LIÇÃO 13 - TEMA A DEUS EM TODO TEMPO

7,601 views
7,339 views

Published on

Subsídios elaborados pelo Ev. Natalino das Neves - Programa IEADSJP_EBDTV
IEADSJP - Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais
Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva
Pr. Vice-Presidente: Eurico Deraldo Santana
Co-Pastor da Sede: Josué Barros Abreu
Sup. EBD-Sede: Ev. Ismael Nascimento de Oliveira

Published in: Education
11 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
7,601
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
106
Comments
11
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

LIÇÃO 13 - TEMA A DEUS EM TODO TEMPO

  1. 1. LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD 4º TRIMESTRE DE 2013 Lição 13 Tema a Deus em Todo Tempo Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  2. 2. ACESSE O VÍDEO COM OS COMENTÁRIOS REFERENTE A ESTE ARQUIVO EM UM DOS ENDEREÇOS ABAIXO: www.redemaoamiga.com.br www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  3. 3. Texto áureo "De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo ser humano" (Ec 12.13)
  4. 4. Verdade prática (Lições bíblicas do professor) “Obedecer aos mandamentos do Senhor é a prova de que vivemos uma vida justa diante dos homens e de Deus”
  5. 5. LEITURA BÍBLICA
  6. 6. Eclesiastes 12:1-8 1 - Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento; 2 - antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva; 3 - no dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas; 4 - e as duas portas da rua se fecharem por causa do baixo ruído da moedura, e se levantar à voz das aves, e todas as vozes do canto se baixarem;
  7. 7. Eclesiastes 12:1-8 5 - como também quando temerem o que está no alto, e houver espantos no caminho, e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e perecer o apetite; porque o homem se vai à sua eterna casa, e os pranteadores andarão rodeando pela praça; 6 - antes que se quebre a cadeia de prata, e se despedace o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se despedace a roda junto ao poço, 7 - e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu. 8 - Vaidade de vaidade, diz o Pregador, tudo é vaidade.
  8. 8. OBJETIVOS PROPOSTOS
  9. 9. Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: 1. Reconhecer que somos criatura; Deus, o Criador.*. 2. Explicar os dois grandes momentos da vida (juventude e velhice) e as duas dimensões da existência humana (corporal e espiritual)*. 3. Conscientizar-se de que prestaremos conta de nossos atos diante de Deus. 4. Aplicar na sua prática diária o conteúdo aprendido. * Objetivos propostos na revista Lições Bíblicas da CPAD.
  10. 10. INTRODUÇÃO
  11. 11. INTRODUÇÃO • Um dos textos mais bonitos da Bíblia. O autor, de forma poética, fala sobre o envelhecimento do ser humano. • Contraste dos distintos momentos da vida humana: juventude e velhice, alegria e tristeza, vida e morte, presente e futuro, temporal e eterno. • Uma importante reflexão sobre o modo como vivemos a vida e uma advertência para estarmos preparados em todas as etapas da vida, debaixo do temor do Senhor
  12. 12. I. - UMA VERDADE QUE NÃO PODE SER ESQUECIDA
  13. 13. I. - UMA VERDADE QUE NÃO PODE SER ESQUECIDA 1. Somos criaturas de Deus: • Somos criaturas de Deus, portanto, dependentes dele, limitados, pequenos... • Devemos reconhecer nossa posição diante de Deus. Muitas pessoas se acham deuses... • Deus não pode ser culpado pela falhas dos seres humanos. • Nós somos responsáveis pelos nossos atos, eles definirão como será nossa vida.
  14. 14. I. - UMA VERDADE QUE NÃO PODE SER ESQUECIDA 2. Deus é o criador soberano: • Conforme já mencionado na lição 1, o autor de Eclesiastes apresenta Deus como o Criador, o Soberano e como a Sabedoria Inescrutável. • Por mais que pareça ao ser humano, que em certas situações aparentemente as coisas saíram do controle, Deus está no controle de todas as coisas. • Devemos nos humilhar diante de Deus e reconhecer sua majestade e soberania.
  15. 15. Aplicação prática Você tem reconhecido sua limitação como ser humano? Você tem sido consciente em seus atos? Você será responsabilizado por eles! Você tem reconhecido a soberania de Deus?
  16. 16. II.OS DOIS GRANDES MOMENTOS DA VIDA
  17. 17. II.OS DOIS GRANDES MOMENTOS DA VIDA 1. A juventude: • Estágio da vida que representa o período de maior vigor. Fase de recreação e de satisfação (Ec 11:9). • Na juventude parece que nunca vai faltar forças, saúde, [...]. Exemplo pessoal... Geralmente vivem sem se preocupar muito com referenciais, futuro, entre outros. • O autor adverte que nesta etapa da vida também se deve “olhar para o Criador”. • Autor aos Hebreus recomenda: “olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus”.
  18. 18. II.OS DOIS GRANDES MOMENTOS DA VIDA 2. A velhice: • Em Eclesiastes, a velhice aparece como o último estágio da existência, onde nada mais parece fazer sentido. • Poeticamente, o autor demonstra como os membros do corpo vão perdendo sua função. • As portas das ruas se fecham... O idoso não vive mais para fora. • Os cabelos como a amendoeira florida = enbranquecem.
  19. 19. II.OS DOIS GRANDES MOMENTOS DA VIDA 2. A velhice: • Os movimentos ficam lentos e pesados (gafanhoto pesado); • O apetite declina (perda do sabor dos alimentos). • Pranteadores agourentos (proximidade da morte). começam a rondar • A vida e fugaz e passageira, instantes que vão e não voltam mais... • O texto também serve para refletir como estamos tratando os idosos. Diferença de tratamento entre povos e ilustração do filho que levava o pai para a montanha...
  20. 20. Aplicação prática Você que ainda é jovem, já parou para pensar na sua velhice? Como você tem tratado os idosos, em especial, seus parentes? Os idosos em Cristo, renovam suas forças!
  21. 21. III. AS DIFERENTES DIMENSÕES DA EXISTÊNCIA HUMANA
  22. 22. III. AS DIFERENTES DIMENSÕES DA EXISTÊNCIA HUMANA 1. Corporal: • Dimensão corporal da existência humana = sentimentos (alegrias, tristezas, ansiedades, ..) e fatos experimentados na vida (presente e passado). • O corpo é importante e deve ser cuidado tanto biologicamente como espiritualmente (1 Co 6:19-20). • Exemplo do tratamento dado ao corpo pelas pessoas que perderam o sentido da vida. • Portanto, devemos cuidar do nosso corpo e usá-lo sempre para a glória de Deus.
  23. 23. III. AS DIFERENTES DIMENSÕES DA EXISTÊNCIA HUMANA 2. Espiritual: • O ser humano também tem a composição espiritual (Ec 12:7), que é melhor explicado no NT (1 Ts 5:23; 2 Co 5:8; Fl 1:23). • As pessoas são seres humanos integrais e precisam cuidar do material e do espiritual (1 Ts 5:23; 2 Co 7:1). • Morte é frustação da vida? • Se não cuidar do aspecto espiritual e como “correr atrás do vento”!
  24. 24. Aplicação prática Você tem cuidado do seu corpo (mordomia)? Você tem cuidado do seu espírito? Seja equilibrado, cuido das coisas materiais, mas também das coisas espirituais!
  25. 25. IV. PRESTANDO CONTA DE TUDO
  26. 26. IV. PRESTANDO CONTA DE TUDO 1. Guardando o mandamento: • O autor conclui, dizendo que o fim de tudo é “temer ao Senhor”. • A vida é dinâmica, mas precisa de regras. • A vontade de Deus deve ser buscada, por isso é importante um relacionamento intimo com Deus (?) para saber sua vontade.
  27. 27. IV. PRESTANDO CONTA DE TUDO 2. Aguardando o julgamento: • Nada está encoberto aos olhos de Deus: “Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau" (Ec 12.14). • Deus está atento para todas as coisas. • Em vez de julgarmos as pessoas devemos olhar para nossa própria vida (Rm 14:10-12). • O Justo Juiz julgará toas as coisas, com ele não há diferenciação e privilégios, O JULGAMENTO É JUSTO.
  28. 28. Aplicação prática Você tem vivido ciente de Deus está atento a todas as coisas? Devemos temer a Deus, para não sermos condenados no seu Tribunal!
  29. 29. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  30. 30. Nesta lição nos aprendemos que:
  31. 31. 1. Devemos reconhecer nossa limitação e dependência do Deus Criador e Soberano.
  32. 32. 2. Devemos viver todas etapas da vida, cuidando das coisas materiais e também das espirituais, para que tenhamos uma vida feliz e aprovada por Deus.
  33. 33. 3. Todas as pessoas darão conta de sua vida a quem a deu, Deus. Por isso, devemos saber a vontade de Deus para não sermos reprovados por ele depois desta vida.
  34. 34. FELIZ NATAL E UM 2014 CHEIO DE BENÇÃOS E ALEGRIA A TODOS(AS).
  35. 35. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CERESKO, Anthony R. A Sabedoria no Antigo Testamento. São Paulo: Paulus, 2004. GONÇALVES, José. Sábios conselhos para um viver vitorioso. Rio de Janeiro: CPAD, 2013. HUGHES, R. Kent. Disciplinas do ser humano Cristão. 3.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2004. KIDNER, Derek. A Mensagem de Eclesiastes. São Paulo: ABU, 2004. NEVES, Natalino das. Livros Poéticos. Curitiba: Editora Unidade, 2011.
  36. 36. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS NICCACCI, Alviero. A Casa da Sabedoria: vozes e rostos da sabedoria bíblica. São Paulo: Paulinas, 1997. RAVASI, Gianfranco. Paulinas, 1993. Coélet. São Paulo: Edições RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. São Paulo: Editora Academia Cristã, 2009. STORNIOLO, Ivo. Trabalho e Felicidade: O Livro do Eclesiastes. São Paulo: Paulus, 2002.
  37. 37. IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais www.adsaojosedospinhais.com.br www.redemaoamiga.com.br Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva Pr. Vice-Presidente: Eurico Deraldo Santana Comentários: Ev. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094 / 3076 3589

×