Your SlideShare is downloading. ×
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação Do Programa De GPE - 2009/2010 - 1.º Ciclo De CE

1,022

Published on

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,022
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
26
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 3/4/10 Gestão de Projectos em Educação Programa 2009/2010 Bem-vindos! Coordenador científico da unidade curricular: Professora Doutora Jesus Maria Sousa Docente: Nuno Silva Fraga Pretende-se que o grupo se assuma como agente de inovação e mudança nos contextos educacionais, numa intervenção crítica sobre o desempenho da escola. Introdução •  Os conteúdos programáticos desenvolvem-se em torno: •  da problematização da noção de projecto e evolução histórica do conceito; •  do enquadramento do projecto nas teorias pedagógicas, nas imagens organizacionais da escola e na sua inovação pedagógica; •  da observação, análise e caracterização de projectos educacionais, como por exemplo, o Projecto Curricular de Turma; e a análise político-legal do Projecto Educativo de Escola, no Sistema Educativo Português. 1
  • 2. 3/4/10 Objectivos Pretende-se que o Grupo adquira de forma compreensiva e integrada, os fundamentos científicos necessários para a construção de projectos de intervenção educativa, devendo para tal: 1. Identificar as etapas na construção dum projecto de intervenção educativa. 2. Reconhecer a organização político-administrativa da educação escolar, relacionando-a com a organização curricular do sistema educativo português. 3. Promover a capacidade crítica e o espírito inovador em matérias de política educativa. 4. Compreender a dinamicidade do Projecto na gestão estratégica do espaço escolar. Conteúdos Programáticos 1.  A operacionalização do Projecto. 1.1. A Área de Projecto em Educação. 2. O Projecto Educativo e a Autonomia das Escolas. 2.1. Territorialização das políticas educativas: o lugar do Projecto. 2.2. O Projecto Educativo de Rede. 3. Teoria Crítica e Projecto Educativo de Escola. 2
  • 3. 3/4/10 Conteúdos Programáticos 4. Imagens Organizacionais da Escola. 5. Lideranças e Clima Escolares. 5.1. Liderar e criar uma cultura de escola: a) O director da escola como líder. b) Uma cultura de escola identitária. c) Visão, Missão e Valores: a identidade escolar. Conteúdos Programáticos 6. Gestão estratégica, gestão da mudança e aprendizagem organizacional. 6.1. Elaboração do Plano de melhoria. 6.2. Optimização dos instrumentos de gestão estratétiga da escola: PEE, PCE, PCT, PAA e o RI. 6.3. Análise SWOT a) Strengths / Forças. b) Weaknesses / Fraquezas. c) Opportunities / Oportunidades. d) Threats / Ameaças 3
  • 4. 3/4/10 Metodologia Esta unidade curricular incidirá no apetrechamento teórico do grupo, quer através da exposição oral e clarificação de conceitos pelo docente, quer através de leituras a efectuar dentro e fora das sessões lectivas, bem como, a partir da participação activa da turma na realização de actividades conducentes à reflexão e aprofundamento das temáticas. Avaliação   Elementos de avaliação periódica:   1. Realização de um trabalho de grupo e respectiva apresentação ao grande grupo sobre as imagens organizacionais da escola apresentadas no livro com o mesmo nome, do Professor Doutor Jorge Adelino Costa. (25% da nota final).   2. Realização de uma reflexão crítica (individual), fundamentada pelos conteúdos programáticos leccionados na unidade curricular de Gestão de Frequência: Projectos em Educação, a partir de um texto ou 20 de Maio de 2010 vídeo apresentado pelo docente numa data estipulada para o efeito. (25% da nota final). Reflexão crítica (individual): 29 de Abril de 2010 (Filme) 4 de Maio de 2010 (Redacção da Reflexão   3. Realização de uma frequência que englobará Crítica) toda a matéria leccionada até ao dia da prova. (50% da nota final) Apresentação do trabalho de grupo sobre as Imagens Organizacionais da Escola: 20, 22 e 27 de Abril de 2010 4
  • 5. 3/4/10 Bibliografia Principal   Alves, José Matias. (2003). Organização, gestão e projectos educativos das escolas. (6th ed.). Porto: Edições ASA.   Carapeto, Carlos & Fonseca, Fátima. (2006). Administração Pública. Modernização, Qualidade e Inovação. (2nd ed.). Lisboa: Edições Sílabo.   Carvalho, Adalberto. (Org.). (1993). A construção do projecto de escola. Porto: Porto Editora.   Cortesão, Luiza & Leite, Carlinda, & Pacheco, José Augusto. (2002). Trabalhar por projectos em educação. Uma inovação interessante?. Porto: Porto Editora.   Costa, Jorge Adelino. (2003). Imagens organizacionais da escola. (3rd ed.). Porto: Edições ASA.   Costa, Jorge Adelino. (2003). Projectos Educativos de Escola: um contributo para a sua (des)construção. Revista Educação & Sociedade, 24 (85), 1319-1340. In http://www.scielo.br/pdf/es/v24n85/a11v2485.pdf Bibliografia Principal (continuação)   Diogo, Fernando. (1998). Por um projecto educativo de rede. Porto: Edições ASA.   Fraga, N., et al.. (2008). Liderança Escolar: qualidade que se aprende e desenvolve. In Alice Mendonça e António V. Bento (Org.) Educação em Tempo de Mudança. Funchal: Grafimadeira, pp. 115-127.   Fraga, N. (2008). Dinâmicas no microcosmo social: o eclipse identitário. In Christine Escallier e Nelson Veríssimo (Org.) Educação e Cultura. Funchal: Grafimadeira, pp. 281-290   Santos, Álvaro Almeida, et al.. (2009). Escolas de Futuro. 130 Boas Práticas de Escolas Portuguesas. Porto: Porto Editora.   Santos Guerra, Miguel. (2002). Entre bastidores: o lado oculto da organização escolar. Porto: Edições ASA. 5
  • 6. 3/4/10 Legislação   Lei de Bases do Sistema Educativo – Lei nº 49/2005 de 30 de Agosto. A Lei Nº 46/1986, de 14 de Outubro, com as alterações introduzidas pela Lei Nº 115/1997, de 19 de Setembro, e com as alterações e aditamentos introduzidos pela presente lei, é republicada e renumerada na sua totalidade em anexo, que dela faz parte integrante.   Decreto Legislativo Regional n.º 4/2000/M de 31 de Janeiro – Aprova o regime de autonomia e gestão dos estabelecimentos de educação e de ensino públicos da RAM.   Decreto Legislativo Regional n.º 21/2006/M de 26 de Junho – Altera e republica o Decreto Legislativo Regional n.º 4/2000/M. Observações   Reprografia   Caixa nº 11 (Nota: grande parte dos documentos abordados na aula quer relativos à abordagem teórica, quer relativos à abordagem prática, encontrar-se-ão disponíveis na página Web do docente).   Contactos do docente   Universidade da Madeira. Campus Universitário da Penteada   E-mail: nfraga@uma.pt   Página pessoal: http://www.uma.pt/nunosilvafraga/   Horário de atendimento   Quarta-feira das 14h às 16h. (Solicita-se que os colegas interessados contactem previamente o docente). 6

×