Slide 5s

27,146 views
26,642 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
27,146
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
98
Actions
Shares
0
Downloads
665
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Slide 5s

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE TERRA NOVA DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO ESCOLA MUNICIPAL RIBEIRÃO BONITO PROJETO CULTIVAR ÁREA DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROFESSOR LIOMAR ROQUE DALLA SANTA
  2. 2. JUSTIFICATIVA <ul><li>O programa 5s é estruturado para mobilizar a organização para o uso responsável dos recursos nos aspectos físicos (equipamentos, máquinas e demais células de trabalho). </li></ul><ul><li>O programa 5s é calcado em uma filosofia profunda de práticas simples, que promove o crescimento contínuo das pessoas e conseqüentemente, a melhoria de vida. </li></ul><ul><li>O programa 5s prepara o ambiente para mudanças profundas, por ser de simples compreensão, fácil aplicação e gerar resultados visíveis e imediatos. </li></ul>
  3. 3. OBJETIVO GERAL <ul><li>O programa 5s visa a melhoria do ambiente, no sentido físico, lógico e mental. Sua base é educativa e prepara as pessoas para a obeservação crítica da sua realidade e atuação nos desperdícios, na desorganização, sujeira, nos fatores que acarretam doenças e conflitos e em outras anomalias do ambiente. </li></ul>
  4. 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Proporcionar mais higiene no ambiente escolar. </li></ul><ul><li>Promover o autoconhecimento de livros, equipamentos e documentos. </li></ul><ul><li>Promover a eliminação do desperdício. </li></ul><ul><li>Desenvolver a higienização mental e física. </li></ul><ul><li>Promover melhoria das áreas comuns (salas de aula, laboratórios, sanitários, etc). </li></ul><ul><li>Criar condições de trabalho e estudo favoráveis. </li></ul><ul><li>Despertar para a importância da valorização do patrimônio da escola. </li></ul>
  5. 5. FORMA DE ATUAÇÃO <ul><li>O programa 5s é muito aplicado às áreas de serviço e indústrias, serve para desenvolver uma cultura em que empregados se disciplinem a usar os sensos de utilização, ordenação, limpeza, saúde e autodisciplina. </li></ul><ul><li>Nas escolas de ensino fundamental e médio o programa 5s libera espaços, reduz ou elimina desperdícios (energia, água, material, tempo) e torna o ambiente mais organizado, participativo, saudável e favorável à ação pedagógica. É a abertura para o fortalecimento da escola, com maior responsabilidade, respeito, envolvimento e satisfação. Deveria tornar-se programa obrigatório no currículo escolar. </li></ul>
  6. 6. CONHECENDO O PROGRAMA Por quê é 5s? Como surgiu? <ul><li>O programa 5s consiste de 5 “sensos“ cujas palavra em japones começam com a letra S. Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu e Shitsuke. </li></ul><ul><li>O programa 5s foi concebido no Japão pós-guerra na década de 50. A necessidade de organização era enorme e Kaoru Ishikawa desenvolveu o programa. </li></ul>
  7. 7. CONHECENDO O PROGRAMA <ul><li>Senso de Utilização. </li></ul><ul><li>Senso de Ordenação. </li></ul><ul><li>Senso de Limpeza. </li></ul><ul><li>Senso de Saúde. </li></ul><ul><li>Senso de Autodisciplina </li></ul>
  8. 8. SENSO DE UTILIZAÇÃO <ul><li>Este senso nos ensina a separar o que é util daquilo que não é mais utilizável e que deverá ser reaproveitado em outro local, reciclado ou doado. </li></ul>
  9. 9. SENSO DE ORDENAÇÃO <ul><li>Este senso nos ensina a ordenar de forma adequada todo o material que é guardado, e utilizado no trabalho, no estudo, em casa e na mochila do aluno. </li></ul>
  10. 10. SENSO DE LIMPEZA <ul><li>O senso de limpeza nos ensina a limpar e manter limpo os anbientes em que vivemos: casa, escola, trabalho, e áreas públicas. Locais limpos não são aqueles que a gente está sempre limpando, mas aqueles que a gente não suja. </li></ul>
  11. 11. SENSO DE SAÚDE <ul><li>É promover a higiene do corpo e da mente, praticando sempre os três primeiros. </li></ul>
  12. 12. SENSO DE AUTODISCIPLINA <ul><li>Este senso nos ensina a praticar constantemente os outros sensos: Utilização, Ordenação, Limpeza, Saude, incorporando-os como hábitos em nossas vidas. </li></ul>
  13. 13. METODOLOGIA <ul><li>Para desenvolver o proprama primeiramente vamos trabalhar em sala os conceitos do programa, a fim de todos compreenderem o que é o programa. </li></ul><ul><li>O segundo passo será agendar o dia “D“, que é o dia de detectar os locais que precisam ser melhorados e iniciar as atividades do programa. </li></ul><ul><li>Será escolhido um grupo de 10 monitores que serão os responsáveis pelo desenvolvimento e fiscalização do programa. </li></ul><ul><li>Serão realizadas reuniões quinzenais para avaliar o programa e semanalmente será feita a fiscalização dos setores </li></ul>
  14. 14. METODOLOGIA <ul><li>SETORES </li></ul><ul><li>Setor do Laboratório de Biblioteca. </li></ul><ul><li>Setor do Refeitório. </li></ul><ul><li>Setor das Salas de Aula. </li></ul><ul><li>Setor do Pátio. </li></ul><ul><li>Setor de Área de Esportes. </li></ul><ul><li>Setor do estacionamento. </li></ul><ul><li>Setor dos Sanitários. </li></ul><ul><li>Setor de Horticultura. </li></ul><ul><li>Setor de Almoxerifado. </li></ul>
  15. 15. RESULTADOS ESPERADOS <ul><li>Melhoria da qualidade do estudo. </li></ul><ul><li>Redução de perdas de tempo e do desperdício em geral. </li></ul><ul><li>Ganhos de espaços nas instalações. </li></ul><ul><li>Eliminação de dados, relatórios e materiais ultrapassados. </li></ul><ul><li>Melhor utilização e controle dos recursos da escola. </li></ul><ul><li>Melhoria das condições de segurança no ambiente escolar. </li></ul><ul><li>Melhoria da imagem de organização. </li></ul><ul><li>Criação de ambientes mais agradáveis para se estudar. </li></ul><ul><li>Foco nas atividades desenvolvidas. </li></ul>
  16. 16. RESULTADOS ESPERADOS <ul><li>Além de proporcionar melhorias no ambiente e na estrutura escolar queremos que todos se comprometam para a construção de uma escola cada vez mais participativa. Queremos com o desenvolvimento deste programa, transformar nossa escola em modelo para as demais escolas do município e quem sabe do Estado. </li></ul>
  17. 17. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA <ul><li>www.pucrs.br/feng/5s/sobre.php </li></ul>
  18. 18. QUANDO O TRABALHO É EM EQUIPE AS COISAS REALMENTE ACONTECEM
  19. 24. QUANDO NO TRABALHO HÁ INDIVIDUALISMO AS COISAS SAEM ERRADAS

×