2º biologia

1,199 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,199
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2º biologia

  1. 1. biologia Avida dos animais 1Capítulo 1Digestão e respiraçãoConexõesApós responderem ao questionário, os alunos poderão ler e discutir sobre os hábitos e as atitudes que devem adotar para contribuir com a manutenção de uma alimentação equilibrada e uma vida saudável. A prática de atividades físicas diárias deve ser estimulada.Exercícios complementares6. eAo se ingerir um lanche, o amido do pão começa a ser digerido na boca, pela ação da ptialina ou amilase salivar, e as proteínas da carne são quebradas em peptídios menores no estômago, pela ação da pepsina presente no suco gástrico.7. dDissacarídios, peptídios, ácidos graxos e glicerol devem estar presentes, ao mesmo tempo, apenas no tubo 4. O suco pancreático, que atua em pH alcalino (em torno de 8), possui a amilase pancreática, que converte o amido do arroz em maltose (dissacarídio), a tripsina, que transforma as proteínas da clara do ovo em peptídios, e a lipase pancreática, que converte os lipídios do óleo de milho em ácidos graxos e glicerol.8. aO produto 1 é hambúrguer, por conter uma grande quan- tidade de proteínas, gorduras totais e sódio; o produto 2 é achocolatado, pois contém um valor elevado de carboidratos; o produto 3 é leite integral em embalagem longa vida, pois contém bastante cálcio; o produto 4 é carne bovina, pois é rica em proteínas, gorduras e ferro; o produto 5 é pão de forma com grãos integrais, pois é rico em fibra alimentar.14. aOs poríferos (I) realizam trocas gasosas por difusão pela superfície do corpo (C). Os crustáceos (II) possuem respiração branquial (A); os insetos (III), respiração traqueal (B); os répteis (IV), respiração pulmonar (D).15. bNos seres humanos, as trocas gasosas ocorrem nos alvéolos pulmonares. O gás oxigênio, presente no ar alveolar, difunde-se para o sangue dos capilares nos alvéolos pulmonares, ao mesmo tempo que o gás carbônico se difunde para o ar alveolar, transformando o sangue venoso em arterial. 16. a II. O movimento do diafragma e dos músculos intercostais faz a pressão interna da caixa torácica
  2. 2. variar, ficando maior do que a atmosférica na expiração e menor na inspiração. III. Mesmo sem fortalecimento da musculatura intercostal e do diafragma, os atletas seriam capazes de realizar inspiração nas cidades onde os jogos se realizariam, pois esses músculos estão sob controle automático e inconsciente. IV. O oxigênio atmosférico liga-se à hemoglobina, proteína presente no interior das hemácias.Tarefa proposta1. dA partir das informações contidas no texto e na tabela,pode--se concluir que a combinação de arroz com feijãocontém energia, nutrientes (carboidratos, proteínas elipídios) e não possui colesterol. O principal carboidratocontido no arroz e no feijão é o amido. O arroz é menoscalórico do que o feijão. As proteínas do arroz sãopobres no aminoácido lisina, que é abundante no feijão.Duas colheres de arroz e três de feijão possuem 256calorias, enquanto três colheres de arroz e duas defeijão têm 239 calorias.2. A curva I representa a digestão das proteínas do filéde frango, que tem início no estômago sob ação da pepsinado suco gástrico, continua no duodeno sob ação datripsina e da quimotripsina do suco pancreático e terminacom a ação das peptidases presentes no suco entérico. Acurva II representa a digestão do amido presente nabatata frita, que tem início na boca sob ação da amilasesalivar, continua no duodeno sob ação da amilasepancreática e termina com a ação da maltase do sucoentérico.3. eOs dados da tabela mostram-nos que a quantidade decolesterol na pele do frango é muito elevada e que aquantidade de água no toucinho é reduzida, já que estenão apresenta diferenças significativas na taxa relativade colesterol, quando se encontra cru ou cozido. I. A carne branca de frango cozido tem mais colesterol do que o toucinho. II. 100 g de contrafilé cru possuem 51 mg de colesterol, ou seja, em torno de 5% de sua massa.4. aO fígado (5) produz e secreta bile contendo bicarbonato.O intestino delgado (4) possui vilosidades emicrovilosidades que aumentam a superfície de absorçãode nutrientes. O estômago (1)
  3. 3. 2secreta suco gástrico com O estômago dos mamíferos a enzima pepsina, que inicia ruminantes é dividido em a digestão de proteínas. O quatro compartimentos. pâncreas (2) produz suco Portanto, os herbívoros pancreático, secreção representados não são rica em enzimas digestivas. ruminantes, mas podem ser O baço não participa de cavalos e coelhos, que funções digestivas. possuem um longo apêndice5. b cecal para a digestão daNo duodeno, desembocam celulose presente em sua ductos provenientes da dieta. vesícula biliar e do 10. b pâncreas. Os lipídios são digeridos no6. c intestino delgado sob açãoDe maneira geral, a da lipase pancreática principal mudança na produzida no pâncreas. O alimentação após a suco pancreático, que cirurgia é uma diminuição possui pH alcalino, contém importante na quantidade as enzimas nucleases, que de alimentos consumidos participam da conversão dos diariamente, pois, por ácidos nucleicos (DNA e RNA) causa da redução do em nucleotídios. estômago, o indivíduo se 11. d sente satisfeito (saciado) A bile produzida no fígado e com menor quantidade de armazenada na vesícula alimento ingerido. biliar não apresenta7. c enzimas. É uma mistura deA digestão do pão começa sais que emulsificam as na boca, sob ação da gorduras (efeito ptialina ou amilase detergente). salivar. O bife, rico em proteínas, começa a ser 12. c digerido no estômago pela O rúmen ou pança dos pepsina presente no suco ruminantes e o ceco dos gástrico. O fígado produz roedores são estruturas bile, que emulsifica as que possuem microrganismos gorduras da manteiga e (bactérias e/ou pro- facilita a ação da lipase tozoários), em associação do suco pancreático. de mutualismo, capazes de produzir a enzima celulase,8. d fundamental para aO amido (I) é o substrato digestão da celulose sobre o qual atua a presente na dieta desses ptialina ou amilase herbívoros. salivar. A pepsina (II) é a 13. I-e; II-h; III-g; IV-c; V-d; enzima que atua em pH VI-b; VII-a; VIII-f ácido sobre proteínas, é 14. a sintetizada por glândulas A atmosfera de La Paz, na parede do estômago cidade situada a 3.700 (III) e atua no próprio metros de altitude, quando estômago. A tripsina atua comparada à das cidades em pH básico (IV) sobre brasileiras, de menor proteínas, é sintetizada altitude, apresenta menor no pâncreas e atua no pressão e menor quantidade duodeno (V). absoluta de oxigênio.9. d 15. a
  4. 4. O ritmo respiratório é 18. dcontrolado pelo bulbo Na expiração humana, oraquidiano, ou medula diafragma relaxa e levanta,oblonga, estimulado por os músculos intercostaisregiões localizadas nas relaxam e as costelasartérias carótidas e na descem, a caixa torácicaaorta. Essas regiões são diminui de volume esensíveis à variação da pressiona os pulmões,concentração de gás fazendo o ar sair.carbônico na corrente 19. asanguínea. Quando a Ao final de uma expiraçãoquantidade desse gás forçada, ainda permaneceaumenta, o ritmo nos pulmões um volumerespiratório acelera. residual de 1,2 L de ar.16. d Portanto, nunca seAs trocas gasosas consegue encher osocorrem nos peixes por pulmões com ardifusão nos filamentos completamente renovado. Abranquiais das guelras. expiração forçada, após umaNas planárias e nas inspiração forçada, retiraminhocas, ocorre por 3,8 L de ar dos pulmões. Adifusão pela superfície expiração ocorre pelocorporal. Nos insetos, as relaxamento simultâneo dotraqueias levam o ar diafragma e dos músculosdiretamente às células, intercostais. O ar inspiradosem participação da circu- passa pela cavidade nasal,lação. Nas aves, os sacos faringe, laringe, brônquios,aéreos não realizam bronquíolos e alvéolos,trocas gasosas, que onde ocorre a hematose.ocorrem por meio dos Quando o pH do sanguepulmões. diminui (acidose), o ritmo respiratório aumenta. 17. a) As brânquias (a) e a 20. a) Durante o período em superfície do corpo (d) que o mergulhador ficou captam o gás oxigênio sem oxigênio, a dissolvido na água. Os concentração de gás pulmões (b), as carbônico aumentou, traqueias (c) e a ocasionando a formação de superfície do corpo (d) ácido carbônico e a captam o gás oxigênio do diminuição do pH do sangue. ar. Essa acidose sanguínea b) Branquial (a): estimulou o centro camarão. respiratório, localizado na Traqueal (c): barata. medula oblonga (bulbo Superfície do corpo (d): raquidiano) do sistema minhoca (cutânea) e nervoso central, que, por medusa (difusão). sua vez, enviou impulsos c) Os sapos, na fase nervosos para o diafragma adulta, obtêm gás e para os músculos oxigênio através da intercostais, provocando superfície do corpo aumento da frequência e (respiração cutânea). do ritmo respiratórios.
  5. 5. 3b) A eliminação de gás quantidades de gás carbô- carbônico provoca o nico, diminuindo aumento do pH do sangue consideravelmente a (alcalose), inibindo o concentração sanguínea centro respiratório, que desse gás e tornando o comanda a diminuição pH plasmático mais básico gradual da frequência e (alcalose). do ritmo respiratórios. c) O aumento do pH sanguíneo21. Uma resposta possível é: (alcalose) diminui o ritmo Inspiração Expiração e a frequênciaA garrafa petcorresponde ao respiratória, ao inibir o tórax; a membrana de centro respiratório borracha substituindo o localizado na medula fundo da garrafa oblonga (bulbo corresponde ao diafragma; raquidiano). o tubo de vidro na rolha colocada no gargalo da Capítulo 2 Circulação, equilíbrio hidrossalino e garrafa, à traqueia, e a excreção bexiga dentro da garrafa, Conexões ao pulmão.22. A obtenção de oxigênio Resposta pessoal. suficiente para o voo, Após o cálculo de ingestão atividade de elevada diária de sal, simulações demanda energética, é poderão ser feitas, a possível graças ao partir da troca de rótulos sistema respiratório de alimentos, colaborando traqueal, no qual o para a reflexão sobre a oxigênio alcança as necessidade da escolha de células por meio de uma alimentos, com quantidades extensa rede de túbulos, adequadas de sal, que independentemente do contribuam para a sistema de distribuição do prevenção de doenças. sangue, que não transporta gases Exercícios complementares respiratórios. 6. d23. d O esquema I representa aO ar que sai dos pulmões circulação simples e possui gás carbônico em completa de peixes. O maior quantidade do que o esquema II representa a ar atmosférico; por isso, circulação dupla e forma-se o carbonato de incompleta dos anfíbios, bário ao se soprar com um cujo coração tem dois canudinho de plástico uma átrios e um ventrículo. O solução transparente de esquema III refere-se à hidróxido de bário. circulação dupla e24. a) Os íons bicarbonato do incompleta dos répteis em plasma unem-se aos íons geral, que possuem hidrogênio formando o coração com dois átrios e ácido carbônico, que se um ventrículo parcialmente dissocia em gás carbônico dividido. O esquema IV e água (HCO3¯ + H w H2CO3 w + refere-se a aves e H2O + CO2). O gás carbônico mamíferos, com circulação difunde-se para o ar dupla e completa e alveolar. coração com dois átrios eb) A expiração forçada dois ventrículos. remove grandes 7. d
  6. 6. A pequena circulação recolhe o filtradoinclui o ventrículo direito, glomerular. Este não deveque bombeia o sangue conter células sanguíneasvenoso para os pulmões nem macromoléculas, comopor meio das artérias proteínas. O filtradopulmonares, e o átrio contém moléculasesquerdo, que recebe o relativamente pequenas,sangue arterial vindo dos passíveis de filtração nospulmões pelas veias glomérulos. Portanto, opulmonares. túbulo contorcido8. c proximal, a alça néfricaA contração dos átrios ou (de Henle), o túbuloaurículas (1) é estimulada contorcido distal e opelos impulsos gerados túbulo coletorpelo marca-passo ou nó reabsorvem água, sais esinoatrial (B). A contração glicose do filtradodos ventrículos (2) glomerular e os devolvemdepende da condução dos para o sangue.impulsos pelo fascículo 16. catrioventricular (A). A O túbulo contorcidodiminuição da frequência proximal, indicado pelacardíaca (3) é seta número 5, reabsorvedesencadeada pelas água, sais, glicose e outrasterminações nervosas que substâncias do filtradoliberam acetilcolina (D) no glomerular. A seta 1 indicamarca-passo. A aceleração a urina, 2 é o túbuloda frequência cardíaca (4) coletor, 3 é o túbuloé desencadeada pelas contorcido distal, 4 é aterminações nervosas que alça néfrica (alça deliberam adrenalina (C) no Henle) e 6 é o glomérulomarca-passo. renal.14. cEssa adaptação, presente Tarefa propostaem tubarões e em alguns 1. aoutros animais marinhos, As informações fornecidaschama-se uremia correspondem aos sistemasfisiológica. cardiovasculares de aves,15. a peixes, répteis, mamíferos eA cápsula glomerular (ou anfíbios.cápsula de Bowman)
  7. 7. 2. b sangue venoso com maiorSistema cardiovascular concentração de gás ausente e alimento carbônico. distribuído diretamente da b) 4 (átrio esquerdo) e 8 cavidade gastrovascular (átrio direito) são câmaras (I) ocorrem nos cnidários que recebem sangue (U). Sistema trazido pelas veias cardiovascular ausente e pulmonares e pelas veias alimento distribuído pelo cavas, respectivamente. intestino muito ramificado c) 3 (artéria pulmonar) é o (II) ocorrem nos vaso que leva sangue platelmintos (T).Sistema venoso para os pulmões. cardiovascular ausente e d) 6 (ventrículo esquerdo) é alimento distribuído pelo a câmara que bombeia fluido da cavidade sangue arterial para o pseudocelomática corpo através da artéria ocorrem nos aorta. nematelmintos. Sistema 6. Para qualquer valor de cardiovascular presente, pressão parcial, a do tipo fechado, com hemoglobina fetal possui vasos pulsáteis e sangue maior afinidade pelo gás dotado de pigmentos oxigênio do que a hemoglo- respiratórios, ocorre nos bina materna, garantindo anelídeos.Sistema assim sua transferência do cardiovascular presente, sangue materno para o do tipo aberto, com sangue fetal. coração e vasos 7. V – V – V – F – V sanguíneos, onde circula o IV. A contração dos átrios, fluido celômico, ocorre chamada de sístole atrial, nos artrópodes. provoca a saída do sangueOs moluscos gastrópodes e para os ventrículos. bivalves possuem 8. e circulação aberta, O monóxido de carbono (CO) enquanto os cefalópodes liga-se à hemoglobina de possuem circulação maneira estável, impedindo-a fechada. de se ligar ao gás oxigênio3. d e transportá-lo.No coração do sapo há 9. e apenas um ventrículo, por Na coagulação, as plaquetas onde passa tanto o liberam tromboplastina, sangue venoso quanto o que, na presença de íons arterial. No coração cálcio, estimula a humano, há dois conversão da protrombina ventrículos: no direito em trombina. Esta última passa sangue venoso e no age na conversão de esquerdo, sangue fibrinogênio, proteína arterial. solúvel, em fibrina,4. e proteína insolúvel queAs veias pulmonares forma uma rede na qual carregam sangue arterial ficam retidos os elementos dos pulmões para o átrio figurados do sangue, a qual esquerdo do coração, que é chamada coágulo. é separado do ventrículo 10. b esquerdo pela valva II. A pressão sanguínea bicúspide ou mitral (4). não é igual em todo o5. a) 7 (ventrículo direito) e sistema cardiovascular, 8 (átrio direito) são ela vai diminuindo à medida câmaras onde passa
  8. 8. que o sangue se afasta III. As fezes não contêm do coração. ureia, mas, sim, restos de V. Nas grandes artérias, alimentos não digeridos. a pressão é maior do que 16. a nas veias. Os peixes ósseos marinhos 11. a) O fluxo sanguíneo perdem água por osmose, nas artérias diminui ou pois são menos até mesmo pode ser concentrados do que a água interrompido, pois as do mar. Para compensar, placas de gordura criam bebem água salgada e um obstáculo à eliminam o excesso de sal passagem do sangue. através das brânquias, por b) As artérias dilatam- transporte ativo. se, graças à 17. c musculatura lisa e As proteínas e os ácidos fibras elásticas nucleicos, ao serem presentes na sua digeridos, originam, parede. respectivamente, 12. a) A hemoglobina fetal aminoácidos (R) e bases possui maior afinidade nitrogenadas (S). A amônia pelo oxigênio do que a (X) é excretada por peixes hemoglobina adulta. ósseos e anfíbios na fase b) A maior afinidade da larval. A ureia (Y) é hemoglobina fetal é excretada por mamíferos, necessária para garantir peixes cartilaginosos e a captação de gás anfíbios adultos. O ácido oxigênio pelo embrião, a úrico (Z) é excretado por partir do sangue aves e répteis. materno, nos mamíferos 18. d placentários. A composição da urina de 13. a) A substância A é a uma pessoa saudável inclui, amônia, B é a ureia e C é principalmente, água, sais o ácido úrico. minerais e ureia. Na bexiga b) Os mamíferos urinária não ocorre excretam principalmente reabsorção de água. A ureia (B). filtração do sangue ocorre c) O ácido úrico é nos glomérulos renais. O praticamente insolúvel filtrado glomerular de uma em água e possui baixa pessoa saudável não deve toxicidade, permitindo conter proteínas. melhor adaptação dos 4 animais ao ambiente terrestre.14. cO ácido úrico, pouco tóxicoe insolúvel, é excretadopor répteis e aves.Mamíferos excretam ureia.Amônia é a mais tóxica e amais solúvel em água.15. e I. O suor, eliminado por aberturas das glândulas sudoríparas na epiderme, não possui quantidade significativa de ureia.
  9. 9. 19. a) Urina 24. ab) Porque a glicose vai A dilatação da arteríola sendo reabsorvida à aferente e a constrição da medida que o filtrado arteríola renal eferente glomerular percorre o aumentam a pressão túbulo de néfron. sanguínea nos capilares do20. a glomérulo renal. Com isso,II. O consumo de peixe cru aumenta a taxa de aumentaria a produção filtração glomerular e, de ureia e, além disso, o consequentemente, a ácido úrico é formação de urina. A perda praticamente insolúvel de maior volume de líquido em água. reduz a pressão arterial.III. Consumir água salgada tornaria o sangue Capítulo 3Integração e coordenação nervosa e hipertônico, desidratando endócrina os tecidos corporais. Conexões21. bA urina do indivíduo A deve 1. Espera-se que se leve em ter maior concentração consideração que de ureia graças ao psicotrópicos são catabolismo das substâncias que atuam proteínas, ingeridas por sobre nosso sistema esse indivíduo em maior nervoso central — SNC quantidade. Em indivíduos (cujo principal órgão é o metabolicamente normais, cérebro), alterando de não deve haver glicose na alguma maneira nosso urina. psiquismo. Há aquelas que diminuem a atividade22. e cerebral, deprimindo seuO hormônio antidiurético funcionamento; há as que a (ADH) faz com que os estimulam e outras que a túbulos renais perturbam. O termo droga é reabsorvam mais água, empregado, popularmente, tornando a urina mais para substâncias que concentrada e menos causam dependência física volumosa. e/ou psíquica, embora essa23. a) São anormais as divisão seja apenas didática, amostras B (que possui pois esses dois aspectos glicose) e C (que contém estão fortemente ligados. proteínas). Em medicina, no entanto,b) O resultado da amostra “droga” refere-se a B indica anormalidade do medicamentos — substâncias túbulo renal (que não químicas que, na maior parte reabsorve das vezes, beneficiam, de completamente a alguma forma, o glicose) ou funcionamento do organismo. concentração excessiva No quadro, alguns exemplos de glicose no sangue de substâncias (que supera a capacidade psicotrópicas ou psicoativas máxima de reabsorção do e suas ações sobre o SNC. túbulo). O resultado da amostra C relaciona-se DepressorasEstimulantesPerturbadorasÁlcoolCocaína com anormalidade do MescalinaSolventes ou glomérulo renal (que inalantesAnfetaminasMaconhaSed ativos ou permite a passagem de calmantesNicotinaLSDOpiáceosEcs proteínas, o que normal- tasyCogumelos e plantas mente não ocorre). alucinógenas
  10. 10. Mais importante que saber substâncias psicotrópicasqual tipo de droga uma envolvem, em geral, váriospessoa usa é tentar fatores, o que torna acompreender os motivos discussão bastanteque a levam a consumir complexa. Vale lembrar quetal substância. o uso moderado de algumas2. Estudos realizados pelo substâncias psicoativas temCentro Brasileiro de efeito terapêutico, como osInformações sobre calmantes, por exemplo,Drogas Psicotrópicas desde que devidamente(Cebrid), da Escola prescritos por profissionaisPaulista de Medicina médicos e administrados(Unifesp), apontam a corretamente pela pessoacuriosidade como um dos em tratamento. Durante asmotivos para os jovens comemorações familiares e/entrarem em contato com ou festivas ou, ainda, emas drogas. A falta de algumas celebraçõesinformações corretas religiosas, é comum o uso desobre os efeitos dessas bebida alcoólica, o que nãosubstâncias, o desejo de é, necessariamente, sinônimoserem aceitos pelo grupo de abuso de consumo. Nessede colegas e/ou caso, o lugar ocupado poramigos(as), o sentimento essa substância psicoativade frustração ou grande é ritualístico. O usodescontentamento com o excessivo e prolongado docontexto social em que álcool pode irritar auma pessoa está inserida, mucosa estomacal,são outros motivos. causando gastrite. EstaEntretanto, essas confere muito desconfortoexplicações não podem ao portador, uma vez queser generalizadas para causa ardência, queimação,qualquer pessoa que faça dores de cabeça etc.uso de drogas, pois é Outras consequências, enecessário levar em ainda mais graves, são:consideração as aumento da pressãodiferenças individuais e os arterial, problemas nodistintos vínculos que coração e pâncreas,elas estabelecem com hepatite e cirrose.essas substâncias, que Distúrbios do sistemapodem ir de uma única nervoso, como desatenção eexperimentação até a tremores, também podemdependência. Em outras fazer parte do quadro.palavras, as motivações 5para o uso e/ou abuso de
  11. 11. 3. A diminuição da possíveis o acesso a coordenação motora e dos informações idôneas e a reflexos, após ingestão de reflexão sobre a bebida alcoólica (mesmo construção de projetos de que em pequenas vida, que orientem os quantidades), tem jovens na busca da provocado acidentes de realização desses planos. trânsito com É importante conhecer os consequências graves, o recursos públicos do que fez vigorar, a partir município, bem como grupos de 1998, a penalização de de apoio e/ou profissionais todo motorista brasileiro que atuam na área para que apresentar mais de 0,6 que se possa entrar em g de álcool por litro de contato e indicá-los. O sangue. “A quantidade de livreto informativo do álcool necessária para Centro Brasileiro de atingir essa concentração Informações sobre Drogas no sangue é equivalente a Psicotrópicas (Cebrid), da beber cerca de 600 mL de Escola Paulista de Medicina cerveja (duas latas de (Unifesp), disponibiliza um cerveja ou três copos de canal de comunicação: chope), 200 mL de vinho VIVAVOZ — 08005100015 — (duas taças) ou 80 mL de para orientações e destilados (duas doses)” informações sobre a (Cebrid, SP). É desejável prevenção do uso indevido que se articule a de drogas. importância sobre a E-mail: cebrid@psicobio.epm.br, responsabilidade em Site: www.cebrid.epm.br relação à própria vida, à vida alheia e suas Exercícios complementares atribuições como cidadão, 6. b quando da ingestão de III. As medusas são bebidas alcoólicas. cnidários, e estes Sugestões de revezamento possuem sistema nervoso entre os colegas com difuso. habilitação, maiores de 18 anos, que venham a fazer 7. a uso de bebida alcoólica, No reflexo patelar — um são indicadas. O sentimento arco reflexo simples —, de onipotência entre os quando o tendão do joelho adolescentes costuma ser é percutido por um bastante forte. É comum martelo, a distensão es- que tenham pensamentos timula receptores nele como “posso tudo”, “nada de presentes que geram ruim acontece ou impulso nervoso acontecerá comigo”, transmitido por um “comigo é diferente”, o que neurônio sensitivo a um dificulta, em muitos casos, neurônio motor e deste ações preventivas ou para o músculo, que se mudanças de contrai. comportamento. Pode-se 8. e refletir sobre a O sistema nervoso simpático prevenção do uso/abuso age sobre atividades que de drogas com base em não são voluntárias e, em valores sociais que geral, atua como um estimulem a construção sistema estimulador. de uma sociedade mais 14. b justa, mais solidária. São
  12. 12. O paratormônio estimula a pela percepção sensorial eremoção de cálcio dos pelo controle motor. Aossos para o sangue. medula oblonga (ou bulbo 15. a) A principal glândula raquidiano) (2) faz o no controle da glicemia controle da respiração, da é o pâncreas, e o digestão e dos batimentos principal hormônio é a cardíacos. O cerebelo (1) é insulina. responsável pelo controle b) O excesso de glicose do equilíbrio e pelo tônus no sangue prejudica muscular. vários órgãos, entre 3. c eles os olhos (retina), A coluna vertebral os rins, o coração e os sustenta e protege a vasos sanguíneos. medula espinhal, cuja c) O excesso de glicose lesão pode levar à no sangue (hiperglicemia) paralisia, pois a medula é a leva à presença de via de passagem de glicose na urina informações do encéfalo (glicosúria), que, por sua para a periferia, e vice- vez, leva ao aumento na versa. quantidade de urina 4. c eliminada (poliúria). O cerebelo é a região do16. a sistema nervoso centralO animal A mantém a relacionada com atemperatura praticamente coordenação motora e aconstante, apesar da manutenção do equilíbrio.variação de temperatura 5. a) A interrupção noambiente, portanto é ponto A (que correspondehomeotérmico ou à fibra do neurônioendotérmico, como as aves sensitivo) provoca perdae os mamíferos (coelho). O da sensibilidade aosanimal B tem variação de estímulos provenientestemperatura corporal daquela área da pele.conforme varia a b) A estrutura B é a fibratemperatura ambiente, motora de um neurônioportanto é pecilotérmico motor.ou ectotérmico, como c) A letra C indica umapeixes, anfíbios e répteis sinapse.(lagarto). 6. c II. Em exame de reflexoTarefa proposta patelar, ao se bater com1. a um martelo no joelho, osA dilatação das pupilas e dendritos dos neurôniosdos brônquios é sensitivos são excitadoscontrolada pelo sistema e, imediatamente, osnervoso simpático. axônios conduzem o2. c impulso até à medulaO cérebro (3) é espinal.responsável pelo 6controle das emoções,
  13. 13. 7. a através da tuba auditiva,O neurônio de associação iguala as pressões sobre localiza-se na substância as faces interna e cinzenta e o corpo externa do tímpano, que celular do neurônio volta a vibrar sensorial localiza-se no normalmente. gânglio da raiz dorsal. 13. Na retina, sob baixa8. c luminosidade, não seNuma pessoa em situação de excitam os cones perigo, o sistema nervoso (responsáveis pela autônomo simpático é percepção de cores), estimulado, e este libera apenas os bastonetes, que, adrenalina, que provoca, embora muito sensíveis à entre outros efeitos, a luz, não têm sensibilidade a aceleração do ritmo cores. cardíaco. 14. a9. a A ocitocina, liberada pelaO sistema nervoso periférico neuro-hipófise, desencadeia é dividido em somático (1) e o trabalho de parto, por autônomo. O principal promover as contrações mediador químico sináptico uterinas. A somatotrofina do simpático é a ou hormônio de crescimento noradrenalina (2) e do (GH) é liberada pela adeno- parassimpático é a hipófise. A insulina é acetilcolina (3). liberada pela porção10.a) Ocorrerá predatismo endócrina do pâncreas. A nos aquários I e III, em adrenalina eleva a pressão que as presas poderão arterial. Os estrógenos ser vistas pelo são liberados pelos predador. ovários nas fêmeas.b) Ocorrerá predatismo nos 15.a) A hipófise secreta o aquários I e II, em que o hormônio de crescimento odor das presas poderá ou GH; portanto, o ser percebido pelo camundongo 2 cresceu predador. normalmente, enquanto oc) Conclui-se que as 3, que teve a hipófise piranhas utilizam o removida, praticamente olfato, pois, ainda que o não cresceu. ambiente esteja b) O gene Z deve estar iluminado e as presas envolvido com a produção visíveis, não ocorre de GH; então, o predatismo. camundongo 1 produz uma11. a) Córnea, humor aquoso, quantidade maior desse orifício da íris, lente (ou hormônio, pois possui uma cristalino), corpo (ou cópia extra do gene Z e, humor) vítreo, retina. portanto, apresenta maiorb) As células crescimento que o fotorreceptoras camundongo 2. localizam-se na retina e 16. a) Glândula tireoide e denominam-se cones e glândulas suprarrenais. bastonetes. b) A hipófise, também12. a) Ao aumento da pressão chamada de glândula atmosférica. mestra.b) A membrana timpânica. c) O hipotálamo é ac) Essas manobras abrem a estrutura que estabelece tuba auditiva. A entrada a comunicação entre o de ar na orelha média, sistema endócrino e o sistema nervoso.
  14. 14. 17. a) O hormônio que atua b) O níveis estáveis de nos rins, regulando a glicose na curva B devem- reabsorção de água, é o se à ação da insulina e do hormônio antidiurético glucagon, hormônios (ADH) ou vasopressina. pancreáticos que, b) O ADH é sintetizado no respectivamente, reduzem hipotálamo e secretado e aumentam a glicemia. pela neuro--hipófise. 22. b c) O etanol age como O aumento na concentração diurético porque inibe a de glicose no sangue causa secreção de ADH e, a elevação na secreção de consequentemente, insulina, que estimula a aumenta a produção de absorção de glicose pelas urina. células, e a diminuição na18. a secreção de glucagon, queO aumento da perda de estimula a conversão deágua por transpiração glicogênio em glicose.aumenta a concentração Dessa maneira, o teor dedo plasma sanguíneo, o que glicose no sangue, apósestimula a secreção do uma refeição rica emhormônio antidiurético, que, carboidratos, aumenta e empor sua vez, aumenta a seguida diminui.reabsorção renal de água, 23. adiminuindo a produção de A insulina é o hormôniourina. produzido e secretado pelo 19. a) Glândula tireoide. pâncreas, que controla o b) A glândula tireoide teor de glicose no sangue, produz os hormônios e sua deficiência causa o tiroxina ou te- diabetes melito. A tiroxina traiodotironina (T4) e tri- ou tetraiodotironina (T4) é iodotironina (T3), que produzida pela glândula regulam o tireoide, cujo aumento pela desenvolvimento e o falta de iodo é conhecido metabolismo geral do como bócio. organismo. 24. a) Trata-se de um20. c animal homeotérmico. ÀO aumento da quantidade medida que a temperaturade cálcio no sangue ambiente aumenta, oestimula a glândula consumo de oxigênio (quetireoide a produzir reflete a taxacalcitonina, que, por sua metabólica) diminui.vez, estimula a remoção 7de cálcio do sangue e suadeposição nos ossos. Aconsequente diminuição docálcio no sangue inibe aprodução de calcitoninapela glândula tireoide,caracterizando--se omecanismo de feedbacknegativo. 21. a) A curva correspondente às medidas da pessoa diabética é a A, pois seus níveis de glicose no sangue são sempre mais elevados.
  15. 15. b) 0TemperaturaConsumo de O2120100806040205101520253035c) Aves e mamíferos. recrudescem índices vergonhosos no que seCapítulo 4Reprodução refere à saúde pública no Brasil.ConexõesO site do Ministério da Saúde Exercícios complementareshttp://portal.saude.gov.br/ 6. a portal/saude/area.cfm? Na figura, a seta indica o id_area=360 disponibiliza corpo lúteo ou amarelo do informações sobre a ovário, que se forma após a campanha de ovulação e produz planejamento familiar hormônios (estrógenos e lançada em 2008, com o progesterona), que impedem slogan “Se cuide, filho não a descamação do é brincadeira”, com a endométrio e garantem a intenção de ampliar o manutenção da gravidez. acesso aos métodos 7. e contraceptivos disponíveis A principal função da no SUS a adolescentes e próstata é armazenar e jovens, garantindo que a secretar um fluido claro mulher e o homem levemente alcalino, que escolham quantos filhos constitui de 10% a 30% do querem ter e quando ter. volume do fluido seminal, No espaço “Saúde para que, junto com os você”, encontram-se espermatozoides, forma o informações voltadas sêmen. A alcalinidade do para a promoção da saúde fluido seminal ajuda a de jovens. Entre os dados, neutralizar a acidez da destacam-se aqueles vagina, prolongando o sobre saúde sexual e tempo de vida dos esper- redução da mortalidade matozoides. A próstata por violência e acidentes. também contém algunsÉ bastante provável que as músculos lisos que ajudam reflexões sobre aborto a expelir o sêmen durante suscitem debate acirrado. a ejaculação. É importante respeitar os 8. a) A sequência 1 diferentes pontos de representa o hormônio vista, sem pretender que foliculestimulante (FSH); haja um consenso. É a sequência 2, o hormônio fundamental considerar luteinizante (LH). que o tema abrange muitas b) A seta na figura B dimensões (biológica, indica o fenômeno da social, cultural, política, ovulação, que ocorre por moral, ética, religiosa, volta do 14º dia em um econômica), que compõem ciclo de 28 dias. um conjunto de forças c) A progesterona é que exigem coragem, produzida pelo corpo flexibilidade e ética para lúteo ou amarelo do a superação de uma ovário. situação nacional em que
  16. 16. d) A progesterona Tarefa proposta acentua o espessamento 1. a) Lábios maiores, lábios do endométrio e faz com menores, clitóris, vagina, que ele seja útero, tubas uterinas e intensamente invadido ovários. por vasos sanguíneos e b) Estrógenos e desenvolva glândulas progesterona. produtoras de glicogênio. c) A prolactina estimula 14. a) O aumento a produção de leite. progressivo da concentração de 2. a) As glândulas anexas progesterona no sangue do sistema genital da mulher indica que ela masculino são a próstata, engravidou. as vesículas seminais e as b) A queda do nível de glândulas bulbouretrais. progesterona pode estar b) A próstata libera uma associada a uma secreção leitosa e interrupção da gravidez, alcalina que (1) como um aborto neutraliza o pH ácido da espontâneo. vagina e facilita a15. a mobilidade dosAs pílulas espermatozoides nesteanticoncepcionais (A) agem órgão. As vesículasimpedindo a ovulação (I). A seminais liberam umlaqueadura tubária (B) líquido nutritivo que iráimpede o encontro do (2) nutrir os espermato-ovócito com o zoides ejaculados. Asespermatozoide (II). glândulas bulbouretrais16. b liberam uma secreçãoNa criptorquidia, que é a lubrificante que (3)permanência de um ou de facilita a relação sexual,ambos os testículos em além de (4) limpar aalgum ponto do trajeto uretra dos resíduosentre a cavidade abdo- ácidos, de urina.minal e o escroto, a 3. a) 1: LH (hormônioexposição à temperatura luteinizante), 2: FSHsuperior à que podem (hormônio folicu-tolerar leva à lestimulante), 3:degeneração das células testosterona, 4:germinativas, podendo estrógenos, 5: proges-causar esterilidade e terona.tumor. A vasectomia b) Durante toda aconsiste na secção dos gestação, asductos deferentes. A concentrações defecundação ocorre nas progesterona etubas uterinas. Para a estrógenos permanecemprodução de ovócitos, que elevadas, impedindo anão é constante, não é ocorrência danecessário que os ovários menstruação e de novaestejam abaixo da ovulação.temperatura abdominal. 8
  17. 17. c) Entre o 20º e o 25º dia do pelas contrações ciclo menstrual, uma uterinas durante o mulher não grávida trabalho de parto. estará na fase lútea do 9. a ciclo ovariano e na fase O endométrio descama secretora do ciclo durante a menstruação e, uterino. em seguida, recupera sua4. a espessura normal, graçasO número 1 indica a vesícula à ação dos estrógenos. seminal; o 2, a próstata; o Quando o hormônio 3, o epidídimo, e o 4, o luteinizante atinge seu testículo. maior valor, ocorre a5c ovulação e, em seguida,A próstata libera uma forma-se o corpo lúteo. Os secreção leitosa e estrógenos estimulam a alcalina que neutraliza o proliferação das células pH ácido da vagina e do endométrio, enquanto a facilita a mobilidade dos progesterona acentua seu espermatozoides nesse espessamento. órgão. 10. A ovulação ocorre no 14º6. e dia do ciclo. De acordo comNo ciclo menstrual há as informações do interações de hormônios enunciado, a gravidez pode hipofisários (hormônio ocorrer entre cinco dias foliculestimulante e antes e dois dias depois do hormônio luteinizante) com dia da ovulação. hormônios ovarianos 11. b (estrógenos e II. A diminuição dos hormônios progesterona). No primeiro ovarianos, estrógenos e dia do ciclo menstrual, progesterona indica que todos os hormônios estão não houve fecundação. em baixa concentração. A 12. c testosterona determina Os hormônios que atuam no características sexuais útero são estrógenos e secundárias masculinas. progesterona. O hormônio A Com alta concentração de são os estrógenos, pois seu progesterona, a mulher pico de produção ocorre não menstrua. A ovulação antes da ovulação, que ocorre por volta do 14º deve ocorrer por volta do dia num ciclo menstrual 14º dia. O hormônio B é a com duração de 28 dias. progesterona, com pico de7. e produção após a ovulação.Os hormônios ovarianos são 13. a os estrógenos e a Os testes para diagnóstico progesterona. de gestação, feitos por8. a) A curva A corresponde análise de sangue ou de aos estrógenos e a urina, detectam a presença curva B ao hormônio de gonadotrofina coriônica. progesterona. O nível A pílula anticoncepcional desses dois hormônios possui hormônios estro- permanecerá elevado se gênicos e progestogênicos a mulher engravidar. sintéticos, que inibem ab) O endométrio serve para secreção dos hormônios a fixação, a proteção e a hipofisários. Durante a nutrição do embrião. A gestação, os hormônios musculatura lisa do ovarianos (estrógenos e miométrio é responsável progesterona) permanecem
  18. 18. em concentrações espermatozoide podeelevadas. Os hormônios permanecer viável, nohipofisários, FSH e LH, corpo feminino, por cercacontrolam a produção dos de dois a três dias. Em casohormônios ovarianos, de gravidez, o exame deprovocam a maturação de urina, feito após algunsfolículos e a ovulação. dias de atraso da14. e menstruação, mostra níveisA leitora não está elevados de gonadotrofinaprotegida de uma gravidez, coriônica (hCG).pois estrógenos e 19. Se a mulher fizer usoprogesterona em baixas continuado da pílula, semconcentrações e a interrupções, não ocorreráintervalos irregulares a menstruação, pois osnão impedem a ovulação, níveis elevados dos hor-havendo, então, o risco de mônios estrógenos eengravidar. progesterona manterão o15. c endométrio espessado.O dia mais provável de 20. cocorrer fecundação é o A partir do dia 15, data14º dia do ciclo menstrual, provável da ovulação, oou seja, nove dias depois corpo lúteo passa ado final da menstruação. secretar quantidades16. d crescentes deApenas as medidas I, III e progesterona.IV procuram integrar a 21. a) O provável dia de suaideia de cidadania e próxima ovulação é 20 dedireitos aos temas da dezembro, pois, num ciclosexualidade. Uma proposta de 28 dias, ela aconteceque procura integrar 14 dias depois do início dacidadania e sexualidade menstruação, que ocorreudeve levar em no dia 6 de dezembro.consideração as 9diferenças de cultura, deraça, de pensamento, deopção sexual e de opiniãodo público-alvo.17. aA camisinha, além de evitara gravidez, ajuda aprevenir determinadasdoenças sexualmentetransmissíveis. Odispositivo intrauterino(DIU) não previne doençassexualmente trans-missíveis. O preservativo ea tabelinha não sãométodos 100% eficazes. Alaqueadura não bloqueia ofluxo menstrual.18. aNum ciclo de 28 dias, aovulação ocorre,aproximadamente, 14 diasdepois do início damenstruação. O
  19. 19. b) Sim, porque a mulher pode produzir dois ovócitos no mesmo ciclo menstrual, e cada ovócito pode ser fecundado por espermatozoides de homens diferentes.c) A vasectomia consiste na ligadura e secção dos ductos deferentes para impedir a saída de espermatozoides.22.a) A tabelinha não é segura para evitar a gravidez, pois a determinação da data da ovulação é apenas uma estimativa, não uma certeza.b) O método da pílula anticoncepcional é diferenciado porque é o único que impede a ovulação.23. A vasectomia impede a saída de espermatozoides na ejaculação. A ligação (ou laqueadura) das tubas uterinas impede a chegada dos espermatozoides até a porção distal das tubas, local onde normalmente ocorre a fecundação. O diafragma bloqueia a passagem dos espermatozoides da vagina (onde são depositados na relação sexual) para o interior do útero. 24. c Os métodos que impedem o encontro dos gametas são o uso de camisinha, o diafragma, a vasectomia e a laqueadura tubária. Os métodos que impedem a implantação do embrião no útero são o dispositivo intrauterino (DIU) e a pílula do dia seguinte. O método que previne a ovulação é a pílula anticoncepcional.10

×