• Like
Expedições Fiocruz 2012 5/5
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Expedições Fiocruz 2012 5/5

  • 316 views
Published

ppt. 5 - A temática da desigualdade, e das doenças da pobreza. …

ppt. 5 - A temática da desigualdade, e das doenças da pobreza.
Apresentação da Dr. Tânia Araújo Jorge, do Instituto Oswaldo Cruz - IOC/FIOCRUZ

Published in Health & Medicine
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
316
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A temática da desigualdade, e das doenças da pobreza...
  • 2. Desigualdade Fonte: internetTania Araújo-Jorge, 2011
  • 3. Desigualdade social no Brasil os 10% mais ricos da população são donos de 46% do total da renda nacional, os 50% mais pobres (87 milhões de pessoas) ficam com apenas 13,3%. Somos 14,6 milhões de analfabetos, e pelo menos 30 milhões de analfabetos funcionais. Da população de 7 a 14 anos que freqüenta a escola, menos de 70% concluem o ensino fundamental. Na faixa de 18 a 25 anos, apenas 22% terminam o ensino médio. Os negros são 47,3% da população brasileira, mas correspondem a 66% do total de pobres. O rendimento das mulheres é 60% do rendimento dos homens no mesmo posto de trabalho" (Barbosa, 2006).Carla M Lima, 2010
  • 4. Desigualdade no uso de serviços de saúde (1992-2002):Proporção média entre ricos e pobresPaulo Buss, 2006
  • 5. Pobres e ricos diferentes Pirâmides etárias dos grupos extremos, por faixa de renda familiar per capita em salários mínimos Brasil – 2000 (%)Moisés GoldbaumDepro de Medicina Preventiva – FMUSPMedTrop 2009, Recife
  • 6. Desigualdades no morrer Taxa de mortalidade infantil, Brasil, 2000 Alagoas -63 Até 3 anos-40 Pobre- 35 Rural-35 Negro-34 Urbano -27 Branco-23 8 anos ou Rico -16 Rio G Sul -16 mais -17 Por raça Por anos Por renda Por situação Por Unidade de estudo familiar do domicílio da federação da mãePaulo Buss, 2006
  • 7. Pobreza e desigualdade * MISERÁVEL - menos de um dólar por dia – 1,2 bilhões em 1987 – 1,5 bilhões em 2002. As previsões são de que no ano de 2015 chegarão a 1,9 bilhões. •POBRE - menos de dois dólares por dia – 3 bilhões de pessoas (metade da população mundial). (Kliksberg, 2002.p.31).Tania Araújo-Jorge, 2011Carla Lima, 2010
  • 8. Manchetes em 2010 e 2011
  • 9. NE = região Menormais desigual desigualdade edo Brasil em maior redução2010 de desigualdade em 10 anos
  • 10. Doenças negligenciadas: panorama na AL e no BrasilJarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 11. Estudo: Eliminação das doenças negligenciadas na América Latina e Caribe: Um mapeamento das doenças selecionadas • Identificação da presença das doenças nos países • Mapeamento das áreas de sobreposição • Atividades em áreas de fronteira Citation: Schneider MC, Aguilera XP, Barbosa da Silva Junior J, Ault SK, Najera P, et al. (2011) Elimination of Neglected Diseases in Latin America and the Caribbean: A Mapping of Selected Diseases. PLoS Negl Trop Dis 5(2): e964. doi:10.1371/journal.pntd.0000964Jarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 12. Resultados do Estudo ntre os 45 países:  4 países apresentaram casos de Filariose Linfática entre 2005-2007  6 países apresentaram casos de Oncocercose entre 2005-2007  10 países apresentaram casos de Raiva humana transmitida por cão entre 2006-2008  4 países apresentaram casos de Esquistossomose entre 1998-2007  3 países apresentaram casos de Tracoma entre 1998-2007Jarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 13. Agenda da Saúde no Brasil - 2011 A agenda inconclusa O desafio da agenda do séc. XX do séc. XXI Chagas / Hanseniase / Malaria / Oncocercose Doenças cardiovasculares/ Cancer/ Filarioses/ Tetano neonatal/ Peste/ Tracoma/ Degenerativas / Obesidade / Diabetes / Sifilis congênita/ Raiva Humana/ Violencia / Acidentes Esquistosomose/ GeohelmintiaseTania Araújo-Jorge, 2011
  • 14. A agenda desafiadora do séc. XXI A- Transição • > População urbana: 1940= 30% 2009= 85% demográfica e • > Vida média (anos): 1940=45,5 2009= 69,4 ♂ determinantes 77♀ • < Taxa de fecundidade sociais • Envelhecimento: 1991: % até 4 anos < 5 a 9 anos; 2000: caracterizado o processo de envelhecimento • Renda, educação, saneamento, habitação B- Transição • < Prevalência do déficit de peso e altura nutricional • > excesso de peso e obesidade ( 5 a 9 anos; > 9; > C- Transição > 20 anos epidemiológica: < DIP, > DCV +ext + cancer D- Superposição de agendas Doenças crônicas + doenças infecciosas + doenças emergentes e reemergentes + co-infecções + problemas ambientaisTania Araújo-Jorge, 2011
  • 15. Causas de morte no Brasil 1930-2007 Outras Violencia Cardiovas cular Cancer InfecciosasBarreto et al. 2011, www.thelancet.com Published online May 9, 2011DOI:10.1016/S0140-6736(11)60202-X
  • 16. Doenças Infecciosas: Morbidade & MortalidadeBarreto et al. 2011, www.thelancet.com Published online May 9, 2011DOI:10.1016/S0140-6736(11)60202-X
  • 17. Esquistossomose resente em 4 países da AL: Brasil, Santa Lúcia, Suriname e Venezuela 5 milhões de pessoas sob risco nas Américas a 3 milhões deJarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 18. Jarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 19. Geo-helmintíases • Em todos os países da América Latina e Caribe • No Brasil, a prevalência do país está entre 2-36%; em municípios de baixo IDH – 70% em escolares.Jarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 20. Tuberculose: meta  controlar como problema de saúde Incidência de Tuberculose: Mortalidade por Tuberculose: 51,7 para 37,8 3,6 para 2,8 Casos por 100 mil hab Obitos por 100 mil habOtaliba de Morais Neto – SVS/MS, 29/11/2010
  • 21. Obitos: 2008- 477; 2010=569 (+ 19%) Letalidade= 4%Otaliba de Morais Neto – SVS/MS, 29/11/2010
  • 22. AIDS e DST Casos/100 mil habitantes 1994-2007 NordesteOtaliba de Morais Neto –SVS/MS, 29/11/2010
  • 23. Filariose Linfática • Transmissão ativa no Brasil, República Dominicana, Guiana e Haiti • Estima-se que mais de 11 milhões de pessoas estão sob risco de infecção • No Brasil há foco apenas em Pernambuco • Em Pernambuco: Pessoas tratadas no MDA de 2010 = 154.114 nos municípios de Recife, Olinda e Jaboatão. Examinados Positivos Prevalência Recife 68.643 20 0,03% Jaboatão 33.026 12 0,03% Paulista 15.377 - -Jarbas Barbosa – SVS/ junho 2011
  • 24. Obrigadadiretoria@ioc.fiocruz.br