Medicina no Tempo dos Descobrimentos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Medicina no Tempo dos Descobrimentos

on

  • 1,016 views

No tempo dos descobrimentos muitas eram as doenças que afetavam as pessoas tornando-se muitas vezes fatais, essas doenças eram a peste negra, a lepra, a sífilis, o escorbuto e a malária.

No tempo dos descobrimentos muitas eram as doenças que afetavam as pessoas tornando-se muitas vezes fatais, essas doenças eram a peste negra, a lepra, a sífilis, o escorbuto e a malária.
Francisco Paiva

Statistics

Views

Total Views
1,016
Views on SlideShare
571
Embed Views
445

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

13 Embeds 445

http://osamigosdafilatelia.blogspot.pt 370
http://osamigosdafilatelia.blogspot.de 18
http://osamigosdafilatelia.blogspot.ch 17
http://osamigosdafilatelia.blogspot.com.br 15
http://osamigosdafilatelia.blogspot.fr 5
http://osamigosdafilatelia.blogspot.com 4
http://osamigosdafilatelia.blogspot.ru 4
http://osamigosdafilatelia.blogspot.cz 3
http://osamigosdafilatelia.blogspot.com.es 3
http://feedly.com 2
http://osamigosdafilatelia.blogspot.it 2
http://osamigosdafilatelia.blogspot.jp 1
http://osamigosdafilatelia.blogspot.com.au 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Medicina no Tempo dos Descobrimentos Document Transcript

  • 1. A llEDlClXA nc tcmpc l'etrrnara SÍfillgrc A Pceúe legrara sanitárias época(sec.XlV-XVl). da dcs DEISCCBRIilEIICS Esccrbuúc c a ìlalárla dominavam preocupações as Ll3 surtode 1569 da o dizimou da população Europa.No Bubónlca,pandemia que durante sec.XlV no por bactéria Yersinia Pestis,só viriaa serdescoberto inicio seu causal,a morriamem Lisboa pessoas dia.O agente 600 pesteaos47 anose entre de pelo dos Yersin.D.Duarte,primogénitofilhoslegítimos DJoãoI morreude do sec.XX suíço qualseencontram para a Évora"no conselhos conservar de encontra-se célebre o "Livroda Cartuxa os seusescritos saúde apresentar bom aspecto. e A PgtC no ao e)ftinta sec.XVl,mas asviagens Oriente,mantiveramapós começou diminuirno sec.XlV,julgando-se a da o até em se os focosendémicos.O bacilo causal foi descoberto 1874,mas flagelomanteve-se ao aparecimento so farmacoterapia 1981. em A l-epfa no desde Antiguidade,teve enormeascensão a uma conhecida A iÍÍtlts,doença de transmissão sexualsupostamente que um considerável europeus.A de bac{éria maisvirulenta,matando número sec.XVl,mercê mutações a tornaram de Schaudinn. causal foi descoberta 1905peloalemão em só e marítimas do é nas aC,mas melhordescrito popularizado viagens conhecido desde150O vitimada Vasco Gama viagem na foi e da da de sec.XVl.Assim,4l5tripulação Fernão Magalhães mortalmente da de queo acesso perdeu2/3 dosseushomens.Em 1753,um cirurgião escocês descobriu dos descoberta lndia da marinheiros laranjas limões recuperava doença. da a e os C EscOrËuúo por queactualmente razões lentapenetração A llalárla mata3 milhões pessoas ano,foiumadasprincipais de da período descoberta quininapeloOcidente,data fim do da do dosportugueses interiorde África,no no colonial.A que depois classificada foi sec.XVl,na comoCinchona casca umaárvoreda famíliado café,e de progresso Literatura,na e na Ciência Renascença,não na Medicina O período extraordinário na Arte da de teve a premissas que correspondência serialógicosupor,por faltarem lhe várias fundamentais : pelareligião, impostas das - eliminação barreiras - conhecimento anatomia fisiologia da humanas, e paraa química, - passagem alquimia da totaldo ensino medicina. da - modificação grandes A purga,os clisteres a sangria e terapêuticas Medicina. da eramtal comona ldadeMédia,as 1 XDICE AS DOENçAS Pa g .2 a 6 PERSONALIDADES Pag.7 a t2 TNSTTTUTçOES Pag.13 16. a
  • 2. políticaexterna,que D.Fernando (1345-1383), Formoso, Inconsciente,devidosua desastrosa | à levouà crisede 1383-85. O e Esta,por veztambém foi um efeito indirectoda pandemiade peste. sua qws q- Èì üÃ-rssr %""tRô.ô" 6ocontoniÍrio ÍÁso darovoluqãodal383 *n14,Õ{*rc{ L*a CORREIODE POFTUGAL 1"DrA DE C|RCULAçÃO ?cz't urç, 1ctfa ,QAfouto Kt,cefrnft, Br L HËT Po sr AL E ,fA ,ffi -cÌÌcorretos Ëï*tf;n*** """5uÜãho3 ENDERECO p 'k-,Í primeira onorrunçÕfsAFONS|NAS,colectânea de leis,como compilação oficial sec.XV,durante do o reinado D.Afonso de V, propunham paraa prevenção peste. medidas da
  • 3. A farmacoterapia sífilis da naquelaépocaera muito pobre. o LÕ o ffiE J ó f F_ u o À R{*nr,' h.Eo"Jl. rr'*ì R tã-ü JàL-* fl -lã| L ^.{-r, e4.L- 9J^r. Al..â,rê 8s-oa llo ?oe#xã ffi x c.-èb€ leÇtr qSqSH*':: Hffiê* *,*. fì#; #triïtr ry i,{ }FFftINA Fi à1. Yh rs ryr; r!:À ffihlï m riru't â)ãil,-A-ru'{ *- hH üïh4 v3' F" i nt,C " f 1ì t.l ,ïi i l l -i c{i t" ' 1" â;í}N l :Fi * ã' Éfj v,a ï* R 1,'&.'í,F.? Ã{ Ë ï ãã# ã} ïr $ Ftr [ç f Il 5i [ìrJï-[,i .-t s A l ;]s {L-Y -n},íFLs.[i IH :s, trï5X ;l ì t;:i r:r'''Ì:i À tr-l :Ú t"l -rul n i ;d';'.1'r.:i i .;, i ì,-,'ps, 'r 'i ; t tn. ïtÌ fld}ï'Lï'*ï*' i.i'*H:,rlì:][F{ Â*,rt'Ëcï"]i fl$ *Jí 111f 11ï f(h q'H ffi *K ,,# q.$ ü .,1 J. i l 'r l f'r i: i t":t{ Ji ,'..,.'i ,,, r. Lïï :.ì : .. ;- :j tr '.:i i i I!,i ij,:* :íi tts* ! í:i ;i ,tì}Ér ;t,1 : ri 'ÌI';r**J::t '!f;:r'r 'l/'Ì!3rÍrì f.'3 ffi :)j È;f &Ë *tjt .Í. fr,3_iiÍ iG,s.),F-'-ì kl í{-,:r i ;' """ r'n]; ì '' ! fi '**ffi ãjÈ Ë:'* È,,é *',ré {::.1 fri c.;i !"8 : ì i i 3*r-J'1 ô lì . ôtl ff iHË ôJ ;.^ ffitl,$ .,9 fO p r-* . r" , L E í ÉsDl 'â . o o ê a I il'.! r-.q çl; ,..'ç "*riú*S
  • 4. Canto V,estância 81 O Escorbutoé descrito magistralmentenos LUSíADAS. E foi,quede doençacrua e feia A maisque eu nuncavi,desarnpararam Muitos a vida,eem terra estranhae alheia Os ossosparasempresepultaram. Quem haveráque sem ver o creia? ali Que tão disformemente lhe incharam As gengivas boca,que na crescia juntamenteapodrecia. A carne,e R iïïïrïï"" CAMóES NUMÀMÁosÉMPru t o Es aui,qu$oúedâq3 o Rcioo Lusihdo, c E;úpi ìè ô rÍ.onaa Ode rdE s sú. ío knó. I ondc Èb Epue Èh é â di@e @r ú1d. mdc À qd Íó Gu me dí qE d $ú : 'i tt.tj;t IV C ENT E N A R IO DA MORTE DE C AMõES CORREIO DE PORTUCAL t, DIA DE CIRCULAçÁO ú9 I ",Ç wPg. a t Sry t_ , v{ E È Ì b F & J (, ) h vemd nÕYtu6, GndoulrmE d odo dr dFÉì DtuB u rdhms d ry6 h nd fid houvq . eued E do h, É @d o S)r.eo $nr. 3r.l'rsncísoo lreel Priva Rua Díogo 0ongeLvoe13.8-Àt5 ç D. t r 85CI0-P0Rrr$Ã0 PORÌU6ÂL O poderdos citrinose de outros alimentos frescosnão era conhecido época. na t I rt: r r, -r
  • 5. A MAúR|A pelo mundo. M 2*ro WOR T D HEAI,TII ONGÃNIZATION M ÃI,À R IÃ E N Á D IC Ã TION C A MP A i GN x9 6 2 @ @ R Ë P UB[,ICOF T IBERIA
  • 6. PERSONALIDADES (1452-1519), outros um entre saberes,foi magnífico anatomista,cujos trabalhos foram 2.L * LEONARDo VINCI da em desconhecidos à sua publicação 1898. até (1478-1s53) GrROLAMO FRACASTORO que as doenças médicoe literato,propôs por esporos. infecciosas fossemcausadas o nome de sífilis tirado seu poema foi sobreum pastorchamadoSyphilis. (1537-1s99) woJcrEcH oczKo I|ranrNo considerado fundadorda o medicinapolaca. (1578-1657),britânico fez a maior descoberta sec.XVll a circulação sangue. que WILLIAMHARVEY do : do
  • 7. BfficrÍsrtsl0iir15 PERSONATIDADES (1514-i.564) 2.2 - afamosa obrade ANDRÉ vEsÁLro Sobrea estruturado corpohumanoD0nüman[ 00ÍD0IG lôDÍltô,inclui-se asobrasprimas Renascimento. entre do Para medicina,a a obracapital médico do flamengo está prestígio osfrescos Capela que aureolada mesmo do da Sistina Miguel Ângelo,a gráfica Durer,ou de arte de as quinhentistas. travessias temerárias navegadores dos i ;:!:i"Í HX :x#:#X i:; ::,
  • 8. PERSONALIDADES publicado em em 1512mostrao panoramamédicoda Renascença toda a sua 2.3 - e |L VICENTE. Auto dos Físicos O (mulheres que aplicavam clisteres). os e 50 amplitude.No tempo haviaem Lisboa médicos 20 cristaleiras seu M para a India e ficou célebrepela sua obra " Colóquiosdos GARCIA d'ORTA(1501-1568)Médico e botânico.Embarcou Simplese Drogase Cousas Medícinaisda India ".
  • 9. PERSONALIDADES na mais ser 2.4 - PARACESO .Nasceu 1493em Einsiedeln,lugarperegrinação Suiça.lria umadaspersonalidades discutidas de em na 1541 morre ao do de da épocae um dos iniciadores revolução da científìca sec.XVl.Pontificou Universidade Basileia.Em salutarna farmacopeia,manipulandoremédios das uma os extraídos desamparo num hospício Salzburgo.Operara revolução de plantas do reinomineral (ferro,enxofre mercúrio desteverificara suaacção a na da específica sífilis,flagelo época e e ). d'emissìone Giorno démission Jour Ausgabetag Á /,À[lRECtI T'ÍFIEOPHR]qSTTAD I r F{EIfr i EFnÍÉs âsvE ilf,TATI PA R A C E L S U x 1493Einsiedeln t 1541 ELV
  • 10. PERSONALIDADES pelasua que tenha estudadomedicina praticava alquimia.Ficou conhecido e a (1503-1566).Há indícios 2.5 - NOSTRADAMUS supostacapacidade vidência. de van Helmont(1577-L6441 e médico,químico fisiologistaflamengo. GeorgiusAgricola(1494-1555) medicina por Começou exercer num centromineirode prata, em depoiscelebrisou-se geologiamineira. {l *lI zl , <lI è I A.YERSI(1863-1-943)bacteriologista N Suíçoque descobriuo b.da peste.
  • 11. 2.6 PERSONALIDADES (1394- 13.11.1460) Ssfilhode D.João l,armadocavaleiro aos 2L anos.lniciou carnpanha conquista a de INFANTE D.HENRIQUE , um dos seus objectivos: desviaras rotas do do norte de África e impulslonouas viagensdos DESCOBRIMENTOS,cumprindo até à SerraLeoade da ano da sua morte a costaestavaexplorada comérciodo Saarae acederàs riquezas África rneridional.No hoje. *t* -: ì Repare-se aposição na -'ë aã .*-*Ë"" dum carimbosobreo do lsDia ! ! '' -,0 T[úJ^*t-Êr* eatuQ =*,., ï 4of& /J*'çf^'-f,b I oço t3 9 4 flü ' , ':. ::.,,S,::.: Jr*t.ouu 'ì.,',,. ,,
  • 12. rNsTrTUrçoEs ll funda em L492 o HOSPIïAL REAL TODOS SANTOS,que DE OS veio a 3.1 - em pleno períododos Descobrimentos,D.João pelos médicos e receber os primeiros doentes em 1501.Aquise faziam em média 50 a 60 sangriaspor dia,prescritas pelosbarbeiros-sangradores,na épocaem número de 197. executadas Provade côr
  • 13. rNsTrTUrçÕES do mandadoconstruir por D.Leonor,esposa PríncipePerfeito,em 3.2 - O HOSPITAL CALDAS RAINHA,foi das da 1485 JOR,TV6_ÀL.8.5O POSTAL BILHETE RE MEÏ ENT E o trÀtntr atra^ = o z z Postal Máximo Triplo IO d. Ê,OLv ? l 'Ír(,tt. ê líCÃlrrxtv-tr
  • 14. rNSÏTUrçÕES 3.3 - n Natse ntcÓRotA LtsBoA fundada 1498. de foi em 5 {"# ,{ ;',"r".i't:::: { ,.i,,,',,,,,frf fã íAA fuef íCó ;fh,,*e^Sc^ Lgrr{ ?*..fr1 f*.0; P-qe'ã^"t{" Correios de Portugal l" Dia de Circulação € o P o d rn o I 00 MOSTEIRO ALCOBAÇÀ de onde os necessitados miseráveis e encontravamalbergue,ReUÉO|OSalimento. e 2?'C2.98 Ëì|lrfV | í
  • 15. O flagelo da lepra começoua ser debeladoapós a descobertado bacilo causalpelo médico norueguês GERHARD HANSEN 1873. em õ Se,..vez i !':s léi,'rei.txI z- í &,";l I L- RÉ P UB LIQUE DU NIG E R D[[tt]vI[ìTI ü 0 'r r A C l t L t 0t LA ttiflt r873 - 1S73 !) DE CENTENAIRE LA DÊCOUVERTE DE L A L ÊPRE DU BACIL L E 1 8 7 3- 1 9 7 5 PREM IER JOURD' ÊM ISSION T i Íage l i m i té ( num ér ol é de | à 2000) N: ü 0 0 5 1
  • 16. rNsTrTUrçÕES 3.4 - Em 1540 a UNIVERSIDADE COIMBRA de tinha 10 alunos de medicina.O desfavorem que eram tidos os estudos médicos superiores eram por toda a parte os mesmos : forte concorrênciados médicos iletrados e dos curandeiros e a naturezado ensino pouco prático. Postal Máximo Triplo - ERSTTÂG ALRAUNE _ FRUCTUS MANDRAGORE rtì z ì ,1 F.l Êl F ffi H ,t F] t tl { Fl Ê1 tr F 7. I NT E RN . AIYAE KON G R ES S FÜR S T H E S IOL OGIE EUROPA SERVICE FDC Poste Rêstante Bureau de Po€te temooraiÍe Conss;; 6. I'Europe STRASBOTFìG AMBROISE PARÉ foi a {1517-1590} o grande cirurgiãofrancêsprofundamenteinovador.Enquanto anestesia era proveitandoos a lcalóidesda Mandrágora. ru dimentar,a