Your SlideShare is downloading. ×
Atividades de aprofundamento 6 ano
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Atividades de aprofundamento 6 ano

1,934
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,934
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO6 ano( A e B)O escribaO escriba era a pessoa encarregada de fazer todo tipo de registro e cálculos, e deorganizar a administração. Ele era muito valorizado porque, na antiga Mesopotâmia,poucas pessoas sabiam ler e escrever. Os escribas se formavam na eduba, A escola daMesopotâmia. Os alunos da eduba tinham aulas de linguagem, matemática, astronomia,literatura, medicina, além de um ensino voltado para a memorização de datas, reis egrandes batalhas.A disciplina na escola era severa: o aluno faltoso ou com dificuldades de aprendizagemsofria castigos físicos. Depois de vários anos de estudo, os escribas podiam trabalharnos templos, auxiliar nos negócios de um aristocrata ou trabalhar por conta, oferecendoseus serviços de secretario aos clientes.O trabalho paciente do escriba produziu textos muito variado, inscrito na pedra, naargila ou no bronze: códigos de leis e documentos de contabilidade, relatórios deviagens, além de textos religiosos e literários.Esses textos eram produzidos na escrita cuneiforme, criada pelos sumérios e adotada emtoda Mesopotâmia. 1) Elabore em seu caderno uma ficha com as seguintes informações sobre o escriba a) O queele fazia? b) Onde ele se formava? c) Como era a escola de formação do escriba? d) Porque o escriba era tão valorizado? e) Conforme o desenho acima ,qual o nome desse tipo de escrita e onde ela se desenvolveu? f) A partir do que aprendemos sobre a escrita nas aulas e neste texto, que tipo de atividades humanas motivaram a invenção da escrita?
  • 2. 2) O Código de Hamurabi dispunha em um de seus artigos: “Se um homem deixar de reforçar o seu dique, se isto provocar uma ruptura e as águas inundarem os campos, este homem será condenado a restituir o cereal destruído por sua negligência”. a) A qual civilização pertence esse código? b) Preparar em folha separada cinco leis do código de Hamurábi, com ilustrações para entregar. c) Escrever sua opinião sobre no mínimo duas leis do código de Hamurábi.3)Leia atentamente:“As águas do Nilo, o bem mais precioso do Egito, causam tensão com Sudão e Etiópia,cujos territórios são atravessados pelo rio. Diante de planos de construção de represasnesses países, o Egito advertiu, em 1991, que „estava pronto a recorrer à força‟ paragarantir seu pleno uso do rio.”Almanaque Abril – Mundo 2005, São Paulo: Abril, 2005,ano 31.Por qual motivo o Egito é conhecido como uma dádiva do Nilo? Explique. A RELIGIÃO MESOPOTÂMICA Na Mesopotâmia, um incontável número de deuses e semideuses fazia parte da religião. Os deuses mais importantes eram: An (deus do céu), Enlil (deus do ar), Enki (deus da água) e Ninhursag (mãe-terra). Foram eles que, através de suas palavras, teriam criado o mundo. Os filhos desses deuses estavam um degrau abaixo na escala de poder divino. Eram milhares de divindades, cada uma responsável por um aspecto do mundo (chuva, trovão, etc.) por uma parte do universo, agindo com o intuito de manter em funcionamento o plano iniciado por seus pais. Além disso, cada cidade-estado tinha seu deus protetor, que era honrado pelo rei do local e pelos mais importantes sacerdotes. Um templo em forma de pirâmide de degraus, o zigurate, era construído para servir como sua morada. O mais famoso zigurate foi construído para o deus Marduk e localizava-se na Babilônia. Todos os deuses mesopotâmicos agiam como pessoas comuns: casavam-se, tinham filhos, tinham ataques de fúria ou de extremo amor, podiam ser tristes, preguiçosos, invejosos ou, também, alegres, caridosos. Ficavam bêbados, eram enganados por outros deuses, brigavam entre si por mais poder. Cada aspecto desses deuses foi relatado por uma longa série de mitos.(Adaptado de TURCI, Erika. “Mesopotâmia – religião e o mito do dilúvio”. In: UOL Educação <http://educacao.uol.com.br>) a) Retire um trecho do texto que comprove o politeísmo da sociedade mesopotâmica. b) A partir do texto diga o que é uma zigurate?