• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
3 renascimento cultural-e_cientifico
 

3 renascimento cultural-e_cientifico

on

  • 3,058 views

BOA AULA DE HISTÓRIA

BOA AULA DE HISTÓRIA

Statistics

Views

Total Views
3,058
Views on SlideShare
3,058
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
68
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    3 renascimento cultural-e_cientifico 3 renascimento cultural-e_cientifico Presentation Transcript

    • Aulas Multimídias – Santa Cecília Prof. Aníbal
    • RENASCIMENTO CULTURAL E CIENTÍFICO RENASCIMENTO CULTURAL E CIENTÍFICO
      • Movimento científico-cultural ocorrido na Europa durante a transição entre as idades Média e Moderna e que representou as aspirações da burguesia.
      • FATORES:
      • A expansão marítima e o renascimento comercial;
      • Influência da civilização bizantina;
      • A retomada dos estudos das civilizações clássicas (greco-romana), graças à preservação pelos mosteiros medievais;
      • A ascensão sócio-econômica da burguesia;
      • A invenção da imprensa etc.
    • Vincent de Beauvais escrevendo em seu escritório, em ilustração do século XV. Até a invenção da imprensa, os livros, copiados manualmente, tinham circulação muito restrita.
    • Gravura do século XVI representando gráficos trabalhando em uma oficina que contava com os equipamentos tipográficos inventados por Gutemberg .
      • CARACTERÍSTICAS:
      • Humanismo: forma mais terrena, concreta, de pensar a ciência, a moral, a religião etc.
      • Antropocentrismo: o homem passa a ser visto como o centro do Universo, negando o Teocentrismo Medieval.
      • Individualismo: valorização da capacidade de criação e o espírito de competição.
      • Racionalismo: sobreposição da ciência (experimentalismo) sobre a fé (dogmas).
      • Naturalismo: preocupação em retratar fielmente os homens e animais nas artes(detalhes anatômicos).
      • Heliocentrismo: o sol visto como centro do Universo, contrariando a concepção geocêntrica de Ptolomeu.
      • Hedonismo: valorização dos prazeres do corpo e do espírito etc.
    • Gravura do alemão Durer. Aqui, Jesus Cristo está pensativo e melancólico. O gosto pelo corpo e a humanização de Deus são típicos do Renascimento, mas o estilo alemão é bem diferente do italiano.
    • Compare estas duas ilustrações italianas. A da esquerda é medieval (século XIV) e a da direita pertence a uma obra renascentista de Botticelli (século XV). Na pintura medieval, as três moças são praticamente idênticas, até mesmo na postura (louras, mão direita levantada, roupa uniformizada). No quadro renascentista, destacam-se as diferenças individuais (cada moça tem suas próprias características). Note a importância dada ao corpo humano: rígido na obra medieval; gracioso e atraente na renascentista. As três graças
    • As três graças
    • Diagrama do sistema heliocêntrico de Copérnico, com a Terra e os planetas em órbita em torno do Sol; De revolutionibus (1543).
      • ANALOGIA ENTRE O HOMEM MEDIEVAL E O RENASCENTISTA: (MODERNO)
      • Enquanto o homem medieval era temente a Deus, envolvido na cristandade e acomodado às restrições/obrigações servis, o homem moderno tornou-se crítico, individualista, envolvido no espírito de competição capitalista.
    • ITÁLIA – BERÇO DO RENASCIMENTO
    • FATORES DO PIONEIRISMO ITALIANO NO RENASCIMENTO:
      • Desenvolvimento comercial de suas cidades;
      • Mecenato (burguesia incentivadora e protetora das artes);
      • Abrigo dos sábios e artistas bizantinos, com a queda de Constantinopla;
      • Sede do Império Romano.
      No centro da figura, o atento Maximiliano Sforza, filho de importante família de Milão, rodeado de colegas desinteressados na aula.
    • PRINCIPAIS AUTORES E OBRAS DO RENASCIMENTO ARTÍSTICO-CULTURAL NA ITÁLIA:
      • Nicolau Maquiavel – O Príncipe
      • Giovanni Boccaccio – O Decameron
      • Dante Alighieri – A Divina Comédia
      • Leonardo da Vinci – A Gioconda e A Santa Ceia.
      • Michelangelo – Afrescos no teto da Capela Sistina, Moisés, Pietá
      • Sandro Botticelli – O Nascimento de Vênus, A Primavera
      • Rafael Sânzio – Diversas Madonas
    • Lourenço de Médici Nicolau Maquiavel, autor de O príncipe Mona Lisa, de Leonardo da Vinci
    • Na famosa Pietá Michelangelo representou Cristo morto no colo de Maria. Expressa o infinito amor da mãe pelo filho.
    • Sandro Botticcelli, ao desenhar este belo Nascimento de Vênus, inspirou-se na mitologia clássica greco-romana; ele queria reconciliar o pensamento cristão com o pensamento pagão da Antiguidade.
    • Michelangelo trabalhou durante quatro anos na pintura do teto da Capela Sistina, no Vaticano, onde concebeu e realizou grande número de cenas do Antigo Testamento. A cena mais representativa é a da criação do homem, em que Deus estende a mão para tocar a de Adão.
    • Ao morrer, com aproximadamente 67 anos, Leonardo da Vinci deixou cerca de quatro mil páginas, com desenhos, anotações, projetos de máquinas e tratados científicos. Entre seus projetos, encontramos máquinas voadoras, máquinas de guerra (capazes de lançar bombas à distância), máquinas têxteis, esboços precisos de músculos, de nervos e do cérebro humano. Ao lado, uma das páginas deixadas por Da Vinci, na qual se pode ver o projeto de um laminador movido por roda hidráulica.
    • A revolução científica do Renascimento trazia revelações no campo da medicina que contrariavam dogmas da época. Vessálio, o pai da moderna anatomia, comprovou que o homem possui o mesmo número de costelas que a mulher. Harvey demonstrou que o sangue não circula em uma única direção.
    • A EXPANSÃO DO RENASCIMENTO CULTURAL PELA EUROPA: As obras de Shakespeare estão ainda hoje presentes no teatro e no cinema. Thomas Morus: Utopia
      • Inglaterra
      William Shakespeare: Romeu e Julieta, Hamlet, Otelo
      • França
      Michel de Montaigne: “Ensaios críticos” François Rabelais: “Gargântua e Pantagruel”
      • Espanha
      El Greco: O enterro do conde de Orgaz Miguel de Cervantes: Dom Quixote
      • Países Baixos – Erasmo de Rotterdam: Elogio da Loucura
      • Portugal – Luis de Camões – Os Lusíadas
      Sancho Pança e Dom Quixote. ( Azulejos em La Mancha, Espanha)
    • PRINCIPAIS EXPOENTES DO RENASCIMENTO CIENTÍFICO:
      • Nicolau Copérnico: Teoria heliocêntrica
      • Galileu Galilei: Telescópio (considerado “pai da Física moderna”)
      • Miguel Servet e William Harvey: estudos acerca da circulação sanguínea, dissecando corpos.