Avaliacao online das aprendizagens: vantagens e problemáticas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Avaliacao online das aprendizagens: vantagens e problemáticas

on

  • 383 views

Vantagens e problemáticas da Avalição online das Aprendizagens

Vantagens e problemáticas da Avalição online das Aprendizagens

Statistics

Views

Total Views
383
Views on SlideShare
383
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
7
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Avaliacao online das aprendizagens: vantagens e problemáticas Avaliacao online das aprendizagens: vantagens e problemáticas Presentation Transcript

  • Avaliação online das Aprendizagens : vantagens e desvantagens Neuza Pedro, Professora do Instituto de Educação - Universidade de Lisboa
  • Avaliação online das Aprendizagens não é Avaliação das Aprendizagens online
  • A questão da avaliação em ambientes online tem sido, desde sempre, o ponto nefrálgico, alvo de muita discórdia.
  • Ainda que todos os elementos e processos de ensino possam ser entendidos como realizáveis online, a avaliação persiste em ser presencial.
  • Parece quase paradoxal existir uma avaliação tradicional num modelo de ensino online… mas é o que tende a acontecer!
  • Para pensar a avaliação online requer-se novos instrumentos, conceitos e mesmo novos paradigmas de avaliação.
  • Requer novos conceitos Avaliação Sumativa, Formativa e Diagnóstica Avaliação Final e intercalar Auto-avaliação e Hetero-avaliação
  • Como avaliar? Quando avaliar? O quê avaliar? Quem avaliar? Para quê avaliar?
  • Como avaliar? Quando avaliar? O quê avaliar? Quem avaliar? Para quê avaliar? Métodos Instrumentos Situações Episódios Aquisições Produções Satisfação Processos Percursos, ... Alunos/Formandos Professores Recursos, Estratégias E-A Course Design Grupos Instituições, Progamas Sistemas... Seriação Selecção Certificação Regulação Desenvolvimento ...
  • Pen-and-paper vs On-screen assessment?
  • Em ambientes a distância perde-se algo que entende que facilita a relação interpessoal: o face-a-face. Sem práticas prévias, sem qualquer referente, torna-se dificil perspetivar sem reservas avaliar totalmente com base em sistemas online. Neste sentido, torna-se imprencíndivel suavizar este obstáculo, através de instrumentos que tragam à luz, e de forma fiável, a identidade do aluno.
  • Pen-and-paper vs On-screen Quais são as vantagens?
  • • integração de elementos multimédia e interativos • permite avaliar a diversidade de habilidades e competências
  • • permite mobilizar fontes, instrumentos e momentos de recolha de informação diversificados • permite aos participantes oportunidades mais diversas de participação e de aplicação de conhecimentos
  • • Automatização de processos de recolha de dados de navegação do utilizador • Correção automática e feedback imediato o que possibilita autorregulação por parte dos alunos • Capacidade de tracking proporcionada pelas plataformas LMS = pela recolha continua e sistematica da informação permite evidenciar a evolução das aprendizagens
  • • suporta processos de big data analytics
  • • auxilia o construir do perfil dos alunos, cruzando informação e tornando o processo de aprendizagem e avaliação mais claro e fidedigno • permite requerer-se evidência explicita da presença ativa e envolvimento de cada um dos alunos (nomeadamente por recurso a atividades síncronas e assíncronas)
  • • permite reajustes (imediatos) aos procedimentos de ensino • permite que o processo de avaliação passe realmente a assumir-se como contínuo
  • • Permite a avaliação dos próprios cursos nas suas diversas dimensões: organização, conteúdos, materiais e recursos, serviços e tecnologias de mediatização, estratégias e ensino, de aprendizagem e de avaliação promovida • (pelos registos do sistema e informação totalmente sistematizada online) facilita processos de auditoria e avaliação externa bem como o processo de avaliação do próprio curso nas suas multiplas dimensões
  • • facilita a monitorização regular de comportamentos etica e legalmente reprováveis como sejam, práticas de cópia ou o plágio
  • • revela um custo mais acessível (médio e longo prazo)
  • Pen-and-paper vs On-screen Quais são as desvantagens?
  • Ambientes online e avaliação - Autenticidade e legitimação da autoria - Aumento da carga de trabalho do prof/tutor - Maiores índices de fraude e plágio - Dependência da fiabilidade das tecnologias e sistemas - limitações na formação em tic por parte dos profs./tutores - Limitações no acesso a equipamentos (desigualdades sociais) - Limitações de acessibilidade - Custo mais elevado (curto prazo) Desvantagens
  • Avaliação Dinâmica em e-learning : Ao longo de todo o processo
  • Avaliação online como um sistema de regulação bilateral
  • Em súmula, avaliação das aprendizagens suportada por sistemas digitais potencia:
  • • actividades/propostas mais significativas e reais (rich real-world tasks) • Diversificada (objetivos, tipo, formato, tempo, autor) ex: auto-avaliação e hetero-avaliação • níveis mais elevados de pensamento e actuando sobre diferentes capacidades (multimédia & higher order thinking) • incorporar e trazer à evidência dimensões complexas (Colaboração, resolução de problemas e criatividade) • feedback individualizado, imediato, recuperável e interactivo • desenvolvida numa moldura transparente e co- construtida (dê-se acesso aos alunos a grelhas a usar, critérios de avaliação e à sua participação no seu design)
  • Referências Gomes, M. J. (2009). Problemáticas da avaliação online. Disponivel em https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9420/1/Challenges-09-mjgomes.pdf Lagarto, J. (2009). Avaliação em e-learning. Educação, Formação & Tecnologias, 2 (1), 19-29. [Disponível online em http://eft.educom.pt] Packham, G., Jones, P., Miller, C., & Thomas, B. (2004). Perceptions of efective e- moderation: A Tutors Viewpoint. Acedido a 15 de Fevereiro de 2012 através de http://www.networkedlearningconference.org.uk/past/nlc2004/proceedings/individual_pa pers/packham_et_al.htm Myers, S. (2008). Formative & summative assessments. Research starters EBSCO. Ussher, B., & Earl, K., (2010). ‘Summative’ and ‘Formative’: Confused by the Assessment Terms? New Zealand Journal of Teachers’ Work, 7 (1), 53-63.