Autismo

1,029 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,029
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Autismo

  1. 1. aprender com osoutros:umaestratégiapara a inclusãode um aluno com autismo<br />Universidade Lusófona de <br />Humanidades e Tecnologias<br />Instituto de Ciências da Educação<br />Lisboa 2010<br />
  2. 2. Problemática<br /><ul><li>Os alunos com perturbação do espectro do autismo sãoafectados no relacionamento, impedindo o seuprocesso de socialização, comunicação e imaginação;
  3. 3. Estascriançastêm fracas oportunidadesparaviveremsituações de aprendizagem;
  4. 4. O relacionamento com oscolegas, osprofessores, ospais e restantesfamiliares é deficitário.</li></li></ul><li>Questão de Partida<br /><ul><li>A interacção entre alunos, queresulta do trabalho a pares e emgrupo, contribuipara o desenvolvimento de competências a nível da leitura, da escrita e da comunicação de todosos alunos, em particular, de um alunodiagnosticadocomotendo PEA, bemcomo a co-responsabilização do grupo-turmarelativamente à suasocialização e à suaautonomia?</li></li></ul><li>ObjectivosGerais<br /><ul><li>Facilitar a inclusão de um alunodiagnosticadocomotendo PEA no seugrupo-turma;
  5. 5. Desenvolver o nível de competências do aluno a nível da leitura, da escrita, da comunicação, da socialização e da autonomia;
  6. 6. Fomentar a co-responsabilização do grupo-turmarelativamente à socialização e à autonomia do aluno.</li></li></ul><li>EnquadramentoTeórico: A inclusão<br /><ul><li>Sendoumaquestão de direitos, a inclusãoatravessadimensõesque se prendem com a deontologia, a ética e osvalores. É nessesentidoqueelanãodeveperspectivar-se sem ser emtermos de educaçãoinclusiva.</li></ul> com todos e paratodos, de modo a quetodosaprendam com todos.<br />
  7. 7. EnquadramentoTeórico:<br /> a inclusão<br />Educação Inclusiva – Educação para a Diversidade<br /><ul><li>“Escolainclusiva é umaescolaonde se celebra a diversidade, encarando-a comoumariqueza” (César, 2003:119 citadoporSanches & Teodoro 2009:70)
  8. 8. Pressupõeumamudança de atitudes, de currículosadequados, de uma boa organizaçãoescolar, de estratégiaspedagógicas, de utilização de recursos e de umacooperação com a comunidade.</li></li></ul><li>EnquadramentoTeórico:<br />a inclusão<br /><ul><li>O objectivo de umaeducaçãoinclusiva é promover o sucesso de todos e de cada um.
  9. 9. Assentaemprincípios de direito e igualdade de oportunidade(Sanches, 2005:131)</li></li></ul><li>EnquadramentoTeórico:<br />A Inclusão<br /><ul><li>A inclusãoeducativapressupõeque a escolarespondaàspotencialidades dos alunos.
  10. 10. O trabalhodeveassentarnascapacidadesqueos alunos têm, proporcionando-lhes a possibilidade de interagirem com osseus pares, de acordo com as suaspossibilidades(Silva, 2009:12)</li></li></ul><li>Enquadramento<br />Teórico:Autismo<br /><ul><li>Comprometimento grave e global emdiversasáreas do desenvolvimentotaiscomo:</li></ul> • Interacção social recíproca<br /> • Comunicação<br /> • Imaginação<br />(Manual de Diagnóstico e Estatística de PerturbaçõesMentais – DSM-IV-R, 2002:98)<br />
  11. 11. Enquadramento<br />Teórico: Autismo<br /><ul><li>Apresentamumafalha no processamento de determinadosestímulos
  12. 12. Atençãoemtúnel(Schopler, 1995)
  13. 13. Focam-se empequenosdetalhes
  14. 14. Manifestamgrandesdificuldadesemperceber a tarefacomo um todo
  15. 15. Nãoexpressam as suasemoções e têmdificuldadeemrevivê-las(FronteraSancho, 1994)
  16. 16. A formação de vínculosafectivosencontra-se alterada, </li></li></ul><li>
  17. 17. Técnicas e Instrumentos de Recolha de Dados <br /><ul><li>Pesquisa Documental
  18. 18. Sociometria
  19. 19. Entrevista
  20. 20. ObservaçãoNaturalista</li></li></ul><li>Caracterização da Situação<br /> do Aluno<br /><ul><li> Perturbação do Espectro do Autismo;
  21. 21. Não domina aspectos diversificados da comunicação interpessoal;
  22. 22. Tem dificuldades em organizar o seu trabalho;
  23. 23. Apresenta formas desadequadas de exploração dos materiais;
  24. 24. Revela gestos estereotipados (maneirismos com os dedos);
  25. 25. Apresenta estereotipias vocais (produzia sons carregando na orelha);</li></li></ul><li>Caracterização da Situação<br /> do Aluno<br /><ul><li> Revela atitudes desajustadas na interacção com os colegas ;
  26. 26. A sua comunicação nem sempre era perceptível nem as frases bem construídas;
  27. 27. Inverte os pronomes e tem dificuldades ao nível da articulação;
  28. 28. Apresenta dificuldades na leitura e escrita de textos para o seu nível escolar;
  29. 29. Revela dificuldades na área da matemática devido ao baixo nível de abstracção</li></ul>(informação obtida através do PEI e relatórios psicológicos)<br />
  30. 30. Caracterização do Grupo/Turma<br />• 17 alunos – 12 rapazes e 5 raparigas;<br /><ul><li> Turma do 3ºano de escolaridade;
  31. 31. Pertencentes a famílias da classe média/baixa;
  32. 32. A maioria revelava dificuldades em reter a atenção;
  33. 33. Apresentavam alguma autonomia contudo tinham </li></ul> necessidade da presença do adulto para reforços<br /> pontuais ou para serem estimulados.<br />(Informação recolhida no PCT)<br />
  34. 34. ContextoEnvolvente<br /><ul><li>Vive com a mãe, com ostrêsirmãos e com a avómaterna.
  35. 35. Frequenta uma escola do 1º ciclo num agrupamento de Lisboa.
  36. 36. É apoiado na Unidade de Ensino Estruturado para a Educação de</li></ul> Alunos com PEA. <br />
  37. 37. Intervenção<br /><ul><li>Partindo do pressuposto que a interacção que se estabelece num grupo é fundamental para a aprendizagem de todos, a nossa intervenção procurou que o trabalho, desenvolvido com todos e para todos, se organizasse inicialmente a pares e depois em pequenos grupos, de modo a criar condições facilitadoras da comunicação, da leitura, da escrita, da socialização e da autonomia.</li></li></ul><li>PlanificaçãoGeral da Intervenção<br />Intervenção: <br /><ul><li>com o aluno;
  38. 38. com os adultos da Unidade de Ensino Estruturado;
  39. 39. com os colegas da turma;
  40. 40. com a família.</li></li></ul><li>(Estratégias)Interacção no Grupo e com o Grupo<br />Intervenção: <br /><ul><li>com o aluno;
  41. 41. com os adultos da Unidade de Ensino Estruturado;
  42. 42. com os colegas da turma;
  43. 43. com a família.</li></li></ul><li>Intervenção<br />em grupo<br />a pares<br />é percepcionado como fazendo parte<br />sente que faz parte<br />
  44. 44. ActividadesDesenvolvidas a Pares <br /><ul><li>Construção, a pares, dos númerosemplasticina, correspondentesaonúmero de pacotes de leiteconsumidos;
  45. 45. Leitura, a pares, das informaçõesescritasnospacotes de leite;
  46. 46. Utilização da internet paraconsulta do site do leite; </li></li></ul><li>Actividadesdesenvolvidasempequenosgrupos<br /><ul><li>Escrita de pequenostextos, emgrupo, sobre a importância do leite;
  47. 47. Leitura das frases com o grupo e para o grupo;
  48. 48. Construção, empequenosgrupos, de um livro de receitas;
  49. 49. Construção de históriasembandadesenhadasobre o leite, emgrupos de três alunos;
  50. 50. Memorização de lengalengas.</li></li></ul><li>ActividadesDesenvolvidas com o Aluno e o Grupo<br /><ul><li>Bolo de chocolate (arranjarfotos)
  51. 51. Teatro (estãona pen)
  52. 52. Ida à Biblioteca (estãona pen)
  53. 53. Visitas de Estudo (arranjarfotos) </li></li></ul><li>O Aluno<br />evoluções significativas a nível académico, da autonomia e da comunicação<br />No final da intervenção...<br />tinha adquirido quase todas as competências propostas, conseguindo ler todas as palavras de um texto para o seu nível escolar, copiar um texto sem omitir palavras e participar nas actividades desenvolvidas na sala de aula<br />a comunicação passou a ser mais regulada - frases melhor construídas, uma vez que passou a ecoar menos o discurso do outro.<br />
  54. 54. Grupo-Turma<br />grupo mais coeso<br />No final da intervenção...<br />percepção/<br />reconhecimento<br />a nível da escola<br />cooperação<br />solidariedade<br />respeito<br />entreajuda...<br />
  55. 55. Família<br /><ul><li>Saber o tipo de trabalhorealizadodiariamentenaturma;
  56. 56. Saber com quem o seueducandointerage;
  57. 57. Percepção/reconhecimento da família dos progressosmanifestadospeloaluno.</li></li></ul><li>Materiais<br /><ul><li>Construção, a pares, dos númerosemplasticina, correspondentesaonúmero de pacotes de leiteconsumidos;
  58. 58. Leitura, a pares, das informaçõesescritasnospacotes de leite;
  59. 59. Utilização da internet paraconsulta do site do leite; </li></li></ul><li>No final da intervenção...<br />A elaboração desta intervenção veio permitir uma mais-valia no nosso percurso profissional, consciencializando-nos para a importância de continuarmos desenvolver, no grupo e com o grupo, estratégias que favoreçam aprendizagens inclusivas.<br />a nível pessoal e profissional<br />

×