#Vemprarua
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
Uploaded on

A influência das mídias sociais nas manifestações públicas em junho/2013 ...

A influência das mídias sociais nas manifestações públicas em junho/2013
- Os jovens estão cada vez mais propensos a “fazer a diferença”
- As mídias sociais facilitam e incentivam a mobilização e o engajamento em causas em prol da sociedade
- Mesmo aqueles que não concordam em ir para as ruas mostram-se a favor das manifestações e das mudanças propostas
- A internet, em especial as mídias sociais, mostram o outro lado dos protestos: é possível identificar quem é “do bem” e quem é “do mal”
- A participação popular contribui para a produção e propagação de informações sobre os acontecimentos
- Não há mais um editor, um influenciador, uma única opinião: as mídias sociais permitem que todos tenham voz

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,240
On Slideshare
1,143
From Embeds
97
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
24
Comments
0
Likes
0

Embeds 97

http://www.ninocarvalho.com.br 92
http://cloud.feedly.com 4
http://feeds.feedburner.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A influência das mídias sociais nas manifestações públicas em junho/2013 #Vemprarua Nino Carvalho, Prof. MSc @ninocarvalho • CONSULTOR em Planejamento Estratégico de Marketing Digital • CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO para organizações públicas e privadas • COORDENA o MBA e Pós-MBA em Marketing Digital da FGV no Brasil
  • 2. Jornalista, Mestre em Administração pelo IBMEC, pós-graduado em Marketing e Estratégia pelo Chartered Institute of Marketing (Reino Unido). Idealizou e é co-coordenador dos cursos de MBA, Pós-MBA e EAD em Marketing Digital na FGV em várias cidades no Brasil. Coautor de dois e-books e dois livros, além de artigos científicos publicados no Brasil e no exterior. Foi Diretor de Marketing Digital no British Council para América Latina e Caribe e responsável pela área de Estratégias Digitais da In Press Porter Novelli, uma das maiores agências de comunicação do país. Também ocupou cargos de Diretoria, Superintendência e Gerência em empresas de diversos setores. Nino Carvalho, Prof. MSc Capacitou cerca de 12 mil profissionais no Brasil e no exterior nas áreas pública e privada. Referência nacional em Marketing Digital, tanto na academia, quanto no ambiente executivo – mais de 15 anos na área digital, tido como pioneiro em Comunicação e Marketing Digital no país. Dá entrevistas e contribui com matérias para Exame, Época, Estado de Minas, O Globo, Deutsch Welle, America Economia, Consumidor Moderno, Mundo do Marketing, Estado de São Paulo, entre outros. Outros destaques na carreira: - Idealizador e gestor do Global Online Transformation Programme do British Council - Idealizador do primeiro programa de MBA em Marketing Digital no Brasil (IGEC, 2008) - Coordenador de cursos de MBA mais jovem em toda a história da FGV - Trabalhos desenvolvidos para Embrapa considerados referências nacionais pelo Governo Federal - Pioneiro no Brasil em aplicação de Marketing Digital para o Setor Público e para empresas B2B
  • 3. ninocarvalho.com.br Superior Tribunal de Justiça Presidência da República TRE - MG :: Experiência e Portfolio > Principais Projetos
  • 4. #vemprarua
  • 5. ninocarvalho.com.br Principais Insights • Os jovens estão cada vez mais propensos a “fazer a diferença” • As mídias sociais facilitam e incentivam a mobilização e o engajamento em causas em prol da sociedade • Mesmo aqueles que não concordam em ir para as ruas mostram-se a favor das manifestações e das mudanças propostas • A internet, em especial as mídias sociais, mostram o outro lado dos protestos: é possível identificar quem é “do bem” e quem é “do mal” • A participação popular contribui para a produção e propagação de informações sobre os acontecimentos • Não há mais um editor, um influenciador, uma única opinião: as mídias sociais permitem que todos tenham voz
  • 6. ninocarvalho.com.br Tudo começou com o aumento do valor das passagens de ônibus...
  • 7. ninocarvalho.com.br R$0.00 R$0.50 R$1.00 R$1.50 R$2.00 R$2.50 R$3.00 R$3.50 Tarifa anterior Tarifa atual Capitais que tiveram reajustes nas tarifas de ônibus em 2013 Média de aumento: R$ 0,22 Belo Horizonte e Recife têm ônibus com diferentes valores. Foi considerada a maior tarifa
  • 8. ninocarvalho.com.br A população não gostou nada disso...
  • 9. ninocarvalho.com.br A população não gostou nada disso... Fotos do Facebook – junho/2013
  • 10. ninocarvalho.com.br Mas sempre tem aqueles que “estragam” tudo =/
  • 11. ninocarvalho.com.br E a grande mídia, obviamente, associou as manifestações ao vandalismo...
  • 12. ninocarvalho.com.br Mas a internet mostrou que não é bem assim...
  • 13. ninocarvalho.com.br A mídia teve que rever sua abordagem...
  • 14. ninocarvalho.com.br E não foi só por aqui!
  • 15. ninocarvalho.com.br Enquanto isso, as manifestações ganham força nas redes sociais...
  • 16. ninocarvalho.com.br O povo FOI PARA A RUA... Fotos do Facebook – junho/2013
  • 17. ninocarvalho.com.br O governo cede à pressão do povo...
  • 18. ninocarvalho.com.br O governo cede à pressão do povo...
  • 19. ninocarvalho.com.br Mas a luta não é só por R$ 0,20!
  • 20. ninocarvalho.com.br Os protestos continuam!
  • 21. ninocarvalho.com.br Por diversos outros motivos...
  • 22. ninocarvalho.com.br O que pensam os especialistas? Todos estes movimentos, como todos os movimentos sociais na história, são principalmente emocionais. (...) O fato provoca a indignação e, então, ao sentirem a possibilidade de estarem juntos, ao sentirem que muitos que pensam o mesmo fora do quadro institucional, surge a esperança de fazer algo diferente. (...) Os cidadãos do mundo não se sentem representados pelas instituições democráticas. (...) Então, quando há qualquer pretexto que possa unir uma reação coletiva, concentram-se todos os demais. Atualmente, esse espaço é o físico, o urbano, e também o da internet, o ciberespaço. É a conjunção de ambos que cria o espaço autônomo. (...) O que muda atualmente é que os cidadãos têm um instrumento próprio de informação, auto-organização e automobilização que não existia. Antes, se estavam descontentes, a única coisa que podiam fazer era ir diretamente para uma manifestação de massa organizada por partidos e sindicatos, que logo negociavam em nome das pessoas. Mas, agora, a capacidade de auto-organização é espontânea. Isso é novo e isso são as redes sociais. E o virtual sempre acaba no espaço público. Essa é a novidade. Sem depender das organizações, a sociedade tem a capacidade de se organizar, debater e intervir no espaço público. Manuel Castells , sociólogo espanhol, participou do evento “Fronteiras do Pensamento 2013”, no dia 11/06 em São Paulo, enquanto a Avenida Paulista era espaço de tensão entre a polícia militar e os manifestantes contra o aumento das passagens de ônibus
  • 23. ninocarvalho.com.br O que pensam os especialistas? Manifestações populares de grande proporções e impactos ocorreram em várias cidades do país. (...) Uma sensação de orgulho, propósito e esperança se misturaram nos corações e mentes, daqueles que participaram nas ruas ou dos outros milhões que participaram silenciosamente assistindo a tudo em suas TVs e computadores. (...) É mágico ver grupos de pessoas se juntando em busca de um sonho comum. Nunca na história da humanidade existiu uma plataforma democrática, ágil, pervasiva e popular como as redes sociais de hoje. Estamos diante de uma revolução social que pode ajudar a construir uma nova sociedade. Mauro Segura, profissional de comunicação e marketing. Blogueiro e entusiasta das transformações que as mídias sociais causam na sociedade e no ambiente de trabalho.
  • 24. ninocarvalho.com.br O que pensam os especialistas? Eu não sou contra o ativismo de sofá. Qualquer forma que o cidadão use para se expressar é positiva. (...) As ferramentas online podem ser utilizadas pelas forças da escuridão e do ódio, e elas são! Não há outra forma de lidar com isso além de promover educação e alfabetização digital. E nós devemos também combater as má ideias online e offline. (...) Há um crescente senso da importância da esfera pública digital. Em geral, há uma mudança no debate público em direção ao mundo digital. De um lado, as pessoas podem debater e se expressar de forma muito mais eficiente com ferramentas digitais. Por outro lado, governos podem hoje ser muito mais transparentes, e os cidadãos precisam exigir essa transparência. Pierre Lévy, filósofo francês, em entrevista ao Estadão via Twitter, em março de 2013.
  • 25. ninocarvalho.com.br Por dia, 132 milhões de pessoas foram potencialmente atingidas pelas mensagens, o equivalente a 70% da população brasileira. Entre 13 e 21 de junho, os protestos foram o tema de cerca de dois milhões de menções no Facebook, Twitter e YouTube Informações do Scup, de 21/06/2013
  • 26. ninocarvalho.com.br Dados da Agência Today / BlogMidia8
  • 27. ninocarvalho.com.br Dados da Agência Today / BlogMidia8
  • 28. ninocarvalho.com.br Dados da Agência Today / BlogMidia8
  • 29. ninocarvalho.com.br Direita x Esquerda nas redes • Os gráficos a seguir foram desenhados por um software com base nas postagens e compartilhamentos realizados no Facebook, relacionados ao movimento pela redução da tarifa • O “nó” Passe Livre perdeu importância relativa e, aos poucos, começaram a ganhar forca sitios e endereços associados a movimentos de direita Gráficos produzidos pelo professor Sergio Amadeu (UFABC)
  • 30. ninocarvalho.com.br13/06/2013: O "nó" Passe Livre São Paulo é o roxo à esquerda
  • 31. ninocarvalho.com.br 17/06/2013: Aumento dos "nós" das páginas conservadoras com mote "contra corrupção", desaparecimento do "nó" MPL
  • 32. ninocarvalho.com.br Os maiores "nós" são do Anonymous e dos "contra corrupção", sendo impossível identificar o do MPL.
  • 33. ninocarvalho.com.br Ranking das menções • Preço das passagens: 14,38% • Governo Dilma Roussef: 10,83% • Combate à corrupção: 8,61% • Segurança: 8,35% • Saúde: 6,76% • Qualidade do transporte público: 6,58% • Papel dos partidos: 5,67% • PEC37: 5,03% Dados coletados em 24/06/2013
  • 34. ninocarvalho.com.br
  • 35. :: Referências • Onze capitais brasileiras têm reajuste na tarifa de ônibus em 2013; veja lista – G1 – 30/05/2013 • Quatro capitais terão protestos contra aumento das passagens de ônibus – EBC – 05/06/2013 • Grupo deixa rastro de destruição no Centro do Rio após manifestação – G1 – 18/06/2013 • Após protesto marcado por violência e vandalismo, centro de SP amanhece com marcas de destruição – R7 – 19/06/2013 • Autoridades defendem protestos, mas condenam atos de violência – O Globo – 18/06/2013 • Alckmin diz ser 'intolerável ação de baderneiros' durante protestos em SP – G1 – 12/06/2013 • Repórter é preso em São Paulo por portar vinagre durante manifestações – Extra – 14/06/2013 • Manifestantes relatam terror e excesso da polícia em protesto no Rio – G1 – 21/06/ 2013 • Amigos, eu errei. É muito mais do que 20 centavos – CBN – 17/06/2013 • São Paulo e Rio anunciam redução das tarifas do transporte público – G1 – 19/06/2013
  • 36. :: Referências • Após protestos, cidades anunciam redução da tarifa; veja tabela – Folha – 20/06/2013 • Novos protestos acontecem em ao menos 60 cidades – UOL – 21/06/2013 • Sociólogo Manuel Castells analisa protestos – Acesse Piauí – 20/06/2013 • Um dia histórico: Quando as redes sociais pararam um país – A Quinta Onda – 17/06/2013 • Lévy: “Não sou contra o ativismo de sofá” – Estadão – 11/03/2013 • Do Facebook para as ruas: por que as mídias sociais mobilizaram o Brasil – Scup – 21/06/2013 • Qual é o tamanho da crise? Infográfico traz a repercussão da manifestação que começou nas redes sociais – BlogMidia8 – 21/06/2013 • Direita x Esquerda nas redes – Blog Escrevinhador – 20/06/2013 • #Causa Brasil: veja pelo que o país protesta – 24/06/2013
  • 37. Entre em contato com a gente =) atendimento@ninocarvalho.com.br http://ninocarvalho.com.br @ninocarvalho 21 4042.8363 – 11 3280-2468