MOSTRA FILATÉLICA
550 Anos da Morte do
Infante D. Henrique
Colecções Patentes


 Coleccionador                       Coleção                          N.º
                           ...
Os Amigos da Filatelia

No âmbito das celebrações dos 550 anos da morte do Infante D. Henrique, ressurge
a memória do home...
O INFANTE D. HENRIQUE VISTO
                    ATRAVÉS DA FILATELIA
Portugal no Século XV, estava envolvido numa guerra d...
O Infante D. Henrique faleceu em Sagres a 13 de Novembro de 1460 por volta das 23 horas numa
quinta-feira. Os seus restos ...
Biografias Consultadas:

   Vida e Obra do Infante D. Henrique – Vitorino Nemésio
   Henrique, O Navegador – Organização d...
organização




  apoios
Catalogo Mostra filatélica Albufeira
Catalogo Mostra filatélica Albufeira
Catalogo Mostra filatélica Albufeira
Catalogo Mostra filatélica Albufeira
Catalogo Mostra filatélica Albufeira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Catalogo Mostra filatélica Albufeira

678
-1

Published on

Os Amigos da Filatelia

No âmbito das celebrações dos 550 anos da morte do Infante D. Henrique, ressurge a memória do homem impulsionador dos Descobrimentos Portugueses, o qual iniciou no Algarve, mais concretamente em Sagres, uma escola que iria desenvolver e formar novas técnicas de navegação e iria permitir o sucesso da expansão marítima portuguesa e abrir novas portas de um mundo com tanto por desvendar.
Neste sentido, decidiram “Os Amigos da Filatelia”, conjuntamente com o Núcleo de Filatelia de Faro - ATAF, assinalar tão ilustre data. Porém é com um especial gosto que elaboramos esta mostra filatélica com o Município de Albufeira, pois o ultimo carimbo comemorativo que ostentava o nome de Albufeira data de 08 de Dezembro de 1999, pelo que agora 11 anos depois trazemos novamente um carimbo comemorativo dos CTT para esta cidade que ao longo de tantos anos tem dado a conhecer Portugal em todo o Mundo. Além desta nobre argumento junte-se ainda que vários filatelistas dos AMIGOS DA FILATELIA TÊM UM CARINHO ESPECIAL POR ALBUFEIRA, pois, as suas famílias são originárias de Albufeira, pelo que se com esta mostra filatélica despertarmos nos filatelistas Albufeirenses a vontade de dinamizar mostra filatélicas e colocar o nome de Albufeira em diferentes carimbos comemorativos, à semelhança do que aconteceu na década de oitenta, será uma grande satisfação para “os amigos da filatelia”.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
678
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Catalogo Mostra filatélica Albufeira

  1. 1. MOSTRA FILATÉLICA 550 Anos da Morte do Infante D. Henrique
  2. 2. Colecções Patentes Coleccionador Coleção N.º de Quadros Jorge Bomba A Aventura dos Descobrimentos 5 Os descobrimentos vistos pelos Correios de António Fonseca Portugal 1 José Pintado Lagos Terras do Infante 1 José Pintado Um Breve Olhar sobre os Descobrimentos 1 Virgílio Agostinho Do Sonho à Realidade 2 Hélder Lucas De Sonho a Realidade 1 Pinheiro da Silva Descobrimentos Portugueses 2 Jorge Bomba Filatelia - Um Mundo de Imaginação 4 Francisco Paiva A Medicina no tempo dos Descobrimentos 1 Américo Rebelo Aves Marinhas 1 Sérgio Pedro Os Portugueses e o Mar 2 Ricardo Brito Turismo 2 Ricardo Brito Os Descobrimentos Portugueses 3 Sandra Santos Algarve, Filatelia e Turismo 3 Henrique Moreira Pagelas dos Descobrimentos Portugueses 1
  3. 3. Os Amigos da Filatelia No âmbito das celebrações dos 550 anos da morte do Infante D. Henrique, ressurge a memória do homem impulsionador dos Descobrimentos Portugueses, o qual ini- ciou no Algarve, mais concretamente em Sagres, uma escola que iria desenvolver e formar novas técnicas de navegação e iria permitir o sucesso da expansão marítima portuguesa e abrir novas portas de um mundo com tanto por desvendar. Neste sentido, decidiram “Os Amigos da Filatelia”, conjuntamente com o Núcleo de Filatelia de Faro - ATAF, assinalar tão ilustre data. Porém é com um especial gosto que elaboramos esta mostra filatélica com o Município de Albufeira, pois o ultimo carimbo comemorativo que ostentava o nome de Albufeira data de 08 de Dezembro de 1999, pelo que agora 11 anos depois trazemos novamente um carimbo comemo- rativo dos CTT para esta cidade que ao longo de tantos anos tem dado a conhecer Portugal em todo o Mundo. Além desta nobre argumento junte-se ainda que vários filatelistas dos AMIGOS DA FILATELIA TÊM UM CARINHO ESPECIAL POR ALBUFEI- RA, pois, as suas famílias são originárias de Albufeira, pelo que se com esta mostra filatélica despertarmos nos filatelistas Albufeirenses a vontade de dinamizar mos- tra filatélicas e colocar o nome de Albufeira em diferentes carimbos comemorati- vos, à semelhança do que aconteceu na década de oitenta, será uma grande satisfa- ção para “os amigos da filatelia”. Albufeira, 07 de Janeiro de 2011 Amigos da Filatelia
  4. 4. O INFANTE D. HENRIQUE VISTO ATRAVÉS DA FILATELIA Portugal no Século XV, estava envolvido numa guerra denominada a Guerra de Caste- la, que ocorreu entre o ano de 1475 e 1479, cujo o objectivo era determinar a sucessão da Coroa de Castela. Terminado esse conflito, Portugal passou a ser um País onde rei- nava a Paz, mas com graves problemas económicos derivados da guerra. Naquela época, Portugal era governado por D. João I, décimo Rei de Portugal e o primeiro da Dinastia de Avis. Uma das medidas que o Rei tomou para tirar Portugal da crise era o alargamento do território Português, procurando a descoberta de novos mundos, para trazer mais riquezas para o Pais. Toda esta sua iniciativa teve o apoio unânime da nobreza, do clero, da burguesia e do povo em geral. No ano de 1415 D. João I dá inicio a “Expansão Portuguesa”, começando pela conquista de Ceuta, sendo acompanhado pelos seus filhos, D. Duarte, D. Pedro e D. Fernando. Para conquistar Ceuta D. João I mobilizou uma armada composta por 20.000 homens, acompanhados no mar por cerca de 250 navios. “Como curiosidade o nome TRIPEIROS DADO AOS HABITANTES DO PORTO, vem desta época, pelo facto de terem abastecido toda a frota que estava envolvida na conquista de Ceuta, com a carne que tinham. Ficaram apenas com as tripas para sua alimenta- ção”. Após a conquista de Ceuta, os Árabes desviaram as suas rotas a fim de conquistarem novos territórios e fazendo frente a Portugal. Perante este cenário o Rei é confrontado com duas opiniões políticas da Nobreza e da Burguesia totalmente opostas. A Nobreza era a favor da conquista do Norte de África e a Burguesia era a favor do descobrimento de novos território, mas ao longo da Costa Africana. Como O Infante D. Henrique teve um papel muito importante na conquista de Ceuta o Rei D. João I nomeou-o como o Duque de Viseu, titulo esse, que foi criado pelo próprio Rei no ano de 1415. Esta home- nagem foi um marco muito importante na vida do Infante D. Henrique, pois foi a partir dai que ele começou a planear a conquista de novos mundos através dos Descobrimen- tos Portugueses, razão pela qual ficou conhecido na História de Portugal como “Henrique o Navegador”. O Infante D. Henrique era uma pessoa muito culta, sendo um apaixonado pelas ciências cosmográficas, e foi considerado na sua época como um grande matemático. Nasceu no Porto na Casa do Infante a 4 de Março de 1394. Era o 4º filho do Rei D. João I, D. Filipa de Lencastre, que desde sempre teve um papel muito importante na educação que deu aos seus filhos preparando-os para o futuro. O Infan- te D. Henrique e os seus irmãos também conhecidos como a “INCLITA GERAÇÃO“ (nome dado por historiadores portugueses aos filhos do rei João I de Portugal e de Filipa de Lencastre. A Alcunha refere-se ao valor individual destes príncipes que, de várias for- mas, ficaram conhecidos na História de Portugal e da Europa) tiveram como Aio um cavaleiro da Ordem de Avis. O Infante D. Henrique desde muito cedo sempre demons- trou interesse para os estudos especialmente na área da matemática sendo um grande estudioso e investigador, adquirindo muitos conhecimentos que o ajudaram na sua vida. Depois da batalha de Ceuta o Infante D. Henrique foi viver para Sagres onde fun- dou a Escola Náutica de Sagres no ano de 1417. Nessa Escola foram formados grandes navegadores como por exemplo: Vasco da Gama que descobriu o Caminho Marítimo para a Índia, Cristóvão Colombo foi o responsável por ter liderado a frota que alcançou a América em 12 de Outubro de 1492, Diogo Cão que atingiu a Foz do Zaire no ano de 1482 e Bartolomeu Dias que dobrou o Cabo da Boa Esperança no ano de 1487, Gonçal- ves Zarco descobriu o Porto Santo no ano de 1419 e a Ilha da Madeira no ano de 1420, Diogo de Silves descobre a ilha açoriana de Santa Maria no ano de 1427 e Gil Eanes ultrapassa o Cabo Bojador no ano de 1434.
  5. 5. O Infante D. Henrique faleceu em Sagres a 13 de Novembro de 1460 por volta das 23 horas numa quinta-feira. Os seus restos mortais estão depositados no Mosteiro da Batalha. Filatelicamente foram emitidas em Portugal e nas Ex. Colónias Portuguesas várias emissões de selos alusivas ao Infante D. Henrique.
  6. 6. Biografias Consultadas: Vida e Obra do Infante D. Henrique – Vitorino Nemésio Henrique, O Navegador – Organização da Câmara Munici- pal do Porto O Rosto do Infante – Comemorações dos descobrimen- tos Portugueses O Infante D. Henrique no Algarve – Estudos inéditos de Alberto Iria A Casa Senhorial do Infante – João Silva de Sousa Portugueses Ilustres – Lello Irmão Portugal um Presente e um Passado – Júlio Coelho e Sebastião Marques História de Portugal - Rui Ramos – Bernardo Vasconce- los Sousa e Nuno Gonçalo Monteiro História e Geografia de Portugal – Ana Maria Caetano Nunes – Maria Beatriz Moura Vargas – Maria João Guimarães Lobato Atlas dos Descobrimentos – A. Do Carmo Reis - Porto Editora Selos Postais e Marcas Pré-Adesivos – Afinsa – 24 Edi- ção. Selos Postais das Colónias Portuguesas 2008 – Afinsa Portugal Enciclopédia Portugal Contemporâneo – Selecções de Reader´s Digest Dicionário Houaiss – Sinónimos e Antónimos – Circulo de Leitores Dicionário da Língua Portuguesa – Porto Editora Elaborado por Américo Rebelo Dezembro 2010
  7. 7. organização apoios

×