Your SlideShare is downloading. ×
Vinda família real para o Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Vinda família real para o Brasil

3,761
views

Published on

Apresentação e resumida apenas para alunos do fundamental sobre a chegada da família real para o Brasil

Apresentação e resumida apenas para alunos do fundamental sobre a chegada da família real para o Brasil

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,761
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
91
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. VINDA FAMÍLIA REAL
    PARA O BRASIL
  • 2. ANTECEDENTES:
    • O processo de independência do Brasil começa com a vinda da família real para o Brasil em 1808.
    • 3. Napoleão imperador da França tinha como objetivo expandir seu território através do domínio ( DOMINAR A EUROPA). No entanto a Inglaterra por se tratar de uma ilha, oferecia grande resistência.
    • 4. A marinha inglesa era mais poderosa que a francesa
    • 5. Não conseguindo militarmente enfraquecer a Inglaterra, Napoleão criou o BLOQUEIO CONTINENTAL
  • BLOQUEIO
    CONTINENTAL
    Inglaterra nação rica e poderosa e dona dos mares, estava em processo vivendo sua Revolução Industrial
    Bloqueio foi um decreto onde Napoleão em 1807, proibia todos os países da Europa de comercializar com a Inglaterra.
  • 6. BLOQUEIO CONTINENTAL
    Dilema: aderir ou não ao bloqueio?
    Interesses ingleses.
    Interesses franceses.
    “Sabendo-se incapaz de heroísmo, escolheu a solução pacifica de encabeçar o êxodo e procurar o morno torpor dos trópicos e tranquilidade ou ócio para que nasceu”.
    Tobias Monteiro
  • 7. QUEM FOI D. JOÃO ?
    Príncipe “ tímido e supersticioso”.
    Segundo filho na linha de sucessão, não foi preparado para ser Rei.
    Dom José pai e filho morreram vitimados de varíola e a mãe a Rainha Maria I “A Louca” estava fora de seu juízo (depressão).
    Dom João casou-se com a princesa e herdeira do trono espanhol Carlota Joaquina.
  • 8. “Foi o único que me enganou”
    Napoleão Bonaparte
    Portugal era um dos países mais atrasados da Europa.
    Rei absolutista.
    Nação fica órfão – sem Rei – sem Identidade.
    PORTUGAL?
  • 9. A VINDA PARA O BRASIL
    O Rei Fugiu com aproximadamente 15 mil nobres em 14 embarcações
    Trouxeram tudo que podiam carregar: documentos livros , joias
    Parte embarcação , que estava inclusive D. João, veio parar em Salvador e o restante no Rio de Janeiro , tempos depois D. João se transferiu para o Rio de Janeiro
  • 10. A CHEGADA AO BRASIL
    D. João foi recebido com grandes festas, preparadas por seus amigos e funcionários.
    Mas a população do Rio de Janeiro não apreciou muito a vinda da família real. Em 1808, o Rio de Janeiro tinha em torno de 60 mil habitantes, sendo que 40 mil eram escravos.
  • 11. Os 15 mil membros da família real causaram uma verdadeira “avalanche humana” na cidade, obrigando D. João a tomar uma medida impopular.
    Para abrigar tantos nobres, D. João mandou despejar os moradores das melhores residências da cidade, mandando afixar, nas portas, as letras P.R. Esta sigla significava “Príncipe Regente”, ou “Propriedade do Rei”. Porém, a população interpretava como “Ponha-se na rua” ou “Prédio roubado”.
    A CHEGADA AO BRASIL
  • 12. Acomodado no Rio de Janeiro, D. João começou a efetuar uma série de mudanças econômicas e culturais que iriam mudar não só a cara da cidade, como também futuro do país.
    MEDIDAS;
  • 13. Mudanças econômicas
    1808 abertura dos portos às nações amigas;
    1810 Tratado de Aliança e Comércio;
    Outras medidas tomadas por D. João serviram de estímulo para as atividades econômicas do Brasil.
    Entre elas, podemos destacar a anulação da lei que proibia a instalação de indústrias no país.
    Isto permitiu a abertura de fábricas e usinas, sendo que a produção de ferro obteve bastante progresso.
    A produção agrícola também cresceu, surgindo o café, ao lado do açúcar e do algodão. O café, pouco tempo depois, passaria a ocupar o primeiro lugar nas exportações brasileiras.
    Não podemos deixar de destacar a fundação do Banco do Brasil , que se tornou símbolo da economia liberal no país.
  • 14. Mudanças culturais
    A cultura do país passou por grandes transformações, a partir da vinda de D. João VI.
    Vários cursos foram criados no Rio de Janeiro e Bahia, como cirurgia, química, agricultura, desenho técnico, entre outros.
    Foi fundado o Museu Nacional, o Observatório Astronômico, a Biblioteca Real e a Imprensa Régia, Jardim Botânico
  • 15. Além disso, a arte se destacou com a vinda da Missão Francesa ao Brasil, em 1816. Debret foi um dos grandes pintores da missão, e retratou cenas do cotidiano brasileiro, na época.
    Em 1815, o Brasil foi elevado à categoria de Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves . Em 1821, as capitanias passaram a se chamar províncias.
    MEDIDAS:
  • 16. OBRIGADO
    BY profªNuccia Alves