ESTADO DE SANTA CATARINA
    SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
    DIRETORIA DE ORGANIZAÇÃO, CONTROLE E AVALIAÇÃO
    GERÊN...
SUMÁRIO




Introdução
Objetivo Geral
Objetivos Específicos
Justificativa
Meta
Proponente
Coordenação
Metodologia
Particip...
Secretário de Desenvolvimento Regional

Manfried Rutzen




Gerente Regional de Educação

Valdir Albino Mallmann




Grupo...
PROJETO TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E
    APRENDENDO COM AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E
                  COMUNICAÇ...
IDENTIFICAÇÃO

  NOME DO EVENTO
  Programa de Capacitação do PROINFO

    1. Tecnologias na Educação: ensinando e aprenden...
PERÍODO DE REALIZAÇÃO:

Tecnologias na Educação: Junho/2009 a dezembro/2010
ensinando e aprendendo
com as TICs

      Obs....
JUSTIFICATIVA

     O Curso Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com
as TIC desenvolve-se com base na articulaç...
em que trabalha e estuda ao mesmo tempo, ele tem mais oportunidades
de receber orientação e acompanhamento da prática e, s...
META
Capacitar os professores da Rede Pública de Ensino, monitores e
demais segmentos da escola.


RELAÇÃO DE EQUIPAMENTOS...
• A equipe dos NTEs farão respectivamente a formação dos
          professores, monitores, gestores, e demais segmentos da...
Mês
                 Mês 1        Mês 2        Mês 3      Mês 4
Atividades /                                              ...
Assistir um Programa da TV Escola e elaborar um fichamento.
Atividade 6:.Registrar um aspecto que chamou atenção sobre o p...
A comunidade de SL.
Registros da atividade: um documento digital e um pôster.
Atividade 2.7: O registro digital da experiê...
2º Encontro Presencial
(4 horas)
Discutir as atividades elaboradas.

3ª Semana

Autoria de objetos hipermídia: criar um ob...
Atividade 4: Experiências com a integração de tecnologias ao currículo
Relato e socialização de experiências de uso de tec...
AVALIAÇÃO

*A avaliação será de forma contínua e processual, durante o
desenvolvimento do projeto. Serão avaliados o desem...
BIBLIOGRAFIA

     MASETTO, Marcos T. ___________In: MORAN, J.M. (Org.);
     MASETTO, M.T.; BEHRENS, M.A. Novas Tecnologi...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Projeto Ti Cs 100h Palmitos

2,202
-1

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,202
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto Ti Cs 100h Palmitos

  1. 1. ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ORGANIZAÇÃO, CONTROLE E AVALIAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS E INFRAESTRUTURA TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E APRENDENDO COM AS TIC Palmitos, julho de 2009
  2. 2. SUMÁRIO Introdução Objetivo Geral Objetivos Específicos Justificativa Meta Proponente Coordenação Metodologia Participantes Recursos Perfil dos Monitores Cronograma Modalidade Estratégias De Ação Avaliação Efeitos Multiplicadores Previstos Referências Bibliográficas
  3. 3. Secretário de Desenvolvimento Regional Manfried Rutzen Gerente Regional de Educação Valdir Albino Mallmann Grupo de Trabalho Administrador do Curso: Elisandra Carmen Bison Vacarin Administrador de Turma: Elisandra Carmen Bison Vacarin Integrador de Tecnologias: Orlando Ferrari
  4. 4. PROJETO TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E APRENDENDO COM AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TICs INTRODUÇÃO A Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina vem promovendo a formação continuada dos professores e demais atores da escola, a fim de proporcionar qualidade de ensino à sociedade catarinense. Neste sentido, as tecnologias educacionais fazem parte deste contexto, provocando a conexão do indivíduo com o mundo. Estas relações, além de interagir positivamente na sociedade, contribuem ainda, para que a prática educacional no cotidiano da escola aconteça de forma inovadora, criativa e contextualizada. Os cursos oferecidos possibilitam aos professores, coordenadores pedagógicos, gestores, técnicos, monitores e demais segmentos a promoverem práticas de ensino inovadoras que focalizem a aprendizagem dos alunos.
  5. 5. IDENTIFICAÇÃO NOME DO EVENTO Programa de Capacitação do PROINFO 1. Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TICs PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS: Professores, diretores, coordenadores pedagógicos, gestores, técnicos e monitores. LOCAL E REALIZAÇÃO DO EVENTO Salas Informatizadas das Escolas: PÓLO 1 - EEB PRINCESA ISABEL PÓLO 2 - EEB FELISBERTO DE CARVALHO PÓLO 3 - EEB FELISBERTO DE CARVALHO PÓLO 4 - EEB DOM PEDRO II PÓLO 5 - EEB GENOVEVA DALLA COSTA PÓLO 6 - EEB DELMINDA SILVEIRA PÓLO 7 - EEB IRINEU BORNHAUSEN PÓLO 8 - EEB DR. CARLOS CULMEY PÓLO 9 - EEB PATRÍCIO J. DE OLIVEIRA /EEB TIRADENTES PÓLO 10 - EEB NICOLAU SCHOENBERGER CARGA HORÁRIA DO EVENTO: 100 horas A saber: Encontro presencial – início do curso (6h); Encontros quinzenais de 4h, no município (32h); Estudo e prática a distância – 4h por semana (62h); Total de semanas do curso: 15 ½ (aproximadamente 4 meses)
  6. 6. PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Tecnologias na Educação: Junho/2009 a dezembro/2010 ensinando e aprendendo com as TICs Obs. Este projeto terá início em fevereiro de 2009 e será oferecido gradativamente para todos os profissionais da escola até 2010. ÓRGÃO PROPONENTE: MEC/ SEED – SED/ UNDIME-SC ÓRGÃO EXECUTOR: SED/ UNDIME (NTEs e NTMs) COORDENAÇÃO DO EVENTO: • Administrativa: GEDAF • Pedagógica: DIOC/ GETEI – NTEs RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS -Fonte financiadora: MEC/SEED – SED - UNDIME/SC -Atribuições dos parceiros: SED – SDR/GERED OU UNDIME/SME:
  7. 7. JUSTIFICATIVA O Curso Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC desenvolve-se com base na articulação entre a prática pedagógica com o uso de tecnologias, a realidade da escola, a reflexão sobre a prática e as contribuições das tecnologias para o desenvolvimento do currículo nas distintas áreas de conhecimento. No curso, a prática é valorizada como momento de construção de conhecimento, por meio de reflexão, análise, problematização e investigação. A interdisciplinaridade é vista como uma construção do profissional-aprendiz, na busca de respostas para os desafios que se apresentam em sua prática, sendo necessário prever tempos e espaços curriculares adequados para o trabalho interdisciplinar. Em função disso, os processos formativos voltados para o uso das TICs devem assentar-se em situações contextualizadas e reais. As experiências prévias dos profissionais devem ser consideradas e valorizadas, num quadro de inclusão e de multiculturalidade, e as novas aprendizagens devem ser objeto de integração contínua, construindo-se o conhecimento como uma espiral aberta que, em cada etapa do curso, retoma e ressignifica o conjunto das experiências do sujeito a respeito da temática desenvolvida. Assim, a aprendizagem é vista como um processo interativo, ao mesmo tempo individualizador e socializador, que se realiza com a mediação de outros sujeitos, especialmente o professor e o gestor escolar, de modo que a formação deve prever tempos e espaços curriculares para a interação e o trabalho coletivo. Na perspectiva da simetria invertida que marca a formação dos professores e gestores escolares, o currículo propõe situações de trabalho que eles possam replicar em sala de aula e no cotidiano escolar, obviamente com os ajustes necessários. Isso implica que o profissional da educação se torne capaz de criar e recriar a prática, de experimentar, propor, e tomar distância crítica para reflexão e avaliação de seu desempenho. A avaliação é, pois, concebida como etapa do processo de ensino e aprendizagem, compreendendo um percurso de acompanhamento formativo e um momento de balanço, que conclui cada unidade e, simultaneamente, dá início à seguinte. Finalmente, cumpre notar que a escola é o locus por excelência da formação continuada do profissional da educação, pois, na medida
  8. 8. em que trabalha e estuda ao mesmo tempo, ele tem mais oportunidades de receber orientação e acompanhamento da prática e, sobretudo, tem um material mais rico para completar o ciclo da ação - reflexão - ação aperfeiçoada. Assim, o currículo do Curso de Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC propõe que teoria e prática se integrem desde o início: o profissional da educação traz sua experiência para o curso e, simultaneamente leva os conhecimentos para sua prática. OBJETIVOS Geral : Promover formação continuada nas escolas públicas que contribuam para dinamizar e qualificar os processos de ensino e de aprendizagem. Específicos: • Familiarizar o professor e demais atores da escola com a utilização de recursos básicos de computadores (sistema operacional Linux Educacional) e Internet; • Oferecer subsídios teórico-metodológicos-práticos para que os professores possam compreender o potencial pedagógico de recursos das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no ensino e na aprendizagem realizadas em escola públicas; • Planejar estratégias de ensino e de aprendizagem, integrando recursos tecnológicos disponíveis e criando situações para a aprendizagem que levem os alunos à construção de conhecimento, à criatividade, ao trabalho colaborativo e que resultem efetivamente num bom desempenho acadêmico; • Utilizar as TICs nas estratégias docentes, promovendo situações de ensino que focalizem a aprendizagem dos alunos; • Auxiliar professores e gestores escolares a planejar atividades pedagógicas voltadas para o uso de tecnologias na escola; • Incentivar o uso de recursos disponíveis na escola (rádio, vídeo, áudio, DVD, animações, simulações, portais e outros);
  9. 9. META Capacitar os professores da Rede Pública de Ensino, monitores e demais segmentos da escola. RELAÇÃO DE EQUIPAMENTOS/MATERIAIS Computadores com Sistema Operacional LINUX Data Show TV/DVD NÚMERO DE SALAS De acordo com a capacidade e realidade das escolas que possuem o Sistema Operacional Linux. METODOLOGIA O curso se desenvolve na modalidade de educação a distância (semi-presencial), incluindo: • Um encontro de abertura no NTE ou Agência de Formação designada; • Encontros quinzenais de 4h no município onde o professor atua; • Estudo e atividades orientadas por materiais didáticos especialmente desenvolvidos (4h semanais); • Prática pedagógica na escola onde o professor e demais participantes atuam; • Acompanhamento sistemático de um Multiplicador/ Formador; • Pré-requisitos: domínio básico de utilização de computador e Internet. Dinâmica do Curso: • Dois multiplicadores (Professor Formador) dos NTEs terão formação e certificação pelo PROINFO/SEED/ MEC; • Estes Professores formadores farão a formação dos demais integradores dos NTEs com certificação pela SDR/ GERED;
  10. 10. • A equipe dos NTEs farão respectivamente a formação dos professores, monitores, gestores, e demais segmentos da escola com certificação pela SDR/ GERED; PROGRAMA DO CURSO PROGRAMA DO CURSO Tecnologia na sociedade e na educação. Ensino, aprendizagem e tecnologia. Usos das TIC nas estratégias de ensino e de aprendizagem Recursos educativos: vídeo, imagem e som. Recursos educativos: apresentações multimídia e publicação Recursos educativos: objetos de aprendizagem. Recursos educativos: pesquisa na Internet Planejamento/roteiro de aula com inserção das TIC Projetos Colaborativos I Projetos Colaborativos II O Curso terá duração de quatro meses e serão desenvolvidas oito unidades de estudo, cada uma com carga horária de 12h. Após a oitava unidade, haverá um encontro presencial final de quatro horas. Dessa forma a carga horária total do curso é de 100h.
  11. 11. Mês Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Atividades / 5 Tota carga Te Te Te Te Te Te Te Te Con l horária ma ma ma ma ma ma ma ma clus 1 2 3 4 5 6 7 8 ão Encontros 4h 4h 4h 4h 4h 4h 4h 4h - 32h Presenciais Estudo a 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 - 64h distância h h h h h h h h h h h h h h h h Avaliação - - - - - - - - - - - - - - - - 4 4h Presencial Total 100 24h 24h 24h 24h 4 Mensal h Unidade 1 1º Encontro Presencial (4 horas) Apresentação do curso e contextualização do tema da Unidade-1. Atividade-1: Relatar “Quem sou como professor e aprendiz, usando o editor de textos” e compartilhar com os colegas na turma. 1ª Semana Refletindo sobre a Identidade do professor e sobre a própria aprendizagem (leituras e pontos de reflexão). Atividade 2: Registrar a própria reflexão. 2ª Semana A escola diante deste novo panorama da sociedade/ Tecnologia na Escola. Atividade 3 : Assistir um vídeo com entrevista sobre o tema “Educação e Tecnologia” e Comentar e compartilhar uma das questões destacada na entrevista. Atividade 4: Fazer um levantamento sobre quais são as tecnologias existentes na escola e como são utilizadas. 2º Encontro Presencial (4 horas) Discutir as atividades elaboradas. 3ª Semana: Ensinando e aprendendo com tecnologias e mídias digitais / Papel do Professor. Atividade 5:
  12. 12. Assistir um Programa da TV Escola e elaborar um fichamento. Atividade 6:.Registrar um aspecto que chamou atenção sobre o papel do professor. 4ª Semana: Aprendizagem significativa / Uso de tecnologias no trabalho por projeto. Atividade 7: Realizar uma pesquisa sobre experiências desenvolvidas com projeto. Atividade 8: Apresentar os resultados e a análise da pesquisa sobre Trabalho por projeto. 3º Encontro Presencial (3 horas) Partilha e avaliação do que foi produzido. UNIDADE 2 1º Encontro Presencial (1 hora) Tema: Introdução ao tema Internet Atividade 2.1: navegação em hipertexto e discussão sobre a experiência de navegar livremente. 1ª Semana Tema: As linguagens da Internet – O Hipertexto Atividade 2.2-A: Navegando em hipertexto sobre hipertexto Atividade 2.2_B: O que é hipertexto segundo eu e outros autores. Atividade 2.3: Conhecendo e comentando trabalhos dos colegas. 2ª Semana Criando um portfólio navegável, portfólio em hipertexto, um hiper portfólio Criação de atividade para ser realizada com os alunos Atividade 2.4: Criando um portfólio em hipertexto, o seu hiper-portfólio. Atividade 2.5: Planejando uma atividade com hipertexto ou Internet 2º Encontro Presencial (4 horas) Temas: Avaliação do que foi produzido ao longo das duas semanas. Apresentação do que são Blogs, Wikipedia e wikcionário Discutir as atividades elaboradas. 3ª Semana: Temas: A internet como espaço de autoria: blogs e fotologs, vivendo em comunidade. Execução e análise da atividade planejada. Atividade 2.6: Execução da atividade planejada 4ª Semana: Temas: A internet como espaço de autoria: Wikipedia, wikcionário, vivendo em comunidade.
  13. 13. A comunidade de SL. Registros da atividade: um documento digital e um pôster. Atividade 2.7: O registro digital da experiência Atividade 2.8: O pôster Atividade 2.9_A: vagueando pela wikipédia. Atividade 2.9_B: vagueando pelo wikcionário. 3º Encontro Presencial (3 horas) Temas: Avaliação do que foi produzido ao longo da unidade. Apresentação das atividades realizadas com os pôsteres. Atividade 2. 10: apresentação dos trabalhos junto aos pôsteres UNIDADE 3 Apresentação e contextualização do tema. Atividade 3.1: assistir ao vídeo com o trabalho do Bloco do Passo, ler o texto que o apresenta e a partitura criada em u m editor de apresentações. Debate inicial: como levar para a escola outras formas de representação que nos permitam fazer o que não fazíamos antes. 1ª Semana Conhecer alguns ambientes que disponibilizam materiais em meios diversos (Portal do Professor, P ortacurtas, Youtube, os DVDs da TV Escola que estão copiados no Linux Educacional). Atividade 3.2: navegando por vídeos e outras mídias – navegação e registro de comentário em hipertexto sobre arquivos que contenham vídeos, animações, áudio ou qualquer mescla destes (inclusive com texto) e lhes pareçam interessantes. Atividade 3.3 :Compartilhando a atividade – apresentação a colegas do que conheceu e da classificação dos objetos considerados interessantes pelos critérios do Portal do Professor. Leitura obrigatória: Entrevista com Lucas Ciavatta. 2ª Semana Criar um projeto de atividade com alunos para uso de objetos em mídias digitais. Atividade 3.3: apresentação hipertextual com esboço de atividade utilizando um dos produtos que encontrou. Atividade 3.4: planejando uma atividade usando mídias digitais.
  14. 14. 2º Encontro Presencial (4 horas) Discutir as atividades elaboradas. 3ª Semana Autoria de objetos hipermídia: criar um objeto multimídia incorporando algum ou alguns objetos que tenham analisado e sua proposta de uso. Atividade 1: executar a atividade planejada com uma turma, analisá -la e avaliá -la com sua dupla e registrar a avaliação com as propostas de reformulação cabíveis. Atividade 2 : criar um produto hipermídia em editor de apresentações. Perceber que a interface muda no que é característico de cada programa ou produto que estará sendo criado mas não muda muito nas coisas que são gerais. Isto é, aprendendo sobre um programa, começa-se a dominar vários. Sugestões: Animação com texto e poucas imagen s (fazendo transição automática de slides com tempo 0), hipermídia em que se clicando em uma imagem apareça um texto e depois outra imagem e depois um som. Baixar e instalar o Audacity. UNIDADE 4 Retomada e fechamento da Unidade 3 Contextualização do tema da Unidade 4 Atividade-1: Pensando sobre mudanças Identificação de mudanças que possam ocorrer nos processos de ensino e aprendizagem com a integração de tecnologias. Atividade 2: Compartilhando possibilidades de contribuições das tecnologias Explicitação das características das tecnologias de informação e comunicação que podem trazer significativas contribuições ao integrá-las à prática pedagógica. 1ª Semana Atividade 3: Socializando uma experiência com projeto em sala de aula Descrição de experiência com projetos em sala de aula envolvendo o uso de tecnologias.
  15. 15. Atividade 4: Experiências com a integração de tecnologias ao currículo Relato e socialização de experiências de uso de tecnologias ao currículo. 2º Encontro Presencial ( Unidade 4) Atividade 5: Projetos de trabalho em sala de aula com a integração de tecnologias ao currículo Elaboração e desenvolvimento de plano de aula para os alunos desenvolverem projetos de trabalho com o uso de tecnologias. 2ª e 3ª Semanas: Atividade 6: Desenvolvimento de projetos de trabalho em sala de aula com a integração de tecnologias ao currículo. Realização do plano de aula voltado ao desenvolvimento de projetos de trabalho pelos alunos. 4ª Semana: Atividade 7: conceito de currículo e o processo de integr ação de tecnologias ao currículo Sistematização conceitual Atividade 8: Compartilhando experiências sobre currículo, projetos e tecnologias no Portal do Professor. Publicação do plano de aula reelaborado no Portal do Professor. 3º Encontro Presencial Partilha e avaliação do que foi produzido. Encaminhamento para continuidade da rede de aprendizagem com os pares via Portal do Professor CERTIFICAÇÃO: Receberão certificados os cursistas que cumprirem, 100% das atividades do curso por meio da SED/GEDAF/SC.
  16. 16. AVALIAÇÃO *A avaliação será de forma contínua e processual, durante o desenvolvimento do projeto. Serão avaliados o desempenho dos envolvidos, suas competências e habilidades, verificando o interesse e a relação com o ambiente escolar. • Participação; • Efetivação e qualidade produtiva das atividades; • Interação entre os cursistas nos debates levantados durante o curso; • Desenvolvimento de todas as atividades propostas EFEITOS PREVISTOS O efeito esperado deste projeto é o crescimento do número de alunos, professores e funcionários das escolas públicas interagindo com as tecnologias, dando continuidade a sua formação, constituindo competência e habilidade na área tecnológica com vistas ao exercício da cidadania e a inserção ao mundo do trabalho.
  17. 17. BIBLIOGRAFIA MASETTO, Marcos T. ___________In: MORAN, J.M. (Org.); MASETTO, M.T.; BEHRENS, M.A. Novas Tecnologia e Mediação Pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000. SANTA CATARINA. Secretaria do Estado da Educação e do Desporto. Proposta Curricular de Santa Catarina. 1998/2005 SAVIANI, Demerval. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: FERRETI, Celso J. et all. Novas Tecnologias, trabalho e educação: um trabalho multidisciplinar. Petrópolis: Vozes, 1994. CAPRA, Fritjof. A Teia da Vida. São Paulo, Ed Cultrix. PAPERT, Seymour. Máquina das crianças: repensando a escola na era da informática. Porto Alegre: ARTMED Editora. PERRENOUD, Philippe. (2001) A Pedagogia na Escola das Diferenças. Porto Alegre: ARTMED Editora 2ª edição. FREIRE, F. M. P. & Prado, M. E. B. B.(2000) O computador em sala de aula: Articulando saberes José Armando Valente• Diferentes usos do Computador na Educação.

×