Cartilha DIRF 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Cartilha DIRF 2012

on

  • 2,206 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,206
Views on SlideShare
2,206
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Cartilha DIRF 2012 Cartilha DIRF 2012 Document Transcript

  • Sobre a DIRFA DIRF, Declaração do Imposto Retido na Fonte, é a declaração feita pela FONTE PAGADORA, que tempor objetivo informar à Receita Federal o valor do Imposto de Renda Retido na Fonte dos rendimentospagos ou creditados em 2012 para seus beneficiários.Prazo para entregaA DIRF 2012, relativa ao ano-calendário de 2011, deverá ser entregue, através de aplicativo disponível nosite da RFB, até às 23h59min59s (vinte e três horas, cinquenta e nove minutos e cinquenta e novesegundos), horário de Brasília, de 29 de fevereiro de 2012.Obrigatoriedade de entrega da DIRF 2012A obrigatoriedade de entregar a DIRF relativa ao ano-calendário de 2011 (DIRF-2012) continua existindopara as pessoas jurídicas e físicas que pagaram ou creditaram rendimentos que sofreram retenção doimposto sobre a renda na fonte, ainda que em um único mês do ano-calendário.Exemplo:Um funcionário X recebe mensalmente um valor de R$ 1.000,00, e dessa forma não possui retençãomensal de IR. Mas digamos que, em um único mês, ele tenha recebido uma comissão no valor deR$ 3.000.00, que ocasionou retenção de IR.Então, como houve a retenção em um mês dentro do ano-calendário, esse funcionário deverá entregara DIRF.Notas:1. Na DIRF 2012 ainda não existe a obrigatoriedade da entrega para os funcionários com rendimentosprovenientes do trabalho assalariado, que não sofreram nenhuma espécie de retenção de IR, mas queultrapassaram o valor de R$ 6.000,00 de rendimentos no ano-calendário.Exemplo:O funcionário Y recebe um salário de R$ 1200,00 e não teve retenção do Imposto de Renda. Somando-setodos os rendimentos do ano-calendário, inclusive o valor do 13º, o valor fica acima dos R$6.000,00, mascomo não atinge o mínimo estipulado pela Receita Federal (R$ 23.499.15) ele não terá obrigatoriedade deentregar a DIRF.2. Na DIRF 2012, somente os trabalhadores sem vínculo empregatício estão sujeitos à obrigatoriedade daentrega, caso ultrapassem o valor R$ 6.000,00.Exemplo:Um Autônomo Z prestou um serviço para uma empresa, no valor de R$ 1000,00, durante 8 meses.Não houve retenção de IR, devido ao fato de que esse valor não atinge na tabela o valor mínimo mensalpara desconto do IR.O somatório anual também não atinge os R$ 23.499,15, porém de acordo com a regra definida pela receita,esse autônomo tem que ser levado para a DIRF, pois seus rendimentos ultrapassaram o valor mínimoestipulado em R$ 6.000,00.3. Para os trabalhadores assalariados, a obrigatoriedade se dá quando tais rendimentos, durante o ano-calendário, forem iguais ou superiores a uma vez o valor anual mínimo de rendimentos para apresentaçãoda Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, somando inclusive o décimo terceiro salário.
  • Esse valor para o ano-calendário 2011 foi definido pela Receita Federal em R$ 23.499,15 (vinte e três mil,quatrocentos e noventa e nove reais e quinze centavos)Nova mudançaO novo layout da DIRF 2012 acrescentou a informação de RENDIMENTOS RECEBIDOSACUMULADAMENTE.Devem constar neste Registro as seguintes informações:• O rendimento pago de forma acumulada (art. 12-A da Lei n€ 7.713, de 1988), relativo a anos-calendário anteriores ao do pagamento, decorrentes de: a) aposentadoria, pensão, transferência para a reserva remunerada ou reforma, pagos pela Previdência Social da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Ou ainda: b) os provenientes do trabalho, inclusive aqueles oriundos das decisões das Justiças do Trabalho, Federal, Estaduais e do Distrito Federal.Diante das informações acima, como o Persona irá se comportar?O Persona irá verificar, no momento da geração do arquivo para a DIRF, quais foram os funcionários que,somados os rendimentos anuais (gravados no sistema no evento 50T1), atingiram o valor estipulado comomínimo pela Receita Federal para o ano-calendário 2011 (R$ 23499,15) e irá incluí-los ou não no arquivo.Obs.: No Caso de algum funcionário que tenha sofrido retenção do IR, em algum mês do referidoano-calendário, independente dele atingir ou não o valor de R$ 23.499,15, ele será levado no arquivopara DIRF.Quanto ao RRA, Rendimentos Recebidos Acumuladamente, o sistema só colocará a informação noarquivo mediante a seguinte situação:• deverá ter Folha Complementar ou Rescisão Complementar, onde constem valores do ano anterior ao ano-calendário, referente aos itens informados acima (a, b). O sistema, além de levar os valores acumulados, levará também a quantidade de meses acumulados oriundos deste registro. A quantidade de meses será informada no campo “Referência”, do evento 50T1 (Total para informe de Rendimentos)Exemplo:Funcionário Y teve reajuste por dissídio em 2011, em que os meses de atraso englobaram meses do anoanterior (2010) para a folha complementar.Neste caso, deverá ser feita a folha complementar por dissídio para recolhimento de INSS (FCI) de 2011.Em seguida, deverá ser calculado a folha complementar com o motivo “pagamento de valores dos anosanteriores (FCD)”, também em 2011.Caso o funcionário em questão tenha algum dos critérios para o registro do RRA, como por exemplo,pensão, o acumulado deste item será mostrado no relatório da DIRF, na parte de acumulados, depois degerado o arquivo em Relatórios / Em Disco / DIRF.
  • Com relação ao Plano privado de assistência à saúde, contratado por pessoa jurídica em benefíciode seus empregados, qual o procedimento a ser adotado no Persona para que seja informado naDIRF?Devem ser informados, na DIRF, os valores referentes a Planos Privados de Assistência à Saúde, namodalidade Coletivo Empresarial, contratado com Operadora de Plano de Saúde com funcionamentoautorizado pela ANS.Para isso, no Persona, é necessário seguir as instruções abaixo• Marcar a opção “Despesas Médicas”, dentro do evento utilizado para fazer o desconto do plano de saúde do funcionário.• Informar o CNPJ da empresa do plano de saúde e o nº de registro na ANS.• No caso do funcionário possuir dependentes no desconto do plano, é preciso informar, no Persona, dentro do cadastro de dependentes, na aba Benefícios.Obs.: Se a empresa custear o valor total do plano, sem a participação do empregado, não haverávalor a ser informado na DIRF.Se o funcionário possuir desconto em folha para previdência privada, como devemos configurar o Personapara que esse valor seja levado para a DIRF?É necessário, primeiramente, que dentro das configurações de cálculo, na aba Folha (desc), seja informadoo evento que é utilizado para desconto desse valor da previdência privada. Fazendo isso, o sistema,automaticamente, levará para a DIRF a totalização desse evento no ano-calendário.Fonte das informações relativas DIRF 2012: Site da Receita Federal do Brasil. View slide