineradora, entretanto, a perda foi bem mais discreta. VALE PNA caiu 0,57% (R$ 50,75) e VALE ON, -0,69% (R$ 58,88). ... A perspectiva de que o preço do minério de ferro deve se sustentar em alta favorece a VALE. Ontem, assim como fez o BARCLAYS, na semana passada, CITI, JP MORGAN e BOFA reajustaram para cima os preços-alvo das ações da companhia. ... Entre todas as quedas da bolsa ontem, chamou a atenção o tombo da OSX (-8,34%), com os investidores revivendo a frustração da oferta pública de ações - cujos resultados finais foram divulgados nesta segunda-feira. A operação movimentou R$ 2,450 bilhões, com cada ação custando R$ 800... Não foram exercidos nem o lote suplementar e nem o adicional. Os investidores estrangeiros participaram com 79,75% da OPA. ... Na contramão das quedas, a TELEBRÁS disparou (ON, +8,70% e PN, +10,07%), com novos rumores sobre o destino da empresa. Agora, uma fonte do governo ouvida pela Agência Estado teria dito que a companhia fará apenas a operação no atacado do Plano Nacional de Banda Larga. O serviço para o varejo ficaria a cargo de operadoras privadas. ... As maiores altas do índice foram de COSAN ON (+3,9%), MMX ON (+2,3%) e LLX ON (+2,1%). Maiores quedas, Fibria ON (-3,2%), Klabin PN (-2,9%) e Petrobras ON (-2,9%). AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 13/Abr/2010 8:37 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 2/5
  • ... O DÓLAR caiu e volta a rondar a marca de R$ 1,75. Desta vez, os operadores avaliam que pode ser mais fácil romper esse piso psicológico, já que o grande fantasma dos mercados, um eventual DEFAULT da GRÉCIA, foi afastado do horizonte. As perspectivas de fluxo de recursos estrangeiros para o Brasil, além disso, continuam as melhores possíveis. Ainda assim, apostas de queda mais forte são reticentes pelas mesmas razões que levam analistas internacionais a questionarem o fôlego do EURO ( abaixo). Sem contar a disposição do governo de usar o Tesouro para evitar maior valorização cambial. ... No mercado à vista, o dólar fechou a R$ 1,7570, com queda de 0,96%, após a cotação oscilar da máxima de R$ 1,7690 à mínima de R$ 1,7560. ... Nos JUROS futuros, a nova deterioração das expectativas inflacionárias apontada pela pesquisa FOCUS já encontrou os prêmios bastante pressionados, e não fez tantos estragos. O mercado acabou considerando mais a desaceleração do IGP-M, para 0,27% na primeira quadrissemana de abril - bem abaixo do 0,95% em igual período de março e da mediana das estimativas apurada pelo AE Projeções da Agência Estado, de 0,33%. ... A FOCUS captou alta na projeção do IPCA deste ano (de 5,18% para 5,29%) e para o ano que vem, 2011, cujas estimativas subiram de 4,74% para 4,80%. A taxa suavizada para o IPCA nos próximos 12 meses também subiu, de 4,63% para 4,69%. Já as estimativas para a SELIC ficaram estáveis, em 9,25% para abril e 11,25% em dezembro. ... No fechamento da BM&F, os contratos curtos do DI encerraram praticamente estáveis sobre a sexta-feira, enquanto os longos caíram. Janeiro de 2010, por exemplo, projetava no final dos negócios 11,74% (de 11,79%) - numa correção técnica. Já o DI janeiro de 2011 fechou a 10,53% (10,52% na sexta-feira) e o DI julho de 2010 a 9,31% (de 9,30%). As chances do euro ... A rede de proteção à GRÉCIA, garantida pelos detalhes do pacote de ajuda articulado pelos ministros das finanças da zona do euro no final de semana, impulsionou o EURO ontem para perto de US$ 1,37. No entanto, ao longo do dia, o entusiasmo foi diminuindo, até a moeda perder quase metade dos ganhos, para fechar a US$ 1,3584... "Esse rali de alívio provavelmente perderá força bem rápido", disse o estrategista Karl SCHAMOTTA (da CUSTOM HOUSE)... Para Vassili SEREBRIAKOV (WELLS FARGO), a recuperação inicial é compreensível... "mas os mercados não estão convencidos de que seja solução para todos problemas, com as dificuldades enfrentadas ainda por Portugal e Espanha". ... Uma pesquisa realizada pela agência DJ indicou que o mercado vem rebaixando suas previsões para a moeda européia. Segundo a mediana das estimativas, o EURO vai cair para US$ 1,325 no final de junho e encerrará o ano a US$ 1,2775.. Na edição anterior do levantamento, em fevereiro, os analistas consultados projetavam a divisa em US$ 1,36 e US$ 1,35 para os respectivos períodos. Já o iene deve terminar o segundo trimestre cotado em 95/US$. Ontem, a moeda japonesa fechou a 93,26/US$ nos negócios em NY. ... Apesar dos esforços do governo de Atenas para captar dinheiro no mercado, analistas consultados pela correspondente da AE na City, Daniela Milanese, não têm grandes dúvidas de que a Grécia acabará recorrendo aos recursos. "A Grécia precisará colocar a mão no dinheiro da UE e do FMI. Isto é um ponto básico, não há como captar o suficiente no mercado", acredita o estrategista Luis COSTA (do CITIBANK). "No curto prazo, a Grécia pode querer ver como os mercados reagem e qual será o resultado dos leilões de títulos do governo, mas acreditamos que no fim das contas irá se apresentar para o empréstimo", escreveu o analista Luigi SPERANZA (do BNP PARIBAS), para os clientes. AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 13/Abr/2010 8:37 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 3/5
  • ... Ainda que não esteja comprometendo o otimismo em WALL STREET, a fragilidade da situação fiscal da EUROPA foi citada ontem por analistas como um fator adicional de incerteza para as bolsas em NY, que têm evitado excessos de euforia. "O mercado está muito tênue e cauteloso", disse o executivo Roy WILLIAMS (do PRESTIGE WEALTH). "Está tentando encontrar um rumo e esperando pra ver o que as empresas apresentarão em seus balanços e o que deve acontecer com os empregos". Ele não descarta que o mercado de ação possa realizar parte dos lucros ganhos nos últimos 18 meses - mesmo diante de resultados corporativos positivos. "Acho que teremos uma pequena série de vendas e, depois da temporada de balanços, subiremos de novo, em junho", previu ele. ... Seja como for, ainda que tenha operado ontem novamente perto da estabilidade, DOW Jones fechou acima de 11 mil pontos pela primeira vez desde setembro de 2008, quando pegava fogo a crise. Subiu 0,08%, aos 11.005,97 pontos. NASDAQ avançou 0,16%, para 2.457,87 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,18%, aos 1.196,48 pontos. ... Acompanhando o câmbio, assim que o euro desacelerou os seus ganhos, os METAIS abandonaram as máximas. Mas a maioria dos contratos ainda fechou em alta, com exceção do COBRE, que, intimidado pela resistência dos oito mil dólares, caiu US$ 15, e fechou a US$ 7.905 por tonelada em Londres. O chumbo (US$ 2.358) avançou US$ 26 e zinco ganhou US$ 5, para US$ 2.420. O alumínio aumentou US$ 11 e encerrou cotado a US$ 2.417, enquanto o níquel teve alta de US$ 605, a US$ 25.780 por tonelada. ... Alheio ao enfraquecimento do dólar e à promessa de consumo CHINÊS, o PETRÓLEO emplacou seu quarto pregão consecutivo de queda. Ao que tudo indica, o barril está concentrado agora na briga do vencimento dos contratos futuros. "Os altistas bulls tinham a esperança de elevar o preço do petróleo acima dos US$ 90, mas o fato de termos fechado abaixo de US$ 85 sinaliza que os baixistas bears aproveitaram a onda com base nos fundamentos (pouca oferta para muita demanda)", disse o analista Hamza KHAN (SCHORK GROUP KHAN). Na NYMEX, o contrato do WTI para maio, que vence daqui a uma semana (dia 20), caiu 0,7%, fechando em US$ 84,34 por barril. Em Londres, o BRENT do mesmo prazo caiu US$ 0,06, para US$ 84,77. Expira na quinta-feira (dia 15). ... Num pregão sem grandes emoções, os investidores voltaram a comprar TREASURIES atraídos pelos rendimentos altos dos títulos americanos.. A taxa da T-NOTE de dez anos, que na semana passada chegou a superar 4%, fechou ontem a 3,846% (de 3,883%). Em tempo... Diretor de participações da PREVI, Joilson Ferreira, confirmou que fundo de pensão entrará no leilão da hidrelétrica de Belo Monte via VALE e NEOENERGIA. USIMINAS inicia hoje negociação com o setor industrial para repassar o aumento do aço. PÃO DE AÇÚCAR... Vendas brutas somaram R$ 7,785 bi no primeiro trimestre (+47,1%). ... Segundo fontes da AE, PÃO DE AÇÚCAR e CASAS BAHIA podem desfazer o acordo de fusão, por falta de entendimento sobre valores envolvidos, governança e comando. PDG. Vendas contratadas atingiram recorde de R$ 842 mi no primeiro trimestre (+101%). AVISO IMPORTANTE. Bom Dia Mercado é um serviço produzido pela Mídia Briefing, em parceria comercial com a Agência Estado, EXCLUSIVAMENTE, para assinantes. O repasse do serviço para terceiros NÃO É PERMITIDO - assim como a sua reprodução ou republicação. Bom Dia Mercado está disponível para ASSINATURAS no Sistema AE Broadcast ou na página da Mídia Briefing na WEB: < http://www.bomdiamercado.com.br>. AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 13/Abr/2010 8:37 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 4/5
  • *com MARIANA CISCATO Aos assinantes do Bom Dia Mercado, Bom Dia e Bons Negócios! Esta coluna é produzida pela Mídia Briefing com propósito exclusivamente informativo. As análises não consistem em recomendações de investimentos financeiros. A Mídia Briefing não se responsabiliza pelos resultados de decisões tomadas com base nesse conteúdo. AE Broadcast - Proibida a reprodução sem prévia autorização 13/Abr/2010 8:37 Agência Estado - Av. Professor Celestino Bourroul, 68 CEP 02710-000-São Paulo-SP Central de Atendimento 0800 011 3000 Pág. 5/5