Your SlideShare is downloading. ×
Cenário Saúde Brasil - Agosto 2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Cenário Saúde Brasil - Agosto 2010

2,052
views

Published on

Palestra ministrada em Agosto de 2010 para Turma de MBA em SMS.

Palestra ministrada em Agosto de 2010 para Turma de MBA em SMS.


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,052
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
74
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Cenário Saúde Brasil Noé Alvarenga – Agosto/2010
  • 2. Apresentação
    • Graduação em Medicina pela Uni-Rio (1991)
    • Pós-graduação em Medicina do Trabalho (1998)
    • Pós-graduação em Marketing (2005)
    • Pós-graduação em Pedagogia Empresarial (2006)
    • MBA em Gestão Integrada de Saúde, Segurança e Meio Ambiente pelo SENAC-RJ (2010 )
    [email_address]
  • 3. Objetivo
    • Apresentar conceitos, diretrizes e tendências em Gestão de Saúde populacional, dentro de uma perspectiva Macro, com foco na aplicabilidade à estratégia da empresa.
    [email_address]
  • 4. Transições [email_address]
  • 5. Transição Demográfica [email_address]
  • 6. Transição Epidemiológica [email_address]
  • 7.
    • O crescimento em importância das causas externas, aliadas as duas tendências anteriormente citadas, cria o “tríplice aporte de doenças”.
    [email_address]
  • 8. [email_address]
  • 9. Porque isto é Importante?
    • A população de uma empresa não está separada do restante do país: as macro-tendências que impactam o conjunto da população brasileira se refletem inevitavelmente também na população da empresa.
    [email_address]
  • 10. Como é o Acesso à Assistência Médica no Brasil? [email_address]
  • 11. População do Brasil: 192.391.737 Fonte: IBGE – Fev/2010 Cadastro de Operadoras - ANS/MS - 09/2009 [email_address]
  • 12. Fonte: Cadastro de Operadoras - ANS/MS - 09/2009 [email_address]
  • 13. [email_address]
  • 14.  
  • 15. Operadoras em atividade por Unidade da Federação (Brasil - setembro/2009) Fonte: Cadastro de Operadoras - ANS/MS - 09/2009 [email_address]
  • 16. [email_address]
  • 17. Porque isto é Importante?
    • O acesso ao sistema de Saúde proporcionado pelo ambulatório da empresa e/ou pelo plano de Saúde é muitas vezes o acesso privilegiado que o funcionário irá ter ao longo de sua vida.
    [email_address]
  • 18. Saúde Suplementar no Brasil [email_address]
  • 19.
    • Envelhecimento populacional:
      • Crescimento de custos estimados em 3% ao ano.
      • > número de pessoas com + de 50 anos trabalhando.
      • Compressão da morbidade.
    [email_address]
  • 20.
    • Incorporação de Novas Tecnologias:
      • Novas técnicas diagnósticas.
      • Novos procedimentos cirúrgicos.
      • Novas terapias/medicamentos.
    • Tecnologias não-substitutivas: a tecnologia mais recente nem sempre substitui completamente a anterior.
    • “ Cronificação” de doenças antes fatais > aumento no tempo de duração do cuidado/tratamento > maior custo.
    • Maior oferta terapêutica/diagnóstica > aumento da expectativa de vida > envelhecimento populacional.
    [email_address]
  • 21.
    • Mídia:
      • Pode induzir a demanda espontânea por tratamentos, medicamentos, exames.
    [email_address]
  • 22.
    • Sistema de Saúde vigente centrado na Instituição Hospitalar.
    [email_address]
  • 23.
    • Concentração das Operadoras de Saúde como tendência de mercado.
    [email_address]
  • 24. [email_address]
  • 25. Mudança no Perfil de Doenças Relacionadas ao Trabalho [email_address]
  • 26.  
  • 27. [email_address] Capítulos - CID-10 Pré- NTEP Pós- NTEP Variação (%) TOTAL Brasil 125.246 293.912 134,7% Causas Externas 87.148 149.244 71,25% LER/DORT 17.600 107.764 512,3% Doenças mentais 529 8.930 1.588,09% Neurológicas 1.655 8.396 407,31% Cardiovasculares 196 2.953 1.406,63% Algumas Doenças Infecciosas 58 2.205 3.701,72% Respiratórias 213 1.795 742,72%
  • 28.
    • Mudança no Perfil das Doenças:
      • Depressão será doença mais comum do mundo em 2030 e a que mais gerará custos.
      • 30 a 40 % da população economicamente ativa sofre de um transtorno mental hoje.
    • Fonte: OMS
    [email_address]
  • 29.
    • Mudança no Perfil das Doenças:
      • Empiricamente, as Doenças relacionadas ao Trabalho “evoluem”em quatro grandes grupos.
    [email_address]
  • 30.
    • Grupo I: Perda Auditiva Induzida pelo Ruído (PAIR)
    [email_address]
  • 31.
    • Grupo II: Doenças da Coluna Vertebral
    [email_address]
  • 32.
    • Grupo III: LER/DORT
    [email_address]
  • 33.
    • Grupo IV: Doenças Mentais relacionadas ao Trabalho
    [email_address]
  • 34. [email_address]
  • 35. Custo-Saúde das Empresas [email_address]
  • 36.
    • Plano de Saúde:
      • Em 2002 os gastos com plano de Saúde correspondiam a 6% da Folha de Pagamento.
      • Em 2009, ultrapassavam os 10%.
    • Fonte: Watson Wyatt
    [email_address]
  • 37.
    • Produtividade:
      • 70% das pessoas economicamente ativas possuem algum tipo de seqüela, como doenças crônicas, depressão, obesidade e lesões por esforços repetitivos.
    • Fonte: ISMA-Brasil
    [email_address]
  • 38. [email_address]
  • 39. Estratégias [email_address]
  • 40. [email_address]
  • 41. Comportamentais Fatores que Influenciam o Padrão de Saúde [email_address]
  • 42. [email_address]
  • 43. Porque isto é Importante? [email_address]
  • 44.
    • Obrigado!
    • [email_address]