Your SlideShare is downloading. ×
NSI: Passado, Presente e Futuro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

NSI: Passado, Presente e Futuro

457
views

Published on

Apresentação do Núcleo de Pesquisa em Sistemas de Informação, relatando sua evolução desde a criação em 2002, situação atual e perspectivas futuras.

Apresentação do Núcleo de Pesquisa em Sistemas de Informação, relatando sua evolução desde a criação em 2002, situação atual e perspectivas futuras.

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
457
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Núcleo de Pesquisa em Sistemas de Informação Instituto Federal Fluminense Prof. Rogério Atem de Carvalho, D.Sc. Coordenador
  • 2. Pesquisadores, Técnicos & Alunos
    • Equipe “Permanente”: cerca de 29 pessoas e 7 seres (36)
      • 5 professores (2 doutores, 2 mestres, 1 mestrando)
      • 3. 2 Técnicos (1 graduado, 1 graduando)
      • 4. Projeto BD/Quali/Serviços: 7 graduandos, 3 egressos
      • 5. Gesac: 4 graduandos, 2 egressos + 2 egressos (?)
      • 6. Iniciação Científica: 4 graduandos
      • 7. Aspiras: 7 (seres amorfos)
    • Agregados: 5 pessoas
      • Nexedi: 2
      • 8. LNCC: 3 (1 graduado, 2 graduandos)
    • Mestrado EP UENF: 5 alunos
    • 9. Estrangeiros:
      • Angola: 2 Técnicos em TI (2009)
      • 10. Canadá: 2 alunos de graduação (2008)
    • Em suma:
      • > 40 entre permanentes e agregados
      • 11. Estrangeiros de vez em quando
  • 12. Histórico
    • Criado em 2002 como Núcleo de Pesquisa em Sistemas de Suporte à Decisão (NPSSD), denominação que manteve até julho de 2006.
    • Ao se dedicar à pesquisa de SSD, a equipe do núcleo se confrontou com uma série de necessidades que acabaram por levar o grupo a se dedicar à grande área de Sistemas de Informação:
    • Da necessidade de empregar ferramental que fosse de baixo custo e que pudesse ser livremente alterado surgiu a tradição no emprego de Software Livre, desde sua criação (2002).
    • 13. Da necessidade de integrar soluções de suporte à decisão a sistemas que pudessem empregados como base e/ou fonte de dados surgiu a linha de pesquisa em ERP (2002).
    • 14. Da linha de pesquisa em ERP surgiu a necessidade de desenvolver e investigar métodos para modelagens desses sistemas e de Enterprise Information Systems (EIS) em geral, surgindo estudos em Engenharia de Software (2005) e Gerência de Projetos (2004).
    • Em 2006, entendendo que o núcleo já vinha trabalhando em outras áreas além de SSD, decidiu-se por estabelecer uma nova denominação mais abrangente empregando o termo Sistemas de Informação (SI).
  • 15. Visão
    • Objetivo Principal: Investigar metodologias, métodos, abordagens, conceitos e tecnologias que formam o arcabouço necessário para o desenvolvimento de Sistemas de Informação confiáveis e de baixo custo.
      • Objetivo Secundário: desenvolver SI que suportem atividades das Engenharias de Produção, Mecânica e Materiais e de Automação.
    • Crenças e Princípios Norteadores
      • O caminho para a inovação em SI está na investigação interdisciplinar da construção destes.
      • 16. A construção de software efetivamente funcional abre novas fronteiras de pesquisa em torno de seu emprego em situações reais.
      • 17. Trabalhos de P&D e de extensão fornecem sustentabilidade aos projetos, tanto financeira como de construção de conhecimento.
  • 18. Linhas & Projetos
    • Sistemas de Suporte à Decisão (SSD)
    I nvestiga e constrói ferramentas computacionais sob a ótica de diferentes abordagens matemáticas para suporte à decisão, como Cálculo, Estatística, Análise Multicritério e Inteligência Computacional. Investiga também a fusão de dados estruturados, semi-estruturados e não-estruturados para o suporte à decisão. Projeto Argus SSD para Análise de Vibrações em Máquinas Rotativas. Construído em LabView, hardware PC, PC104 e PXI, sistema operacional Linux e bancos de dados Oracle e Postgresql. Financiado pela Petrobrás/UN-BC, em parceria com o Laboratório de Materiais Avançados da UENF. 2005-2008. Atualmente parte do AddTurbo, em colaboração com a UFF (2009).
  • 19. Linhas & Projetos
    • Sistemas Integrados de Gestão (ERP)
    Investiga e con strói Processos de Desenvolvimento, Modelos de Referência e módulos para sistemas ERP, através da integração de conceitos de Engenharia de Software e Engenharia de Empresas. Investigação e construção de Processos de Gerenciamento de Projetos . Projeto ERP5 ( http://www.erp5.com ) Software livre desenvolvido por um grupo distribuído entre Europa, Ásia, Brasil e África. O NSI responde pelo ramo acadêmico do projeto. Este projeto possui ramos de investigação em Engenharia de Software, Engenharia de Empresas, Gerência de Projetos e Governo Eletrônico. Projeto financiado pelo CNPq (Edital CT-Info Software Livre, 2003 e Universal 2008), Fenorte (Editais de Bolsas 2002, 2003, 2004, 2005, 2006 e 2007) e Nexedi. Em parceria com a UNESP-Baurú e Nexedi (França). Início em 2002.
  • 20. Linhas & Projetos
    • Enterprise Content Management (ECM)
    Investiga e constrói soluções de ECM baseadas em Software Livre. Gestão da Informação Não Estruturada e suas várias facetas, como Groupware, Personal Information Manager (PIM) e Máquinas de Busca. Projeto NSI 2 Sistema de ECM que representa evolução de um gerador de portais desenvolvido desde 2002. Possui funções de busca full text, armazenamento de milhões de documentos, notícias, calendário, portal dinâmico, integração com aplicações, editor de textos embutido, ontologias, busca externa, RSS Feeds e ainda ferramentais de PIM e Groupware completos. Financiado pela Setec/MEC.
  • 21. Parcerias
    • Exterior (todas informais):
      • Nexedi (França): ERP
      • 22. Lund University (Suécia): ERP
      • 23. Thiagarajar College of Engineering (India): ERP
      • 24. Xian Jiaotong University, Business School (China): Inovação nos BRIC (?)
    • Brasil (2 primeiras formais):
      • IF Piauí: Biblioteca Digital
      • 25. Portal do Software Público Brasileiro: 5CQualiBr
      • 26. UFF/LNCC
      • 27. Unesp-Bauru: ERP
      • 28. Restfulie (?)
  • 29. Destaques
    • Projeto Argus:
      • Primeira implementação industrial de LabView em Linux em arquitetura PXI/SCXI da América Latina e uma das primeiras do mundo (2006).
    • Projeto NSI 2 :
      • Adoção/F|inanciamento pela Setec/MEC.
      • 30. Adoção pelo Gesac
    • Projeto Quali
  • 32. Destaques - ERP5
    • Prêmios
      • Distinguished Academic Leadership Award , International Federation for Information Processing (IFIP/UNESCO), Viena, Áustria, 2006.
      • 33. Outstanding Special Session Organizing , IFIP/UNESCO & IEEE SMC Society, Pequim, China, 2007*.
      • 34. Pessanha, J. C. Prêmio de Melhor Poster, Enegep 2007, Abepro*.
      • 35. Best Implementation Award, Decision Informatique, 2004 (em conjunto com a Nexedi)
  • 36. Destaques - ERP5
    • Capítulo de Livro
    • Carvalho R. A., Monnerat, R. M. ERP5: Designing for maximum Flexibility , livro Beautiful Code, Gregory Wilson (org.), O’Reilly Publishing, 2007.
    • 37. Outros autores: Brian Kernigham (Princeton University, co-criador da linguagem C), Eric Allen (Sun Microsystems), Joshua Bloch (Sun Microsystems), Douglas Crockford (Yahoo), Ward Cunningham (Eclipse Foundation), Andrew Kuchling (Google), Doug Lea (Suny), Yukihiro Matsumoto (Ruby)...
    • 38. Best Computing Book Jolt Award, 2008.
  • 39. Destaques - ERP5
    • Participação no Free/Open Source 2020 Roadmap, além de palestras no Open World Forum (Paris, 2008).
    • 40. Artigo em Periódicos Internacional: 2 (IEEE)
    • 41. Artigos em Eventos Internacionais: > 10 (IFIP, IEEE, ACM)
    • 42. Artigos Nacionais: > 12
    • 43. Dois ex-alunos contratados como desenvolvedores offshore da Nexedi.
  • 44. IFIP WG 8.9
    • IFIP Working Group 8.9 – Enterprise Information Systems.
    • 45. Representação e Chapter no Brasil baseado no IF Fluminense.
    • 46. Membros da UniRio, Unicamp, UFF, Unesp, USP, UFES, UFSC, UFRJ, INPE, Mackenzie...
    • 47. Periódico: Enterprise Information Systems, Taylor & Francis.
    • 48. Evento: International Conference on Research and Practical Issues of Enterprise Information Systems – Confenis.
    • 49. Base para criação de TC da IEEE na mesma área:
  • 50. Hardware
    • Rack próprio
    • 51. 4 servidores de rack (32 processadores)
    • 52. 2 servidores torre
    • 53. 5 servidores (cluster) 64 bits de armazenamento (5 Tb de armazenamento).
    • 54. 16 clientes
    • 55. 4 notebooks
    • 56. 2 impressoras
  • 57. Atividades Extra-Lab
    • Ida a eventos diversos: Enegep, Conic, Conisli, FISL, PyCon, SBSI...
    • 58. Organização de Dojos
    • 59. Organização do PythOnCampus Campos
    • 60. TechTalks
    • 61. Organização de Install Fests
    • 62. Esportes “ao ar livre” - todos abandonados...
  • 66.  
  • 67.  
  • 68.  
  • 69.  
  • 70. Conclusões
    • Crescimento com recursos de P&D
    • 71. Mesmo no interior e com pouco tempo de pesquisa alguns destaques atingidos, inclusive no exterior.
    • 72. De 2002 a 2008: > R$750.000,00 sem correções, passamos de 1 milhão em 2010.
    • 73. Projeto Virtual and Distributed Project Management and Process Improvement – 4 anos de duração
      • 4 universidades, 2 agências, 4 empresas, todas dinamarquesas, e... o NSI!
      • 74. Aguardando resultado da primeira fase
    • E 2011 em diante?
    • 75. Sempre aberto a parceiras e projetos malucos!

×