ESCOLA ESTADUAL DR MARTINHO MARQUESA COMPETÊNCIA LINGUÍSTICA DO EDUCANDO FRENTE AOS           DIVERSOS GÊNEROS TEXTUAIS   ...
ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUESA COMPETÊNCIA LINGUÍSTICA DO EDUCANDO FRENTE AOS           DIVERSOS GÊNEROS TEXTUAIS  ...
INTRODUÇÃO                                    “... ensinar não é transferir conhecimento, mas criar                       ...
referido assunto é envolver os alunos em situações concretas de uso da língua, demodo que consigam, de forma criativa e co...
Coerência, coesão e concisão textual;Sinais de pontuação;Paragrafação;Concordâncias verbais e nominais;Discursos: direto, ...
Qual profissão deseja ter e por quê?Quantos livros já leu e qual mais gostou?Fale sobre o livro.Qual mensagem deixa para a...
8º, 1º, 2º e 3º ano)O aluno conhecerá o gênero textual resenha, após será orientado a produzir resenhadescritvo-argumentat...
eletrônicas e transformá-las em textos literários.(8, 1, 2 e 3 ano).O professor(a) explicará ao educando sobre a estrutura...
como base á dissertação.Período de execuçãoFevereiro a Novembro de 2011Recursos utilizadosComputador, data show,livros, re...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Gêneros textuais

12,674

Published on

Published in: Technology
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
12,674
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gêneros textuais

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL DR MARTINHO MARQUESA COMPETÊNCIA LINGUÍSTICA DO EDUCANDO FRENTE AOS DIVERSOS GÊNEROS TEXTUAIS Taquarussu – MS Junho de 2011
  2. 2. ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUESA COMPETÊNCIA LINGUÍSTICA DO EDUCANDO FRENTE AOS DIVERSOS GÊNEROS TEXTUAIS Projeto de ensino e aprendizagem desenvolvido com o 8º ano do Ensino fundamental e 1º 2º e 3º ano do Ensino Médio, na disciplina de Língua Portuguesa e Literatura no período de fevereiro a novembro de 2011, sob orientação dos Professores Leidi Laura Breguedo,Marilza Nunes de A. Nascimento e Rogério Francisco com apoio das Coordenadoras pedagógicas Eliane Pigari, Maria Bachiega e das Professoras Multiplicadoras da STE( Maria Apª Crivelli e Marilza Nunes de A. Nascimento). Taquarussu-MS
  3. 3. INTRODUÇÃO “... ensinar não é transferir conhecimento, mas criar possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.” (FREIRE, 1996, p. 52). Sabemos que há diversidades de gêneros textuais, sejam eles na linguagemverbal ou não-verbal e, a cada dia, surgem novos e outros caem no esquecimentopopular. Nesse sentido, é necessário despertar no educando a curiosidade paraobservar a diversidade textual que o cerca, como também promover nesse cidadão acompetência lingüística para que os analisem e interpretem de forma críticaidentificando neles a intenção enunciativa do sujeito emissor,pois é importante quesaiba que a linguagem existe a serviço da comunicação e possui função de mediaçãonas práticas sociais. Essa mediação entre os homens se faz por intermédio da palavrae a capacidade humana de articular significados coletivos e compartilhá-los porintermédio da linguagem. Justificamos a necessidade de desenvolver este projeto na escola, pordefendermos que todo cidadão deva conceber a linguagem como um significado amploe dinâmico que se relaciona plenamente com a participação social, uma vez quetrabalhar a linguagem em situação de ensino não é ensinar as palavras, mas seussignificados culturais e sociais.Dessa forma, é papel do educador mediar o ensino apresentando aos alunos os tipos eos gêneros textuais que fazem parte do cotidiano. É fundamental que os estudantescompreendam que os textos não são somente aquelas composições escritastradicionais com a qual se trabalha na escola – descrição, narração e dissertação –mas sim que o texto é produzido diariamente em todos os momentos em que noscomunicamos. Nesse sentido, acreditamos que trabalhar gêneros textuais em sala deaula é uma excelente oportunidade de se lidar com a língua nos seus mais diversosusos, pois a comunicação se realiza por intermédio dos textos, devendo-se possibilitarao educando a oportunidade de produzir e compreender textos de maneira adequada acada situação de interação comunicativa. Sendo a melhor maneira para se trabalhar o
  4. 4. referido assunto é envolver os alunos em situações concretas de uso da língua, demodo que consigam, de forma criativa e consciente, escolher meios adequados aosfins que se deseja alcançar. É necessário ter a consciência de que a escola é umautêntico lugar de comunicação e as situações escolares são ocasiões de produção erecepção de textos.Para Marcuschi(2008 ,229-230), comprender bem um texto não éuma atividade natural nem herança genética;nem uma ação individual isolada do meioda sociedade em que vive. Compreender exige habilidade, interação e trabalho.Compreender é muito mais uma forma de inserção no mundo e um modo de agir sobreo mundo na relação com o outro dentro de uma cultura e uma sociedade.OBJETIVOSDespertar no educando a curiosidade para observar a diversidade textual que o cerca,como também promover nesse cidadão a competência lingüística para que os analiseme interpretem de forma crítica identificando neles a intenção enunciativa do sujeitoemissor;Promover a emancipação linguística ao educando no que se refere leitura,interpretação e produção textual frente aos gêneros textuais;Compreender que os textos são produzidos diariamente em todos os momentos decomunicação;CONTEÚDOSGêneros e tipologias textuais (Por os gêneros textuais serem infinitos optamos pordelimitá-los neste projeto como: história em quadrinhos, teatro, resenha, resumo,síntese, paráfrases, paródias, poesias, poemas, propagandas, notícias, crônicas,fábulas, lendas, parlendas, contos, autobiografia, biografia, bilhetes, Chargesentrevistas, artigo de opinião, carta argumentativa e redação dissertativo-argumentativa)Linguagem conotativa e denotativaFunções de linguagem;
  5. 5. Coerência, coesão e concisão textual;Sinais de pontuação;Paragrafação;Concordâncias verbais e nominais;Discursos: direto, indireto e indireto livre;PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:1º Momento:O projeto será apresentado ao educando em que educador falará da diversidade degêneros textuais existentes e as tipologias que afloram em cada gênero, muitas vezessendo identificadas ou não.Mostrar ao educando, através de revistas, livros, outdoors, etc; alguns gênerostextuais, incentivando-os a perceber a intenção enunciativa do sujeito emissor.Após, em dupla, o aluno irá escolher um texto, identificar as funções de linguagempresentes, fazer a interpretação oral apresentando-o aos colegas.2º Momento:(Entrevista, biografia, autobiografia, propagandas, notícias, artigode opinião e carta argumentativa)1º passo: Recorte e colagem de diversos gêneros textuais e exposição na sala deaula;Leitura de autobiografia e autorretrato (produção de autobiografia-8ºe 1º ano, cujotema é: Quem sou eu);2º passo: O aluno irá entrevistar seu colega de classe (8º e 1º ano) fazendo asseguintes perguntas :Qual é o nome completo dele,dos pais e avós;Onde nasceu e quando;Quantos irmãos tem, nome e idade.Profissão dos pais e avós;
  6. 6. Qual profissão deseja ter e por quê?Quantos livros já leu e qual mais gostou?Fale sobre o livro.Qual mensagem deixa para as pessoas;Após o aluno irá transformar a entrevista num texto em prosa biográfico, sendocorrigido individualmente pelo professor, o qual o orientará a reescrevê-lo fazendo ascorreções necessárias.Leitura e análise de propagandas e notícias (produção de propagandas e notícias 1ºano)Análise e interpretação de Charges e letras musicais (produção de paródias eparáfrases (2ºe 3º ano Literatura e Língua Portuguesa);Estrutura do texto dissertativo-argumentativo (explicação pelo professor)Laborátório de informática: pesquisa sobre proposta de redação do ENEM e melhoresredação com correção comentadaSítio: www.brasilescola.com.brLeituras de artigo de opinião e carta argumentativaProdução textual de artigo de opinião e carta argumentativa ( 2º e 3º ano).Após, o professor fará a correção coletiva dos textos,em que será escolhido, porsorteio, dois textos, sendo feita a reescritura textual em sala de aula tendo comorecurso o data show, em que o professor enfatizará sobre a importância doselementos de coesão, sinais de pontuação e paragrafaçâo para que o texto sejacoerente e conciso.3º Momento (Gênero textual teatro, filme, síntese, resenha e cartaz)1º passo: Leitura de obras literárias (prosa ou poesia) e assistir a filmes.Leitura e interpretação textual da peça teatral e filmesLeitura de obras literárias,Estrutura e funções de linguagem predominante na resenha descritivo-argumentativa(
  7. 7. 8º, 1º, 2º e 3º ano)O aluno conhecerá o gênero textual resenha, após será orientado a produzir resenhadescritvo-argumentativa sobre as obras estudadas;2º passo: No laboratório de informática:O aluno deverá pesquisar sobre cartazes de peças teatrais e filmes em sítios de buscacomo: Cadê, Google, Yahoo, observar a estrutura desse gênero textual e, em dupla,produzir cartazes sobre a peça que será apresentada por eles, usando o aplicativoWritter e, após, espalhá-los na escola.Os alunos deverão, em grupo, escolher uma obra literária, lê-la, resumi-lá, transformá-la num texto teatral (enviar por e-mail ao professor (a) responsável para orientação àcorreção) e apresentá-la à comunidade escolar.(8º,1º, 2º e 3º ano).A peça teatral apresentada será fotografada e filmada. Cada grupo deverá produzirum slide show ou Slideshare para divulgação no blog da escola.4 Momento: (Gênero textual HQ, crônicas, fábulas, contos, fábulas, poesias epoemas)1º passo: (8º e 1º ano)O aluno assistirá ao vídeo Chico Bento vai ao Shopping e fará as seguintesobservações:Qual tipo de linguagem podemos ver no texto?Há diferença no falar dos personagens? Atribuímos isso a quê?Há preconceito linguísticona fala dos personagens? Identifique-o se houver.2º passo: O aluno irá ao laboratório de informática pesquisar sobre a biografia deMaurício de Souza e demais cartunistas como Henfil, Airon Barreto, Adão Itarrusgari eoutros e outros. Após ele será orientado a lerem histórias em quadrinhos e cartunsacessando o sítio: http://cartoonshow.uol.com.br e produzir HQ tendo como aplicativoPixton,Hagâque, Comic Life etc.Os alunos serão orientados a pesquisar notícias em jornais, revistas, páginas
  8. 8. eletrônicas e transformá-las em textos literários.(8, 1, 2 e 3 ano).O professor(a) explicará ao educando sobre a estrutura da crônica, conto e fábulas,oferecendo-lhe sugestões dos referidos gêneros literários. Será feita aula de leitura einterpretação desses respectivos gẽneros , varais serão distribuídos na sala em que oprofessor(a) levará o aluno a perceber a tipologia textual que se irrompem nessestextos..(8,1 2 e 3 ano).Os alunos irão ao laboratório de informática para pesquisarem a origem das fábulas ea importância delas num determinado momento histórico e a intenção enunciativa deEsopo ao criar esse gênero textual.No laboratório de informática:http://www.contandohistoria.com/fabulas.htmBuscando imagens na internete e, baseando-se em situações cotidianas, os alunosirão produzir no writter esses referidos gêneros textuais.5 Momento: letras musicais e redações dissertativas-argumentativas) Os alunos serão orientados a pesquisar notícias em jornais, revistas, páginaseletrônicas e transformá-las em textos literários.(8, 1, 2 e 3 ano).O professor(a) explicará ao educando sobre a estrutura da crônica, conto e fábulas,oferecendo-lhe sugestões dos referidos gêneros literários. Será feita aula de leitura einterpretação desses respectivos gẽneros , varais serão distribuídos na sala em que oprofessor(a) levará o aluno a perceber a tipologia textual que se irrompem nessestextos..(8,1 2 e 3 ano)O professor(a), usará letras musiciais que marcaram respectivas épocas,contextualizando-as ao momento atual. Fará discussões em sala instigando o aluno aanálisa-la e interpretá-la de forma crítica.No laboratório de informática os alunos acessarão os sítios: www.brasilescola.com.bre www.enem.com.brhttp://www.redacaocriativa.com.br/veja-todos-os-temas-de-redacao-ja-solicitados-no-enem.htmllerão e analisarão as propostas de redação do Enem, após escolherão temas atuaispara servirem
  9. 9. como base á dissertação.Período de execuçãoFevereiro a Novembro de 2011Recursos utilizadosComputador, data show,livros, revistas, jornais, câmeras fotográficas, papel,impressora, tonner, pendriver etc.Sugestões de filmesGuerra de Canudos,Os Inconfidentes;A Missão,Primo Basílio,Luthero,Vidas Secas,O pagadorde promessas;Morte e vida SeverinaAvaliação e resultados esperadosAvaliação será de caráter diagnóstico durante todo período de execução. Esperamosque com esse trabalho durante todo ano letivo o educando adquira competêncialinguística para ler, interpretar e produzir textos os diversos gêneros textuais.Referências:FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 18.ed.São Paulo: Paz e Terra, 1987MARCUSCHI,Luiz Antônio. Produção textual, Análise de gêneros e compreensão.São Paulo; Parábola Editorial, 2008.NASPOLINI, Ana Tereza.tijolo por tijolo:Prática de ensino de Língua Portuguesa,volume único. São Paulo:FTD, 2009

×