SPESYS - Strategic
Planning for Managing
Urban Ecosystem
Nuno Gaspar de
Oliveira
CIGEST | Sustentabilidade
Instituto Super...
Biodiversidade Urbana: Uma contradição de termos??
• Ao contrário da crença comum, uma parte considerável da
diversidade d...
Biodiversidade Urbana: Luxo … ou funcionalidade?
• A presença de elementos naturais no seio da urbe é também uma
questão s...
A Biodiversidade pode ser conciliável com Desenvolvimento Urbano
• Redução de atrasos negociais em fase
de planeamento e o...
http://www.biodiversityplanningtoolkit.com/
Cities, local authorities and biodiversity
1) Services of urban ecosystems: We need to value and
manage ecosystems as impo...
The contribution of cities and local authorities
1. Managing the urban environment to benefit biodiversity and to
expose c...
http://www.melstarrs.com/elemental/2009/04/06/biodiversity-breeam-and-leed/
In response to the emerging reality of natural resource
limits, ecosystem degradation and biodiversity loss, business
must...
Obrigado pela
Atenção!
Nuno Gaspar de Oliveira
Investigador ADI-Instituto Superior de Gestão
Coordenador ‘CIGEST | Sustent...
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem

108

Published on

SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
108
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Nuno Oliveira SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem

  1. 1. SPESYS - Strategic Planning for Managing Urban Ecosystem Nuno Gaspar de Oliveira CIGEST | Sustentabilidade Instituto Superior de Gestão Tutora: Professora Maria José Roxo
  2. 2. Biodiversidade Urbana: Uma contradição de termos?? • Ao contrário da crença comum, uma parte considerável da diversidade de formas de vida terrestre coabita connosco nos ‘Ecossistemas Urbanos’. As cidades estão de facto ‘rodeadas’ de Natureza, que em última análise condicionou a raison d’étre da própria cidade • A partir de 2005, passou a haver mais gente a viver em cidades do que nas áreas rurais • Há um agravamento da perda de identidade cultural à medida que aumenta o distanciamento das pessoas ao ‘campo’ e se esquecem noções básicas da funcionalidade da paisagem que nos suporta… (caso das galinhas que são desenhadas pelas crianças como frangos assados, das “fábricas de leite” e dos “esparguetais”…) • Existe também um aumento de stress associado ao ritmo de vida urbano/suburbano, associado a doenças do foro psíquico e mental, com consequências físicas reais (doenças cardiovasculares, doenças respiratórias, obesidade, esgotamentos…
  3. 3. Biodiversidade Urbana: Luxo … ou funcionalidade? • A presença de elementos naturais no seio da urbe é também uma questão social e de igualdade de direitos. Consoante a região do globo, há um número cada vez maior (e mais assustador) de pessoas que irão passar toda a sua vida na cidade, sem contacto com a realidade rural. • Para estas pessoas (maioritariamente idosos, pessoas com deficiência, pessoas pobres ou desfavorecidas e … mulheres), a cidade é única face de contacto com o mundo natural, com as espécies e habitats silvestres. É um desafio de governação garantir estes direitos de acesso e usufruto, é fundamental pensar na ‘religação’ à Natureza intrínseca, e não pensar nos ecossistemas e espécies como ‘o inimigo à porta’ • Além de mais, a cidade é um organismo complexo e que vive e cresce, à semelhança dos organismos vivos. Como tal, precisa de estruturas biofísicas reais de homeostase, suporte, alimentação, respiração, regulação térmica, depuração e reciclagem de resíduos, regulação de eventos extremos tais como poluição
  4. 4. A Biodiversidade pode ser conciliável com Desenvolvimento Urbano • Redução de atrasos negociais em fase de planeamento e ordenamento, AIA…; • Factor positivo de Relações Públicas e encorajamento da cobertura dos Media; • Aumenta a pontuação em critérios de esquemas de certificação tais como o Eco-Hotel, Eco-Resort, EcoHomes, LEED ou o BREEAM (BRE’s Environmental Assessment Method); • Aumenta o índice de Responsabilidade Social Corporativa (CSR); • Aumenta a credibilidade ambiental do sector imobiliário e da construção; • Aumenta a confiança dos cidadãos na governação…
  5. 5. http://www.biodiversityplanningtoolkit.com/
  6. 6. Cities, local authorities and biodiversity 1) Services of urban ecosystems: We need to value and manage ecosystems as important “green” infrastructure that supports cities. 2) Potential of urban ecosystems: We must embrace the potential of the urban ecosystem for supporting biodiversity; and for re‐connecting people with nature to foster appreciation for the natural world and to build healthier societies. 3) Dependence on ecosystems outside cities: If cities exercise their strong influence over production, distribution, and consumption in an appropriate manner, cities can contribute substantially to the recovery of the Earth’s ecosystems. 4) Problem‐solving ability of cities and local authorities: Increasing partnerships with citizens, businesses, NGOs and governments will achieve outcomes that local governments cannot achieve alone. AICHI/NAGOYA DECLARATION ON LOCAL AUTHORITIES AND BIODIVERSITY
  7. 7. The contribution of cities and local authorities 1. Managing the urban environment to benefit biodiversity and to expose citizens to nature 2. Implementing strategic city and regional planning to reduce urban sprawl 3. Managing the entire landscape, in partnership with neighboring authorities, through an ecosystem approach 4. Managing urban and peri‐urban agriculture and forestry, and nurturing supply links to city markets 5. Facilitating more sustainable consumption of resources that impact on biodiversity through green procurement 6. Establishing synergistic partnerships (with citizens, the private sector, organizations, institutions, other levels of government and other local authorities) 7. Raising biodiversity awareness amongst the public about the value of ecosystems and biodiversity and their importance to life on Earth 8. Supporting global or regional networks of cities and local authorities with common missions related to biodiversity AICHI/NAGOYA DECLARATION ON LOCAL AUTHORITIES AND BIODIVERSITY
  8. 8. http://www.melstarrs.com/elemental/2009/04/06/biodiversity-breeam-and-leed/
  9. 9. In response to the emerging reality of natural resource limits, ecosystem degradation and biodiversity loss, business must anticipate new policies and regulatory frameworks to be developed and deployed by governments. Bjorn Sigson President, World Business Council for Sustainable Development
  10. 10. Obrigado pela Atenção! Nuno Gaspar de Oliveira Investigador ADI-Instituto Superior de Gestão Coordenador ‘CIGEST | Sustentabilidade‘ nunogoliveira@cigest.ensinus.pt (+351) 96 294 02 09 SKYPE: nuno.gaspar.oliveira
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×