Crise de 1929 e suas consequências

  • 619 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
619
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Entre 1924 a 1929, a indústria e a agricultura deram sinais de crise, pois a mecanização e os novos métodos de produção levaram ao excesso dos mercados e à baixa dos preços (deflação). Houve uma crise de superprodução.
  • 2. Quinta-Feira Negra (24 de outubro de 1929) foi um dia marcado quando a New York Stock Exchange, a bolsa de valores de Nova Iorque, entra em ruptura.Nesse dia, 16 milhões de títulos (acções) de empresas foram postos à venda a preços insignificantes. Os investidores colocaram as suas acções à venda, contudo, não foram encontrados compradores. Foi o Crash da Bolsa de Wall Street.
  • 3. Os accionistas ficaram arruinados;Falências de bancos, que tinham emprestado dinheiro a particulares para a compra das acções;A economia paralisou: a produção industrial contraiu-se e a baixa dos preços foi automática, afectando todos os sectores da economia norte-americana;Aumento do desemprego em massa;A crise mundializou-se, propagando-se pelas economias dependentes da economia dos Estados Unidos.
  • 4. A Grande Depressão atingiu os EUA e os países que a eles eram independente economicamente, como a Grã- Bretanha, a França, a Itália, a Alemanha e Portugal.
  • 5. EUA:New Deal (intervenção do Estado na economia);Criação de novos empregos;Melhoria do poder de compra dos trabalhadores.Inglaterra:Apoio às empresas industriais;Protecção aos produtos britânicos.Adopção de medidas semelhantes às dos EUA (New Deal).França:Governo de Frente Popular;Nacionalização das empresas;Concessão de direitos aos trabalhadores.
  • 6. Na Itália, Alemanha e Portugal, estas medidas não tiveram resultados igualmente positivos. Os governos eram incapazes e fracos e o poder foi tomado por ditadores como solução para uma Nação forte.
  • 7. Formulada por Adolf Hitler de1933 a 1945;Extrema direita;Anti-parlamentarista;Racismo;Anti-semitismo;Anti-comunismo;Totalitarismo;Nacionalismo;Autoritarismo;Expansionismo;Repressão.
  • 8. Doutrina totalitária desenvolvida por Benito Mussolini na Itália, a partir de 1919 e durante seu governo (1922– 1945);Tem princípios ideológicos como: autoritarismo, totalitarismo, nacionalismo , corporativismo, expansionismo, militaris mo, repressão, culto da obediência e culto da personalidade.
  • 9. Regime político autoritário e corporativista que vigorou durante 41 anos sem interrupção, desde 1933, com a aprovação de uma nova Constituição, até 1974;Corporativista;Anti-parlamentar;Conservador;Nacionalismo;Anti-liberal;Anti-democrático;Anti-parlamentar;Repressão.
  • 10.  “Deus, Pátria, Família.”; “Tudo pela Nação, nada contra a Nação.“; “Persistentemente, Teimosamente, não somos demais para continuar Portugal“; “Enquanto houver um Português sem trabalho e sem pão a Revolução continua“; “Temos uma Doutrina. Somos uma Força“; “Orgulhosamente sós”.
  • 11. Google imagens;Apontamentos do caderno;Manual “Tempo da História”, 1ªa parte, Porto Editora.