Projeto de Aprendizagem(ProInfo): ☻ TÍTULO : Promovendo a Culturas de Canes ☻ As Paisagens do Lugar Onde eu Vivo.
SUMÁRIO <ul><li>Introdução;
Objetivo;
Justificativa;
Roteiro para reflexão;
Aprendizagem dos alunos;( prática de leitura, prática de escrita,comunicação oral, disciplinas envolvidas).
Revisão teórica;
Metodologia;
Cronograma;
Bibliografia;
Anexos. </li></ul>
INTRODUÇÃO <ul><li>O nosso tema está direcionado para os Temas Transversais: Pluralidade cultural, ética, meio ambiente. <...
OBJETIVOS <ul><li>Possibilitar aos alunos conhecer o lugar onde seu bairro está localizado e onde vivem, estabelecendo um ...
JUSTIFICATIVA <ul><li>Os lugares têm características próprias, que os tornam únicos e, de certa forma, incomparáveis. Afin...
<ul><li>Conforme diz o escritor Ítalo Calvino existem muitas maneiras de falar de um bairro, de uma cidade. Uma delas é de...
Roteiro para reflexão <ul><li>Os alunos conseguem distinguir, na paisagem, o que é natural e merece ser preservado daquilo...
Aprendizagem dos Alunos-Prática de leitura <ul><li>Selecionar, organizar e registrar informações provenientes de diferente...
Ao ler, selecionar informações relevantes para produzir os textos, considerando o propósito do texto e a quem se destina.
Identificar os conteúdos de interesse do material pesquisado, fazendo uso de índice, anotações, grifos, resumos, etc. </li...
<ul><li>Ler com autonomia ou compreender diferentes tipos de textos lidos pelo professor, referentes ao tema que será obje...
Prática da escrita <ul><li>Analisar, com ajuda do professor e dos colegas, os recursos lingüísticos utilizados na resoluçã...
Utilizar sinais de pontuação com a intenção de garantir a coesão textual.  </li></ul> 
Comunicação oral <ul><li>Saber falar sobre o conteúdo estudado durante uma exposição, considerando o propósito da comunica...
História/Geografia <ul><li>Conhecer a história do seu bairro e do patrimônio histórico, cultural e natural de Canes.
Perceber e distinguir a ação da natureza do homem.
Desenvolver valores em relação ao meio ambiente que se transforma em práticas de vida.
Perceber a importância da preservação ambiental da cidade de Canavieiras. </li></ul> 
Matemática <ul><li>Construir e desenvolver o conceito de estrutura aditivas e multiplicativas, utilizando-o na resolução d...
Ciências   <ul><li>Compreender e construir a consciência crítica e refletir sobre ela, participando da conservação do meio...
Revisão teórica <ul><li>Foi feito um levantamento das características dos bairros onde os alunos vivem, observando imagens...
Metodologia <ul><li>Será realizado um levantamento sobre o que os alunos conhecem ou gostariam de conhecer a respeito do s...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Projeto de aprendizagem

3,497

Published on

Projeto elaborado por professores do município de Canavieiras-BA para apresentar no programa PROINFO INTEGRADO

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,497
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto de aprendizagem

  1. 1. Projeto de Aprendizagem(ProInfo): ☻ TÍTULO : Promovendo a Culturas de Canes ☻ As Paisagens do Lugar Onde eu Vivo.
  2. 2. SUMÁRIO <ul><li>Introdução;
  3. 3. Objetivo;
  4. 4. Justificativa;
  5. 5. Roteiro para reflexão;
  6. 6. Aprendizagem dos alunos;( prática de leitura, prática de escrita,comunicação oral, disciplinas envolvidas).
  7. 7. Revisão teórica;
  8. 8. Metodologia;
  9. 9. Cronograma;
  10. 10. Bibliografia;
  11. 11. Anexos. </li></ul>
  12. 12. INTRODUÇÃO <ul><li>O nosso tema está direcionado para os Temas Transversais: Pluralidade cultural, ética, meio ambiente. </li></ul>
  13. 13. OBJETIVOS <ul><li>Possibilitar aos alunos conhecer o lugar onde seu bairro está localizado e onde vivem, estabelecendo um novo vínculo de prazer e valorização de seu patrimônio histórico, cultural e natural. </li></ul>
  14. 14. JUSTIFICATIVA <ul><li>Os lugares têm características próprias, que os tornam únicos e, de certa forma, incomparáveis. Afinal de contas, todo bairro tem algo de diferente e particular para ser contado ou mostrado ao seu visitante. Seus edifícios, suas praças e suas ruas podem nos revelar parte de sua identidade e nos permitem recuperar e recriar as histórias ali vividas. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Conforme diz o escritor Ítalo Calvino existem muitas maneiras de falar de um bairro, de uma cidade. Uma delas é desenvovê-lo (a). Falar de suas torres, suas pontes, seus bairros e suas feiras, todas as informações a respeito da cidade ou do bairro, no passado, presente e futuro. Porém, apenas as descrições podem fazer com que a cidade desapareça enquanto paisagem. Então, como fazer o olhar recuperar a paisagem no sentido de imprimir-lhe significado, ou seja: com base em novos conhecimentos, atribuir outros sentidos ao que já se está habituado a ver?  </li></ul>
  16. 16. Roteiro para reflexão <ul><li>Os alunos conseguem distinguir, na paisagem, o que é natural e merece ser preservado daquilo que já faz parte da ação do homem? </li></ul><ul><li>Eles são capazes de definir se essa ação é positiva ou negativa? </li></ul><ul><li>O que podemos fazer para melhorar a qualidade de vida desse lugar? Promover campanhas? Confeccionar cartazes? Que problemas elegeremos como prioritários para serem discutidos? A quem recorrer? Como fazer? </li></ul><ul><li>Através de leituras, debates, relatos de vivências, pesquisas de campo, fotos, entrevistas e outros registros, a classe poderá coletar dados significativos que ajudarão a elaborar o produto final deste projeto. </li></ul>
  17. 17. Aprendizagem dos Alunos-Prática de leitura <ul><li>Selecionar, organizar e registrar informações provenientes de diferentes fontes (livros, jornais, revistas, etc.), pesquisadas em bibliotecas (da classe, pública ou do bairro).
  18. 18. Ao ler, selecionar informações relevantes para produzir os textos, considerando o propósito do texto e a quem se destina.
  19. 19. Identificar os conteúdos de interesse do material pesquisado, fazendo uso de índice, anotações, grifos, resumos, etc. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Ler com autonomia ou compreender diferentes tipos de textos lidos pelo professor, referentes ao tema que será objeto de estudo (entrevistas, notícias, reportagens). </li></ul><ul><li>Antecipar o conteúdo dos textos com base em título, subtítulo, imagens, capa, contracapa e índice. </li></ul><ul><li>Ajustar a modalidade de leitura ao propósito e ao tipo de texto (usar os índices dos livros para localizar informações; ler títulos e subtítulos e encontrar o que se busca; ler minuciosamente o texto, uma vez encontradas as informações necessárias). </li></ul> 
  21. 21. Prática da escrita <ul><li>Analisar, com ajuda do professor e dos colegas, os recursos lingüísticos utilizados na resolução de problemas colocados pelas diversas situações de produção dos textos, compartilhando descobertas sobre regularidades que regem a língua, sistematizando conhecimentos relativos a aspectos discursivos, gramaticais e ortográficos e refletindo sobre eles. </li></ul><ul><li>Colaborar em situações de produção coletiva de textos, acompanhando seu desenvolvimento, dando ideias acerca do que deve ser escrito, suprimido, modificado, etc. </li></ul><ul><li>Revisar o texto para corrigir o que foi necessário, considerando as regularidades aprendidas, a ortografia de palavras de uso freqüente e o uso de maiúsculas ou minúsculas com base na distinção entre nomes próprios e comuns e no início de orações.
  22. 22. Utilizar sinais de pontuação com a intenção de garantir a coesão textual.  </li></ul> 
  23. 23. Comunicação oral <ul><li>Saber falar sobre o conteúdo estudado durante uma exposição, considerando o propósito da comunicação e o público.  </li></ul>
  24. 24. História/Geografia <ul><li>Conhecer a história do seu bairro e do patrimônio histórico, cultural e natural de Canes.
  25. 25. Perceber e distinguir a ação da natureza do homem.
  26. 26. Desenvolver valores em relação ao meio ambiente que se transforma em práticas de vida.
  27. 27. Perceber a importância da preservação ambiental da cidade de Canavieiras. </li></ul> 
  28. 28. Matemática <ul><li>Construir e desenvolver o conceito de estrutura aditivas e multiplicativas, utilizando-o na resolução de problemas do contexto social por diferentes procedimentos (cálculos mentais, cálculos escritos e uso de calculadora). </li></ul><ul><li>Ler, interpretar e transpor informações em diversas situações e diferentes configurações (gráficas, tabelas, propagandas, etc.), utilizando-as na compreensão de fenômenos sociais e na comunicação. </li></ul><ul><li>Compreender e identificar números, considerando todos os aspectos que os compõem – sequência, inclusão, agrupamento, ordenação - , aplicando-os no contexto social e na resolução de situações-problema. </li></ul>
  29. 29. Ciências   <ul><li>Compreender e construir a consciência crítica e refletir sobre ela, participando da conservação do meio onde está inserido. </li></ul><ul><li>Organizar e registrar informações, utilizando desenhos, quadros, esquemas, listas e pequenos textos. </li></ul><ul><li>Criar hipóteses sobre os problemas em estudo. </li></ul><ul><li>Estabelecer relações entre fenômenos naturais e sociais que se apresentam nos diferentes ambientes que o cercam, construindo conceitos sobre os mesmos. </li></ul> 
  30. 30. Revisão teórica <ul><li>Foi feito um levantamento das características dos bairros onde os alunos vivem, observando imagens de gravuras e fotos do passado e do presente e entrevistando familiares, pessoas da comunidade, artistas, etc. </li></ul>
  31. 31. Metodologia <ul><li>Será realizado um levantamento sobre o que os alunos conhecem ou gostariam de conhecer a respeito do seu bairro. A discussão sobre o assunto permitirá uma reflexão sobre seus valores, o lugar onde o bairro está situado e o reconhecimento ou não daquilo que é considerado local.
  32. 32. O professor trará materiais e pessoas da comunidade para que as crianças possam levantar dados e informações novas, ampliando, assim, seus conhecimentos. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>Para a situação de entrevista, tomaremos alguns procedimentos:elab orremos as questões em conjuntos – fazendo intervenções, caso necessário, para que as perguntas fiquem claras – e socializaremos as descobertas (pode-se fazer um texto coletivo ou em duplas, contendo as informações trazidas pelos alunos). </li></ul><ul><li>Faremos registros do que for sendo descoberto. O texto, depois de revisado pela classe, poderá ir para o mural da sala ouser copiado pelos alunos em seus cadernos. </li></ul><ul><li>Outras possibilidade: montar painéis; colecionar fotos antigas e atuais de um mesmo lugar, tendo títulos e legendas que traduzam as modificações; fazer exposições com os desenhos. </li></ul>
  34. 34. Estudando as Paisagens e Coletando Imagens <ul><li>Nesta etapa do projeto, os alunos deverão decidir quais as paisagens que serão registradas e compor uma lista coletiva. É importante discutirmos o valor da paisagem de acordo com o que se pretende enfocar.
  35. 35. Se a intenção é apresentar as condições de moradia do bairro, quais as paisagens que melhor retratam essa questão? A seleção das paisagens não será aleatória, mas, sim, baseada em estudos. </li></ul>
  36. 36. Organizando tarefas <ul><li>É a hora de decidir quais os locais a serem registrados e as outras formas de registro que serão utilizadas, além da máquina digital (desenhos de observação, por exemplo). Para isso, a classe será dividida em grupos, organizando um rodízio de tarefas. Exemplo: um fotografa, outro registra as informações que serão necessárias para complementar os conhecimentos sobre a paisagem, um terceiro faz as perguntas de uma entrevista, um quarto grava, etc. </li></ul>
  37. 37. <ul><li>Outra estratégia possível é colocar cada grupo da classe como responsável pelo registro de um local, para que, ao voltarem para classe, possa haver a socialização dos conhecimentos . </li></ul>
  38. 38. Escrevendo Legendas e Produzindo Textos <ul><li>Na justificativa deste projeto, já foi falado que as legendas são um tipo de texto com determinadas características. Assim, serão criadas situações para que os alunos se apropriem dela e possam utilizá-las ao escrever.
  39. 39. Para a exposição das fotografias, torna-se necessárias a elaboração de legendas que forneçam informações sobre as paisagens registradas. </li></ul>
  40. 40. <ul><li>O professor oferecerá modelos de textos de referência – no caso, as legendas -, que são encontradas sempre acompanhando as fotos de jornais, revistas e livros. Durante a análise dos modelos, devem ser problematizados os seguintes aspectos:
  41. 41. A estrutura do texto-legenda (texto curto que indica aspectos da fotografia que se pretende destacar).
  42. 42. Os recursos gráficos usados na sua diagramação, tais como os diferentes tipos de fontes, marcadores e destaques. </li></ul>
  43. 43. <ul><li>No momento seguinte, os alunos vão planejar o que escrever em função das paisagens registradas.
  44. 44. O texto deverá fornecer uma ideia geral ou destacar um aspecto, atendendo àquilo que os alunos pretendem comunicar. Aqui, o professor poderá propor atividades diversficadas, nas quais essas questões são colocadas aos alunos para que decidam coletivamente o conteúdo das legendas. </li></ul>
  45. 45. <ul><li>Só então o professor deverá propor aos alunos que produzam as legendas definitivas para as suas próprias fotografia, visando à exposição, ou seja, depois de terem tido bons parâmetros. Finalizando essa etapa, o grupo deverá analisa o conteúdo das legendas, verificando se as pessoas que irão visitar a exposição poderão compreender a relação entre a fotografia e a informação. </li></ul>
  46. 46. A Montagem da Exposição Final <ul><li>Finalmente, é preciso organizar a exposição. Para isso, é importante definir os critérios para a seleção das fotografias, o que poderá ser feito com base na conversa com um profissional que organiza esse tipo de evento ou um fotógrafo. A organização da exposição depende também do espaço disponível e do tema retratado nas imagens. </li></ul>
  47. 47. <ul><li>É necessário decidir sobre o tamanho das fotografias, produzir uma moldura para que elas fiquem mais bonitas, escrever as legendas, etc.
  48. 48. Pode-se, ainda, propor a confecção dos cartões-postais, que poderão ser feitos pelos próprios alunos com base em desenhos de observação e cujo suporte serão as fotos selecionadas para a exposição. </li></ul>
  49. 49. Sugestões de Produto Final <ul><li>Produção de cartões-postais para troca de correspondência com os alunos de outros municípios. </li></ul><ul><li>Elaboração de uma exposição de fotos como se fosse um grande painel, contendo também os textos produzidos pelos alunos. </li></ul>
  50. 50. Hora da curiosidade sobre nosso bairro/nossa cidade <ul><li>É estabelecido um dia na semana para essa atividade. Todos podem trazer para a classe uma curiosidade (pode ser uma foto, uma notícia, uma história que escutou sobre o bairro, uma lembrança de seus pais, etc.). </li></ul>
  51. 51. Canto da leitura <ul><li>Momento de leitura individual e silencioso dos materiais e dos livros do projeto. O professor lerá diversos tipos de testos relacionados ao projeto. </li></ul>
  52. 52. Cronograma <ul><li>Tempo de duração do projeto: 5 meses </li></ul>
  53. 53. Bibliografia <ul><li>Revista ConstruirNotícias – Nº31 – Ano 05 – Novembro/Dezembro 2006. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×