A cultura da manga

5,041 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
5,041
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A cultura da manga

  1. 1. A cultura da manga IFB – Campus Planaltina Disciplina: Fruticultura Prof. Antônio José Pacheco Leão Alunos: Névio, Josué e Higor
  2. 2. Pesquisa GoogleWikilivros – A Cultura da Manga
  3. 3. INTRODUÇÃO• Duas fases: Extensiva e intensiva• Principais Estados produtores: Bahia (54%), Pernambuco (15%), São Paulo (14%), Minas (6%)• Importância econômica: Produção mundial: 25,35 milhões de toneladas Brasil 3% (ou 760.500 em 2002) • 1990/2006 : 483 mil ton/ano - 1.217 mil ton/ano • Exportações : zero em 1982 - 120 mil toneladas/ano em 2006. • Principais importadores: América do Norte e Europa.
  4. 4. Características gerais• Classe: dicotiledôneas• Família: Anacardeaceae• Gênero Mangífera• 69 espécies, a principal é a Mangífera índica
  5. 5. Características gerais• Principais variedades: Edward, Haden*, Irwin, Keitt, Palmer, Ruby, Sensation, Tommy Atkins*, Van dyke e Zill * - 80% da mangicultura tecnificada• 2000 a 3000 panículas, 17.000 flores/panícula - AGO a MARÇO• 35% são fecundadas – 0,017% de vingamento
  6. 6. Características gerais• Contem um bom teor de carboidratos, Betacaroteno (provitamina A), Vitamina C, Vitaminas do Complexo B, Ferro, Fósforo, Cálcio, Potássio, Magnésio e Zinco.
  7. 7. Propagação• Substrato (100 l terra de barranco, 200 g calcário, 30 litros de adubo orgânico, 1 Kg SS, 50 g FTE-BR12 e 50 gr KCl)• Manejo da semente
  8. 8. Propagação• Enxertia fenda cheia, fenda vazia ou inglês simples (cavalo: manga comum ou coquinho)
  9. 9. Plantio e adubação• Cova de 50 X 50 X 50 cm• Espaçamento: 8 x 5 m 0u 10 x 10 m• 80 a 250 g P2O5 (470 a 1.470 g de SS)• 20 a 30 litros de esterco curtido• 250 g de calcário / cova
  10. 10. Adubação de formação• 50 a 60 dias após o plantio• Projeção da copa• Distância mínima do tronco 20 cm• Nitrogenagem – fosfatagem - potassagem
  11. 11. Adubação de formaçãoTempo/Nut N P2O5 K2O rientePrimeiro 150 Não aplica 20 a 80 anoSegundo 210 40 a 160 60 a 120 anoTerceiro 150 Não aplica 60 a 120 ano OBS: Quantidades em gramas por cova
  12. 12. Adubação de produção• Nitrogenagem (análise foliar)• Produtividade 10 ton/ha: 10 a 30 kg 30% após o pegamento dos frutos 20% 50 dias após o pegamento Restante após a colheita
  13. 13. Adubação de produção•Fosfatagem• Produtividade 10 ton/ha: 8 a 20 KgAplicar 100 % após a colheita
  14. 14. Adubação de produção• Potassagem• Produtividade 10 ton/ha: 10 a 30 Kg 25 % após a colheita 20 % antes da indução floral 15% no início da floração 30% após o pegamento dos frutos 10% após 50 dias após o pegamento dos frutos
  15. 15. Adubação de produção• Adubação orgânica: 20 a 30 litros de esterco na projeção da copa uma vez ao ano• Adubação com micronutrientes: Conforme resultados das análises foliar ou do solo (zinco e boro)
  16. 16. IRRIGAÇÃO• Entre o início da florada e o final da colheita (4a. – 6a semanas após o pegamento)• 3,0 L/dia a 5,5 L/dia• Microaspersores: vazão de 40 litros/h posicionado em um raio ≥ 2,5 m• Gotejamento: rabo de porco ou duas linhas por fileira.
  17. 17. Indução floral• Química: PBZ (regulador de crescimento)• Estresse hídrico
  18. 18. Poda• Poda de formação (planta jovem) e poda de produção (planta adulta)• Poda de limpeza, levantamento da copa, abertura central, poda lateral, poda de topo, de equilíbrio, poda arquitetural
  19. 19. Plantas espontânes• Roçagem manual (período chuvoso)• Roçagem mecanizada (período da seca)• Roçagem químicao Evitar animais no pomar
  20. 20. Pragas e doenças• Principal doença: Antracnose – Colletotrichum gloeosporioides Controle: adubação e roçagem e pulverizações com Benomil 70 g/100 l água ou Tiofanato metílico 250 g/100l água + espalhante adesivo; Oxicloreto de cobre 250 g/100 l água (2x)
  21. 21. Pragas e doenças• Principal praga: mosca-das-frutasControle: evitar que as larvas virem pupas (catação de frutos caídos)
  22. 22. Colheita• Trabalho manual (tesoura de poda e varas com cestos)• Aspectos visuais• Brix 6,5 a 7,5• Períodos críticos• Dificuldade de mão de obra
  23. 23. Pós-colheita• Conservação da fruta: embalagem adequada, tratamento contra antracnose e mosca-das- frutas.• Tratamento térmico e radiação• Polimento com cera
  24. 24. Mercado e Comercialização• Produtos agroindustriais, polpa congelada, sucos, concentrados e in natura• Alta exigência quanto aos aspectos físicos• Caixa padrão 4 kg• Planejamento de mercado
  25. 25. Mercado e ComercializaçãoVariedade Unidade de Preço mínimo Preço geral (R$) Preço Comercialização (R$) máximo(R$)Comum Cx 20-23 kg 10,00 10,00 12,00 Espada “ 25,00 30,00 30,00 Haden Caixeta 5-6 kg 25,00 25,00 30,00 Palmer “ 25,00 30,00 35,00 Tomy “ 10,00 12,00 15,00 Atkins “ Caixeta de 1 kg 1,20 1,50 1,80 Preços de fechamento em 6/12/2012 – CEASA/DF
  26. 26. Obrigado !!

×