B28   exercícios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

B28 exercícios

on

  • 1,306 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,306
Views on SlideShare
1,303
Embed Views
3

Actions

Likes
1
Downloads
84
Comments
1

2 Embeds 3

http://transgenicosintocaveis.blogspot.com.br 2
http://transgenicosintocaveis.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

B28   exercícios B28 exercícios Presentation Transcript

  • Biologia 10Revisões
  • Em 2003, porém, não há falta de gelo. Desordenadas massas flutuantes 2sobressaem de uma vasta pradaria de gelo esculpida pelo vento. Aatmosfera enche-se de uivos, vagidos e lamentos das crias das focas daGronelândia: algumas arrastam-se pesadamente no gelo, enquanto outrasse aninham em berços gerados pelo seu próprio calor corporal. Algumas sãoespetacularmente gordas, jazendo na neve como corpulentas borlas de pó-de-arroz de olhos semicerrados e molhados de lágrimas: como nãopossuem os pequenos canais lacrimais por onde se escoa o excesso daslágrimas, os olhos choram constantemente. Ao fim de duas semanas, a sualanugem - o pêlo fetal, branco e sedoso - começa a cair, pondo a descobertoa pelagem manchada de cinzento que se encontra por debaixo.A acumulação de gordura em abundância é vital para estas jovens crias.Embora capazes de nadar praticamente desde que nascem, precisam doisolamento térmico proporcionado pela espessa camada de gordura parasobreviver no mar frígido. Por isso, durante os primeiros dias de vida, ascrias empanturram-se com um dos leites mais ricos de toda a natureza,chegando a engordar 2kg por dia. Na altura do desmame (quando têm cercade dez ou doze dias), pesam mais de 30kg. National Geographic, Março 2004 Nuno Correia
  • 3Nuno Correia
  • A importância do fitoplâncton nos ecossistemas aquáticos está 4relacionada com aa) oferta de alimento aos seres autotróficos.b) reciclagem de nutrientes orgânicos.c) produção primária da biomassa.d) preservação da camada de ozono. Nuno Correia
  • 5Pode ser utilizado como um argumento a favor da hipótese de uma dadamacromolécula ser, inequivocamente, uma proteína o facto dessa moléculaa) ser um polímerob) ser um composto orgânicoc) desempenhar funções estruturaisd) ser constituída por um número elevado de aminoácidos. Nuno Correia
  • 6O diagrama de relações bióticas representada na figura é:a) uma cadeia alimentar.b) uma populaçãoc) uma teia alimentard) um ecossistema Nuno Correia
  • 7O camarão e a baleia representam:a) produtoresb) decompositoresc) consumidores de 1ª e 2ª ordemd) consumidores de 2ª e 3ª ordem Nuno Correia
  • 8A acumulação de gordura é vital para as crias das focas. Explique o impacto da pesca de peixes como o bacalhau (representado pelo número 3) no desenvolvimento destes mamíferos do ártico. Nuno Correia
  • Faça corresponder cada uma das descrições relativas aos níveis de 9organização biológica do ártico, expressas na coluna A, a respetiva designação, que consta da coluna B. Utilize cada letra e cada número apenas uma vez. Nuno Correia
  • 10Documento : Os lagartos de CocalzinhoA designação científica Tropidurus oreadicus refere-se a, organismos diurnos,predominantemente insectívoros que vivem em habitats abertos como osencontrados em ecossistemas brasileiros. A observação destes lagartos, nessesecossistemas, tem forte ligação com os comportamentos de forrageamento(procura, por exemplo, de alimento), de termorregulação, dieta, adaptaçõesmorfológicas e padrões de atividade adotados por cada indivíduo. Uma população de Tropidurus oreadicus foi estudada numa área de “cerradorupestre” próxima do município de Cocalzinho. Os dados representados, nesteestudo, foram obtidos durante a estação seca, entre os meses de Abril eSetembro de 2003. Alguns dos resultados deste estudo encontram-seapresentados nas figuras 2, 3 e 4. Nuno Correia
  • 11Nuno Correia
  • 12Nuno Correia
  • 13Nuno Correia
  • 14Nuno Correia
  • 15 A degradação dos habitats dos répteis levanta sérios problemas nasua preservação. Os seus habitats concentram-se nas zonas tropicais e subtropicais do planeta, sendo raras as espécies que vivem nos polos. Relacione a distribuição dos répteis no planeta com o seu metabolismo, tendo em conta a percentagem de oxigénio que chega às células. Nuno Correia
  • Nuno Correia16
  • 17Nuno Correia
  • 18Nuno Correia
  • 19Nuno Correia
  • 20Justifique a alteração verificada no fluxo de urina excretada nos dez minutos iniciais da refeição do morcego. Nuno Correia
  • 21Nuno Correia
  • Certas aves que ficam muito tempo com as patas dentro de água perdem grandes quantidades de calor para o meio ambiente. 22O esquema da figura seguinte ilustra como se processa a circulação nos membros inferiores dessas aves. Nuno Correia
  • 23A proximidade física entre artérias e veias permite a troca de calor. Explique como se processa essa troca Nuno Correia
  • 24A circulação faz-se em contracorrente. Justifique a afirmação. Nuno Correia
  • 25A ureia e o ácido úrico são substâncias pouco solúveis ou insolúveis em água, quando comparadas com o amoníaco. Esta baixa solubilidade torna-as osmoticamente inativas e, portanto, pouco tóxicas para o organismo. No decurso da evolução, os animais terrestres, ao contrário dos aquáticos, passaram a excretar principalmente ureia e ácido úrico,em vez de amoníaco. Relacione a excreção de ureia e ácido úrico por estes animais com a adaptação ao ambiente terrestre. Nuno Correia
  • Nos Peixes, as trocas gasosas ocorrem nas guelras, entre a 26água e o sangue, num sistema de contracorrente.Na figura, o esquema A representa o trajeto do sangue e da águaao nível das lamelas branquiais, assim como o seu grau desaturação em oxigénio. Os gráficos l e II traduzem diferentesvariações da percentagem de saturação em oxigénio do sanguee da água. Nuno Correia
  • 27O gráfico_____corresponde ao mecanismo de contracorrente.Neste mecanismo, durante o trajeto do sangue, o gradiente de concentração deoxigénio entre o sangue e a água_____.(A) I (...) mantém-se(B) II (...) aumenta(C) I (...) aumenta(D) II(...) mantém-se Nuno Correia
  • 28As afirmações seguintes referem-se a interpretações de dados expressos noesquema A da figura. Selecione a opção que as avalia corretamente.1. A difusão de oxigénio da água para o sangue é maior à entrada do sangue nas lamelas branquiais do que à saída.2. No percurso ao longo das lamelas branquiais, o sangue vai encontrando água cada vez menos rica em oxigénio.3. 0 sangue, à saída das lamelas branquiais, encontra água que ainda não se libertou de nenhum oxigénio.(A) 1 é verdadeira; 2 e 3 são falsas.(B) 1 e 3 são verdadeiras; 2 é falsa.(C) 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.(D) 3 é verdadeira; 1 e 2 são falsas Nuno Correia
  • 29Relacione a localização das superfícies respiratórias dosPeixes e dos Vertebrados terrestres com a sua adaptação aos respetivos ambientes. Nuno Correia