Avaliacao online: instrumentos e classificacao
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Avaliacao online: instrumentos e classificacao

on

  • 1,863 views

Avaliacao online das aprendizagens__Unid Curricular do Mestrado em TIC e Educação e Tecnologias e Metodologias em E-learning, Instituto de Educação, Universidade de Lisboa

Avaliacao online das aprendizagens__Unid Curricular do Mestrado em TIC e Educação e Tecnologias e Metodologias em E-learning, Instituto de Educação, Universidade de Lisboa

Statistics

Views

Total Views
1,863
Views on SlideShare
1,735
Embed Views
128

Actions

Likes
3
Downloads
27
Comments
0

3 Embeds 128

http://www.scoop.it 126
http://www.blogger.com 1
http://horizonte-longinquo.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Avaliacao online: instrumentos e classificacao Avaliacao online: instrumentos e classificacao Presentation Transcript

  • Critérios de Avaliação,instrumentos e cotações ou O Pânico! da
  • A v a lia ç ã o d a a p r e n d iz a g e m A p re nd e nte + Tecnologia (método e conteúdo)v a lia ç ã o p a r a A v a lia ç ã o c o m oa p r e n d iz a g e m a p r e n d iz a g e m
  • Avaliação Diversificada… nas Abordagens View slide
  • Classificação:Abordagem analítica vs Abordagem global View slide
  • Abordagem Global- Pouco tempo- Questões abertas (simples ou muito complexas)- Questões sem referente- Muito dependente das expectativas do avaliador- Crianças pequenas (ex. pré-escolar) “Holistic scoring seemed to held more consistent ratings for the same student from block to block or from judge to judgeQ ue s tã o : than analytic scoring. A quem serve? As a general rule, global quality scaling is simpler as faster than analytic scoring. In some situations it may be more reliable. But it does not provide any clear justification of the grade assigned, nor does it give any indication to the student of how his answer fell short to the mark.” (Ebel, 1972, p. 151).
  • Abordagem Global- Requer um avaliador experiente- Requer vários avaliadores (painel) ou provedor/especialista (ou um avaliador extremamente confiante!!!)- Referência a norma vs referência ao grupo- Implica a não existência de ‘conflitos’ e de distúrbios no interior da prova N o v a m e n t e … A quem serve?
  • 1) Ler cuidadosamente as respostas encontradas na globalidade2) Distingui-las de forma geral, considerando o nível de adequação às expectativas do avaliar3) Dividir as respostas em pilhas de distintas qualidades de desempenho Fraco Médio Bo m9) Rever cada uma das pilhas para conferir a consistência entre as respostas• Subdividir novamente as pilhas em novas pilhas de qualidades de desempenho distintas (n vezes: quanto > n, > precisão) Satifaz MtoMto Fraco Pouco Satisfaz Bom Bo m oFrac 2 2 2 4 5 1 5% 25% 20% - 40% - 20% 25% 5%1) A divisão (pode) considerar níveis equilibrados de respostas por pilha ou aproximação a distribuição normal Ebel (1972)
  • Abordagem Analítica- Time-consuming- Criteria-based assessment = quebra tarefas complexas em diferentes componentes- Procura aumentar o grau de precisão, exactidão e especificidade- Questões abertas- Questões com referente (teórico/empírico) “Holistic scoring seemed to held more consistent ratings for the same student from block to block or from judge to judgeQ ue s tã o : than analytic scoring. A quem serve? As a general rule, global quality scaling is simpler as faster than analytic scoring. In some situations it may be more reliable. But it does not provide any clear justification of the grade assigned, nor does it give any indication to the student of how his answer fell short to the mark.” (Ebel, 1972, p. 151).
  • Avaliação Diversificada… nos Instrumentos
  • Instrumentos de Avaliação diferentes permitem analisar diferentes facetas
  • Instrumentos de Avaliação vs Actividades ou Produtossobre os quais incide a avaliação
  • Testes Exames
  • Produção de vídeos
  • Narrações / Story-telling
  • Criação de apresentações(áudio)
  • Relatórios (fotográficos)
  • Tutoriais explicativos
  • Legendagens
  • Entrevistas a ‘especialistas’
  • Gestão de Projectos
  • Criação deWebsites/blogues/Wikis
  • Exames Apresentações orais . ObservaçãoComposições/ Ensaios / . Registos de Sínteses incidentes críticos Produção de vídeos . Listas de Verificação Podcasts (Check-lists ouRelatórios de Imagens/ Inventários) Books . Grelha de Avaliação Narrações .Rubricas Legendagens . Entrevistas Projectos . Escalas, testes e Websites QuestionáriosConcepção de Produtos (Pais & Monteiro, 1996)
  • Observação- Baseada em evidências, processo sistemático (procura eliminar a avaliação baseada em impressões gerais)- Grelhas de observação/Protocolos: procuram aumentar o grau de precisão e especificidade- Time-consuming . Utilizar grelhas de registo E s t r a t é g ia s ? . Sistematizar o foco de avaliação (num comportamento observável) . Focar a atenção num grupo de cada vez . Seleccionar aleatoriamente um sujeito para observar
  • Registo de Incidentes críticos- Complementar à obervação- Baseado em situações atípicas (positivas e negativas)- Grelhas de Registo: procuram aumentar o grau de precisão e especificidade- Exaustividade na descrição In q u é r it o s p r é - d e f in id o s
  • Listas de Verificação- Baseada numa abordagem dicotómica- Difíceis de construir pela necessidade de discriminação dos componentes- Não permite avaliar a qualidade do desempenho- Rápida aplicação http://printablechecklist.org/
  • - Baseada numa abordagem progressiva de etapas na qualidade da performance- Qualitativa e descritiva: grau de complexidade na construição de rubricas de qualidade (global/analítica)- Permite avaliar a qualidade do desempenho (abordagem escalar)- Aval. propósitos formativos (durante/prévio à tarefa)- Rápida aplicaçãoExemplos: http://www.uwstout.edu/soe/profdev/rubrics.cfm http:// www.grelhasonline.com/showquestions.php?id=28
  • - Grelhas de Avaliação Baseada numa abordagem analítica (descriminativa da qualidade de cada elemento da tarefa =- Quantitativa (por vezes, explicativa)- Aval. propósitos sumativos e concomitantemente formativos (após tarefa)- Aplicação morosa
  • ???Listas, Grelhas ou Rubricas ???
  • Os professores e a avaliaçãoOs Puristas Os Poetas Os Pragmáticos (Griffin, 2009)
  • R e f e r ê n c ia sAndrade H., & Du, Y. (2005). Student perspectives on rubric-referenced assessment. PracticalAssessment Research & Evaluation, 10 (3). Disponivel em http://pareonline.net/pdf/v10n3.pdf.Black, P., Harrison, C., Lee, C., Marshall, B. and Wiliam, D. (2003) Assessment for Learning. Putting itinto practice. Maidenhead: Open University Press.Ebel, R. L. (1972). Essentials of educational measurement (2nd ed.). New Jersey: Prentice Hall, Inc.Dierick, S., & Dochy, F. (2001). New lines in Edumetrics: New forms of assessment lead to newassessment criteria. Studies in educational evaluation, 27,4, 307-329.Griffin, M. (2009). What is a Rubric?. Assessment Update, 21, 6, 4-13.Kan, D. (2007). An alternative method in the new educational program from the point ofperformance-based-assessment: rubric scoring scales. Educational Sciences: Theory & Practice, 7 (1),144-152.Pais, A., & Monteiro, M. (1996). Avaliação, uma prática diária. Lisboa: Editorial Presença.Taggart, G. L., Phifer, S. J., Nixon, J. A., & Wood, M. (Eds.) (2008). Rubrics: Handbook forconstruction and use. Lancaster: Technomic Publishing Co.