Your SlideShare is downloading. ×
Projeto Método Fônico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Projeto Método Fônico

25,444
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
25,444
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
302
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PROJETO MÉTODO FÔNICO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL PROFª CLORI BENEDETTI DE FREITAS PROJETO MÉTODO FÔNICO INTRODUÇÃO Ler significa, basicamente, a capacidade de identificar, automaticamente, as palavras. Escrever consiste em transcrever os sons da fala. Ambos envolvem a capacidade de decodificar fonemas em grafemas e vice-versa. Estudiosos mostram que a “habilidade de pensar explicitamente sobre a estrutura sonora das palavras, percebendo-as como uma seqüência de sons”, é decisiva para a formação de bons leitores e escritores. O que é o método fônico? É o ensino dinâmico do código alfabético, que prioriza relações entre grafemas e fonemas, através de atividades lúdicas planejadas. A base teórica está respaldada nos avanços da neurolinguística e neurociência, através de um estudo retrospectivo de mais de 115 mil trabalhos, comparando a eficiência entre os métodos audiovisual x fônico, na Europa e EUA. OBJETIVOS Associar palavras e objetos; Memorizar palavras globalmente; Analisar palavras quanto ao número de letras, inicial e final; Distinguir letras e números; Reconhecer as letras do alfabeto (cursiva e bastão); Familiarizar-se com os aspectos sonoros das letras através das iniciais de palavras significativas; Relacionar discurso oral e texto escrito; Distinguir imagem de escrita; Observar a orientação espacial dos textos; Produzir textos pré-silabicamente; Ouvir e compreender histórias; Identificar letras e palavras em textos de conteúdo conhecido; Reconhecer a primeira letra das palavras no contexto da sílaba inicial; Comparar palavras memorizadas globalmente com a hipótese silábica; Contar o número de letra das palavras; Desmembrar oralmente as palavras em suas sílabas; Reconhecer o som das letras pela análise da primeira sílaba das palavras; Reconhecer a forma e as posições dos dois tipos de letras: cursiva e maiúscula; Identificar palavras em textos de conteúdo conhecido (qualquer tipo de palavra); Produzir textos silabicamente;
  • 2. Ouvir e compreender histórias; Completar palavras com as letras que faltam (observando que o número de letras presentes exceda sempre o número de sílabas da palavra). COMPETÊNCIAS E CONHECIMENTOS PRÉVIOS DOS ALUNOS NECESSÁRIOS PARA PARTICIPAR DA ATIVIDADE Os alunos passarão por um período de sondagem, para que demonstrem a cada atividade, as competências que já possuem e as que precisam de suporte. METODOLOGIA/ETAPAS DAS ATIVIDADES ETAPAS DO MÉTODO FÔNICO Todo o processo de alfabetização nesta proposta deverá ser apresentado aos alunos 2 a 3 letras por semana, obedecendo os critérios de dificuldades crescentes a seguir: A - E - I - O - U - ÃO Após as vogais são introduzidas as consoantes prolongáveis, isto é, as consoantes cujos sons podem ser facilmente pronunciadas de forma isolada, sem uma vogal, consoantes regulares ( que tendem a possuir apenas um som): F-J-M-N-V-Z Depois, são apresentadas as consoantes facilmente pronunciadas de forma isolada e que são irregulares (ou seja, que tendem a possuir mais de um som): L-S-R-X Apenas os sons regulares, e mais freqüentes dessas letras são apresentadas. Os sons irregulares são introduzidos, posteriormente. Após as consoantes facilmente pronunciáveis, são introduzidas as consoantes cujos sons são mais difíceis de pronunciar de forma isolada: B-C-P-D-T-G-Q Também para essas letras devem ser inicialmente apresentados apenas os seus sons regulares. Em seguida é apresentada a consoante H, que é uma exceção, já que não tem som. Finalmente, são introduzidas as letras: K-W-Y Após a apresentação dos sons regulares de todas as letras, é iniciada a apresentação das correspondências grafofonêmicas irregulares: CH - NH - LH - RR - SS - GU - Q
  • 3. Para a introdução dos sons irregulares das letras: C-G-R-S-L-M-X Introduzindo a cedilha e os encontros consonantais, é importante que a criança aprenda a seqüência do alfabeto. Ao mesmo tempo em que obedece essa seqüência de sistematização, o professor propõe um trabalho de consciência fonológica: a consciência de palavras, de letras e de sílabas. COMPETÊNCIAS DA ALFABETIZAÇÃO A- Competências que viabilizam e, portanto, antecedem a alfabetização: § A capacidade de lidar com livros e textos impressos. § A consciência fonológica, ou seja, a capacidade de discriminar sons. B - Competências centrais ao processo de alfabetização: b1 - Na leitura: § A consciência fonológica é a idéia de que diferentes letras produzem diferentes sons; § O princípio alfabético é a idéia de que há uma relação entre a presença e posição de um grafema e o som que ele tem na palavra; § A decodificação é a capacidade de pronunciar o som de uma palavra escrita ou transformar em escrita uma palavra ouvida; § A fluência: inclui a correção e ritmo de leitura. b2 - Na escrita: § Capacidade de escrever de forma legível e com fluência (caligrafia); § Capacidade de escrever de forma ortográfica; § Capacidade de escrever frases, sintática e semanticamente, corretas. C - Competências que precedem, acompanham e sucedem o processo de alfabetização, mas são independentes do mesmo. § Desenvolvimento do léxico: quanto maior o léxico, maior a capacidade de leitura e compreensão. § Desenvolvimento de competências de compreensão de texto, que incluem competências sobre a estrutura, a lógica e usos sociais dos diferentes tipos de textos, bem como estratégias gerais de compreensão e produção de textos. A alfabetização, período de aquisição das competências centrais de decodificação e fluência, que asseguram o reconhecimento automático das palavras, são ensinadas num período que vai de 1 a 3 anos. Como funciona o sistema de escrita? Há 26 letras que se combinam, para formar todas as palavras da língua; esta combinação não é aleatória, mas sim regrada, formando um sistema com regras próprias de funcionamento. SUGESTÕES DE ATIVIDADES § Cruzadinhas, com dificuldades específicas;
  • 4. § Bingos de letras; § Trabalho com dicionário; § Atividades com rimas; § Atividades com aliteração; § Relação fonema/ grafema; § Consciência de palavras; § Consciência silábica (adição e subtração de sílabas); § Identidade fonêmica; § Consciência fonêmica (contagem e manipulação de fonemas); § Consciência fonêmica, síntese de fonemas; § Correspondência grafema / fonema; § Softwares educativos como: Projeto Método Fônico para crianças; Projeto Método Fônico/atividades; Aladim; Alfabetização Fônica; § Sites: ü http://www.bebele.com.br/animacao/ ü http://www.bebele.com.br/silabas-simples/ ü http://ciberespaconaescola.blogspot.com/2008/04/alfabetizao-online.html? showComment=1216392240000 O QUE OS ERROS ORTOGRÁFICOS PODEM NOS DIZER SOBRE O DESENVOLVIMENTO DOS ALUNOS? § Questões ortográficas; § Segmentação; § Classificação dos erros ortográficos, segundo Zorzi; § Jogos de reflexão ortográfica; RECURSOS § Apostila sobre o Método Fônico; § Materiais do curso “Método Fônico”, ministrado pela Fga Milena Ferrarezzi; § Uso da Sala de Tecnologia Educacional, com utilização da internet e softwares; § Cds: Alfabetização fônica, Aladim, Criança e de atividades do Método Fônico; § Jogos e aulas da biblioteca digital. CRONOGRAMA § As atividades serão desenvolvidas no decorrer do ano letivo, nas turmas de pré-escolar, 1°, 2° e 3° ano. AVALIAÇÃO § Os alunos serão avaliados conforme seu desempenho, interesse e progresso, durante a realização das atividades. BIBLIOGRAFIA
  • 5. § CAPOVILLA, A. G. e CAPOVILLA, F.C. Problemas de leitura e escrita: como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. São Paulo: Memnon, 2000. § http://www.bebele.com.br/animacao/ § http://www.bebele.com.br/silabas-simples/ § http://ciberespaconaescola.blogspot.com/2008/04/alfabetizao-online.html? showComment=1216392240000 Postado por Maria Ivanilda Saraiva Milfont Moreira às 06:27 Marcadores: Alfabetização