Your SlideShare is downloading. ×
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais

17,887
views

Published on

Subsídios elaborados pelo Ev. Natalino das Neves …

Subsídios elaborados pelo Ev. Natalino das Neves
Programa Escola Dominical na WEBTV.
IEADSJP - Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais
Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva

Published in: Education

6 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
17,887
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
277
Comments
6
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD 1º TRIMESTRE DE 2014 LIÇÃO 2 O propósito dos dons espirituais Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  • 2. ACESSE O VÍDEO COM OS COMENTÁRIOS REFERENTE A ESTE ARQUIVO EM UM DOS ENDEREÇOS ABAIXO: www.natalinodasneves.blogspot.com.br www.redemaoamiga.com.br
  • 3. TEXTO ÁUREO “Assim, também vós, como desejais dons espirituais, procurai sobejar neles, para a edificação da igreja” (1 Co 14:12).
  • 4. VERDADE PRÁTICA Os dons são recursos concedidos por Deus para fortalecer e edificar a Igreja espiritualmente. (Lições Bíblicas, 2014, p. 11)
  • 5. LEITURA BÍBLICA
  • 6. 8 - Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9 - e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10 - e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas. 11 - Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. Romanos 12:8-11
  • 7. 1 - Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. 2 - E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse caridade, nada seria. 1 Coríntios 13:1-2
  • 8. INTRODUÇÃO
  • 9. INTRODUÇÃO • Geralmente o ser humano quer tudo que é de “graça”. • Muitos buscam os dons, mas não param para pensar o que a Bíblia fala a respeito de seu propósito. • Nesta lição iremos aprender o motivo principal de Deus conceder dons aos seres humanos.
  • 10. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE
  • 11. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE • A cidade de Corinto era uma das mais importantes do Império Romano. • Paulo visitou Corinto em sua segunda viagem missionária (At 18:1-18). • Igreja cheia de dons (1 Co 1:7), entretanto era desinformada como usá-los e quanto ao seu propósito. • Paulo a chama de igreja carnal e imatura devido as divisões, inveja, imoralidade social, entre outras falhas (1 Co 3:1-3).
  • 12. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE • Manifestações de dons não significa, necessariamente, maturidade espiritual. • Dons espirituais X fruto do espírito. • Os dons são concedidos não por méritos humanos, mas pela GRAÇA de Deus. • Manifestações “espirituais” não garantem a salvação (Mt 7:22-23).
  • 13. Para refletir “A maturidade espiritual na esfera da atividade religiosa não é demonstrada por meio de auto-expressão e autopromoção, mas por meio da submissão à tradição apostólica revelada” (PINTO, 2008, p. 282)
  • 14. Aplicação prática Você se considera mais espiritual do que os outros pelos dons que tem? Você pensa que os dons que você tem é porque você e melhor do que os outros ou porque fez algo por merecer? Cuidado, os dons não são para elitizar ninguém, mas é uma manifestação da GRAÇA de Deus!
  • 15. II. Edificando a si mesmo e aos outros
  • 16. II. Edificando a si mesmo e aos outros • Quem fala línguas estranhas edifica a si mesmo (1 Co 14:4). • Paulo incentivava o falar em línguas, entretanto dava prioridade para as relações interpessoais e a priorização de dons que edificam a coletividade. • Individualismo X coletividade. • Paulo evidenciou que a profecia era mais útil à igreja, como unidade, do que o falar em línguas.
  • 17. II. Edificando a si mesmo e aos outros • Segundo Paulo, os visitantes podem se escandalizar com o falar em línguas, por não entenderem (1 Co 14:9,23) • Quem ama de verdade se preocupa com a necessidade do próximo, crente ou não. • Vamos relembrar a relação do amor com os problemas da igreja de Corinto para refletir sobre a necessidade de usar os dons em amor:
  • 18. Relação do amor com os problemas existentes em Corinto (PINTO, p. 267-8) O AMOR... É paciente O problema dos processos judiciais diante de pagãos. É amável O problema de carnes sacrificadas a ídolos. Não é invejoso A busca de superioridade por meio do uso dos dons. Não é arrogante A busca de superioridade por meio de discórdias. Não é orgulhoso Exibir riquezas na Ceia do Senhor; véu. Não é rude Rejeição dos irmãos mais pobres na Ceia do Senhor. Não busca os próprios interesses Uso imaturo da liberdade; carnes; maus líderes. Não se irrita facilmente Invejas e discussões, processos. Não guarda rancor dos erros Processos. Não se alegra com o mal O problema do incesto e da imoralidade. Alegra-se com a verdade Incesto; as chamadas coisas lícitas. Suporta todas as coisas A questão da auto-restrição; processos. Sempre crê Desconfiança mútua; processos. Sempre espera A questão da disciplina na igreja e seu fruto. Sempre persevera Abrir mão de privilégios em favor dos irmãos.
  • 19. Aplicação prática Você já parou para pensar como tem sido sua atitude com relação ao falar em línguas? Você tem noção da importância de evidenciar os dons que visam a coletividade? Não podemos priorizar nosso próprios interesses, principalmente quando se trata de dons espirituais!
  • 20. III. Edificar todo o corpo de Cristo
  • 21. III. Edificar todo o corpo de Cristo • O amor é essencial na manifestação dos dons (1 Co 12,13,14). • Os ministros, devem ser “sábios arquitetos” (1 Co 3:10) do edifício de Deus, que é a Igreja (1 Co 3:9), para atuar para edificação da igreja. • Como despenseiros, todo membro da igreja, deve zelar pelo dom (cuidar do que é colocado à sua disposição).
  • 22. III. Edificar todo o corpo de Cristo • O despenseiro deve alimentar a família do seu senhor (1 Co 4:1; Ef 2:19). Para isso, deve ter responsabilidade par abastecer a despensa. • Ter o dom não substitui a necessidade de ação da pessoa agraciada com ele. Exemplo: dom do ensino. • Os dons devem ser usados para a glória de Deus (1 Pe 4:10-11).
  • 23. Aplicação prática Você tem sido um(a) verdadeiro(a) despenseiro(a) dos dons de Deus? Você tem usado os dons recebidos para edificação de todo corpo de Cristo? Reflita sobre seu comportamento! Tire um tempo para pensar sobre isso!
  • 24. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 25. Nesta lição nos aprendemos que:
  • 26. A desinformação sobre os dons espirituais, alinhada à fraqueza das pessoas, conduz a igreja para a carnalidade (exemplo da igreja de corinto).
  • 27. O uso de dons espirituais não deve visar glória ou edificação pessoal, mas a edificação do corpo numa atitude de amor.
  • 28. Devemos ser bons despenseiros, servindo à família de nosso Senhor, a Igreja, corpo de Cristo.
  • 29. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CARSON, D. A.; MOO, Douglas J.; MORRIS, Leon. Introdução ao Novo Testamento. São Paulo: Vida nova, 1997. DUNN, James D. G. A teologia do apóstolo Paulo. São Paulo: Paulus, 2003. HORTON, Stanley M. A Doutrina do Espirito Santo no Antigo e Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996. LIÇÕES BÍBLICAS. Dons Espirituais e Ministeriais: Servindo a Deus e aos homens com poder extraordinário. Rio de Janeiro: CPAD, 2014.
  • 30. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PINTO, Carlos Osvaldo Cardoso. Foco e desenvolvimento do Novo Testamento. São Paulo: Hagnos, 2008. RENOVATO, Elinaldo. Dons Espirituais & Ministeriais: Servindo a Deus e aos homens com poderes extraordinários. Rio de Janeiro: CPAD, 2014. RIDDERBOS, Herman. A teologia do apóstolo Paulo: a obra definitiva sobre o pensamento do apóstolo aos gentios. São Paulo: Cultura Cristã, 2004. ZUCK, Roy B. Teologia do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2008.
  • 31. IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais www.adsaojosedospinhais.com.br www.redemaoamiga.com.br Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva Pr. Vice-Presidente: Elson Pereira Comentários: Ev. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094 / 3076 3589
  • 32. FAVOR DIVULGAR PARA SUA REDE SOCIAL