Exclusao social ana_marta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,978
On Slideshare
4,950
From Embeds
28
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
91
Comments
0
Likes
0

Embeds 28

http://appalmela.blogspot.com 21
http://appalmela.blogspot.pt 7

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Exclusão Social aos Idosos
    “Os idosos são crianças inocentes na sua velha idade”…
    Ana Santos nº3
    Ana Marta nº4
    Catarina Nunes nº6
    8ºA
    EB2,3 Hermenegildo Capelo Palmela
  • 2. Índice
  • Introdução:
    • Pensamos em elaborar este trabalho pois esta tem sido uma realidade que tem estado muito presente nos dias de hoje, onde cada vez mais idosos querem pedir ajuda e não conseguem.
    • 10. Esperamos conseguir passar a compreender algo mais sobre isto e tentar ajudar quando detectarmos algum caso.
  • O envelhecimento:
    É um processo natural da vida, onde a alterações desde as físicas ás psicológicas. A velhice é uma fase do ciclo vital. O idoso é o resultado, é aquele que envelhece e vivencia a velhice.
    Antigamente os idosos eram mais respeitados do que se respeita na actualidade. Os membros da família tinham que obedecer as ordens do mais idoso, pois era visto como sinonimo de sabedoria. Na actualidade raramente acontece isto pois o idoso é tratado como preconceito. A começar pelo termo “VELHO”.
  • 11. Diferença entre velho e idoso:
    Idoso- É aquele que esta associado á alegria, bom-humor e renovação, aquele que continua a desfrutar da vida.
    Velho- É aquele que tem muita idade,
    está cheio de rugas e é resmungão.
  • 12. Abandonados:
    «São cada vez mais os idosos que chegam aos hospitais com problemas de saúde e ali são abandonados a ocupar camas e a sofrer com este abandono que, em alguns casos, só acaba com a morte.»
    A doença nunca é boa, mas é sempre pior quando a estrutura familiar é problemática, isso acaba por ser a gota de água.
    "Há casos que são conhecidos da comunidade há anos, como idosos que vivem com filhos toxicodependentes e que são colocados na mendicidade (mendigagem). Quando acabam doentes e dependentes, “tudo explode”, disse uma assistente social numa entrevista para a televisão.
  • 13. “Em Portugal, há idosos que dão uma queda em casa e ficam 50 dias abandonados num hospital ou então são deixados nas unidades de saúde porque a família vai ver um jogo de futebol. Esta é uma realidade que não tem estatísticas, apenas relatos de casos, que acontecem.”
    Falta de assistência:
    A falta de assistência ao idoso vítima de violência é a principal dificuldade para as pessoas que trabalham contra o combate a agressão pois as vagas para os idosos não são suficientes e o estado não tem centros especializados para os acolher.
  • 14. Sem família e sem apoio institucional
    A permanência indevida dos idosos em ambiente hospitalar "aumenta o risco da infecção", o que é frequentemente desvalorizado pelos familiares dos utentes. A estadia prolongada nos hospitais por motivos sociais conduz ainda "a ocupação de camas que se deveriam destinar ao tratamento de doentes agudos" e provoca o "aumento do tempo de espera no tratamento".
  • 15. Existem também idosos que sem apoio familiar ou resposta institucional que lhes permita ir para casa estão internados com as suas altas demoradas. Não precisão de cuidados clínicos e poderiam estar em casa, com apoio, ou integrados num lar, mas permanecem ali, à espera de solução. Situações sociais que sobem de número no Inverno, quando o frio e a solidão apertam.  O abandono de idosos em hospitais é uma realidade cada vez mais preocupante, principalmente na altura do Natal. Muitos idosos que sem família e sem posses para poderem estar num lar permanecem internados á espera de um milagre.
  • 16. Cuidados continuados:
    Dois anos depois de ter sido criada, a rede de cuidados continuados uma instituição que apoia pessoas em situação de dependência, recebeu 20 895 doentes dos hospitais. Mas, nestas unidades apenas são aceites os casos de pessoas que necessitam de cuidados de saúde.
    Capacidade:
    Existem actualmente 3050 camas nas unidades de convalescença, curta e média durações. Apesar do aumento da oferta, continuam a não chegar para as solicitações.
    Existem também para os cuidados paliativos (pessoas que sofrem de doenças cancerosas) em topo o país cerca de 100 camas o que é muito pouco para poder responder a todas as solicitações.
  • 17. Não seja mais uma vitima:
    • Prepare a sua velhice. Respeite os seus familiares para que eles venham mais tarde a respeitá-lo a si.
    • 18. Seja tolerante com as suas próprias falhas e tente facilitar a vida àqueles que o querem verdadeiramente ajudar.
    • 19. Pense na sua velhice. Imagine como gostaria de a passar. Fale disso aos seus familiares. Construa com eles um plano.
    • 20. Não deixe que o envelhecimento o faça sentir inferior.
    • 21. Proteja a sua auto-estima. Cuide de si próprio. Seja sedutor.
    • 22. Mostre o seu valor e lute contra o preconceito.
  • Mude a sua mentalidade:
    • Sempre que olhar para uma pessoa idosa, tente pôr-se na pele dela.
    • 23. Converse com as pessoas idosas. Não tenha medo. Elas não são de cristal.
    • 24. Não infantilize as pessoas mais velhas. Elas detestam quando o fazem.
    • 25. Não esteja permanentemente a confrontar a pessoa idosa com as suas dificuldades. Ninguém gosta disso!
    • 26. Se gosta verdadeiramente dos seus familiares idosos não os superproteja.
    • 27. Respeite a individualidade e a personalidade de todas as pessoas, inclusivamente das pessoas mais velhas e seriamente doentes ou dependentes.
  • Sinais de alerta para sabermos se um idoso esta a ser alvo de violencia:
    • 1-Estado fisico do idoso: se apresenta lesões e ferimentos, se esta sempre coberto (com mantas), se tem vestido roupas copridas mesmo quando esta calor e se emagreceu rapidamente e em excesso.
    • 28. 2- Desaparecimento do idoso ou mudança de rotina: já não frequenta locais que frequentava antigamente, não se sabe do seu paradeiro etc.
    • 29. 3- Familiare ou responsavel que proibe ou ivita que o idoso receba visitas ou que ele saia de casa.
    • 30. 4- Quando o idoso não recebe os tratamentos medicos necessarios, quando esta abatido, sem cuidados, com uma depressão…
    • 31. 5- Quando o idoso não fala ou não se manifesta, quando é alguem que vive com ele que responde sempre na sua vez e trata dos seus assuntos pessoais.
    • 32. 6- Quando não tem as condições de higiene necessarias: Não toma banho á muitos dias etc.
    • 33. 7- Quando os familiares ou responsaveis não o respeitam.
  • Direitos dos Idosos:
    • O idoso tem direito á vida;
    • 34. O idoso tem direito ao respeito;
    • 35. O idoso tem direito ao atendimento nas suas actividades básicas;
    • 36. O idoso tem direito á saúde;
    • 37. O idoso tem direito á educação;
    • 38. O idoso tem direito á moradia;
    • 39. O idoso tem direito á justiça;
    • 40. O idoso tem direito ao transporte;
    • 41. O idoso tem direito ao lazer;
    • 42. O idoso tem direito ao desporto;
  • Reflexão:
    • Nós estimamos e amamos os nossos pais e avós, achamos uma crueldade esta realidade cada vez mais presente nos dias que correm. Nunca seriamos capazes de colocar a nossa família em lares ou até mesmo ao Abandono.
    E tu?
    Pensarás da mesma maneira que nós…
  • 43. Bibliografia:
    • http://www.psicronos.pt/artigos/violenciacontramaisvelhos.html
    • 44. http://www.atribuna.org.br/2010/destaque-violencia-contra-o-idoso/
    • 45. http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/direitosdoidoso.htm
    • 46. http://www.psicologia.com.pt/noticias/ver_noticia.php?codigo=NO00349
    • 47. http://www.srsdocs.com/parcerias/revista_imprensa/diversos/2006/div_2006_02_23_04.htm
    • 48. http://direitodoidoso.braslink.com/pdf/vitimasabandono.pdf
    • 49. Google – imagens (procurado como: idoso(s), velho(s), etc)
    • 50. http://www.youtube.com/watch?v=N0QoY8wWOSw&feature=related
    • 51. http://www.youtube.com/watch?v=C_rzie9eFKQ
  • Anexos:
  • 52.
  • 53. Noticias:
    «Vítimas da idade Violência e abandono de idosos continuam a
    aumentar. Filhos são muitas vezes autores dos
    maus tratos. - 9 Maio 2003»
     Os actos de violência contra idosos estão a aumentar em Portugal. Em 2002 chegaram à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima quase dois mil casos de violência contra os mais velhos. O suicídio na terceira idade é também um problema que tem vindo a agravar e os casos reflectem o abandono por parte da família.
    «Só te peço para que cuides de mim quando envelhecer. Não me ponhas num lar ao abandono», são as palavras de muitos homens e mulheres que estão no limiar da velhice. Pedem aos filhos que cuidem deles, mas na realidade tudo é bem diferente. Muitos idosos são colocados em lares para morrerem. Apesar de lá terem cuidados médicos e assistência de que necessitam não tem visitas por parte dos familiares, sentem-se sós e sem carinho, ao abandono.
    «Estão sozinhos e o suicídio é muitas vezes a "saída".»
    Portugal Diário (adaptado)
  • 54. Imagens:
  • 55. Conclusão:
    • Depois de concluirmos este trabalho ficámos perante uma situação tão má e difícil, onde por vezes é melhor ficar na ignorância, mas nem sempre pode ser assim, temos que nos dispor a ajudar quem mais precisa.
    • 56. Passamos a entender uma realidade difícil de aceitar, onde idosos são agredidos não só fisicamente como psicologicamente.